Type Here to Get Search Results !

Marcadores

PRAZER, SATISFAÇÃO - CAPÍTULO 12

 


Cena 1. Rua frente ao Hospital. Fim de tarde.

Juliana assustada após ter visto Luciano. Talita sem entender.

Talita: Quem você viu, Juliana?

Juliana: O Luciano, meu ex-marido Talita! Ele ali ó!

Neste momento um ônibus passa na frente de Luciano que desaparece logo em seguida.

Talita: Não tô vendo ninguém!

Juliana: Mas não é possível! Eu vi! Será que depois de cinco anos esse canalha voltou pra me infernizar? 

 Talita: Jú, você tá bem? Eu vou te levar pra casa!

Juliana: Talita, eu nâo tô louca! Eu vi ele ali! Você acha que depois de 16 anos casada com ele eu não ia reconhecê-lo? Eu reconheço esse embuste a quilômetros.

Talita: Meu Deus gente... 

Juliana: (estressada) Eu vou pra casa! Quer uma carona?

Talita: Eu dirijo pra você! Você não tá em condições.

Juliana: Tá! Vamos!

Elas caminham em direção ao hospital.

Cena 2. Rua. Casa de Juliana. Noite.

O carro de Juliana para em frente sua casa. Ela e Talita descem em seguida.

Juliana: Vamos tomar um cafézinho?

 Talita: Eu vou aceitar! Tô morta de fome!

Juliana abre a grade e as duas adentram.

Cena 3. Casa de Juliana. Sala. Noite.

Juliana percebe que não há ninguém em casa.

Juliana: Gente, a Anne não tá aqui... Que estranho.

Talita: Sua filha tá na idade de sair... E a Kelly, tá trabalhando?

Juliana: Tá! Uma trabalhando e a outra estudando. Meus dois orgulhos!

Cena 4. Bordel Lovely's. Antessala. Noite.

Kelly pronta pra sair, pega a bolsa. Kátia e Taís vão até ela.

Kátia: Não vai ficar hoje?

Kelly: Eu tô sem cabeça Kátita! Vocês abrem o bordel hoje. Ainda tenho que passar na locadora e devolver o carro!

Taís: Vai lá! A gente se vira hoje!

Kelly manda beijinhos e sai.

Cena 5. Bordel Lovely's. Gramado. Exterior. Noite.

Kelly anda até o carro (Kia Soul), aperta o alarme, abre a porta e entra. Atrás de uma árvore, Raul está de capacete ao lado de uma moto.

Raul: É hoje que eu descubro onde tú mora vagabundinha! 

Ele monta na moto e liga o veículo... Tensão.

Cena 6. Bordel Lovely's. Sala. Noite.

Taís olha pela janela, vê Raul em cima da moto atrás do carro de Kelly e já saca tudo.

Taís: (grita) Kátia, Kátia!

Kátia: (aparece rápido na sala) Que foi mulher?

Taís: Rápido! A gente tem que agir rápido! O Raul vai seguir a Kelly! 

Kátia pensa rapidamente:

Kátia: (conviccta) O silenciador! 

Dito isso, muito suspense.

Cena 7. Bordel Lovely's. Gramado. Noite.

Kelly arranca com o carro, em seguida, Raul segue-a com a moto. Quando de repente, KÁTIA atira da janela e o pneu da moto de Raul estoura. Ele se desequilibra, cai da moto e rola no gramado...

Raul: Aaaaaaai! Meu joelho porra!

Foco em suas mãos sobre eu joelho ralado.

Cena 8. Bordel Lovely's. Antessala. Noite.

Kátia assopra a fumaça do silenciador, vitoriosa. Ela e Taís dão um toque de mãos, satisfeitas.

Kátia e Taís: Yes!

Closes alternados.

Abertura.

Cena 9. Ap de Stela. Suíte. Noite.

Stela sentada em sua escrivaninha escrevendo algumas coisas numa agenda. Ela para logo, cansada.

Cena 10. Ap de Stela. Banheiro. Noite.

Stela toma um banho de espumas na banheira, possui uma garrafa de champanhe e uma taça ali ao lado. Ela abre a garrafa, enche e bebe em seguida. Close em sua cara de satisfação...

Cena 11. Ap de Stela. Suíte. Noite.

Stela sai do banheiro de hobbie e vai direto pra sua cama. Em seguida pega uma foto de um bebê, no criado ao lado e fica olhando...

Instrumental: Emoção

Stela: Ai filha... Se você tivesse viva faria 21 anos hoje...

Flashback on:

Cena 12. Hospital. Sala de parto. Dia.

Stela na mesa de parto, médico e enfermeiros ali. Sua irmã Adelaide (25) está como acompanhante. Ela grita, enquanto o médico tira a criança...

Médico: É uma menina linda!

Stela, fraca, sorri.

Flashback off.

Cena 13. Ap de Stela. Suíte. Noite.

Stela chorava copiosamente olhando pra foto...

Stela: Nunca vou entender como você foi morrer filha! Era tão saudável, tava tão bem. (T) 21 anos com essa angústia meu pai... 21 anos...

Close nela.

Cena 14. Casa de Juliana. Sala. Noite.

Na porta, Juliana e Talita se despedem com beijinhos. O táxi buzina.

Talita: Até amanhã Jú!

Juliana: Até amiga!

Talita sai. Juliana se senta no sofá e liga a TV. Instantes e Anne entra em casa.

Anne: Oi mãe!

Juliana: Tava onde? Cê não é de sair...

Anne: Ai mãe tava no shopping com um amigo! Fomos no cinema, tomamos sorvete... Tava precisando, é tanto estudo!

Juliana continua séria.

Juliana: Preciso conversar sério, com você e sua irmã!

Anne: É sobre o quê?

Juliana: Quando a Kelly chegar eu digo!

Na curiosidade de Anne, corta:

Cena 15. Locadora de Carros. Lado de fora. Noite.

Kelly entrega uma chave a um funcionário da locadora de carros. Ela sai do local e atravessa a rua...

Cena 16. Shopping. Escadas rolantes. Noite.

Thiago desce as escadas rolantes, neste mesmo momento, Gabriel sobe as escadas ao lado. Eles se vêem.

Thiago: Gabriel?

Gabriel: (surpreso)Thiago?

Em câm lenta: eles acidentalmente esbarram suas mãos e se olham no fundo dos olhos...

Cena 17. Shopping. Praça de Alimentação. Noite.

Gabriel e Thiago sentados numa mesa. Gabriel toma um milkshake.

Gabriel: Tem certeza que não quer um pouco?

Thiago: Eu já tomei muito hoje, mas... Acho que eu vou querer um pouquinho do seu!

Gabriel entrega o milkshake e Thiago toma pelo canudo. Gabriel fica o observando, excitado...

Gabriel: A gente bem que podia ser mais amigos né?

Thiago: (saca tudo) É... A gente podia mesmo!

Eles se olham com tensão...

Cena 18. Casa de Juliana. Sala. Noite. 

Kelly entra em casa e dá de cara com Anne e Juliana no sofá.

Juliana: Só faltava você Kelly!

Kelly: O que foi gente?

Juliana: O assunto é sério!

Anne: E é sobre o quê? Eu tô nervosa!

Juliana: É sobre o pai de vocês!

Anne e Kelly: O nosso pai?

Juliana balança a cabeça positivamente. Closes alternados nas três.

2° Intervalo.

Cena 19. Casa de Juliana. Sala. Noite.

Kelly já reagindo chocada.

Kelly: Como assim? Ele voltou?

Juliana: Voltar não é bem a palavra, mas eu vi o canalha do Luciano me vigiando quando eu saí do hospital.

Anne: Será que ele sabe que a gente mora aqui? Porquê depois que ele sumiu, a gente logo se mudou...

Juliana: Não sei filha. Não sei se ele me seguiu até aqui, e preferia até nem saber! Eu vivi muito bem sem ele, criei vocês sem ele!

Instrumental: Suspense (até o fim da cena 20).

Kelly: Mas se ele tiver mesmo voltado, deve ter um motivo!

Cena 20. Casa Pobre. Noite.

Casa caindo aos pedaços, sem estrutura. Foco numa fumaça exalando no ambiente. Logo vemos LUCIANO fumando um cigarro. Ele larga o cigarro na mesa e já saca o celular.

Luciano: (cel) Alô? (T) Eu segui ela no hospital, mas...

Voz: Mas o quê Luciano?

Luciano: (cel) Ela me viu!

Voz: BURRO, IDIOTA!

Luciano: (cel) Calma aí!

Voz: Você não vai reconquistar ela assustando a mulher! Seu idiota! Desse jeito a gente nunca vai conseguir o nosso objetivo!

Luciano: (cel) E eu preciso dessa grana!

Voz: Nós dois precisamos! Por isso você tem que seguir meu plano a risca, sem meter os pés pelas mãos!

Luciano: Desculpa, desculpa!

Voz: Agora eu vou ter que inventar um outro plano, aff!

Close em Luciano, chateado.

Cena 21. Shopping. Estacionamento. Gramado. Noite.

Thiago e Gabriel saem do interior do Shopping e vão pro gramado do estacionamento.

Gabriel: O táxi já deve tá chegando!

Thiago: Ainda bem que vamos juntos! Não queria ir sozinho!

Gabriel ri para si. Ele e Thiago se olham com atração e chegam bem perto um do outro, mas na hora H, o táxi chega e buzina.

Gabriel: É... Chegou!

Os dois entram pelo banco de trás. Logo o táxi parte.

Cena 22. Ap de Thiago. Quarto. Noite.

Thiago entra e se deita em sua cama.

Thiago: Ah Gabriel... Nunca pensei que a gente tivesse uma chance! Que fofo! 

Ele tira a blusa.

Thiago: Ah, nada como dia pós o outro!

Corta rápido:

Cena 23. Casa de Gabriel. Área da Piscina. Noite.

Gabriel deitado, pensativo, ao lado da piscina, olhando a lua... Ele abre um sorriso.

Cena 24. Casa de Juliana. Sala de Jantar. Noite.

Juliana, Kelly e Anne jantam à mesa.

Juliana: Mas olha... Eu não tô com medo dele não!

Kelly: Se ele vier crescer pra cima da senhora, é Maria da Penha nele! Não tem discussão!

Juliana: Eu tô mais esperta filha! Pode deixar!

Anne: (com lágrimas nos olhos) E pensar que meu próprio pai, não tá nem aí pra mim! Eu fico revoltada!

Juliana: Mas você tem a mim! Que fui mãe, que fui pai, que fui tudo!

Anne: Foi não! Ainda é e sempre será!

Anne dá um abraço em Juliana...

Cena 25. Bordel Lovely's. Salão. Noite.

Movimentação do bordel. Clientes bebendo, meninas no polidance, etc.

Corta rápido:

Cena 26. Bordel Lovely's. Quarto de Kátia. Noite.

Kátia ao lado da cômoda, terminando de enrolar a arma num pano, a fim de guardar na gaveta. 

Neste momento Raul aparece por trás, mancando.

Raul: Quê que cê tá fazendo com essa arma aí?

Kátia vira pra trás surpreendida e assustada. Close.

Foco em Kátia/ A imagem congela com o fundo embaçado.

(Encerramento: Todo Seu - Jorge e Mateus)



Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.