Type Here to Get Search Results !

Marcadores

O Nordestino - Capítulo 10 (Reprise)

  


Capítulo 10

Cena 1 mansão de Alfredo/ noite

// instrumental tenso//

Alfredo ( desesperado) - Para Tereza! Eu fiz por amor... eu te amo!
Daniel chega no momento e vê tudo:
Daniel ( preocupado) - o que é isso?
Alfredo se levanta e Tereza engana:
Tereza  ( enganando) - nada não, filho.
Daniel - certeza? Eu vi...
Tereza - viu nada!
Daniel - tá bem.

Cena 2 quarto de Tereza e Alfredo/ noite

Alfredo se ajoelha:
Alfredo ( chorando) - me perdoe, eu te amo...
Tereza  ( sorrindo) - vou te perdoar, mas por causa do Daniel.
Os dois começam a se beijar.

Cena 3 porta da casa de João/ dia

// instrumental alegria//

Roberto bate na porta, Maria abre. Roberto começa a chorar.
Roberto  ( chorando) - mãe... mãe...
Maria começa a chorar.
Maria ( chorando de alegria) - Roberto, meu filho!
Os dois se abraçam. João e Aparecida vão até o encontro, choram e abraçam Roberto.

Cena 4 empresa/ dia

Um emprego vá até a sala de Tereza:
Márcio  ( indignado) - dona Tereza, eu levei um pouco de leite para as minhas filhas e elas passaeam mal. Acho que você deveria retirá-los ...
Tereza  ( nervosa) - você comprou o leite?
Márcio - não, mas...
Tereza - sabe o que eu acho: bem feito! Quem mandou você pegar de graça ou melhor roubar!


Abertura


Cena 5 motel/ dia

Eduarda e Alfredo ficam juntos:
Eduarda ( sorrindo) - gostei do presente. Amor...
Alfredo começa a beijar Eduarda.

Cena 6 empresa/ dia

// instrumental maldade//

Tereza  ( nervosa) - bem feito!
Márcio  ( nervoso) - eu vou te denunciar por vender leite estragado! Isso é crime, imagine o tanto de pessoas, o tanto de crianças que já passaram mal. Você é tão cruel, dona Tereza.
Tereza - faça isso! Mas não se esquece que eu posso te colocar na cadeia por roubo. Posso fazer você sofrer até você morrer! Eu posso TUDO! Vai me denunciar?
Márcio - não.
Tereza - e lembre-se, sempre existe uma boa testemunha contra pessoas como eu mas nunca esqueça: os mortos não falam. Hahaha
Márcio sai da sala.

Cena 7 casa de João/ dia

Roberto  ( alegre) - então aconteceu isso tudo? Muita coisa. Bom, eu já estava de plano, mas agora é urgência: vamos morar em São Paulo. Eu tenho várias casas.
Maria ( alegre) - vamos, João? Lá tem o tratamento da Aparecida.
José chega e Roberto fala:
Roberto  ( surpreso) - ué Bernado, o que você tá fazendo aqui ?
José fica espantado.

Cena 8 empresa/ dia

André  ( sério) - dona Tereza, desde o mês passado, a empresa vem comprando joias e roupas. Se continuar assim a empresa vai a falência!
Tereza se lembra das atitudes de Eduarda e das desconfianças de Alfredo.
Tereza  ( nervosa) - ah!
Tereza pega uma taça e joga na parede. E a taça vira centenas de cacos de vidro.

A imagem foca em Tereza e começa a rachar e despedaçar

 


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.