Type Here to Get Search Results !

Marcadores

VENTO NORTE: Capítulo 05




Cena 01/ Cemitério/ Noite. 

Instrumental:


Há um cortejo levando o caixão até a lapide. Celso e Roberto estão ajudando a levar o corpo. Rosália está no centro do cortejo. Close nela. Os homens que ajudam a levar o caixão, o pausam em frente a uma cova. O padre se dirige em frente à lapide e profere algumas palavras, entretanto com a voz desfocada. Close em Rosália, sendo forte. Passam-se alguns minutos. O caixão é colocado na cova. Rosália joga a primeira camada de terra e também a primeira rosa. Outras pessoas se aproximam jogando flores. Gustavo é enterrado. Ocorre uma transição de tempo minuciosamente detalhada. Todos começam a ir embora, exceto Rosália. Rosália se dirige até a lapide do marido. 

Rosália: Com você foram enterrados os meus sonhos, os meus projetos, a minha vontade de amar e ser amada. Aqui, em frente à sua última morada nessa terra, despido-me de toda minha vaidade, ganância e prepotência. (ela joga o véu, uma pulseira e um anel na terra onde o marido está sepultado) Não sou a mesma mulher de horas atrás, que esperava o marido toda noite em casa ao som de uma valsa clássica. Que lhe oferecia uma taça de vinho enquanto aguardava o jantar e após a refeição, uma deliciosa noite de amor. Passo a acreditar em propósitos, em verdades. Em fatos que realmente aconteceram e que foram provados. (pausa profunda) Adeus Gustavo! 

Close em Rosália se afastando da lápide de Gustavo, ela vai embora. Close final na sepultura. 


Cena 02/ Bordel Le Blanc/ Saguão/ Noite. 

Laura está dançando com um rapaz (30), com uma expressão cansada e fria. Valéria percebe e vai conversar com a filha. 

Valéria: Algum problema Laura? Você me parece distante, desanimada... O que houve? 

Laura: Não houve nada mamãe, só estou cansada... 

Valéria: Vá descansar filha! 

Laura: Eu já peguei um programa, não posso desmarcar... 

Valéria: Filha... 

Laura: (interrompe Valéria e aponta para o sujeito) Aquele homem é muito importante, dono de grandes redes farmacêuticas. Ele está disposto a pagar cinco mil cruzeiros se eu passar a noite toda com ele. 

Valéria: Não sei... 

Laura: Mamãe, nós já conversamos. Não podemos recusar uma oportunidade dessas. A dívida no banco ainda não foi quitada... Podemos perder a casa! Eu já estou bem! Só foi uma indisposição! 

Valéria faz uma expressão frustrada e triste enquanto Laura se dirige com o cliente até o quarto. 

Cena 03/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Noite. 

Regina, Celso e as crianças chegam em casa. 

Regina: Crianças vão tomar um banho, depois vão para a cama. Logo em seguida levo um copo de leite para vocês. 

As crianças se dirigem até o corredor que leva aos quartos. 

Celso: Ainda não assimilei o que aconteceu... Eu nem tinha conhecimento que Gustavo tinha sido baleado... 

Regina se dirige até Celso e o abraça. Close nos dois. 

Cena 04/ Residência Muniz/ Sala de estar/ Noite. 

Roberto, Helena e Vicente chegam em casa.

Helena: Vicente, vá tomar um banho para depois se deitar. Não tardo a lhe dar um beijo de boa noite.

Roberto desorganiza a gravata. 

Roberto: Finalmente chegamos em casa... Jamais irei à outro velório, jamais! É uma sensação mórbida. 

Helena: (se aproxima de Roberto, o beijando no rosto) Mas tínhamos que ir meu amor, eu o via as vezes no supermercado, a mulher também... Éramos conhecidos...

Roberto: Não, nós não éramos! Avistar alguém no supermercado, no centro, em um restaurante, não faz nós termos afinidade com essa pessoa. 

Roberto se levanta e se dirige até o quarto, frustrado.

Helena: Roberto, Roberto!

Cena 05/ Residência Flores Viana/ Sala de estar/ Noite. 

Close em Rosália entrando. Ao entrar Rosália se depara com um grande retrato de Jesus Cristo pregado na parede acima da porta do corredor. Ela se dirige, gélida, até o retrato. 

Regina: Você não passa de uma entidade mística. Um homem que alguém disse que um dia existiu. Você e seu pai não passam de uma lenda, de um conto. A bíblia é um livro de histórias, histórias criadas por homens. Se você e seu pai, (grita desesperada) o todo poderoso Deus existissem mesmo, não causariam tanto sofrimento, tantas tragédias, desgraças, mortes... Pessoas vivendo em situações precárias, não tendo o que comer. Mães vendendo o próprio corpo para os filhos não morrerem de fome, cede ou frio. Quantos pais já não morreram em guerras? Quantos pais? Me diga, me dê um sinal! Anda! Anda! (retira o quadro da parede e joga no chão) Diz!

Logo em seguida se dirige até a gaveta do armário que a sala possui e retira a bíblia, papéis com versículos, medalhinhas e se dirige até o corredor.

Corta p/ lavabo 

Cena 06/ Residência Flores Viana/ Lavabo/ Noite. 

Rosália entra no banheiro e joga os papéis e as medalhinhas no lixo. Ela continua com a bíblia em mãos. Logo em seguida se dirige novamente até o corredor. 

Corta p/ quarto

Cena 07/ Residência Flores Viana/ Suíte principal/ Noite. 

Rosália entra no quarto, joga a bíblia em cima da cama e se dirige até a escrivaninha onde há pequenas esculturas religiosas de Jesus Cristo, santo Antônio, virgem Maria e santa Rita de Cássia. 





Ela em um surto, com os braços na escrivaninha, joga todas as esculturas juntas no chão. Ela abre a gaveta e pega algumas fotos religiosas de Deus, Jesus Cristo e etc. Ela rasga. Logo em seguida abre o roupeiro e pega mais algumas correntinhas religiosas que estão localizadas em uma caixa. Ela se dirige até seu banheiro.

Cena 08/ Residência Flores Viana/ Suíte principal/ Banheiro/ Noite. 

Ela entra nervosa no banheiro e joga as correntinhas no lixo. Ela ainda retira e rasga uma foto de Deus que está colada no espelho do banheiro.

Cena 09/ Residência Flores Viana/ Suíte principal/ Noite. 

Ela sai do banheiro e se dirige até a cama, pega e bíblia e vai em direção ao corredor. 

Corta p/ cozinha. 

Cena 10/ Residência Flores Viana/ Cozinha/ Noite. 

Rosália entra e se dirige até o fogão. Ela coloca algumas madeiras para ligá-lo. Close no fogão com fogo alto. Ela começa a rasgar as folhas da bíblia, uma por uma. Ela joga a bíblia no fogo. Close no fogo alto em frente ao rosto de Rosália com a bíblia queimando. Rosália faz uma expressão fria. 

Abertura: 


Vinheta de intervalo: 


Cena 11/ Residência Flores Viana/ Cozinha/ Noite. 

Close no fogo diminuindo e na bíblia queimada. 

Rosália: Eu rezei tanto, tanto. Eu implorei... Gustavo era tão devoto... Você não permitiu que meu marido se salvasse... Como uma pessoa tão religiosa, tão cheia de costumes e morais religiosos morre assim? Como? Me diga! Me dê uma resposta! (ela olha para os lados) Não ouço nada, por que não se tem o que ouvir... Eu te renego! Eu renego seu filho, sua história, todos os santos relacionados a você. Eu renego sua existência, eu renego quem brinca com a vida das pessoas, quem decide quem deve ou não morrer. Eu te renego!

Rosália se retira. Foco na bíblia queimada. 

Corta p/ quarto. 

Cena 12/ Residência Flores Viana/ Suíte principal/ Noite. 

Rosália se dirige até a cama, onde se deita e começa a debulhar-se em lágrimas, em um choro copioso. 

 Cena 13/ Residência Muniz/ Quarto de Vicente/ Noite. 

Helena está pondo Vicente para dormir. 

Vicente: Mamãe, eu posso dormir com a senhora e com o papai, só hoje? Eu estou com medo... Ver aquele homem lá, naquela situação me deu calafrios... 

Helena: Meu amor, você já é um homenzinho! Não pode mais dormir com mamãe e papai! Vamos fazer assim, eu deixo a luz acesa, apenas por hoje! Para você não sentir medo! (beija Vicente). E você precisa se lembrar que nós precisamos temer os seres humanos vivos e não os mortos. Esse moço, que faleceu, ele não lhe fará nada, agora quem provocou a morte desse senhor... (pausa ofegante) Boa noite Vicente! 

Vicente: Boa noite mamãe! 

Helena se retira do quarto de Vicente. Close no menino um pouco assustado, olhando para os lados e se escondendo no cobertor. 

 Cena 14/ Residência Trajano Ferraço/ Cozinha/ Noite. 

Regina está esquentando no fogão o leite das crianças. Ela despeja o leite da chaleira em duas xícaras, em cima de uma bandeja. Regina se dirige até o corredor. 

 Cena 15/ Residência Trajano Ferraço/ Corredor/ Noite. 

Regina se dirige até o quarto de Melissa. 

 Cena 16/ Residência Trajano Ferraço/ Quarto de Melissa/ Noite. 

Regina entra e coloca o leite em cima da mesinha, ao lado da cama. 

Regina: (beijando Melissa) Boa noite meu amor! 

Melissa: Mamãe, conta uma história? 

Regina: Essa noite não querida, não estou com disposição... Mas amanhã prometo que lhe conto uma história linda! 

Regina se retira do quarto de Melissa. 

 Cena 17/ Residência Fontes/ Suíte principal/ Noite. 

Enquanto Vera dorme, Alberto a observa, com medo. Ele toca em seus cabelos. Close em Alberto angustiado. 

 Cena 18/ Residência Muniz/ Suíte principal/ Noite. 

Roberto está deitado na cama de pijama, enquanto Helena aparece de camisola. 

Helena: Acabo de colocar Vicente para dormir, ele está um pouco assustado. Até queria dormir conosco.

Roberto: Você o levou para um velório, estava esperando o que? Que ele tivesse lindos sonhos? Ele ainda é muito criança para esse tipo de evento... 

Helena: Nós precisávamos ir! 

Roberto: Ah... Está certo! Agora apenas me deixe dormir! 

Helena: Dormir? Ah meu amor... (tenta seduzir Roberto, abrindo sua camisa)

Roberto: Não, Helena... Não tem clima algum... 

Helena: Como não tem clima? Eu comprei essa camisola de seda apenas para você, para você! E você diz que não tem clima? 

Roberto: Nós tivemos uma tarde exaustiva. Fomos em um velório mulher... Me deixe dormir, caso contrário irei para o sofá! 

Roberto fecha a camisa e se vira. Close em Helena frustrada. 

 Cena 19/ Residência Trajano Ferraço/ Quarto de Carlos/ Noite. 

Regina entra no quarto, coloca o leite em cima da mesinha lateral e dá um beijo em Carlos que está um pouco triste. 

Regina: O que foi meu amor? O que aconteceu? 

Carlos: (triste) Não aconteceu nada mamãe...

Regina: Meu filho... Diga o houve... 

Carlos: Não há nada para dizer mamãe, só quero dormir. Carlos se vira. 

Close em Regina frustrada. Ela se retira do quarto. 

  Cena 20/ Residência Ferraço Trajano/ Suíte principal/ Noite. 

Celso está deitado sob a cama, vendo uma fotografia antiga dele e de Gustavo na época do colégio. Celso começa a chorar. Quando Regina entra no quarto um pouco desnorteada, Celso disfarça e coloca a fotografia na gaveta que há na mesinha ao lado da cama. 

Celso: (surpreso) O que aconteceu? 

Regina: Estive no quarto de Carlos e ele não está bem... Ele não quis me dizer o que aconteceu mas eu sinto que foi algo grave... 

Celso: (constrangido) Eu o surrei de cinto mais cedo... 

Regina: (surpresa) Por que? O que foi que ele fez? 

Celso: A direção da escola telefonou aqui para casa, ele não foi a aula ontem... Eu o coloquei de castigo, ele não poderia sair de casa por uma semana, mas ele não cumpriu o castigo. Ele desacatou uma ordem minha e fugiu. Tive que tomar uma providência! Nosso filho está se tornando um marginal! 

Regina: Não diga isso! Ele só precisa de um pouco de compreensão! Amanhã falarei com ele e tentarei entender as razões pelas quais ele faltou a escola. Meu amor... Violência não resolve nada! Muitos criminosos, marginais, assaltantes ou assassinos tiveram uma rígida educação, mas não aprenderam a respeitar o outro, a zelar pelo convívio em sociedade. Você não vai fazer Carlos ir para o caminho certo o agredindo... 

Celso: (constrangido) Está bem... Tentarei ser mais paciente como você! Eu tenho muito sorte de ter uma mulher como você ao meu lado! Acredito que sem você, eu não saberia lidar com a vida, da forma que eu lido. Não saberia educar nossos filhos, levar adiante o mercado... Muito obrigado por você ter me feito o mais feliz de todos os homens ao dizer sim no altar. Sou o que sou, apenas graças a você. 

Regina se deita e abraça o marido. Ela escora a cabeça no peito de Celso. 

Regina: Eu que não saberia viver sem você! Ao seu lado me sinto realizada. Me sinto viva. Obrigada pela linda família que você me deu!

Close em Regina e Celso aos beijos na cama junto à um instrumental. 

Instrumental: 


A imagem fica em preto e branco, como se fosse um filme dos anos 40. Gancho em Regina e Celso aos beijos. 
  

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.