Type Here to Get Search Results !

Marcadores

VENTO NORTE: Capítulo 12



Cena 01/ Residência Trajano Ferraço/ Suíte principal/ Dia. 

(cont. do capítulo anterior) 

Regina: Não, não, não. (ri ironicamente), isso não é verdade. 

Celso: Regina... 

Regina: Esse não pode ser o meu destino, não (grita) não, não! Foi o último homem a ser selecionado? Então até ontem mais ou menos, você poderia não receber essa intimação, é isso que você está me dizendo? Como isso é possível? Não, não! Você não vai, não  vai! 

Celso: Se eu não for para a Itália, posso ser preso. 

Regina: Não importa, daremos um jeito, não, não, você não vai! Eu não irei permitir, não! 

Celso: (pausa profunda) Eu não quero que nossos filhos tenham vergonha de mim, tenham vergonha de ter um pai covarde, um pai que foi preso por recusar fazer o seu dever como cidadão brasileiro. 

Regina: (desnorteada) Perdi mãe, perdi pai, não, você não! Eu não aceito, não! (gritos) Nós daremos um jeito! Nós podemos, podemos... (desmaia sob os braços de Celso)

Celso: Regina! (dirige a mulher até a cama em seus braços e a coloca lá) 

Close em Celso preocupado. 

Cena 02/ Residência Flores Viana/ Suíte principal/ Dia. 

Toca uma sonoplastia de fundo.

Música: Palavras - Cássia Eller (até o fim dessa cena)


Rosália está olhando uma fotografia dela e de Gustavo na escola . A imagem fica clean com um tom cor de rosa.

FLASHBACK ON: 

Gustavo e Rosália estão sentados sob o banco da área do colégio. A música mescla com o som da voz dos personagens. 

Gustavo: Se tem um ponto positivo de eu ter repetido várias vezes de ano, foi o de ter te conhecido. Não saberia viver sem você nenhum dia da minha vida! (ri) Pode parecer estranho o que vou dizer mas... (envergonhado) Nunca estudei tanto nesse tempo em que passei na escola, como nesse ano, faço isso por você, apenas por você, para jamais te decepcionar, para jamais te perder! 

Eles se beijam. 

Gustavo: Assim que terminarmos o colégio, eu quero me casar com você. 

Rosália: Casar?

Gustavo: Por que não? Você não gostaria de ser minha mulher? 

Rosália: Eu acho um pouco precipitado mas... Eu adoraria, todos os momentos que passamos juntos foram mágicos. Eu adoraria ser sua esposa, sua confidente, sua cúmplice até que a morte nos separe. 

Gustavo: Até que a morte nos separe meu amor! 

Eles se beijam apaixonadamente. Close nos dois.  

FLASHBACK OFF:

Rosália: Até que a morte nos separe... (ela pensa alto) 

Close em Rosália desolada. 

Cena 03/ Residência Trajano Ferraço/ Suíte principal/ Dia. 

Celso: Regina, Regina por favor acorde!

Regina acorda um pouco sonolenta. Celso se dirige até a mesa lateral do quarto onde há uma bandeja com uma bule de água. Ele despeja a água em um copo e se dirige até a cama. 

Celso: Aqui beba meu amor. 

Regina bebe a água. 

Regina: Esse não é o destino que Deus me designou, não pode ser, não pode ser! Eu não posso aceitar... O último a ser selecionado, o último... Miseráveis, miseráveis. 

Regina fica aos prantos e Celso a abraça. Eles se consolam. Close nos dois.

Cena 04/ Bordel Le Blanc/ Saguão principal/ Dia. 

Valéria e as meninas entram na casa. 

Laura: (abraça Valéria enquanto elas caminham) Então mamãe, a senhora está feliz com seu automóvel? 

Valéria: Estou nas nuvens filha, muito, muito, muito obrigada meu amor! Foi o presente mais lindo que já recebi em toda minha vida, muito agradecida! 

Laura: Fico feliz que a senhora tenha gostado! 

Valéria: Você é uma filha maravilhosa! (acaricia Laura no rosto)

Laura: Bom... Preciso ir, marquei com um cliente agora a tarde. 

Valéria: Filha... Você não deveria trabalhar à tarde... Não é o horário habitual... 

Laura: Mamãe a tarde rende extras. Não se preocupe, sei o que faço! 

Laura beija Valéria no rosto e se dirige até o quarto. Close em Valéria preocupada. 

Cena 05/ Residência Trajano Ferraço/ Suíte principal/ Dia. 

Regina e Celso estão sob a cama desnorteados. 

Regina: Precisamos contar às crianças...

Celso: Acha necessário? 

Regina: Você precisará ir de qualquer forma, não vamos esconder algo tão importante deles... Eles devem ter a oportunidade de aproveitarem cada momento que ainda nos resta em família. Esse é o momento que nós mais devemos permanecer unidos! 

Celso: Está certo! (pausa profunda)

Celso pega a mão de Regina. 

Celso: Eu prometo voltar, eu prometo. 

Regina: Eu sei, eu confio em você! 

Eles se abraçam. Close em Regina e Celso abraçados. 

Cena 06/ Residência Trajano Ferraço/ Quarto de Carlos/ Dia. 

Close em Carlos olhando pela janela enquanto Melissa lê um gibi sob a cama. Regina bate na porta e entra. 

Regina: Crianças, papai e eu querem ter uma conversa muito séria com vocês na sala, venham por gentileza. 

Carlos e Melissa trocam olhares curiosos. 

Cena 07/ Residência Fontes/ Sala de estar/ Dia. 

Eleonora está em frente a janela observando a vista. Ela começa a tossir. Close nela abatida. 

Cena 08/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Dia. 

Carlos e Melissa estão sentados no sofá enquanto Regina e Celso estão sentados ao lado sob as poltronas. 

Carlos: O que aconteceu? Vocês discutiram? 

Melissa: Nós ouvimos gritos lá do quarto do Carlos. 

Celso: Não, nós não discutimos... (pausa profunda) Nós temos um assunto muito sério a dividir com vocês... 

Carlos e Melissa ficam curiosos. 

Regina: Aconteça o que acontecer meus amores, a mamãe sempre estará aqui para vocês se apoiarem, para vocês poderem dividir suas angústias, seus medos, suas frustrações... 

Carlos: O que aconteceu?  

Celso: Eu fui convocado pelo governo brasileiro para... (lacrimeja e em seguida ocorre uma pausa profunda.) 

Carlos: O senhor vai lutar na guerra? Não vai? 

Melissa: Papai... É isso? Não pode ser isso, mamãe... (desnorteada) 

Close em Regina desolada. 

Celso: (desolado) Sim Carlos, eu irei para a Itália... A previsão de partida é para julho... (lacrimeja)

Carlos: Não, não! 

Carlos e Melissa choram e vão em direção ao pai e o abraçam. Regina se dirige até eles. Close na família unida. 

Cena 09/ Barra da Tijuca/ Praia.

Ocorre uma transição entre o sol e a lua sob a imagem do mar. 



Cena 10/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de jantar/ Noite. 

Regina, Celso e as crianças estão sentados à mesa. Eles mal tocam na comida, apenas observam Celso. 

Celso: Não fiquem assim, eu também estou destruído, mas não me deixo levar pela emoção do momento pois sei que eu vou voltar, vou voltar para vocês, para minha família que eu tanto amo! (levanta a taça) Eu sugiro um brinde, um brinde aos momentos que vivemos e que ainda viveremos juntos, não vamos deixar a emoção tomar conta de nossas vidas. Vamos viver o momento enquanto ainda podemos. Vamos construir novas memórias, novas histórias, novas realidades. Vamos construir novos sonhos, novas possibilidades. Eu quero partir sabendo que quando eu voltar, pois eu vou voltar, eu terei sempre uma família unida e zelosa ao meu lado. Um brinde à todos nós, um brinde à família Trajano Ferraço! 

Celso e Melissa levantam a taça de água enquanto Regina a de vinho, os três muito abalados. Close no momento em família.

Abertura: 


Vinheta de intervalo: 


Cena 11/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de jantar/ Dia.

(cena sem som de falas) 

Até a cena 18 se ocorre uma transição de tempo. Os dias vão passando... 

TRANSIÇÃO DE TEMPO: DIA 01 (um dia após o jantar em família) 

Regina, Celso e as crianças tomam café da manhã enquanto soltam gargalhadas e brincam junto à uma sonoplastia de fundo que dura até o fim da cena 17. 

Instrumental: 


Cena 12/ Mercado Rodrigo Trajano / Saguão principal/ Dia. 

(cena sem som de falas)

TRANSIÇÃO DE TEMPO: DIA 02.

Celso observa o mercado quando se depara com seus funcionários. Celso os abraça em clima de despedida. Após o abraço Celso se despede de seus empregados e se dirige até a saída. Close em Celso saindo. 

Cena 13/ Residência Trajano Ferraço / Sala de jantar/ Noite. 

TRANSIÇÃO DE TEMPO: DIA 03.

Regina está sentada sob a poltrona enquanto Celso e as crianças estão sentadas sob almofadas no chão. 

Regina: Bom... Essa noite contarei uma história portuguesa, que ouvi quando ainda era mocinha, mocinha igual a você filha! A dama dos pés de cabra de Alexandre Herculano, um dos grandes poetas portugueses! 

Close em Celso e nas crianças atentos à história enquanto comem pipoca. 

Regina: Diz a lenda que um nobre fidalgo de nome Don Diogo... (sua voz fica desfocada)

Close nos quatro vivendo esse momento único. 

Cena 14/ Campo/ Dia. 

TRANSIÇÃO DE TEMPO: DIA 04.

Close em Regina e Celso sentados sob uma toalha fazendo um piquenique enquanto as crianças correm pelo campo.

Melissa: (correndo) Você não me pega!

Carlos: (correndo) Isso é o que veremos!

Plano geral da colina e dos quatro juntos. 

Cena 15/ Cinema/ Sala/ Dia. 

(cena sem som de falas)

TRANSIÇÃO DE TEMPO: DIA 05. 

Close em Regina, Celso e as crianças assistindo um filme enquanto comem pipoca. 

Cena 16/ Residência Trajano Ferraço/ Cozinha/ Dia. 

(cena sem som de falas)

TRANSIÇÃO DE TEMPO: DIA 06.

Regina e Celso estão cozinhando com a ajuda dos filhos que fazem a maior bagunça. Eles se divertem juntos. Carlos e Melissa brincam de guerra de farinha enquanto Regina e Celso gesticulam com a cabeça um não em tom irônico. Regina e Celso se beijam enquanto Carlos e Melissa brincam. Plano geral.

Cena 17/ Restaurante/ Interna/ Noite. 

TRANSIÇÃO DE TEMPO: DIA 07

Close em Regina e Celso sentados à mesa com as crianças. 

Celso: Antes de jantarmos, quero fazer um brinde, (levanta a taça de vinho) um brinde à vida! Um brinde à família, ao amor e à cumplicidade. 

Regina: (levanta a taça) À vida! 

Carlos e Melissa levantam a taça com água.

Celso: Um brinde à família!

Melissa: Um brinde!

Close na família jantando.

Cena 18/ Barra da Tijuca/ Dia.

Tour pela barra, por sua praia, por seu calçadão, com as pessoas andando, vivendo a vida, algumas sentadas sob toalhas na areia da praia, outras ao mar. Plano geral com um slogan na tela junto à uma sonoplastia de fundo.


Música: Maria, Maria - Elis Regina (que dura até o fim da cena 19)


Cena 19/ Residência Trajano Ferraço/ Externa/ Dia.

Close na fachada da casa.


Cena 20/ Residência Trajano Ferraço/ Suíte principal/ Dia.

Regina e Celso entram no quarto trajando uma roupa esportiva. 

Regina: Essa caminhada com as crianças pela praia foi excelente, vimos o mar, aproveitamos o dia, tomamos uma boa água de coco... 

Celso: É uma lástima que tenha passado tão rápido esses momentos em que estivemos em família, só nós quatro... Sem trabalho, o começo das férias escolares das crianças, apenas gozando a vida e vivendo como a muito tempo nós não vivíamos...

Regina: (se dirige até Celso e o abraça) Eu estou com tanto medo...

Celso: Eu também... Mas vamos ter fé, eu tenho certeza que esse obstáculo irá nos fortalecer como pessoas, irá nos fortalecer como marido e mulher, como pais...

Regina: É... Você está certo... E você precisa chegar quando ao aeroporto amanhã? 

Celso: Creio que umas cinco horas. Do rio vou direto pra Itália e lá logo na entrada, o chefe do grupo em que eu estou selecionado, irá nos guiar... 

Regina: Prometa que você voltará, por favor, prometa... 

Celso: (pausa profunda) Eu prometo meu amor, eu prometo! 

Eles se abraçam e se beijam. Close nos dois desolados aos beijos junto à uma sonoplastia de fundo. 

Instrumental: 


A imagem fica em preto e branco, como se fosse um filme dos anos 40. Gancho em Regina e Celso aos beijos.

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.