Type Here to Get Search Results !

Marcadores

VENTO NORTE: Capítulo 21



Cena 01/ Stock Shots.

Close no céu. Ocorre uma transição de tempo entre o sol e a lua, anoitece.



Cena 02/ Bar/ Externa/ Noite. 

Close em Carlos caminhando pela calçada em direção à entrada do bar. Close nele entrando. 

Cena 03/ Bar/ Interna/ Noite. 

Close em Carlos se dirigindo até o balcão, onde Vicente está sentado. Ele se senta. 

Carlos: (aperta a mão de Vicente) Atrasei muito? 

Vicente: (aperta a mão de Carlos e logo em seguida olha para o relógio) De maneira alguma, o Le Blanc só abre as nove e ponto. 

Carlos: Vamos beber alguma coisa antes? 

Vicente: (aponta para o bartender) Duas cervejas por favor amigo. 

O bartender concorda fazendo o sinal de concordância através do polegar e logo em seguida serve os rapazes. 

Vicente: É a sua primeira vez na casa? 

Carlos: Não, eu já fui algumas vezes, bem poucas, mas já estive lá. 

Vicente: É um lugar totalmente agradável! E as mulheres... 

Carlos: Em todas as vezes que eu estive lá, fiz amor com apenas uma mulher, a Diva, não sei se você conhece, é a que eu mais possuo afinidade naquele local... 

Vicente: Toma cuidado, não vai se apaixonar por mulheres usáveis. 

Carlos: Eu não corro esse risco, quando eu era pequeno, meu pai sempre dizia para eu me casar com uma mulher que jamais tenha sido usada por outro homem. Que era para eu evitar as desfrutáveis, mas, que nada impedia de levar uma dessas mulheres para a cama, uma noite de amor apenas, mesmo casado, ninguém saberia, afinal ela seria uma mulher subjugada, ninguém acreditaria na palavra dela. Mulheres assim, só para se divertir mesmo. 

Vicente: (levanta o copo) Então, um brinde às não usadas! 

Carlos: (levanta o copo) Um brinde às mulheres corretas!

Close nos dois bebendo. 

Cena 04/ Boate/ Saguão principal/ Noite. 

Há uma sonoplastia tocando de fundo, enquanto alguns casais dançam. 

Música: I'm Sorry - Brenda Lee.
 

Close em Roberto aguardando. A CAM se locomove como se houvesse uma pessoa andando até Roberto, seu rosto não fica visível, a CAM se dirige até a mesa, onde finalmente fica visível o rosto da pessoa. 

Melissa: (dá um selinho em Roberto) Demorei muito? Minha mãe ficou um pouco desconfiada, afinal não é muito comum se ter uma reunião escolar nesse horário

Roberto: Não se preocupe! (puxa a cadeira para Melissa se sentar)

Melissa: Obrigada!

Roberto: Já quer pedir, ou deseja dançar um pouco antes? 

Melissa: Eu quero dançar um pouco, mas peça um vinho. 

Roberto: Está certo! Garçom! (aponta para o garçom) 

O garçom Tiago (25) se dirige até ele. 

Roberto: Um vinho branco, por gentileza 

Tiago: (anota) Está certo, aguardem um instante! 

Roberto: Obrigado! (toca nos cabelos de Melissa) Eu gostaria de estar mais a vontade com você, depois daqui poderíamos ir a um hotel, o que acha? 

Melissa: Está certo, mas não podemos demorar, preciso chegar as dez em casa. 

Roberto: Não se preocupe, não iremos demorar! 

Close nos dois aos beijos. 

Cena 05/ Bordel Le Blanc/ Saguão principal/ Noite. 

Há uma sonoplastia tocando sob o fundo. 

Música: Rock around the clock - Bill Haley e his comets.


Close em Carlos e Vicente entrando no bordel, observando o movimento, olhando para as meninas. Eles se dirigem até o balcão. O bartender está sob o balcão. 

Vicente: Amigo, dois coquetéis, por gentileza. 

O bartender serve os drinks. 

Vicente: Então, já está de olho em alguma menina ou vai descarregar as energias com a Diva, como sempre? 

Carlos: Ainda não decidi e você? 

Vicente: Eu estou de olho naquela ali (aponta para a menina de aproximadamente 20 anos, linda, loira e sexy) 

Carlos: É um espetáculo mesmo, vai em frente, com uma mulher daquelas, nenhum homem pode ser infeliz na cama. 

Os dois começam a rir. 

Vicente: Eu vou lá! 

Carlos: Eu darei mais uma circulada. 

Vicente: Está certo!

Vicente vai em direção à menina. 

Carlos bebe seu drink e logo em seguida se levanta e começa a andar pelo saguão ouvindo a música, observando as pessoas dançando. Laura passa apressada com uma bandeja carregando alguns drinks em taças. Eles se esbarram e as taças sobrevoam a CAM. Ocorre uma transição em câmera lenta, enquanto as taças caem, os dois se olham fixamente sob o espelho das taças. Ocorre uma sonoplastia de fundo. 

Música: Close to you - Carpenters 


Close nas taças caindo sob o chão enquanto os dois observam as taças quebradas e logo em seguida voltam a trocar olhares. 

Cena 06/ Boate/ Saguão principal/ Noite. 

Close em Roberto e Helena dançando colados enquanto ocorre uma sonoplastia de fundo. 

Música: I'm Sorry - Brenda Lee


Melissa: (dançando) Vamos jantar? 

Roberto: (dançando) Está certo! 

Melissa e Roberto se dirigem até a mesa e se sentam. 

Roberto: O que você vai querer? 

Melissa: Uma sala de abóbora junto à um vinho tinto. 

Roberto: Está certo, eu te acompanho. (acena para o garçom) Amigo duas saladas de abóboras e um vinho tinto. 

Melissa: Como estão as coisas na sua casa? 

Roberto: Está a mesma situação de sempre, a Helena me sufocando e eu me afastando cada vez mais dela. 

Melissa: Quando você vai se separar? Eu não aguento essa situação, eu quero você em tempo integral, apresentar você para minha família, para meus amigos. Eu sei que não existe divórcio no Brasil ainda, mas nós podemos nos casar no exterior, no Equador, não sei... 

Roberto: Eu amo você mas eu não posso, não posso... Você precisa compreender... Nossas famílias são amigas há anos. Eu fui amigo de seu pai, seu irmão é melhor amigo do meu filho... 

Melissa: Isso são estatísticas! Ninguém precisa saber que nós tivemos um caso, nós podemos dizer que ao se separar, você se interessou por mim e eu retribui, nós podemos... 

Roberto: (a interrompe) Não dá, eles vão desconfiar... Você quer destruir a vida das nossas famílias? Você quer destruir a amizade do seu irmão com o meu filho? 

Melissa: (frustrada) Claro, eu serei sempre a outra... Já deveria estar acostumada... Há quanto tempo nós nos encontramos às escondidas? Dois anos, dois anos sem iniciativa, apenas com promessas e promessas de carinho e amor, mas comigo sendo a outra... 

Roberto: Eu sinto muito, mas eu sempre fui franco com você...

Melissa: Eu sei, eu não posso te cobrar nada, você sempre deixou claro as suas intenções... Eu que sou uma idiota... (se levanta furiosa e ao andar alguns passos Roberto a segura) Me solte!

Roberto: Calma! Me perdoe... Eu gosto de você! Os momentos que a gente tem um com o outro, são momentos mágicos, prazerosos. Eu não quero perdê-la! 

Melissa: Eu sonho em ser mãe, em ter um filho, formar uma família. 

Roberto: Você pode se casar! Se case, tenha um, dois, três filhos, isso até seria positivo para o nosso relacionamento, pois não chamaria a atenção! E nós poderíamos nos encontrar casualmente...

Melissa: Eu não sei me casar sem amor... 

Melissa chora, close em Roberto a observando. A comida é servida. 

Melissa: Tudo bem... Eu que provoquei isso tudo... 

Roberto: Eu amo você, nunca esqueça disso! 

Roberto beija Melissa, que está um pouco triste. 

Roberto: Vamos jantar e ir para o hotel, está certo? 

Melissa: (riso irônico e ao mesmo tempo triste) Como quiser... Use o meu corpo, use a minha energia, é apenas isso que eu terei de você, momentos, apenas momentos! 

Close em Roberto sem graça sob a mesa. 

Cena 07/ Bordel Le Blanc/ Saguão principal/ Noite. 

Close em Carlos e Laura trocando olhares. 

Carlos: Você está bem? Desculpe, eu não lhe vi. 

Laura: Eu... Eu estou... (com a voz um pouco exaltada, apontando para a menina) Rosa, por gentileza, peça para a moça da limpeza dar um jeito nisso. 

Rosa gesticula com a cabeça simulando um sim. 

Carlos: Mais uma vez, eu sinto muito por esse transtorno. 

Laura: Não se preocupe, eu também não lhe vi. 

Carlos: Você trabalha aqui? 

Laura: Eu sou a proprietária e desculpe, não costumo mais atender à clientes, eu posso te sugerir alguma menina, você possui alguma preferência? 

Carlos: Não, não, desculpe. Eu só vim aqui acompanhando meu amigo... 

Laura: Ah, está certo, tudo bem... Fique a vontade. 

Carlos: Obrigado!

Laura: Eu preciso ir agora... (se retira) 

Carlos: Tudo bem... Ah... E mais uma vez, sinto muito pelo transtorno. 

Laura: Não tem problema... 

Ela se retira um pouco aflita. Close em Carlos pensativo e fascinado. 

Cena 08/ Bordel Le Blanc/ Quarto/ Noite. 

(cena sem som)

Close em Laura entrando em seus aposentos nervosa. Ela fecha a porta e se escora nela. Ela fica reflexiva e pensativa. Close nela desestruturada. 

Cena 09/ Hotel/ Quarto/ Noite. 

Close em Roberto se dirigindo sem camisa até a cama. 


Roberto: Você pode, aliás, você está no seu direito de me achar um cafajeste, eu sei que minha atitude não é correta, mas, você jamais encontrará um homem que te ame como eu te amo, que te acaricie, como eu te acaricio, que te faça se sentir mulher, como eu te faço se sentir! (ele a beija) Bom... Eu vou me aprontar e logo depois podemos ir embora. 

Melissa: (desanimada) Tudo bem... 

Roberto: Não fique assim... Eu sempre deixei claro que nós teríamos sim uma relação, mas não de marido e mulher, você também concordou com esses termos! 

Melissa dá um riso irônico mudo. Ele se dirige frustrado até a poltrona onde estão suas roupas. Close em Melissa chateada sob a cama. 

Cena 10/ Residência Trajano Ferraço/ Suíte principal/ Noite. 

Close em Regina sentada sob a cama olhando o álbum de fotografia, onde toda a família está reunida. Close nas fotos enquanto ela folheia o álbum. Ao terminar de ver o álbum, close em Regina um pouco abalada. 

Abertura: 


Vinheta de intervalo: 


Cena 11/ Bordel Le Blanc/ Saguão principal/ Noite. 

Close em Carlos apreensivo, inquieto e um pouco desnorteado. Vicente se dirige até ele. 

Vicente: Vamos embora? 

Carlos: (desnorteado) Como? 

Vicente: Acorda Carlos, vamos embora! 

Carlos: Desculpe... Você já terminou? 

Vicente: Bom... É por hora, mas como amanhã preciso acordar cedo por causa da entrevista de emprego... 

Carlos: Ah claro, entrevista...

Vicente: Você está bem?

Carlos: Estou, estou! Bom... Vamos? 

Vicente: (estranha o comportamento de Carlos) Vamos... 

Os dois se dirigem até a saída enquanto conversam. 

Vicente: E você, se divertiu? 

Carlos: (desnorteado) Me diverti, me diverti sim... (ele dá um sorriso) 

Vicente estranha o comportamento de Carlos. 

Cena 12/ Dentro do automóvel/ Noite. 

Roberto dirige enquanto Melissa está com uma expressão fechada.

Melissa: Pode me deixar aqui. 

Roberto: Tá certo... 

Ele para o carro.  Roberto pega o braço de Melissa quando ela iria descer. 

Roberto: Mais uma vez, eu sinto muito...  

Melissa se solta e desce, com uma expressão frustrada. Close em Roberto desconfortável com a situação. 

Cena 13/ Dentro do automóvel/ Noite. 

Carlos está dirigindo enquanto ele e Vicente conversam. 

Carlos: E que entrevista de emprego é essa que você verá amanhã? 

Vicente: É na residência daquela viúva, a Rosália. Se eu for aprovado, trabalharei como administrador de suas finanças. 

Carlos: Boa sorte, você vai precisar, a fama dessa mulher não é nada boa na cidade...

Vicente: Eu sei... Dizem que ela... (riso irônico) Tem parte com (faz dois chifres com a mão) por nunca ter se casado novamente, no auge da beleza. 

Carlos: Fiquei sabendo que ela é totalmente ateia e já chegou a queimar uma bíblia. 

Vicente: Histórias... Histórias... Você pode me deixar aqui, eu preciso passar na farmácia ainda. 

Carlos: Tá certo... (ele para o carro. ele também olha para o outro lado da rua através do espelho do automóvel) Aquele não é o automóvel do seu pai? 

Vicente: Não sei... Não dá para ver direito... Mas eu acho que é...

Carlos: Que estranho, ele fora de casa à uma hora dessas. 

Vicente: Deve ter vindo trazer a outra. 

Carlos: É provável... 

Vicente: Bom... Eu preciso ir. 

Carlos: Até amanhã!

Vicente: Até! 

Vicente desce do carro. Close em Carlos voltando a dirigir o automóvel. 

Cena 14/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Noite. 

Close em Regina sentada sob o sofá, lendo um livro. Melissa chega em casa.

Regina: Filha, você demorou!

Melissa: Me perdoe mamãe, mas eram muitas planilhas para avaliar, sem contar as notas do trimestre que ainda não foram fechadas...  

Regina: (desconfiada) É só isso mesmo, filha? 

Melissa: Claro que é mamãe, bom... Licença, irei me aprontar para dormir... 

Melissa se retira enquanto Regina desconfia de seu comportamento. Close em Regina apreensiva. Alguns segundos se passam e Carlos chega.

Regina: Filho, você chegou um pouco tarde!

Carlos: Desculpe mamãe... 

Regina: Você quer que eu esquente seu jantar? Ou se preferir posso fazer alguma coisa para você comer! 

Carlos: Não é necessário mamãe, mas obrigado mesmo assim. 

Carlos se retira. Close em Regina um reflexiva. 

Cena 15/ Residência Trajano Ferraço/ Quarto de Carlos/ Noite. 

(cena sem som)

Carlos entra em seus aposentos e se dirige até a cama, onde fica bobo e pensativo, com os olhos brilhando. Close nele agarrado junto à seu travesseiro. 

Cena 16/ Residência Muniz/ Sala de estar/ Noite. 

Close em Helena apreensiva sentada sob o sofá enquanto espera o marido, ele chega. 

Roberto: (nervoso) Boa noite... 

Helena: Boa noite... Você chegou tarde...

Roberto: (nervoso) É... Foi uma reunião muito complicada... Desculpe não ter vindo para o jantar... 

Helena: Não se preocupe... Eu compreendo (debochada) 

Roberto: (nervoso) Eu vou tomar um banho...

Helena: Pode ir, depois eu levo uma xícara de chá gelado para você.

Roberto: (nervoso) Obrigado! 

Helena: (debochada) Disponha, meu amor. 

Roberto se dirige até o corredor. Close em Helena furiosa. 

Helena: Canalha! 

Cena 17/ Stock Shots. 

Close no céu. Ocorre uma transição de tempo entre o sol e a lua, amanhece. 



Cena 18/ Residência Trajano Ferraço/ Quarto de Melissa/ Dia. 

Close em Melissa dormindo sob a cama. Alguns segundos se passam e ela acorda. Close nela um pouco indisposta. Ela se levanta e se dirige até o banheiro. 

Cena 19/ Residência Trajano Ferraço/ Banheiro/ Dia. 

Melissa se dirige até o espelho onde se observa. Close nela sob o espelho. Alguns segundos se passam e ela rapidamente abre a tampa da privada e começa a vomitar. O vômito não fica visível. 

Cena 20/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de jantar/ Dia. 

Close em Regina pondo a mesa, ela se senta sob a cabeceira. Carlos aparece e se senta. 

Carlos: Bom dia mãe! 

Regina: Bom dia meu amor! E sua irmã? Ainda não acordou? 

Carlos: (coloca um pouco de leite na xícara) Ela acordou sim e um pouco indisposta. Ouvi ela vomitando no banheiro. 

Regina fica apreensiva e desconfiada. Melissa se dirige até a mesa e se senta.

Melissa: Bom dia! 

Carlos: Bom dia! 

Regina: (desconfiada) Bom dia Melissa...

Melissa: Algum problema mamãe? 

Regina: Depois eu gostaria de ter uma conversa franca com você!

Melissa: Mamãe... Não pode ser mais tarde? Eu já estou atrasada....

Regina: Não importa se você está ou não atrasada, nós iremos ter essa conversa! 

Close em Carlos estranhando a situação. Foco em Melissa nervosa e apreensiva. 

A imagem fica em preto e branco, como se fosse um filme dos anos 40. Gancho em Melissa desnorteada.  

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.