Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Saramandaia - Capítulo 28 | Últimas semanas


 

SARAMANDAIA


Capítulo 28 ��️ Últimas Semana

Criada por: Dias Gomes

Adaptada e escrita por: Luan Maciel

Produção Executiva RanableLWebs


CENA 01. CASARÃO DA FAMÍLIA ROSADO. SALA DE ESTAR.

INTERNA. DIA

Zico Rosado vai acompanhando o capanga até a porta da sala de

estar do casarão. Nesse momento a câmera mostra que Dona

Cândida vem adentrando através da escada do casarão e ela

percebe mais que instantaneamente que algo está errado.


DONA CÂNDIDA (séria): - Eu posso saber o que está

acontecendo aqui em minha casa? Quem é esse homem e o que

ele está fazendo aqui? Eu exijo uma explicação agora mesmo.

ZICO ROSADO (desconversando): - É melhor a senhora ficar

longe dessa história, mãe. Quanto menos você souber vai ser

melhor. Eu tenho muito o que fazer. Até logo.

DONA CÂNDIDA: - Pense bem no que você está pensando em

fazer, Zico. Se você ousar encostar em só fio cabelo da Zélia eu

juro que eu acho com você. Eu espero ter sido clara.


Zico Rosado para na frente de sua mãe e a encara. Dona

Cândida não demonstra estar com medo do vilão.


ZICO ROSADO (alterando a voz): - Porque você quer tanto

defender aquela garota? Foi porque você descobriu que ela é sua

neta ou pelos sentimentos que você ainda tem pelo Tibério

Villar? Nem mesmo você vai me impedir de ter o que eu quero.

DONA CÂNDIDA (firme): - Você está avisado, Zico. Não se

esqueça de que tudo o que você sabe fui eu que te ensinei. É

melhor você não querer desafiar a minha autoridade.

ZICO ROSADO: - Você é uma fraca, mãe. Foi a senhora que me

ensinou que não devemos ter piedadr de nossos inimigos. É

isso que eu estou fazendo. O João Gibão está com as horas

contadas. Essa cidade vai ver que só eu posso ser o prefeito.


Zico Rosado sai pela porta deixando sua mãe ainda mais

confusa. Dona Cândida fica intrigada com a atitude dele.

��️


CENA 02. CASA DE LEOCÁDIA. COZINHA. INTERNA. DIA

Leocádia está passando um café e Lua Viana está distraído

pensando em Zélia. Nesse momento Leocádia começa a ter um

mal pressentimento e ela fecha os olhos. Imagens começam a


vir em sua mente de um cronômetro e algo explodindo. Ela se

assusta o que deixa Lua Viana em alerta.


LUA VIANA (preocupado): - Mãe…. O que foi que houve com a

senhora? Você ficou tão pálida de repente. Está tudo bem?

LEOCÁDIA (angustiada): - Onde está o seu irmão, Lua? Eu

preciso ver ele agora mesmo. Estou com um mal

pressentimento. Algo de ruim está para acontecer.

LUA VIANA: - Do que você está falando, mãe? O João está na

comitiva até a praça da cidade. É hoje que será homologado a

troca do nome da cidade para Saramandaia.


Leocádia vai ficando cada vez mais aflita. Lua Viana se levanta e

ele tenta aparar sua mãe que está muito abalada com as visões.


LEOCÁDIA (séria): - Você precisa ir atrás do seu irmão, Lua.

Você tem que impedir ele de chegar até a praça. Eu estou

sentindo que algo vai acontecer. Você precisa confiar em mim.

LUA VIANA (confuso): - Eu não consigo entender do que está

falando, mãe. Você deve estar muito impressionada com tudo

que vem acontecendo. Não vai acontecer nada de ruim.

LEOCÁDIA: - Faz o que eu estou te falando, meu filho. Eu vi um

cronômetro de bomba em forma regressiva. Não é só a vida do


seu irmão que está em jogo. A vida de todos que estarão lá

também. Você precisa agir com muita rapidez.


Lua Viana fica espantado. Sem pensar duas vezes ele sai

correndo de casa. Leocádia está cada vez mais preocupada.

��️


CENA 03. BOLE-BOLE. RUA. INTERNA. DIA

Muitos apoiadores de João Gibão vem andando pelas ruas da

cidade. Neste instante a câmera foca no meio da multidão e

podemos ver Helena que está cada vez mais apavorada. Ela vai

andando em direção ao meio da rua, e sem perceber ela fica na

frente de um carro que para a poucos centímetros dela. Logo

depois Homero sai de dentro do carro assustado..


HOMERO (tenso): - Moça…. Está tudo bem com você? Me

desculpa de verdade, mas eu não te vi. Você está bem?

HELENA (apavorada): - Você precisa né ajudar. Se essas

pessoas não saírem daqui todos irão morrer. Tem uma bomba

em algum lugar. Eu não sei onde, mas eu sei que está aqui.

HOMERO: - Isso não pode ser possível. Se isso for mesmo

verdade muitas pessoas podem morrer. Mas como você sabe de

tudo isso, moça? Eu preciso saber para poder te ajudar.


Helena fica em silêncio. Ela olha para Homero e depois respira

fundo.


HELENA (decepcionada): - Foi o meu marido que fez uma

crueldade dessas. Mas ele precisa ser parado o quanto antes. Eu

não ficar parada enquanto ele mata pessoas inocentes.

HOMERO (sério): - Eu acabei de chegar na cidade, mas eu

posso ver em seus olhos que está falando a verdade. (P) Eu não

conheço esse seu marido, mas ele precisa ser detido.

HELENA: - Sinceramente eu não sei como fazer isso. O meu

marido é um homem poderoso e cheio de influência. Quem sou

eu para querer fazer alguma coisa? Eu não sei o que fazer.


Helena está visivelmente abatida. Homero toca suavemente em

seu rosto. Logo depois ele a pega pela mão e eles começam a

andar pelo meio da multidão tentando achar a bomba.

��️


CENA 04. BOLE-BOLE. RUA. EXTERNA. DIA

Do alto a câmera mostra que João Gibão está na frente de uma

grande multidão que está indo em direção a praça da cidade.

Em um corte rápido podemos ver que Lua Viana está

procurando seu irmão de uma forma desesperada. Quem


também podemos ver no meio da multidão é Zélia que acaba se

esbarrando com Lua Viana. Eles se olham em silêncio.


ZÉLIA (séria): - Lua….. O que foi que houve com você? O seu

semblante está tão pesado. Me conta o que está acontecendo.

LUA VIANA (agoniado): - Você precisa me ajudar, Zélia. Eu não

sei como te explicar isso, mas tem uma bomba na praça, e se

não fizermos nada muitas pessoas podem morrer. A minha

mãe disse que viu uma grande explosão. Precisamos ser

rápidos.

ZÉLIA: - Isso é algo muito sério, Lua. Se isso for mesmo

verdade não só pessoas podem morrer como também a cidade

vai ser destruída. Quem em sã consciência faria uma coisa

dessas?


Por um instante Zélia começa a refletir. Lua Viana faz o

mesmo.


ZÉLIA (caindo na real): - Eu não posso acreditar nisso. (P) Só

tem uma pessoa que seria capaz de fazer uma monstruosidade

dessas, Lua. Eu tenho certeza que foi o Zico Rosado.


LUA VIANA (descrente): - Eu sei de tudo que o Zico Rosado já

fez, mas matar pessoas em massa. Eu não consigo acreditar

nisso. Isso é surreal demais para ser verdade.

ZÉLIA: - Você realmente acha que o Zico Rosado não seria

capaz de fazer algo desse tipo? Eu tenho certeza que foi ele.

Lua Viana balança a cabeça concordando. Eles começam a olhar

ao redor da multidão procurando por João Gibão. O nosso

protagonista vai se aproximando cada vez mais de onde a

bomba está escondida.

��️

CENA 05. BATACLÃ ARCO-ÍRIS. SALÃO PRINCIPAL.

INTERNA. DIA

Close em Risoleta que está em frente a um grande espelho

terminando de se maquiar. Quando de repente o Professor

Aristóbulo entra no bataclã deixando Risoleta totalmente

surpresa. O Professor Aristóbulo se aproxima de Risoleta.


RISOLETA (surpresa): - Professor Aristóbulo? O senhor por aqui

uma hora dessas? Eu não estou lembrada de ter marcado

alguma coisa com o senhor. O que o professor deseja?

PROFESSOR ARISTÓBULO (sedutor): - Sabe de uma coisa,

Risoleta…. Desde que eu cheguei nessa cidade eu tenho


tentando esconder quem eu sou e o que eu sinto. Mas eu me

cansei disso. Não quero mais fingir que você me atrai e muito.

RISOLETA: - Até que enfim você tomou coragem para assumir

o que eu já sabia. Eu também me sinto muito atraída por você.


Risoleta e o Professor Aristóbulo ficam um na frente do outro.

O professor Aristóbulo pela Risoleta de uma forma feroz.


PROFESSOR ARISTÓBULO (hipnotizante):.- Os seus olhos me

passam tanta verdade. Mas você tem uma dor que ainda não

superou. O que mais me chama a atenção em você é a sua

verdade.

RISOLETA (admirada): - Você percebeu tudo isso a meu

respeito somente de olhar nos meus olhos? Professor…. Você é

um homem surpreende. Nunca conheci alguém como você.

PROFESSOR ARISTÓBULO: - Tem muitas coisas que você não

sabe de mim, Risoleta. Se tem uma coisa que eu sou é

observador. Eu vejo nos seus olhos que você quer o mesmo que

eu. Você não precisa negar.


As bocas do Professor Aristóbulo e de Risoleta ficam muito

perto uma da outra. Eles se beijam com muita paixão.


TRILHA SONORA: https://youtu.be/mbNEm1fdTXw (Misterios

da Meia Noite — Zé Ramalho)

��️


CENA 06. CASARÃO DA FAMÍLIA ROSADO. SALA DE ESTAR.

INTERNA. DIA

Leocádia entra no casarão muito desesperada. Ela acaba se

encontrando com Dona Cândida que estranha a presença de

Leocádia em sua casa. Elas se olham enquanto Leocádia vai

ficando cada vez mais nervosa e aflita.


LEOCÁDIA (desesperada): - Onde está o maldito do seu filho,

Dona Cândida? Eu quero olhar nos olhos dele e perguntar o

porquê dele querer matar o meu filho? Já não basta todo o

preconceito que todos nessa cidade sempre sentiram dele?

DONA CÂNDIDA (confusa): - Do que é que você está falando,

mulher? Eu não faço a mínima ideia de quem você seja ou do

que você está falando. Queira se explicar ou vá embora.

LEOCÁDIA: - Eu sou mãe do João Gibão. Eu tive visões que uma

bomba iria explodir hoje na praça. Não me pergunte como, mas

eu sei que o seu filho quer matar o meu. Isso eu não vou deixar.


Em um Flashback Dona Cândida se lembra do homem

estranho que estava saindo de sua casa. Ela fica em estado de

choque.


DONA CÂNDIDA (não acreditando): - Então foi por isso que

aquele homem estranho estava aqui. Dessa vez o Zico foi longe

demais. Eu vou acabar com essa farra agora mesmo.

LEOCÁDIA (séria): - Nós vamos ficar aqui paradas por quanto

tempo, Dona Cândida? O meu filho está correndo risco de vida.

Eu preciso fazer alguma coisa. Isso não pode ficar assim.

DONA CÂNDIDA: - Você tem razão. Nós temos que parar o

meu filho. O Zico está fora de controle. Isso precisa acabar.


Leocádia e Dona Cândida saem com pressa. Elas vão pra praça.

��️


CENA 07. BOLE-BOLE. PRAÇA. EXTERNA. DIA

Uma multidão está reunida na praça. João Gibão sobe no coreto

sem saber que debaixo de seus pés tem uma bomba prestes a

explodir. Ele corta uma fita e todos aplaudem. A câmera mostra

que no meio da multidão estão Lua Viana, Zélia, Helena e

Homero. Todos eles estão muito apreensivos e preocupados.


JOÃO GIBÃO (discursando): - Hoje é um dia que vai ficar

guardado para sempre nos âmbitos históricos. Bole-Bole é coisa

do passado. Sejam todos bem-vindos a Saramandaia.


A multidão aplaude. Lua Viana fica desesperado. Ele sobe no

palanque que está na praça e ele puxa João Gibão pelo braço.


JOÃO GIBÃO (confuso): - Lua…. O que você pensa que está

fazendo? Eu não estou entendendo a sua atitude. Esse é o

momento que a gente tanto esperou. O pque você tem?

LUA VIANA (sussurrando): - João…. A gente precisa sair daqui

agora. Tem uma bomba em um lugar da praça. Se ficarmos

aqui todos nós vamos morrer. Você está entendendo?


João Gibão fica perplexo. Para o pavor de todos Zico Rosado

aparece apontando uma arma para João Gibão e Lua Viana.


ZICO ROSADO (ameaçador): - Eu posso saber onde vocês

pensam que estão indo? Eu posso até ter perdido a batalha pelo

nome da cidade, mas vocês não vão se dar bem. Acabou.

JOÃO GIBÃO (sério): - Abaixa essa arma, Zico Rosado. Alguém

pode acabar se machucando com isso. Reconsidere.


LUA VIANA: - Tem pessoas inocentes aqui, Zico Rosado. Você

quer mesmo matar essas pessoas só para se vingar de nós? Fala

onde está a bomba. Vai ser melhor para todos.

ZICO ROSADO: - Eu não sei como vocês descobriram sobre a

bomba, mas isso não tem mais importância. Em questão de

segundos tudo estará acabado. Essa é a minha vingança.


Zico Rosado continua com a arma apontada para João Gibão e

Lua Viana. Zélia tenta ir até onde eles estão, mas a multidão

fica em sua frente. Nesse momento podemos ver embaixo do

palanque o cronômetro da bomba que vai regredindo

rapidamente. (5…4…3…2…1) Uma explosão é ouvida.


A imagem congela coma explosão vista do alto. Aos poucos a

imagem vai ganhando um efeito como se transformasse em

uma moldura.

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.