Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Entre Pais e Filhos - Capítulo 10 (Reprise)

 



 

 Entre Pais e Filhos - Capítulo 10

Cena 01 - São Paulo - Apartamento de Eduarda - Área da churrascaria - Tarde

Todos estão presentes para o almoço de comemoração ao aniversário de Murilo e Matheus. O almoço é mais reservado para a família e alguns amigos de ambos. Murilo convidou Paulo seu amigo de faculdade, Helena chamou Regina e seu afilhado Kauã. Eduarda se aproxima do sobrinho e logo tenta fazer a cabeça dele. 

Murilo: Acho que minha mãe realmente me ama. Aquilo era coisa da minha cabeça. 
Eduarda: É pode ser, mas ela mal estava lembrando do seu aniversário. 
Murilo: Como assim? 
Eduarda: Eu que a lembrei que hoje era aniversário de vocês dois. Ela anda com a cabeça nas nuvens. 
Murilo: Não consigo acreditar nisso. 
Eduarda: O Arthur está doente e precisa mais dela. Além disso ele é o filho preferido, além de ser mais velho. Tem mais uma coisa também.
Murilo: O que tia? 
Eduarda: Foi após o seu nascimento que o pai de vocês foi embora. Talvez seja por isso que ela tenha mais apreço pelo Arthur. 

Murilo fica com raiva do que ouve da tia e com ciúmes do irmão.

Murilo: Mas eu não tenho culpa de nada tia. Não tenho culpa se o nosso pai foi embora. 
Eduarda: Eu sei meu querido. Eu te entendo. Te entendo.

Helena percebe que o filho está estranho e vai até ele. 

Helena: O que foi filho? 
Murilo: Nada mamãe. Me deixa por favor. 

Murilo vai até o jardim e Helena questiona Eduarda. 

Helena: O que disse a ele que o deixou assim? 
Eduarda: Eu? Não disse nada. Ele só me disse que se sentia um pouco mal. 
Helena: Espero que não esteja mentindo. 

Helena vai atrás do filho, enquanto Eduarda ri da situação. 


Cena 02 - São Paulo - Hotel - Quarto - Tarde

André está morando em um pequeno quarto de um simples hotel após ser expulso de casa por Pedro. Ele fica pensando em sua mãe Cecília e no que ela está vivendo. Ele a Deus que a ilumine no lugar aonde estiver. 

Pedro (rezando): Meu Deus ilumine a minha mãe aonde ela estiver e me dê forças para encontra-lá e a tirar de lá. 

Ele chora rezando, mas pede forças para continuar. 


Cena 03 - São Paulo - Apartamento de Eduarda - Jardim - Tarde

Helena encontra o filho sentando em um banco perto do Jardim e após se aproximar pergunta ao jovem o que está acontecendo. 

Helena: O que acontece filho? Se abre comigo. 
Murilo: Não tenho nada para contar mãe. 
Helena: Eu sei que está acontecendo algo. 
Murilo: Já disse que não aconteceu nada. 
Helena: Você pode contar comigo filho, além de sua mãe, sou sua amiga. 
Murilo: Sei...
Helena: Vem aqui me dá um abraço. 

Helena abraça o filho. 

Murilo: Vamos voltar para lá, não quero que percebam que eu saí. 
Helena: Mais tarde iremos retomar a conversa e você me conta tudo o que está acontecendo com você. 
Murilo: Está bem mamãe. Está bem. 

Os dois voltam para a área da churrascaria. 


Cena 04 - São Paulo - Apartamento de Eduarda - Área da churrascaria - Tarde

Helena volta com Murilo e na sequência Matheus chega na companhia de Marcos. 

Eduarda: Finalmente você chegou. Todos já estavam inquietos com sua espera. 
Matheus: Desculpa mãe. Fui encontrar o Marcos, ele não sabia como vir. 
Eduarda: Quem é Marcos? 

Marcos então se apresenta a Eduarda. 

Marcos: Sou o Marcos. Amigo do seu filho. 
Eduarda: Seja bem vindo querido. 
Marcos: Muito obrigado. Agradeço por me receber. 

Eduarda sorri com cinismo. Helena percebe e decide chamar todos para o almoço. 

Helena: Sei que devem estar todos com fome então vamos comer. Em comemoração ao aniversário desses dois belos jovens. Eles são presentes em nossas vidas. 

Todos almoçam e ficam deliciados com todos os pratos preparados e com o saboroso churrasco. Eduarda não esconde a insatisfação, pois sua irmã chamou mais atenção que ela na festa. 


Cena 05 - São Paulo - Apartamento de Eduarda - Área da churrascaria - Fim da tarde

Após muita comida e conversa chegou a hora de cortarem o bolo e cantarem o famoso “ parabéns para você ”. Após a cantoria os meninos entregam os pedaços de bolo. 

Helena: Para quem vai o primeiro pedaço de bolo filho? 
Murilo: O primeiro pedaço de bolo vai para minha tia Eduarda. Sempre muito presente em minha vida e tenta abrir meus olhos sempre para enxergar a vida de outra forma. 

Todos estranham o fato de Murilo não dar o primeiro pedaço a sua mãe ou irmão e ainda mais as palavras proferidas pelo jovem. Helena fica decepcionada porém esconde a reação. 

Eduarda: Muito obrigada querido. Te desejo tudo de bom na vida. Conte comigo sempre. 

Os dois se abraçam. Chega então a vez de Matheus entregar o primeiro pedaço. 

Matheus: Nos últimos anos eu entreguei o primeiro pedaço a minha mãe, mas como ela já ganhou do meu primo vou dedicar a outra pessoa especial, que acabou de entrar em minha vida e já significa muito para mim. 

Todos ficam em choque ao escutar as palavras de Matheus. 

Matheus: E o primeiro pedaço vai para o meu namorado, Marcos. 

Os convidados batem palma e demonstram alegria e ao mesmo tempo Eduarda derruba no chão o pedaço de bolo que ganhou de Murilo e grita:

Eduarda (gritando): Namorado? Como assim namorado? Você é gay? 
Matheus: Sim mamãe sou gay. E espero que isso não altere em nada a nossa relação. 
Eduarda: Eu jamais vou aprovar essa aberração que você chama de relação, jamais! 
Helena: Para com isso Eduarda. Deixe o menino ser feliz e seguir com a vida dele. 
Eduarda: Cala a boca Helena. Não se mete nesse assunto. 

Todos ficam surpresos com com reação de Eduarda e se assustam. Lágrimas caem do rosto de Matheus, após ouvir as palavras da mãe.


Cena 06 - São Paulo - Parque Ibirapuera - Fim da tarde

Raquel vai passar a tarde com a irmã para conversarem um pouco. A mãe permite a saída de Raquel apenas por estar acompanhada da irmã. 

Raquel: Fico muito feliz por estar me ajudando nessas. 
Melissa: Não tem o que agradecer. Quero sua felicidade. 
Raquel: Fico preocupada com o que a mamãe vai achar de você caso descobrir que me ajuda a sair e jogar futebol. 
Melissa: Não pensa nisso. Ela não vai descobrir e caso chegue a acontecer eu sei me virar. 
Raquel: Obrigada. De verdade. 

As duas continuam a passear e conversar durante a tarde. 


Cena 07 - São Paulo - Apartamento de Eduarda - Área da churrascaria - Fim da tarde

Eduarda continua dando um ataque de fúria contra todos que ousem tentar proteger Matheus e Marcos. 

Eduarda: Nunca terá a minha bênção e aprovação para isso. Nunca. 
Matheus: Mamãe, porque isso?
Eduarda: Não me chama de mamãe. 

Arthur que já estava de sentindo fraco desde o início da festa começa a passar mal e desmaia. 

Helena: Meu filho? Me ajudem por favor. Meu filho está desmaiado. 

Kauã e Regina ajudam a por o rapaz em uma cadeira para tentar acordá-lo

Helena: Acorda filho. Acorda. 

Murilo fica incrédulo com todos os acontecimentos. Seu aniversário foi um fracasso e ele deixou de ser o centro das atenções do dia. Ele fica com ódio do irmão. 

Murilo: Maldito Arthur. Maldito. 

Helena leva Arthur para o carro com a ajuda dos demais, enquanto Murilo fica com ódio e Eduarda briga com o filho. 

Mais tarde...


Cena 08 - São Paulo - Apartamento de Eduarda - Sala - Noite

Marcos volta para sua casa para não causar mais conflitos e deixa mãe e filho sozinhos para conversar. 

Eduarda: Não acredito que me fez passar essa vergonha na frente de todos. 
Matheus: A senhora não podia ter falado aquelas coisas para mim. 
Eduarda: Eu não vou aceitar essa sua relação. 
Matheus: Eu amo o Marcos e a senhora não pode fazer nada a respeito disso. 
Eduarda: Você só pode estar brincando comigo. 
Matheus: Por qual motivo pensa assim? 
Eduarda: Essa relação não é correta. Não é algo normal. 
Matheus: Assim vai perder o seu filho mamãe, pensa nisso. 
Eduarda: Eu não vou ter um filho gay. 
Matheus: Então você não tem um filho. 
Eduarda: Ótimo. Aproveite e saia da minha casa. Não vou concordar com isso aqui dentro. Jamais. 

Com os olhos cheios de lágrimas, Matheus pega algumas coisas e saí de casa. 

Matheus: Você não sabe o que está fazendo mamãe. 
Eduarda: É você que não sabe o que está fazendo. Está fora do seu juízo real. 

Matheus chora ao sair de casa. Ele começa a andar pela rua buscando um rumo. Eduarda recebe uma mensagem de César e marca de encontrar o ex amante. 


Cena 09 - São Paulo - Hospital - Sala - Noite

No hospital Arthur é medicado e após um tempo acorda. 

Vitor: O que aconteceu com o Arthur? 
Helena: Ele passou mal durante um almoço em família. Ficou agitado. 
Vitor: Ele vai ficar bem. Mas temos que começar o tratamento o quanto antes. Precisamos de um doador para seu filho. 
Vitor: É muito raro o caso de irmãos serão compatíveis. 
Helena: Temos que tentar doutor. 
Vitor: Sim e o faremos. Como já combinado antes traga o seu filho aqui. O quanto antes. 
Helena: Farei isso. Como está o meu filho? 
Vitor: Ele está sob efeito da medicação. Vai dormir tranquilo essa noite. 
Helena: Vou em casa buscar o Murilo para os exames. Temos que salvar o Arthur. 

Continua…



 


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.