Type Here to Get Search Results !

Marcadores

VENTO NORTE: Capítulo 03



Participação especial: Carlo Porto como Diego
 
Cena 01/ Hospital Municipal/ UTI/ Dia. 

Close em Gustavo desacordado na cama. A enfermeira aplica uma injeção no tubo da bolsa de soro de gotejamento. A imagem fica clean, com um tom cor de rosa. Gustavo sonha com Rosália. 

FLASHBACK ON: 

Gustavo e Rosália estão em uma igreja, com várias pessoas em volta sentadas ao redor do altar. Regina e Celso estão no altar como padrinhos. Rosália está com um lindo vestido de noiva. Toca uma sonoplastia de fundo. 

Música: Palavras - Cássia Eller (até o fim dessa cena).


Os dois se beijam e todos da igreja batem palmas. Em meio a música, começam vozes de fundo, todos muito alegres e felizes. 

FLASHBACK OFF: 

Close em Rosália chorando. 

 Cena 02/ Hospital Municipal/ Recepção/ Dia. 

(sem música). 

Rosália se dirige correndo, desesperada e desnorteada até o balcão. 

Rosália: (nervosa) O que aconteceu com marido? Diga! Diga! O nome dele é Gustavo Flores Viana, me informaram que o trouxeram para esse hospital. 

A secretária (30) responde. 

Joana: Senhora... Se acalme! O paciente acaba de deixar a sala de cirurgia, está em um quarto da UTI. 

Rosália se dirige correndo até a UTI. 

Joana: (com a voz exaltada) Senhora, senhora! 

 Cena 03/ Hospital Municipal/ Corredor do hospital/ Dia. 

Rosália anda desnorteada até que esbarra com o doutor Otávio. 

Rosália: Sinto muito, estou muito nervosa... Uma mocinha disse que meu marido estaria por esse lado... 

Otávio: A senhora é a mulher de Gustavo Flores Viana? 

Rosália: Sim! Onde ele está? Me leve até ele! 

Otávio: Me acompanhe por favor. 

 Cena 04/ Hospital Municipal/ Quarto da UTI/ Dia. 

Otávio e Rosália entram no quarto e Rosália se dirige desnorteada até a cama do marido. 

Rosália: Meu amor... (se vira) Doutor, não me esconda nada! Qual a real situação de meu marido? 

Otávio: Toda a equipe médica fez o que estava ao alcance para salvá-lo. O quadro dele é delicado, Gustavo perdeu muito sangue e a bala atingiu um órgão vital. O caso de seu marido agora está nas mãos de Deus! 

Rosália se vira para o amado e começa a acariciá-lo. Ela abraça Gustavo aos prantos. 

Cena 05/ Residência Fontes/ Sala de Jantar/ Dia. 

Regina, Alberto, Vera e Eleonora almoçam juntos. 

Alberto: Soube que essa tarde houve um tiroteio na barra. Um dos feridos foi aquele seu amigo do colégio Regina, Gustavo Flores Viana. 

Regina: (surpresa) O marido da Rosália? Ela deve estar arrasada...O senhor tem conhecimento do estado dele papai? 

Alberto: Foi dito na rádio que o estado dele era critico.

Regina: Sabe para qual hospital o levaram? Após o almoço farei uma visita... Rosália sempre esteve ao meu lado, nos momentos mais difíceis, é meu dever retribuir! 

Alberto: Ele foi levado para o hospital municipal. 

Vera: É uma lástima, um homem cheio de vida, de sonhos... Apaixonado pela esposa e pela vida... 

Eleonora: Outro dia o encontrei na feira. Cheio de disposição... Muito alegre... Ele e a esposa estavam completando uma década de união. (emocionada). Isso me recorda seu pai Alberto... Ah como fomos felizes nos quase cinquenta anos em que fomos casados... 

 Cena 06/ Residência Trajano Ferraço/ Corredor/ Dia. 

Celso está no corredor em frente ao quarto de Carlos com um copo de suco de laranja. 

Celso: (bate na porta...) Carlos? Lhe trouxe um refresco, abra a porta! Carlos? Carlos? (surpreso)

Ele abre a porta. 

 Cena 07/ Residência Trajano Ferraço/ Quarto de Carlos/ Dia. 

Celso entra nos aposentos do filho e não o encontra. Close na janela aberta. Celso faz um expressão furiosa. 

 Cena 08/ Rua/ Dia. 

Carlos está andando pela rua até que se depara com Vicente. 

Carlos: Acabo de fugir do meu pai, bora fazer uma palhaça com algum idiota? 

Vicente: O que houve em relação ao seu pai? 

Carlos: Nada sério, a direção da escola telefonou para ele e ele acabou descobrindo que eu não fui a aula ontem. 

Vicente: Pais... Sempre tão enérgicos! O meu pai também sempre pega no meu pé... 

Um menino de óculos (10) passa pela rua entre os garotos. Os dois se olham debochadamente. E vão em direção ao menino. Eles roubam o óculos dele e saem correndo. O garoto vai logo atrás. Só se ouve as gargalhadas de Carlos e Vicente. 

 Cena 09/ Bordel Le Blanc/ Quarto/ Dia. 

Diego está abotoando a camisa, enquanto Laura está no chão aos prantos, com um olho roxo. 

Diego: Avise agora ao seu segurança, sua messalina. E não adiantará nada você me denunciar. Eu quis me satisfazer e visitei esse prostíbulo. Uma vadia se ofereceu e eu aproveitei a oportunidade. Mulheres como você, desfrutáveis, são mortas todos os dias, e a polícia pouco se interessa em saber o culpado, essa é a sua sina, uma mulher como você apenas satisfaz os homens, para casar, nós preferimos moças de família e virgens. Não moças usadas e apontadas na rua como você. (tenta beijar Regina) Até logo, meu amor.  

Laura desvia o rosto após Diego tentar beijá-la. Ele se retira do quarto rindo. Close em Laura desolada junto à uma sonoplastia de fundo. 

Instrumental: 


 Cena 10/ Rua/ Dia. 

Carlos e Vicente jogam o óculos de Ricardo um para o outro no ar. Ricardo fica no meio dos dois e tenta pegar seu óculos até conseguir. 

Ricardo: Vocês são dois imbecis! 

Ricardo sai andando... 

Carlos: (grita) Vai, vai lá assistir seu programa favorito, o gordo e o magro, você como ator principal, como o gordo. Vai hipopótamo, elefante. 

Vicente imita os passos longos de Ricardo e os dois garotos caem na gargalhada. 

Abertura: 


Vinheta de intervalo: 


 Cena 11/ Residência Fontes/ Sala de Estar/ Dia. 

Regina se apronta no espelho, pega a bolsa em cima da mesa lateral e o chapéu que está no gancho ao lado da porta. 

Regina: Bom... Vou indo para o hospital, assim que chegar lá, mando notícias. 

Alberto: Não quer que eu lhe acompanhe filha? 

Regina: Não é necessário papai, fique com mamãe, eu pego um carro de aluguel. 

Regina se dirige até a porta.

 Cena 12/ Hospital Municipal/ Quarto da UTI/ Dia. 

Rosália está pensativa enquanto olha para o marido... A imagem fica clean, com um tom cor de rosa. 

FLASHBACK ON: 

Gustavo e Rosália estão fazendo amor na cama. O quarto tem pouca iluminação. Gustavo está sem camisa, cobrindo os seios dela. Ele está com parte de sua cintura coberta devido ao cobertor. Eles se beijam. 

FLASHBACK OFF: 

Close em Rosália aos prantos. Com ele desacordado, ela o beija. 

 Cena 13/ Bordel Le Blanc/ Quarto/ Dia. 

Laura está desolada no chão, quando Diva e Emily aparecem surpresas com a situação.  

Diva: Laura? O que houve?

Laura: (aos prantos) Aquele homem que esteve aqui mais cedo, ele não quis pagar o que combinamos e me agrediu... 

Emily: Meu Deus... 

Emily e Diva abraçam Laura. 

 Cena 14/ Hospital Municipal/ Recepção do hospital/ Dia. 

Regina se dirige até o balcão. 

Regina: Eu gostaria de saber qual a situação de Gustavo Flores Viana. 

Joana: Pelo que consta nos relatórios, seu quadro é extremamente delicado. 

Regina: Meu Deus! E Rosália, sua esposa?

Joana: A senhora Flores Viana está na UTI com o marido, vou mandar chamá-la. 

Regina: Muito obrigada!

 Cena 15/ Residência Fontes/ Suíte principal/ Dia. 

Vera está deitada na cama, quando começa a se sentir mal. Ela faz expressões de dor. 

Vera: Ah! Ah! Meu Deus...

Ela levanta mas desmaia no chão. Close em Vera desmaiada. 

  Cena 16/ Hospital Municipal/ Recepção/ Dia. 

Regina aguarda Rosália que logo chega e se dirige até a amiga. 

Rosália: (abraça Regina aos prantos) Ah Regina, estou destruída por dentro... Estou acabada...

Regina: (abraça Rosália) Chore minha amiga, chore. Vai lhe fazer bem colocar para fora todas essas lágrimas! 

O abraço acaba. 

Rosália: Tínhamos tantos planos! Esse ano eu pretendia engravidar... E no fim do ano iriamos para a Europa, passar as festas de fim de ano, pela primeira vez como uma família... É castigo... Deus está me castigando... 

Rosália: Não diga isso Rosália! Deus não teria por que lhe castigar! Gustavo se recuperará, você verá. Tenha fé, a fé move montanhas! Nunca perca a esperança minha amiga! 

Rosália e Regina se abraçam. 

  Cena 17/ Residência Trajano Ferraço/ Externa/ Dia. 

Carlos e Vicente param em frente à casa de Carlos. 

Carlos: (nervoso) Preciso enfrentar a fera... 

Vicente: Boa sorte. 

Carlos: Obrigado! Eu vou precisar e muito! 

Carlos entra. Close em Vicente.

  Cena 18/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Dia. 

Carlos ao entrar em casa se assusta ao se deparar com o pai sentado no sofá, furioso. Close nos dois trocando olhares. Começa uma sonoplastia de fundo. 

Instrumental: 


  Cena 19/ Hospital Municipal/ Recepção/ Dia. 

O abraço de Regina e Rosália acaba.

Regina: Bom... Eu já vou, vim apenas prestar apoio e solidariedade. Se você precisar de alguma coisa, por menor que seja, não hesite em me procurar! E me mantenha sempre informada! 

Rosália: Muito obrigada Regina! Não se preocupe, eu lhe mantenho informada sobre o estado de saúde de Gustavo. Ele ainda não despertou mas estou confiante. Deus não há de me abandonar! 

Close em Regina pondo a mão nos ombros de Rosália, a confortando.

  Cena 20/ Hospital Municipal/ Quarto da UTI/ Dia. 

Close em Gustavo que desperta. Ele olha para os lados e faz uma expressão de dor. 

Gustavo: (fala com dificuldade e pausadamente) Rosália... Rosália... Ah,,, Ah,,, 

Gustavo começa a ter uma crise de falta de ar e começa a se debater. Rosália chega no quarto e se dirige ao amado. Ela se desespera. 

Rosália: (grita) Gustavo, Gustavo, meu amor, não, não. Gustavo! 

Ela vai até a porta. 

Rosália: (grita) Enfermeira, enfermeira, doutor, socorro! Pelo amor de Deus! 

Ela se dirige até o marido rapidamente e coloca sua cabeça no peito do amado. 

Rosália: (desesperada) Gustavo, Gustavo! Não! 

Gustavo tenta locomover a mão até o rosto de Rosália, mas não consegue. Seu braço cai. O rosto dele cai para o lado com os olhos fechados. O barulho do eletrocardiograma fica agudo. Rosália se desespera. Otávio e Isabel entram no quarto e se dirigem rapidamente até a cama para verificarem o estado dele. O doutor verifica a pulsação de Gustavo. Ele já está sem pulso. O médico e a enfermeira se afastam da cama. 

Plano geral de Rosália aos prantos pela morte de Gustavo. Começa uma sonoplastia de fundo. 

Instrumental: 


A imagem fica em preto e branco, como se fosse um filme dos anos 40. Gancho em Rosália desolada abraçando o corpo de Gustavo. 



Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.