Type Here to Get Search Results !

Marcadores

VENTO NORTE: Capítulo 27



Cena 01/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de jantar/ Dia. 

Close em Regina sentada sob à mesa em companhia de Melissa. As duas tomam café. Carlos ainda zonzo, aparece e se senta. 

Regina: Filho, você acordou um pouco melhor? 

Carlos: (ele olha com estranheza para Melissa) Acordei mamãe, acordei... 

Regina: Qual o motivo de você ter bebido tanto ontem? 

Carlos: Eu...

Melissa: (o interrompe) Deve ter brigado com a vagabunda que ele está saindo. 

Carlos: (se levanta aos gritos) Vagabunda é você, você, que engravidou do amante casado, casado!

Regina: (grita) Parem! Já basta! 

Melissa: Ela não vale mais do que eu, não vale!

Carlos: Você me dá nojo!

Melissa: Esse sentimento é recíproco. 

Regina: Melissa... 

Carlos e Melissa trocam olhares de ódio e ele se retira da sala. 

Melissa: Desculpe mamãe, eu sinto muito, mas eu não tenho sangue de barata! (ela também se retira)

Close em Regina aflita sob a sala de jantar. 

Cena 02/ Residência Muniz/ Quarto de Vicente/ Dia. 

Close em Vicente olhando uma fotografia dele e de Carlos quando eles ainda eram crianças. Ele derrama uma lágrima seca. Alguns segundos se passam e ele coloca a fotografia sob o criado-mudo e se dirige até a porta, saindo do quarto. 

Cena 03/ Residência Muniz/ Corredor/ Dia. 

Close em Vicente saindo apressado. Roberto aparece e o para. 

Roberto: Filho, você tem um minuto? 

Vicente: (gélido) Depois pai, depois...

Vicente se dirige até a sala. Close em Roberto apreensivo e frustrado. 

Cena 04/ Residência Muniz/ Sala de estar/ Dia. 

Vicente passa apressado pela sala e se dirige até a mãe que está sentada sob o sofá, lhe dando um beijo. 

Vicente: Até mais tarde mamãe!

Helena: Até mais tarde meu filho e boa sorte em seu primeiro dia de trabalho!

Vicente: Obrigado!

Vicente se dirige até o espelho e se observa, ele ajeita a gravata. Logo em seguida pega a maleta que está sob a mesinha lateral ao lado do sofá e se dirige até a porta, saindo. Close em Helena contente. Alguns segundos se passam e Roberto aparece. Helena se dirige até o corredor, ele a para. 

Roberto: Você vai mesmo continuar me tratando dessa forma? Eu sei que eu errei com você, com nosso filho, mas eu sou um homem, apenas um homem! Um homem que erra e que sabe que não se pode mudar o passado, apenas enfrentá-lo! Nós estamos casados há 20 anos, nossa família não pode terminar dessa forma...

Helena: Você procurou isso, não sendo honesto e leal. Você se comportou como um canalha, não só comigo mas também com essa moça que você engravidou... 

Roberto: O que eu precisarei fazer para você me perdoar? Você quer o que? Uma joia, um presente, um buquê de rosas? Se não quiser que eu assuma a criança, está certo, eu desfaço o acordo com a menina, mas pare de me tratar como se eu fosse um monstro!. 

Helena: (perplexa) Uma joia? Um presente? (grita) Canalha! (ela o esbofeteia) Eu nunca fui mulher de me vender por tão pouco! E você vai assumir essa criança sim, é o mínimo que você tem a fazer, seu cafajeste! E me deixe passar! (ela se esquiva do marido e se dirige furiosa até o corredor)

Close em Roberto aflito e transtornado. 

Helena retorna furiosa. 

Helena: E você é sim um monstro. O que você fez não tem perdão! Você brincou com a vida de duas famílias! Você destruiu a amizade do nosso filho com Vicente, você passou por cima do carinho que Regina sempre teve conosco, você manchou a memória do homem que você chamava de amigo, você destruiu a honra de uma menina! Essas atitudes nenhum ser humano decente teria! Você é um falso, um dissimulado, um cretino, você me dá nojo!

Helena se dirige nervosa até o corredor. Close em Roberto desnorteado. 

Cena 05/ Residência Flores Viana/ Externa/ Dia. 

(cena sem fala)

Close em Vicente abrindo o portão e se dirigindo até a varanda da propriedade. Ele bate na porta. 

Cena 06/ Residência Flores Viana/ Sala de estar/ Dia. 

Close em Rosália lendo um livro sob o sofá. Ela ao escutar as batidas na porta, se dirige até ela, a abrindo. 

(Corta p/ externa)

Cena 07/ Residência Flores Viana/ Externa/ Dia. 

Close em Vicente aguardando Rosália. Rosália abre a porta. 

Rosália: Você é pontual, gosto de pessoas que cumprem seus horários! 

Vicente: Obrigado!

Rosália: Bom... Vamos entrando!

Vicente entra na casa com ela o guiando. Rosália fecha a porta.

(Corta p/ sala de estar)

Cena 08/ Residência Flores Viana/ Sala de estar/ Dia.

Rosalia e Vicente entram na residência. Ela o guia até o sofá. 

Vicente: Obrigado! 

Rosália: Você aceita uma água, um café? 

Vicente: Não obrigado. 

Rosália: Bom... O salário estipulado é no valor de... 

Suas vozes ficam desfocadas junto à uma sonoplastia de fundo. 

Instrumental: 


Close neles apenas gesticulando, como se estivessem conversando. 

Cena 09/ Bordel Le Blanc/ Saguão principal/ Dia.

Close em Laura fazendo algumas anotações sob a mesa, quando Carlos aparece e a surpreende. 

Laura: Carlos? 

Carlos: Nós precisamos conversar...

Laura: Nós não temos nada para dizer um ao outro, você já deixou bem claro quais as suas intenções comigo... 

Carlos: Veja bem...

Laura: Não Carlos... Você teve a sua chance e não soube aproveitá-la... Eu sinto muito... 

Laura se vira e se dirige até o balcão, nesse momento Carlos fica reflexivo, com um olhar sedento. Sem medir as consequências de seus atos, Carlos corre em direção à ela. 

Carlos: (a pega pelo braço) Eu te amo! (ele a beija). 

Close nos dois aos beijos junto à uma sonoplastia de fundo. 

Música: Close to you - Carpenters. 


Cena 10/ Mercado Trajano Ferraço/ Escritório/ Dia.

Close em Regina fazendo algumas anotações sob a mesa. Ela está aflita. 

Regina: (preocupada) Se não cortamos alguns gastos, ficaremos no vermelho esse mês...

Close nela angustiada. 

Abertura: 


Vinheta de intervalo: 


Cena 11/ Residência Flores Viana/ Sala de estar/ Dia.

Close em Rosália e Vicente sentados no sofá enquanto conversam. 

Rosália: Bom... Agora que já conservamos sobre seus direitos como funcionário, eu te levarei até o escritório, onde estão algumas pastas, nessas pastas estão as despesas da casa, as retiradas que eu faço todos os meses e os extratos bancários.

Vicente: Está certo senhora. 

Rosália e Vicente se levantam. 

Rosália: (dirige Vicente até o corredor) Por aqui!

Os dois vão em direção ao escritório. 

Cena 12/ Residência Flores Viana/ Escritório/ Dia.

Rosália e Vicente entram no escritório. 

Rosália: (se dirige até a mesa, onde também há um armário com diversas gavetas) Todos os cálculos estão organizados por gaveta, gaveta A, estão as despesas da casa, gaveta B, as retiradas do banco e assim por adianta. (aponta para a planilha que há na mesa) Aqui nessa planilha você verá como anda minha situação financeira.

Vicente: Está certo!

Rosália: Eu irei preparar um café enquanto você estuda! 

Vicente: Obrigado, a senhora é muito gentil. 

Rosália estranha o elogio e se dirige até a porta, saindo. Vicente se senta sob a mesa, abre a gaveta A, tira de dentro alguns papéis e começa a avaliá-los. 

Cena 13/ Residência Flores Viana/ Cozinha/ Dia.

Close em Rosália entrando na cozinha. Ela se dirige até a mesa, onde está a chaleira, a pegando e logo depois indo em direção à pia, onde coloca água dentro. 

Rosália: (reflexiva) Gentil... (riso cínico) 

Close em Rosália não pondo fé no elogio de Vicente. 

Cena 14/ Residência Flores Viana/ Escritório/ Dia.

Rosália entra no cômodo com um bandeja de café e se dirige até a mesa, onde Vicente avalia alguns papéis. Ela coloca a bandeja sob a mesa, ao lado das planilhas. 

Vicente: Obrigado! (pega o café e bebe)

Rosália: Disponha, bom... Se precisar de alguma coisa, estarei em meus aposentos. 

Vicente: Está certo e mais uma vez, muito obrigado. A senhora é uma mulher maravilhosa! Serei eternamente grato ao que a senhora está fazendo por mim... Não é costume se empregar pessoas negras em um cargo tão importante, como esse em que eu estou ocupando, o de administrador, muito obrigado por confiar em meu trabalho!

Close em Rosália sem reação com as palavras de Vicente, ele pega a mão dela e dá um beijo. Ela fica sem graça. 

Rosália: (sem jeito) Imagina... Seu currículo é exemplar... Bom... Se você precisar de alguma coisa, já sabe, estarei em meu quarto... 

Vicente: Está certo!

Rosália se dirige até a porta, saindo. Close em Vicente voltando a ler alguns papéis. 

Cena 15/ Residência Flores Viana/ Corredor/ Dia.

Close em Rosália se dirigindo zonza até seus aposentos. Foco nela transtornada, mas ainda fria. 

Cena 16/ Bordel Le Blanc/ Saguão principal/ Dia.

Close em Carlos e Laura ainda aos beijos. O beijo acaba e ela o esbofeteia. 

Laura: (grita) Cafajeste! Vá embora! Saia daqui antes que eu mande os seguranças te tirarem a força!

Laura corre em direção à um dos quartos. 

Carlos: (grita) Laura, Laura!

Close em Carlos apreensivo e transtornado. 

Cena 17/ Bordel Le Blanc/ Quarto/ Dia.

Laura entra transtornada no quarto. Ela começa a debulhar-se em lágrimas. Ela vai caindo lentamente até o chão, apoiada sob a porta. Close nela desolada.

Cena 18/ Bordel Le Blanc/ Saguão principal/ Dia.

Close em Carlos sem reação, tenso e desnorteado. 

Cena 19/ Hotel/ Quarto duplo/ Dia.

Close em Afonso e Daniel adormecidos, alguns segundos se passam e eles acordam e se espreguiçam. 

Afonso: Bom dia!

Daniel: Bom dia!

Afonso se levanta e vai em direção ao armário, que fica ao lado da porta. Ele nota um carta, deixada sob o chão da porta. Afonso pega a carta e olha o remetente.

Daniel: (se dirige até ele surpreso) É uma carta? 

Afonso: É sim e é destinada à você! 

Daniel: Que estranho... 

Daniel e Afonso estranham. Eles ficam um ao lado do outro e começam a ler a carta em silêncio. 

Cena 20/ Bordel Le Blanc/ Quarto/ Dia.

Close em Diva se maquiando sob o espelho. Após finalizar a maquiagem, ela se dirige até a porta e nesse percurso, começa a ter um leve mal estar. Close na expressão de dor da moça. Ela sai do quarto. A CAM vagueia pelo dormitório em câmera lenta junto à uma sonoplastia de fundo.

Instrumental: 


A CAM se dirige até a mesinha lateral, ao lado da cama, onde está um preservativo da época. Close no preservativo. 

A imagem fica em preto e branco, como se fosse um filme dos anos 40. Gancho na embalagem do preservativo. 

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.