Type Here to Get Search Results !

Marcadores

ALTOS & BAIXOS - CAPÍTULO 30 (ÚLTIMOS CAPÍTULOS)

  



Cena 1/ Casa de Ralf/ Sala/ Dia

Sarah imobilizada por Ralf. Ele tenta desabotoar o short da garota, que chora, horrorizada.

Sarah: (chorando) Para Ralf pelo amor de Deus!

Ele consegue puxar o short de Sarah pra baixo e agora tenta tirar o restante da roupa dela. Sarah olha pro lado e vê uma garrafa de pinga vazia no chão. 

Instrumental (até o fim da cena 4)

A garota cria forças e começa a estapear Ralf, que continua a forçar a situação. Sarah aperta com força a parte íntima de Ralf, que geme de dor.

Ralf: Ai sua desgraçada!

Sarah aproveita e dá uma joelhada na boca do estômago do homem, que cai no chão. Ela corre, pega a garrafa e quebra violentamente na cabeça dele, que desmaia, sangrando. Sarah cai no choro, desesperada.

Sarah: Eu preciso sair daqui!

Sarah corre até a porta, destranca e sai correndo. Close em Ralf desmaiado.

Cena 2/ Casa de Guilherme/ Quarto/ Dia.

Guilherme mexendo em um notebook. Ele dá um clique, satisfeito e em seguida pega seu celular para mandar um áudio:

Guilherme: (gravando um áudio) Ralf? Consegui vender o tal pack de fotos daquelas meninas do jogo. O dinheiro foi enviado pra sua conta!

Guilherme envia o áudio e fica pensativo...

Guilherme: Eu preciso descobrir aonde o Ralf esconde a grana que ele recebe... Esse dinheiro não fica muito tempo na conta... Eu preciso descobrir!

Suspense. Close em Guilherme.

Cena 3/ Apartamento de Talita e Lisa/ Sala/ Dia

Sarah entra em casa transtornada, chorando e com a roupa meio relaxada.

Sarah: (chorando desesperada) Ele vai querer se vingar de mim! E agora? Minha vida vai ser um inferno!

Sarah se encosta na porta e vai descendo até chegar no chão, com a mão na face, chorando muito.

Sarah: A minha mãe tinha razão... Esse homem é um demônio! Ele é um... Estuprador...

Cena 4/ Casa de Ralf/ Sala/ Dia

Ralf vai se despertando no chão... Ele tenta se levantar, mas cai. Ele passa a mão atrás da cabeça e percebe sangue.

Ralf: (com a mão na cabeça) Eu vou te pegar Sarah! De mim cê não escapa!

Cena 5/ Parque Municipal/ ext/ Dia

Ian e Rafael caminham pelo parque, conversando e tomando e um sorvete.

Ian: Você não é daqui de Belo Horizonte, né?

Rafael: Não... Eu sou do Rio! Meu pai foi transferido pra uma empresa daqui e teve que vir a família toda.

Ian: Ah! Acho que você vai gostar daqui... É bem legal!

Rafael: Realmente... E tem pessoas legais! Assim como você, a Giovanna...

Ian: Principalmente eu não é? (Risos)

Rafael: É! (Risos)

Os dois se sentam um banquinho do parque.

Ian: Rafael... Eu queria te fazer uma pergunta... Meio indiscreta!

Rafael: Pode fazer! Eu não tenho segredos!

Ian cria coragem e pergunta:

Ian: Você fica com garotos?

No close de Rafael,

Cena 6/ Galpão/ Dia.

Lugar grande e vazio, um pouco empoeirado. Vanessa, acompanhada de uma corretora de imóveis, anda por lá, olhando cada canto do local, borbulhando de ideias.

Vanessa: Tô encantada! Esse espaço aqui é ideal pra se construir uma casa noturna! (Aponta pra um canto) Ali pode colocar o balcão do bar, ali um palco...

Corretora: Realmente!

Vanessa: E quanto é o aluguel?

Corretora: Posso tentar pra você de 2500. 

Vanessa: 2300 não rola? É um espaço em um bairro mais distante...

Corretora: Posso tentar ver com o proprietário... Você só me dá uma licencinha pra eu fazer uma ligação?

Vanessa: Claro!

A Corretora se afasta e Vanessa torna a admirar o espaço ao redor. Do ponto de vista de uma janela, Vanessa é observada por alguém... Não vemos de quem se trata. Tensão.

Abertura:


Cena 7/ Parque Municipal/ ext/ Dia

Continuação da cena 5: Ian e Rafael. 

Rafael: O que você acha?

Ian: Se eu achasse... Não teria nem perguntado... (risos)

Rafael: A resposta... É sim! Eu fico com garotos sim!

Ian abre um sorriso.

Ian: Eu sabia!

Música: Downtown - Anitta (até o fim da próxima cena)

Rafael: E você vai ficar perdendo tempo? (Coloca a mão na coxa de Ian e fala bem no ouvido dele) Ou vai partir logo pro ataque?

Rafael morde a orelha de Ian, que fica arrepiado e vira os olhos...

Ian: Vamos ali atrás então!

Ian e Rafael se levantam de mãos dadas e vão até  atrás de um muro.

Cena 8/ Parque Municipal/ Atrás de um muro/ Dia

Ian e Rafael se olham, se acariciam e iniciam um beijo intenso, com muita pegada e química. Tempo.

Cena 9/ AP de Bianca/ Sala/ Dia

Bianca (com alguns curativos no rosto) falando ao celular. 

Bianca: Fechado Guilherme! Espero você entrar em contato.

Ela encerra a ligação. A campainha toca e ela vai atender a porta. É Pérola.

Pérola: E aí?

Bianca: Acabei de fazer uma encomenda.

Pérola entra e Bianca fecha a porta.

Pérola: Encomenda? De quê?

Bianca: Acabei de encomendar um revólver, querida! Eu decidi! Eu vou acabar com a vida da vagabunda da Ellora! Ela mexeu com meu ego, com a minha autoestima, ela me desafiou! Eu não tenho mais nada a perder!

Pérola: Bianca isso eu não posso permitir! Você ficou maluca? Quer se afundar ainda mais?

Bianca: Tudo bem... Se você não quiser participar desse plano, eu vou entender!

Pérola: É claro que eu não vou participar e também nem posso permitir que você atente contra a vida de uma possoa!

Bianca: Já vi que fiz mal em ter te contado!

Pérola: Você enloqueceu de vez! Entende que isso aí não vai te levar a lugar nenhum! Se você quiser insistir com essa ideia idiota de matar a Ellora, vai ter que passar por cima de mim! E se mesmo assim, você conseguir passar, eu te denuncio!

Bianca: Você não seria capaz!

Pérola: Experimenta!

Bianca encara Pérola, chocada.

Cena 10/ Casa de Ralf/ sala/ Dia

Ralf com a cabeça enfaixada, sentado no sofá. Batidas na porta. Ralf se levanta com dificuldade a abre. É Guilherme.

Guilherme: Quê que aconteceu mermão?

Ralf: Aquela... Aquela putinha da Sarah! Eu fui testar a garota e ela conseguiu escapar! De brinde levei uma garafada na cabeça!

Guilherme não segura o riso. Ralf se irrita e lhe dá uma bofetada.

Guilherme: Quê isso? Não precisava também!

Ralf: Nem vem tirar uma com a minha cara! Mas fala aí? Quê que cê quer?

Guilherme: Encomenda de arma! Uma madame encomendou aquela 38, vai dar 1500.

Ralf: De boa, pego lá no porão e é o mesmo esquema. Deixo na caixa lá na porta dos fundos e ela deixa o dinheiro na caixinha do correio.

Guilherme: Fechou!

Ralf: Você fica por conta disso, hoje à noite eu tenho que resolver essa pendência com a Sarah... Menina atrevida... Vai ser ainda mais interessante de pegar... (gargalha)

Ralf e Guilherme riem alto.

Cena 11/ AP de Talita/  Quarto de Sarah/ Dia.

Quarto escuro. Sarah deitada, embrulhada, enquanto chora amargamente, traumatizada... Tempo.

Cena 12/ Casa de Carla e Vanessa/ Sala/ Dia

Vanessa entra em casa sorridente. Carla sai da cozinha e vai falar com ela.

Carla: Aonde você estava?

Vanessa: Tenho uma noticia pra você!

Carla: Ué fala!

Vanessa: (feliz) Em breve eu vou ser uma empreendedora!

Carla: O imóvel da casa noturna deu certo?

Vanessa: Uhum... Eu tenho aqueles 20 mil guardados, mas a Ana ainda vai me ajudar me arrumando um emprego no consultório dela... Eu vou elevar muito o nosso nível de vida mãe... Pode apostar!

Carla: (emocionada) Ôh filha... E não é que você tomou jeito mesmo?

As duas riem, felizes. Carla comemora e abraça a filha... Tempo.

[[ Anoitece em Belo Horizonte ao som da música Havana - Camila Cabello ]]


Cena 13/ Apartamento de Bianca/ Sala/ Noite.

Bianca e Pérola discutindo feio.

Bianca: Dá licença da minha frente! Eu tenho que passar!

Pérola: Você não vai sair daqui!

Bianca: O homem já está me esperando na casa! Eu não posso dar pra trás! Eu prometo que não faço nada contra a Ellora, mas eu preciso ir!

Pérola: Não confio em você!

Bianca tenta chegar até a porta, mas Pérola a impede. As duas chegam a quase entrar em luta corporal. Neste momento, Koka abre a porta e entra carregando uma ecobag pesadíssima. Ela se espanta com a briga.

Koka: O QUE É ISSO?

Bianca e Pérola se soltam na hora.

Pérola: Koka não deixa a sua irmã sair por essa porta!

Koka: Mas por quê?

Pérola olha pra Bianca.

Pérola: Eu vou falar! Koka, a sua irmã entrou em contato com um traficante pra comprar uma arma! Ela tá disposta a matar a tal Ellora!

Koka: (chocada) É verdade isso Bianca?

Bianca: Claro que não/

Pérola: (corta) Claro que sim! Só você pode dar um jeito nessa maluca. Pra mim já deu!

Pérola segue a porta e sai do apartamento, pisando fundo. 

Koka: (em choque) Bianca... Que ideia é essa?

Bianca: Você não vai acreditar nela, né?

Koka: A gente precisa ter uma conversa! (Aponta para o sofá)

As duas irmãs se sentam. Koka sempre dura. Closes alternados.

Cena 14/ AP de Talita e Lisa/ Sala/ Noite.

Talita e Lisa entram em casa e deixam as bolsas na mesa.

Talita: Nossa, esse plantão de hoje foi pesado né?

Lisa: Nem fala... Foi o cão!

Talita deita no sofá e liga a TV.

Lisa: Vou lá ver a Sarah!

Lisa segue até o quarto de Sarah.

Cena 15/ Ap de Talita e Lisa/ Quarto de Sarah/ Noite

Sarah, embrulhada até a cabeça, chorosa. Lisa abre a porta e entra de fininho.

Lisa: Sarah? Tá dormindo?

Lisa escuta um choro baixinho e vai tirar a coberta da cabeça de Sarah.

Lisa: (preocupada) Sarah? O que tá acontecendo?

Lisa vai até a filha e ajoelha na altura da cama.

Sarah: Nada não...

Lisa: Fala filha, por favor! Ninguém chora atoa.

Sarah: Mas eu choro!

Lisa: Confia em mim Sarah! Eu sou sua mãe, não conto nada pra ninguém. (T) É sobre... Aquele seu namorado?

Sarah: (chorando e gaguejando) Mãe, e-ele...

Lisa: (nervosa) O quê que ele te fez filha?

Sarah: (desiste) Nada! Ele não me fez nada! Eu é que sou uma chorona mesmo!

Lisa: Eu tenho certeza que ele te fez alguma coisa! Se abre comigo filha! 

Sarah: Não foi nada! Confia!

Lisa: Vou respeitar o seu tempo... Mas amanhã você vai me contar! Boa noite meu amor!

Lisa abraça a filha, beija-a na cabeça e sai do quarto...

Cena 16/ AP de Talita e Lisa/ Sala/ Dia.

Lisa e Talita conversando no sofá:

Talita: Mas ela tava chorando?

Lisa: É! Alguma coisa esse marmanjo crápula fez com a minha filha... Eu tô com um pressentimento terrível!

Talita: Calma amor! Não vamos pensar o pior!

Instrumental: (até o fim do capítulo)

[[ ALGUMAS HORAS DEPOIS... ]]

Cena 17/ Rua/ Frente ao Prédio de Talita/ Madrugada.

Foco no carro de Ralf estacionado ali em frente. Ele desce e vai até a porta do prédio. Ele tira uma chave de fenda do bolso e começa a forçar a fechadura.

Cena 18/ Prédio de Talita/ Escadaria/ Madrugada

Ralf sobe as escadas, para no andar de Talita e vai até a porta do apartamento. Ele tira um grampo do bolso e enfia na fechadura.

Cena 19/ AP de Talita/ quarto de Sarah/ Madrugada.

Sarah dormindo... Ralf abre a porta levemente e vai até ela, pé ante pé, segurando um pano. Num rompante, ele coloca o pano no nariz de Sarah, ela acorda, se debate, mas é inútil e ela desmaia. Ralf carrega a garota e a leva para fora do cômodo...

Cena 20/ Rua/ Madrugada

O carro de Ralf segue a rua, cantando pneu... Muito suspense.

Cena 21/ Ap de Talita e Lisa/ Quarto do Casal/ Noite.

Lisa e Talita dormem na cama. Um vento entra pela janela e balança os cabelos de Lisa, que acorda de repente, agoniada.

Lisa: Sarah!

Ela levanta e sai do quarto. Talita continua dormindo.

Cena 22/ Ap de Talita e Lisa/ Quarto de Sarah/ Madrugada.

Lisa abre a porta e tem uma surpresa: A cama está vazia!

Lisa: Sarah cadê você? 

Lisa sai do cômodo, atazanada.

Cena 23/ Ap de Talita e Lisa/ Sala/ Madrugada.

Lisa sai da cozinha, preocupada.

Lisa: Sarah, cadê você?

Ninguém responde. Lisa põe as mãos na cabeça e se ajoelha no chão, desesperada.

Lisa: (grita) SARAAAAAH!

(Congela em Lisa)

Encerramento com a música: Nosso quadro - Ana Castela


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.