Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Capítulo 1-SONHOS PERDIDOS

 

A câmera foca na Cidade de Fortaleza, mostrando a praia, a paisagem, os campos, as ruas e a cidade inteira, ao fundo a música Anunciação de Alceu Valença e foca em…    

                


Mansão Fidalgo/ Sala de Janta/ Int/ Mesa/Cena 1

Clóvis Fidalgo: (expressão séria)

-Ôh, Cíntia cadê Christian que ainda não desceu pro almoço, a comida vai esfriar.

Cintia Fidalgo: (Sentada/ comendo tranquilo/ expressão calma)

-Meu amor você não se lembra que hoje ele foi pra faculdade e em seguida vai pro estágio, nosso filho quer se tornar super Chef de Cozinha, ser bem renomado.

Clóvis Fidalgo: (Expressão séria/ coloca os talheres no prato/ leva o guardanapo aos lábios)

-Nem me lembrei, só que não gosto do caminho que ele tá tomando ele deveria ficar a frente das nossas empresas, logo agora que os negócios estão fluindo bem, estamos com lucros altíssimos e exportando bastante, e esse cabra pensando nas panelas.

Cintia Fidalgo: (Levanta/ segue até o esposo/ abraça por traz/ sorrir)

-Mais amor é o sonho dele, temos que apoiar, e você sabe que ele não quer depender de nosso dinheiro, ele quer abrir o próprio restaurante de luxo. Agora vamos, temos que ir à fábrica hoje, lembra? Resolver a situação da próxima exportação.

 ( A música continua e a câmera mostra o parque com um chafariz enorme e em seguida fica na Faculdade)


UNIFOR/ INT/ RECEPÇÃO/ CENA 2

Recepcionista:(No computador/ contente)

-E aí Christian? Começa seu estágio hoje?

Christian Fidalgo: (Em pé/ com o celular em mãos/ distraído)

-Sim, e tô bastante nervoso, esse é meu último ano aqui e quero dar meu melhor e deixar meus pais orgulhosos.

Recepcionista: (Entrega uma folha/ sorrir)

-Fico feliz com seu progresso e boa sorte lá no restaurante.

Christian Fidalgo: (Sorri/ pega o papel/ sai)

-Valeu e obrigado!

SÃO PAULO/ MANSÃO LINDÓIA/ EXT/ TARDE/ CENA 3

Lindalva:( Seguindo  até a piscina/ tranquila/ calma)

-Sr. Gustavo aqui está seu lanche, é  só frutas, e um suco como me pediu.

Gustavo: ( Sério/ arrogante/ deitado na cadeira de sol/ de sunga)

-Olha aqui, olha bem aqui sua insolente, eu avisei que não colocasse pitaya eu detesto, leva isso daqui de volta imprestável e me traga só um suco detox sem açúcar e com duas gotas de adoçante 

Lindalva: ( Semblante triste/ cabeça erguida/ pega a taça)

-Sim Sr. Como quiser

COZINHA/ INT/ PIA/ CENA 4:

Celeste: ( Pia/ lavando louça/ vira para trás)

-Pela sua cara foi aquele ambulante né que te tratou mal?

Lindalva: (Vai a geladeira/ segue até a mesa)

-Sim, nossa, se não fosse pra realizar um sonho eu jamais trabalharia nesta casa de gente louca…o patrão só vive no escritório, a esposa só quer tá no salão e esse Gustavo só de malhar e ficar saradão que nojo disso.

Celeste: ( Parada/ encruza os braços)

-Não é fácil, mas tem que aguentar, é só não ligar amiga, eles fazem tudo isso e  mais nada, se acostuma.

Lindalva: ( Termina de colocar o suco na bandeja/ parada/ pensa)

-Celeste me responde uma coisa, minha mãe me contou uma história a muito tempo que eles tiveram uma filha e parece que foi sequestrada ou dada para adoção, você sabe dessa história?

ESCRITÓRIO DE SEGUROS/ INT/ TARDE/RECEPÇÃO/ CENA 5:

Rosélia: (Teclando/ Sentada/ Tranquila/)

-Sr. Tô só terminando aqui e jaja terei que sair pois hoje tenho prova na faculdade e extremamente importante e vai ser sobre direitos trabalhistas.

Salustiano:( Na mesa, carimbando uns papéis, se vira)

-Que bom Rosélia, fico feliz que já esteja quase concluído seu curso, o que será de mim e desse escritório quando você já tiver o seu.

Rosélia: (Sorri/ desliga o computador/ em seguida sai)

-Não seja dramático, Sr. no momento certo as coisas acontecem não se preocupe.

MANSÃO LINDÓIA -SP/ INT/ COZINHA/CENA 6 :             

Lindalva: (preparando o suco/ cansada/ em pé frente ao balcão)

-Nossa! Hoje estou exausta, cansada, se aquele palhaço não tivesse feito eu andar tanto…e celeste sobre aquele assunto pouco tempo atrás que lhe falei, você não respondeu, você conhece essa história?

Celeste:( Colocando salada na travessa/ espanta/ desconfia)

-Que assunto amiga? Aquele do Sr. Lindóia?

Lindalva:( Para/ pegar os talheres)

-Sim, Celeste, não lembra?

Celeste: ( tenta desconversar/ coloca o risoto na travessa/ vai até a pia lavá-los)

-Amiga acho melhor a gente terminar o serviço senão aquela metida da dona Jerusa bate aqui em cima e dar aquele show de ignorância 

Lindalva: (Estranha/ Enxugando a prataria)

-ô Celeste porque você não responde já vem com outro assunto no meio e desconversa, agora vou a adega e pegar o vinho, mas depois quero que me conte, já que fica mudando de assunto, na certa sabe de alguma coisa.

RESTAURANTE QUE DELÍCIA/INT/ COZINHA/ CENA 7:

Christian Fidalgo: ( Entrando/ pegando o avental/ conhecendo o lugar)

-Oi Sou estagiário e vim começar hoje e me falaram que teria que procurar você

Carmem: (Séria/ Caminha até a mesa)

-Já sei de quem se trata, mais para estagiário você tem que preencher esses formulários e só então depois conversamos, entendeu? 

Christian:(Meio desapontado/ disfarça/ senta)

-Ok! Obrigado pela gentileza

Roseno: (Vai ao armário pegar umas panelas/ para e vê Christian escrevendo/ pensa)

-Meu Deus! Mais um que vai se dar mal nas mãos dessa chefe

-Boa sorte Rapaz, vai precisar

Christian: ( Para/ olha, estranha)

-Obrigado, mais porque? Estudo gastronomia e sei muitas coisas já

Roseno: ( Olha torto/ pega a panela e se vira)

-Aqui não é tão fácil quanto pensa, você por ser novato tá cheio de esperança, vai com calma

Christian: (Volta a escrever/ sentado)

-Pior que limpar o chão tenho certeza que não, mas tô com fé que tudo vai dar certo.

MANSÃO LINDÓIA/ SALA/ INT/ CENA 8:

Osvaldo: ( Chegando/ estranha/ tranquilo/ puxa a cadeira/ senta)

-Você sabe onde está o resto do povo dessa casa Lindalva?

Lindalva: ( terminando de pôr a mesa/ tranquila)

-O Sr. Gustavo saiu, e a Sra. Jerusa não chegou ainda, deseja mais alguma coisa?

Osvaldo: ( levanta/ sério/ segue até a sala em seguida )

-Não, então cancele o jantar, pelo visto ninguém mais leva a sério as refeições.

-Ah! Leve um chá pro meu gabinete daqui uns minutos, vou receber um amigo e se alguém perguntar por mim, diga que não posso atender.

Lindalva: ( Em pé/ calma)

-Sim Sr. é pra já, com licença!

MANSÃO LINDÓIA/ INT/ COZINHA/ CENA 9:

Lindalva: ( entrando na cozinha/ pensando alto)

-Celeste hoje deixaram o seu Osvaldo sozinho novamente, e pediu pra cancelar o jantar, e vai querer um chá no escritório dele juntamente com um amigo

Celeste: ( Batendo um bolo/ de costas)

-Nossa e o jantar estava tão delicioso, um risoto de camarão ao molho branco e um vinho, esse povo gosta de desperdício, e vou falar aqui Linda, essa dona Jerusa deve tá enfeitando a cabeça dele.

Lindalva: ( Espanta/ bate na madeira da mesa)

-Credo Celeste, um homem bom como o Sr. Osvaldo não merece isso.

Celeste: ( Sussurra baixo/ indignada)

-Merece, quem mandou matar a própria esposa e a filha pra ficar com essa vagabunda aí!

Lindalva : ( Colocando a comida na geladeira)

-Falou alguma coisa amiga?

Celeste: ( se assusta/ e vai até o fogão)

-Pensei alto sobre o que vou fazer amanhã pro café


           

           

RESTAURANTE QUE DELÍCIA/ INT/ COZINHA CENA 10:

Christian: ( Entrega o formulário/ contente)

-Terminei Dona Carmem, o que faço agora?

Carmem: ( olhar de desdém/ séria)

-Pronto! Agora você vai lá fora pegar a vassoura e um pano e arrumar tudo isso, antes que os clientes cheguem.

Christian: (Descontente/ estranha)

-Não sei se a senhora viu minha declaração, sou estudante de gastronomia e não um zelador, acho um absurdo o que você tá me pedindo.

Carmem: (Séria/ irritada/ Caminha até a porta)

-Então o filhinho de papai não quer limpar o chão?

-Se quer trabalhar em um restaurante dessa categoria vai ter que começar de baixo porque aqui quem manda sou eu

Christian: ( Nervoso/ Sério/ tira o avental)

-Se quer ser  tão mandona, vá você mesma fazer esse serviço, você acha que não conheço um tipinho como você? Que se acha bambambam só porque é a gerente, não é assim que funciona não, pega esse avental tô fora, coisa venenosa.

Carmem: ( Furiosa/ sai/ segue até o escritório)

-Que ódio desse garoto, ah! Mas não vai ficar assim não, irei mandar um relatório para faculdade desse indivíduo aí ele vai ver quem sou eu. ( Bate na mesa/ com ódio)

UNIFOR-FORTALEZA/ EXT/ FAXADA DA FACULDADE CENA 11: 

Rosélia: (  no telefone/  caminhando/ alguém passa e derruba seus livros)

-Está bem mãe, amanhã vou lá ver se consigo e mando pra você via correio, não se preocupe…(de repente alguém passa)

-Ei mal educado não olha pra onde anda não?

Rogério: (Se agacha/ pega os livros/ e rola um clima)

-Posso te ajudar?

-Essas pessoas fazem assim por aqui

Rosália: ( olhar apaixonado/ sorrir)

-Que lindo!

-Quer dizer obrigado, você é muito gentil

Rogério: (Olhar lindo/ sorri)

-Obrigado

-Você é nova por aqui? Nunca te vi, faz curso de que?

Rosalia:( Coloca o celular na bolsa)

-Me mudei faz pouco tempo e moro um pouco longe aí vim de ônibus, faço direito, quero ser promotora… e você?

Rogério: ( Sorri/ Caminha/conversando)

-Eu quero ser advogado criminalista, acho um máximo…

(Câmera corta o som e desfoca devagar)

MANSÃO LINDÓIA/ COZINHA/ NOITE/ CENA 12:

Celeste: ( Termina o chá e coloca no bule)

-Linda o chá está pronto agora só você  vai lá.

Lindalva: ( Pegando uns biscoitos/ no armário)

-Ok! Vou lá, espero que dessa vez ele coma.

MANSÃO LINDÓIA/ ESCRITÓRIO/ NOITE/ CENA 13: 

Osvaldo: ( Sentado/ tranquilo/)

-E aí Sandro, conseguiu alguma pista da minha filha?

Sandro: (Pega a pasta/ entrega uns envelopes)

-Infelizmente ainda não, mas essas fotos revelam que além de sua filha, sua verdadeira esposa também esteja viva..

 ( Osvaldo levanta/ assustado)

( A imagem congela, e um corte passa na tela)

      



Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.