Type Here to Get Search Results !

Marcadores

O PREÇO A SE PAGAR - CAPITULO 21

 




Cena 01/Prefeitura/Gabinete prefeito/Int/Dia

Rufino e Jofre continuam conversando. 


Rufino - Isso foi uma ameaça?

Jofre - Não, senhor. Só vim comunicar que vou contar tudo. Desde aquela noite, eu não tenho mais paz. 


Rufino levanta e se aproxima mais de Jofre. 


Rufino - Estar com a cabeça quente muitas vezes nos faz tomar atitude que nos arrependemos depois, Jofre. 

Jofre - Mas é algo que preciso fazer. 

Rufino - Tudo bem. Entendo. Mas aqui não é o lugar mais adequado pra termos essa conversa. (t) Vamos fazer o seguinte: vamos terminar essa conversa em outro lugar, onde podemos conversar direito, sem  corrermos o risco de sermos interrompido por alguém. O que você me responde?

Jofre - Nada que o senhor disser, vai me convencer a mudar de ideia. 

Rufino - Deixa eu pelo menos tentar! Agora vá pra casa, tira o dia de folga, esfria sua cabeça e mais tarde eu passo na sua casa pra conversarmos. 

Jofre - Sim, senhor!

Rufino - Ótimo! Tenho certeza que juntos vamos acabar chegando em um senso comum, pra conseguirmos resolver essa situação. 


Cena 02/Prefeitura/Recepção/Int/Dia

Zinha corre pra sua cadeira. Jofre saí do gabinete, cabisbaixo, preocupado. 


Zinha - Tá tudo bem, Jofre? Tá com uma cara...

Jofre - Não é da sua conta, sua fofoqueira. 

Zinha - (reage) Seu grosso! 


Jofre vai embora. 


Zinha - Queria ser uma mosquinha pra saber sobre o que eles conversaram... 


Cena 03/Prefeitura/Gabinete prefeito/Int/Dia

Rufino abre sua gaveta. Do seu falso fundo, retira de lá uma arma. Pega e coloca na mesa. 


Rufino - Preciso me livrar desse idiota, imbecil! (t) Arrumar um sujeito que faça serviço sujo bem feito hoje em dia, é como encontrar agulha no palheiro... Vai ser menos uma alma pecadora, imunda no 

mundo! 


Cena 04/Casa Moisés/Quarto Rebeca/Int/Dia

Rebeca está vestida de noiva, em frente ao espelho. Um vestido simples, mas muito bonito. Betânia do seu lado. 


Betânia - Você está linda, minha irmã. 

Rebeca - Me sinto tão estranha. 

Betânia - Essa sua carinha, não está combinando nada, nada, com esse vestido riquíssimo, cheio de detalhes que veio diretamente de Paris. 

Rebeca - Isso ficou por sua conta, Betânia. Eu disse que queria algo 

simples. 

Betânia - E olha que se dependesse de mim, teria muito mais detalhe, brilho, glamour.

Rebeca – Você sabe muito bem qual a minha situação. Como estou Encarando esse casamento. Estou olhando pro meu reflexo, mas Parece que não sou eu.

Betânia – Então por que você vai se casar, irmã? Larga tudo, pega o Pedro E foge pro mundo. Vá viver com o homem que você ama, que você Nunca esqueceu e que está mexendo tanto com você! 

Rebeca – E você acha que não tenho vontade disso? Mas aqui não é novela, Nem filme, é vida real. E na vida real nada é tão fácil assim! 

Betânia – Sei que você está sofrendo. Mas quem sabe você não seja feliz Com o Jeferson. Descubra essa felicidade ao lado desse homem que Tanto te ama. 

Rebeca – O homem da minha vida é o Pedro. Posso passar anos, séculos,Vidas e vidas, que ele sempre estará no meu coração, que foi Marcado a ferro por esse amor!


Rebeca abraça Betânia, que conforta a irmã. 


Betânia – (brinca) Casa de preto, pronto!

Rebeca – (rindo) Boba!

Betânia – Como a personagem da maravilhosa Christiane Torloni, naquele Remake da novela da Janete Clair. 

Rebeca – É como eu estaria me sentido: de luto! (t) Mas não posso fazer Isso com o Jeferson. 


Cena 05/Jandaia/Praia/Ext/Dia

Isabel vem caminhando pela praia, embalada pela música:


Música: “Pole Dance – Ana Carolina”


Isabel para, em frente ao mar. Tira sua roupa, fica de biquíni e entra na água. Momento Dela. 


Corta para Jeferson se aproximando do mar, com sua prancha. Ele vê Isabel e ela o vê. 


Isabel sai da água, como uma sereia, cheia de charme e se aproxima dele. 


Isabel – Não existe melhor maneira de começar o dia, do que ter uma visão deslumbrante como esse que estou tendo agora. 


Jeferson – Não começa, Isabel. Vou me casar daqui a alguns dias.


Isabel – Por isso acho que você merece uma festa. A conhecida despedida De solteiro. Não podemos quebrar essa tradição. 

Jeferson – A única mulher que me interessa nessa minha vida é a Rebeca. 

Isabel – Mas aquele dia lá no seu quarto, não foi isso que senti. 

Jeferson – Deleta aquela noite, Isabel. Não aconteceu nada e nem vai Acontecer! (t) Agora me dá licença, que vou começar meu dia no Mar...


Jeferson se ajeita e entrar no mar. Isabel fica lhe admirando. 


Isabel – Não vou te perder fácil assim não, Jeferson. Ah, não vou mesmo! 






Cena 06/Casa Turíbio/Banheiro/Int/Dia

Basileu está tomando banho. Momento.


Cena 07/Quarto Basileu/Int/Dia

Filipa entra no quarto, tentando não fazer nenhum barulho. Ela vê na cama a roupa que Basileu acabou de tirar. Pega a roupa e verificando que não apareceu ninguém, começa a Cheirar a roupa dele, sentindo um prazer enorme com isso. 


Música: “Erro Gostoso – Simone Mendes”


O celular de Basileu começa a tocar. Filipa se aproxima e pega. No visor aparece o nome De: TINA. Filipa escuta os passos do chinelo de Basileu se aproximando do quarto. Filipa Sem saber o que fazer, se esconde debaixo da cama. Basileu entra e atende o celular. 


Basileu – Oi, amor. Tava pensando em você agora, acredita?... Tô morrendo De saudades sua.... Quando você vem me ver?


Cena 08/Rio de Janeiro/Ext/Dia


Takes rápidos. Corta para:


Cena 09/Faculdade/Campus/Ext/Dia

Tina vem caminhando, segurando alguns livros, falando no celular. 


Tina – Esse final de semana, meu amor. Foi pra isso que te liguei. 


Intercalar com cena 07.


Basileu – Esse final de semana?


Tina – É! Não é maravilhoso? Assim vamos poder matar essa saudade Enorme que está batendo tão fundo na gente. 


Basileu – Que ótimo, Tina. Assim você vai conhecer e tenho certeza se Apaixonar por Jandaia. 


Tina – Queria te fazer surpresa, mas não aguentei de ansiedade. 


Basileu – Vou ficar contando os dias, as horas, pro final de semana chegar Rápido. 


Corta para Filipa, debaixo da cama. 


Filipa – Ela vem então! Vai ser a primeira e última vez!


Basileu – Beijos, minha gata, mais gostoso do mundo! 


Basileu desliga. Ele levanta e deixa sua toalha cair no chão. Filipa olha, doida pra tirar a Cabeça debaixo da cama e ver não apenas os pés dele, mas como todo resto. 


Cena 10/Casa Moisés/Quarto Rebeca/Int/Dia

Rebeca, ainda vestida de noiva, acaba de colocar uma música pra tocar no seu display:


Música: “Run to you – Whitney Houston. “


Rebeca caminha até o espelho e fica olhando, como se não tivesse acreditando no que Está vendo. 


Insert da cena: Pedro, que dá o seu terço pra Rebeca. Pedro beija o terço, pega a mão de Rebeca, coloca na sua palma e fecha. 


Pedro – Não pede e me pergunta mais nada. 


Fim do insert.


Rebeca fica muito mexida e não consegue controlar o choro. 


Rebeca – Eu te amo, Pedro!


Isabel, que acaba de aparecer na porta entreaberta, fala:


Isabel – Sempre soube disso!


Rebeca se assusta e não gosta da visita. 


Rebeca – O que você está fazendo aqui? Minha casa virou alguma zona por acaso?


Isabel entra, observando o vestido de Rebeca. 


Isabel – É muito lindo, sabia? Pena que você não vai usá-lo. 

Rebeca – Do que você está falando, sua louca?

Isabel – Depois do que eu tenho pra te contar, você não vai querer mais Usar esse vestido. E eu, como não gosto de desperdiçar nada, não Me farei de rogada em aceita-lo, pois acho que ele combina muito Mais comigo, que tenho mais charme, mais graça, do que você, que É tão insossa, sem graça, sem brilho!

Rebeca – Falo logo o que você tem pra dizer e dá o fora, antes que eu sente a mão na sua cara. E eu não posso me rebaixar ao seu nível. 

Isabel – Mas é de mulheres do meu nível que o Jeferson gosta. 

Rebeca – (sem entender) Como é?

Isabel – Vou ser mais clara, querida: eu e o Jeferson transamos, passamos A noite inteirinha juntos!


Rebeca reage ao que escuta. 


Desse momento, corta para:


FIM DO CAPÍTULO 21







Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.