Type Here to Get Search Results !

Marcadores

O PREÇO A SE PAGAR - CAPITULO 42

 



CENA 01/CASA RUFINO/QUARTO DELE/INT/DIA

RUFINO ESTÁ DEITADO. A PORTA ABRE LENTAMENTE. CAM DETALHA OS 

SAPATOS SIMPLES DE UMA MULHER. RUFINO ACORDA.


RUFINO Quem tá aí?


RUFINO SENTA NA CAMA. IMPORTANTE DEIXAR CLARO QUE A PARTIR DE 

AGORA RUFINO ESTÁ SEM OS MOVIMENTOS DAS PERNAS E 

ENXERGANDO APENAS VULTOS, JÁ QUE AINDA NÃO RECUPEROU SUA 

VISAO POR COMPLETO. 


RUFINO É você, Pedro? 


UM VENTO ENTRA PELA JANELA. RUFINO SENTE UM PERFUME FAMILIAR. 

CAM REVELA QUE A MULHER MISTERIOSA É EVA. 


RUFINO O que você quer, Eva? Reconheceria seu cheiro até em meio a um 

monte de estrume. 


EVA REVELA QUE ESTÁ SEGURANDO UMA FACA. 


EVA Vou te mandar pro quinto dos infernos, onde é seu lugar Rufino!


EVA SOBE EM CIMA DA CAMA E SE PREPARA PARA GOLPEA-LO. 


FIM DO SONHO. 


RUFINO ACORDA DE ROMPANTE, GRITANDO, ASSUSTADO. 


RUFINO Nãoooo!


CENA 02/JANDAIA/PASSAGEM DE TEMPO

LEGENDA: DIAS DEPOIS...


CENA 03/JANDAIA/PRAÇA/EXT/DIA

LICURGO VEM CORRENDO EM DIREÇÃO A IGREJA. 


CENA 04/IGREJA/Confessionário/INT/DIA

PEDRO ENTRA NO Confessionário E SENTA. LICURGO DO OUTRO LADO, DE MÃOS POSTAS. 


LICURGO Perdão, padre. Eu pequei! 

PEDRO Abra seu coração, Licurgo. Quem está aqui é Deus, te ouvindo e 

pronto pra te perdoar, seja qual for o pecado que cometeu. 

LICURGO É algo muito, muito, muito, ruim que eu fiz. Acho que nem Deus 

vai querer me perdoar. 

PEDRO Sente-se pronto pra contar o que fez?

LICURGO Sim. Eu preciso contar o que eu fiz, antes que seja tarde demais. 

PEDRO E o que você fez?


LICURGO RESPIRA FUNDO, SE PREPARA. 


LICURGO Eu matei padre Januário!


PEDRO REAGE AO QUE ESCUTA. 


CENA 05/IGREJA/SACRISTIA/INT/DIA

PEDRO E LICURGO.


LICURGO O senhor tá bravo comigo?


PEDRO COLOCA A MÃO NO OMBRO DE LICURGO CARINHOSAMENTE. 


PEDRO Não, Licurgo. Só estou querendo entender. O que você me disse 

me deixou confuso. Até onde sei, padre Januário morreu de 

infarto. 

LICURGO Mas fui eu quem o matei!

PEDRO Por que está dizendo isso? Me conta o que realmente você fez. 

LICURGO Eu vou contar tudo. Tudinho! Padre Januário vai poder me salvar 

da crucificação se eu contar o que fiz... 

PEDRO (ESTRANHA) Crucificação?


CENA 06/CASA MOISÉS/QUARTO REBECA/INT/DIA

REBECA ESTÁ VESTIDA DE NOIVA, NA FRENTE DO ESPELHO. MARY E 

BETÂNIA. 


MARY Você está linda, Rebeca!

BETÂNIA Linda, mas infeliz! Você não o ama, minha irmã.

REBECA Isso agora não importa mais. Meu casamento é amanhã. 

MARY Mas ainda dá tempo de desistir. 

REBECA Não vou fazer isso. (T) Quem eu amo é um fraco. Não vou mais 

lutar por esse amor. O Jeferson me ama e vou aprender a amá-lo. 

MARY Que coragem, minha amiga. Não sei se aguentaria enfrentar tudo 

isso como você está fazendo. 

REBECA Meu coração tá ficando calejado, Mary. Quem já sofreu muito, 

um sofrimento a mais e outro a menos, não é nada! 

BETÂNIA É irmã, acho que estamos fadadas a infelicidade!

MARY Credo, Betânia. Vira essa boca pra lá. Todo mundo nasceu pra ser 

feliz. Como a frase de um pensador, com nome difícil, que não sei 

falar direito: “não busque a felicidade fora, mas sim dentro de 

você, caso contrário nunca a encontrará” 

REBECA Se fosse fácil assim...

MARY A vida é fácil. Viver que é complicado.

BETÂNIA E amar mais complicado ainda. 


RISOS. INSTANTE. 


REBECA Penso em escrever um livro. Essa idéia vem amadurecendo na 

minha cabeça. 


MARY Sobre o quê?

REBECA Um romance impossível como meu.

BETÂNIA E nesse romance o final como seria?

REBECA Não sei ainda. Mas acho que passando pro papel o que sinto, 

meus sentimentos mais profundo e verdadeiro, vai amezinhar um 

pouco meu sofrimento, minhas angustias, frustrações, de ver meus 

planos, sonhos, não se concretizando com o homem que sempre 

sonhei pra minha vida. Que ao invés de se casar comigo, casou-se 

com Deus! 


REBECA FICA UM POUCO TONTA. 


MARY Que foi, Rebeca?

BETÂNIA Você está bem, irmã? 


REBECA NÃO TEM TEMPO DE RESPONDER. SENTE UM FORTE ENJOO E 

CORRE PRO BANHEIRO. MARY E BETÂNIA SE OLHAM.


CENA 07/IGREJA/SACRISTIA/INT/DIA

PEDRO LEVANTA, EM CHOQUE COM O QUE ACABOU DE ESCUTAR. 

LICURGO PEDE UM POUCO DE ÁGUA. 


PEDRO Foi meu pai então quem te deu o veneno?

LICURGO  Seu Rufino disse que era muito 

poderoso... 

PEDRO Por que meu pai queria ver padre Januário morto?

LICURGO Ele disse que padre Januário estava muito diferente, que estava 

fazendo coisas que estavam desagradando a Deus. Coisas essas 

que eu não via, por estar sempre muito próximo a ele. Mas que 

estavam deixando Deus muito triste. 

PEDRO E foi isso que te convenceu e fazer o que fez?

LICURGO Seu pai é um homem bom, padre Pedro. Ele não mente, não 

engana, sempre ajuda todo mundo. 


Pedro, desesperado, leva a mão a cabeça.


PEDRO (grita) Você matou um homem bom, Licurgo. Um santo, como todo mundo

conhecia padre Januário. 

LICURGO (chorando) Você não sabe como foi difícil e doloroso pra mim fazer o que 

fiz. Não saí da minha cabeça...



PEDRO SENTA NA CADEIRA


PEDRO (PRA SI) Que horror, meu Deus! Meu pai mandou matar padre 

Januário! (T) O que ele queria com isso? Por que ele fez isso? 

LICURGO Você acha que seu pai mentiu pra mim? Que ele me enganou, me 

usou, pra matar padre Januário, sem ter nenhum motivo?

PEDRO Motivo ele tinha pra fazer isso, Licurgo. Só não sei qual...

LICURGO O que vai acontecer comigo agora? 

PEDRO Vou conversar com o delegado, Licurgo. O que você fez é sério. 

Mas vamos dar um jeito, tá bom. O importante é que você contou 

o que fez e está arrependido. 

LICURGO Muito arrependido. Queria tanto padre Januário de volta... 


LICURGO SAÍ CORRENDO, CHORANDO. PEDRO FICA PENSATIVO, 

REFLEXIVO. MOMENTO


CENA 08/FLORESTA/RIO/EXT/DIA

EVA ESTÁ LAVANDO ALGUMAS ROUPAS NO RIO. MOMENTO. PV DE 

ALGUEM LHE OBSERVANDO. EVA SENTE QUE ESTÁ SENDO OBSERVA E 

OLHA PRA TRÁS. 


EVA Quem tá aí? 


EVA OBSERVA ATENTAMENTE QUALQUER MOVIMENTO. UM BANDO DE 

PÁSSAROS SAÍ DA FLORESTA, LHE ASSUSTANDO. EVA JUNTA AS ROUPAS 

E VAI EMBORA. CAM REVELA QUE É GUTO QUEM OBSERVA EVA. 


GUTO Lhe achei!


CENA 09/IGREJA/FRENTE/EXT/DIA

PEDRO SAÍ DA IGREJA E É SURPREENDIDO POR GORETE. 


GORETE Pedro! Estava justamente indo falar com você. 

PEDRO É importante? Tenho um assunto de extrema gravidade pra tratar. 

GORETE É rápido. Não vou tomar seu tempo. 


GORETE RETIRA DA BOLSA UM PAPEL, DOBRADO E LHE ENTREGA. 


GORETE Leia com atenção Pedro e não faça pergunta. Só faça o que está 

escrito aí e você conhecerá a verdadeira verdade! 


GORETE VAI EMBORA. PEDRO FICA CONFUSO. ELE ABRE O PAPEL E LÊ:


PEDRO Me encontre ao anoitecer na pedra azul e você vai me conhecer, 

meu filho! 


PEDRO OLHA PRA DIREÇÃO QUE GORETE SEGUIU, MAS NÃO A VÊ MAIS. 


PEDRO Mãe? É você? 


CENA 10/CASA RUFINO/SALA/INT/DIA

RUFINO NA CADEIRA DE RODAS. GUTO PERTO DELE. 


RUFINO Então, alguma notícia daquela pecadora? 

GUTO Eu a encontrei. Está vivendo na floresta, na cabana de uma velha 

bruxa.

RUFINO Gorete! (PRA SI) Então foi ela quem me atingiu na cabeça... 

desgraçada! 

GUTO E agora o que eu faço?

RUFINO Sabe o que faziam antigamente com bruxas e pecadoras, Guto? 

Eram queimadas vivas em praça pública e suas almas condenas ao 

inferno. E vai ser isso que você vai fazer: queimem-nas. Bote fogo na tapera em que estão vivendo e deixem as duas arderem até torrarem, como falam. Vivarem pó! 


GUTO Pode deixar que vou dar um jeito nelas. 

RUFINO Hoje à noite. Dê um jeito nelas hoje, sem deixar nenhum rastro. 


PEDRO ENTRA. 


PEDRO (irritado) Pai, precisamos conversar. 

RUFINO Pode ir, Guto. 


GUTO SAÍ. 


RUFINO Pelo seu tom de voz alterado, percebo que alguma coisa 

aconteceu. 


PEDRO (grita) Aconteceu sim... eu descobri toda a verdade seu maldito, infeliz .

RUFINO Do que está falando, Pedro?


Pedro puxa a cadeira de rodas de Rufino para perto, fazendo com que seus rostos fiquem próximos.


PEDRO (grita) Sei que foi o senhor quem mandou que o Licurgo matasse padre 

Januário. O que eu quero saber é por que, pai? Por que o senhor 

fez uma atrocidade dessa com um homem bom, inocente? Foi por 

minha causa? O senhor fez isso pra que eu assumisse o lugar 

deixado por padre Januário, sendo o novo padre da cidade? 


DESSE MOMENTO, CORTA PARA:

FIM DO CAPÍTULO 42





Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.