Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Amar Não É Pecado - Estreia

 


Salvador,1996

Cena 01-(Casa de Rogério/Sala/Interno/Tarde)Trilha Sonora:(Netinho-Milla)

A câmera sobrevoa Salvador e mostra o movimento e a avenida paralela estavam movimentadas.E a praia estava cheia de pessoas e mostrava pessoas dançando e se divertindo no carnaval que estava acontecendo no Campo Grande enquanto isso na Pituba estava na casa de Rogério sua mulher a Leila estava na sala assistindo a transmissão do carnaval com sua mãe Iracy. Leila:Mãe,olha só que coisa ridícula! (Leila:Danielle Winits) Iracy:Que ridícula o que?O carnaval é a melhor festa do mundo e lembro que  pulavamos muito no Campo Grande. (Iracy:Susana Vieira) Leila:É isso que o povo fala que é cultura baiana? Pra mim isso é um bando de sem terra que trabalhar de segunda feira à sexta feira pegando ônibus lotado e com as axilas fedendo a peixe pobre na cara dos outros fedorentos, isso tudo para ganhar uma merreca de um salário mínimo. Povo sem futuro! Rogério entra na casa todo vestido de roupas carnavalescas Rogério(cantando):Requebra,Requebra Requebra assim! Pode falar, pode rir de mim Requebra, requebra, requebra assim Pode falar, pode rir de mim... (Rogério:Marcos Pasquim) Rogério:Cheguei! Leila:Não acredito que você ama essa festa? Rogério:Oh,amor é uma festa maravilhosa que você algum dia devia ir. Leila:Quer saber,acho que vou pro Rio de Janeiro que o de lá melhor. Iracy:Oh,meu genro deve saber que ela é assim mesmo,ela amava o carnaval do Rio e suas alegorias. Leila:Sabe qual é a melhor parte dessa partifaria toda? Iracy:Quando aparece O Olodum tocando? Leila:A melhor parte é quando a festa acaba e os pobres voltam a sua vida miserável de antes. Rogério:Deixa pra lá e cadê meu Samuel? Leila:Ele está dormindo e olha,foi difícil fazer ele dormir por que não levou ele pra folia? Rogério:É difícil não é,ele só tem 6 anos e não aguentaria o som alto e a Polícia batendo no povo pra não virar uma guerra. Samuel sai correndo do quarto e abraça o pai Samuel:Pai! Rogério:Oh,meu filhão você tinha que ver a folia estava muito legal. Samuel:Eu queria ir,mas minha mãe falou que é um lugar horrível. Rogério:E que sua mãe estar preocupada com você porque tem brigas que você pode se machucar. Samuel:Tudo bem,então eu vou pro quarto assistir uns desenhos. Rogério:Vai lá que eu to indo! Samuel sai correndo pro quarto dele e Iracy se levanta. Iracy:Vou pra cozinha beber um pouco de cerveja vai me acompanhar,genro? Rogério:Acompanho sim,quer ir meu amor? Leila:Sim,mas só se for chope. Rogério:Tem sim que comprei! Leila e Rogério sairam da sala. Corte para a Cena 02-(Casa de Mariângela/Sala/Interno/Tarde) As ruas da Pituba estavam movimentadas e tinha ônibus parando nos pontos e o ônibus com destino Mussurunga chegou no bairro que estava movimentado com pessoas andando nas ruas e Mariângela estava esperando seu marido pra ir na folia e ela estava grávida e completando 9 meses do seu filho que se chamaria Lincoln. Mariângela:Amor,vamos logo pra não chegar atrasado lá no centro. (Mariângela:Taís Araújo) Beto:Estou indo agora. (Beto:Lázaro Ramos) Beto vai na sala. Mariângela:É,vamos logo levar nosso filho pra conhecer o carnaval. Beto começa a acariciar a barriga dela e beija. Beto:Espero que quando você nascer,curta muito o carnaval como nós. Mariângela:Verdade,mas vamos se piqua pra não chegamos tarde,porque atrás do trio elétrico só vai quem já morreu! Beto:Oxe,tenho culpa que você está atrasada! Beto e Mariângela saíram da casa dele rindo. Corte para a Cena 03-(Casa de Rita/Sala/Interno/Tarde)Trilha Sonora:(Toquinho-Tarde em Itapoã) https://youtu.be/yKdL6LoDyN4

As ruas de Itapuã estavam movimentadas e a praia estava cheia de gente curtindo a praia e tinha trânsito na avenida principal do bairro e Rita estava lavando roupa ouvindo a rádio transmitindo a folia. Rita:Seria bom se pudesse ir no carnaval. (Rita:Adriana Esteves) Rita coloca as roupas no varal e Gabriel chega por trás sem camisa e pega ela e Rita se assusta. Rita:Que susto,o que é que você quer comigo? Gabriel:Quero que você seja minha,só minha! (Gabriel:Malvino Salvador) Rita:Eu só sua,e queira pedir alguma coisa? Gabriel:Pode pedir que quiser,minha rainha! Rita:Vamos pro carnaval? Gabriel:Não! Rita:Ah,amor nunca mais fomos pra folia vamos se divertir um pouco. Gabriel:Não quero ninguém olhando pra sua bunda não,so eu posso! Rita:Que tal você ir comigo? Gabriel:E o Júlio não vai? Rita:Se esqueceu que ele foi visitar sua tia no Rio só volta amanhã! Gabriel:Quer saber,também estou no tédio vamos logo. Rita:Ok,vou tomar banho. Rita vai pro banheiro e tira sua roupa e fica nua e começa a tomar banho e Gabriel tira sua roupa e entra no banheiro nu e mostrando sua bunda e ele entra no banho. Rita:Que susto! Gabriel:Queria te fazer uma supresa! Rita:Veio tomar banho comigo? Gabriel:Claro pra que estou nú com você agora. Gabriel começa a beijar Rita e os dois se beijam loucamente no banheiro e os dois sairam do banheiro e foram pro quarto nus e na cama continuaram se beijando. Gabriel:Como você é linda! Gabriel fica em cima dela e a câmera mostra os dois nus fazendo amor na cama e a camera se afasta do quarto. Corte para a Cena 04-(Circuito Dodo e Osmar/Externo/Tarde)Trilha Sonora:(Olodum-Requebra) https://youtu.be/aYnc5bPfUYo

As ruas de Salvador estavam movimentadas e no Campo Grande estava uma aglomeração de pessoas dançando o Olodum passando na Avenida e Mariângela e Beto estavam curtindo o trio passando. Beto:Que coisa linda é O Olodum! Mariângela:E ele deu um chute aqui dentro! Beto:Acho que ele gostou! Mariângela:Verdade,mas cadê mainha? Beto:Sei não,ela tem um jeito de maluca. Mariângela:Maluca vai ficar eu,se nosso filho resolve nascer aqui porque o médico falou que ia nascer ainda nesse mês de fevereiro. Edinalva chega por trás. Edinalva:Filha,te achei estava preocupada com você sumida! (Edinalva:Ju Colombo) Beto:Sumida?minha sogra,aonde cé estava? Edinalva:Eu cheguei mais cedo e fui atrás do trio do Olodum que estar muito bom. Beto:Estamos vendo e está ficando bonito. Edinalva:E como está meu netinho? Beto:Aguardando o momento pra sair no mundo. Edinalva:Ele vai ser uma pessoa que os orixás abençoe ele. Beto:Ele vai ser um menino bom que vai ser inteligente. Edinalva:Olha agora que estão tocando minha música favorita. Começaram a tocar a música Protesto do Olodum e os tambores começaram todos começam a cantar Cantor:Agora vamos cantar uma música que representa como nós somos e vamos protestar sobre o que acontece nesse país que ainda tem muito pra mudar. Todos:Força e Pudor,Liberdade ao Povo do Pelô,mãe que é mãe no parto sente dor Cantor:E o que? Todos(gritando e cantando):E lá vou eu! O tambores começaram a tocar muito alto e o povo começou a dançar e Beto estava dançando empolgado e Edinalva estava bebendo uma cerveja. Cantor:Força e Pudor,Liberdade ao povo do Pelô,Mãe que é mãe no parto sente dor! Mariângela começa a sentir contração em sua barriga que passa logo em seguida! Todos(cantando e gritando):E lá vou eu! Cantor:Declara a nação,Pelourinho contra a prostituição,Faz protesto manifestação e o que? Todos(cantando):E lá vou eu! A música continou tocando e Mariângela de novo sente a contração e a bolsa estoura e Edinalva e Beto foram correndo na direção dela. Edinalva:Filha,o que aconteceu? Mariângela:Estourou,vai nascer! Beto:Agora? Mariângela:Sim! Beto:E o pior que estamos no circuito e não tem como ir andando até o ponto pra ir na Maternidade. Beto vê um policial que estava passando e ele vê a situação e vem correndo. Policial:O que tá acontecendo? Edinalva:Ajude minha filha está entrando em momento de parto. Policial:Vamos levar vocês pro posto médico urgentemente pra dar os primeiros atendimentos. Mariângela:Ele está começando a sair. A guarnição da Polícia Militar leva ela que desmaia com o calor que estava fazendo. Edinalva:Minha filha,ela vai nascer bem. O cantor para a música quando ver o que tá acontecendo. Cantor:Por favor deixam a polícia militar passa que uma mulher grávida precisa urgentemente de atendimento. E o povo se afastou deixando Mariângela sendo segurada por seu marido e os policias levando ela na maca indo até o posto. Corte para a /Abertura/

 Cena 05-(Casa de Rogério/Quarto de Samuel/Interno/Tarde)Trilha Sonora:(Daniela Mercury-Canto da Cidade)

As ruas de Salvador estavam movimentadas e os ônibus passavam nas avenidas e as ruas da Pituba estavam movimentadas e Leila estava no quarto com Samuel assistindo desenho. Samuel:Mãe,cadê o meu pai? Leila:Ele está na sala conversando com sua vó. Samuel:Fala pra ele me levar pro carnaval? Leila:Meu filho,tem certeza que quer ir numa festa feia e horrorosa dessa? Samuel:Quero ver a folia e me diverti muito! Rogério entra no quarto dela. Samuel:Pai? Rogério:Oi,filho está fazendo o que? Samuel:Estava só conversando com minha mãe se eu podia ir pular carnaval com você? Rogério:Pode sim,mas só amanhã que seu pai estar todo quebrado e inclusive mais tarde sua vó vai pra Mussurunga visitar uma amiga que tal ir com ela? Samuel:Pode ser. Leila:Vai lá que ela deve tá chamando. Samuel se levanta e sai do quarto correndo. Rogério:Oh,meu docinho pra que meter medo no menino? Leila:Pra acorda ele pra vida,e não quero que ele fique junto com aqueles fedorentos. Rogério:Não precisa falar assim,sua mãe é baiana e nasceu pobre. Leila:Sim,mas eu sou gaúcha e amo minha terra. Rogério:Falando em carnaval meu primo vem pra Salvador que ele está querendo se mudar do Rio pra cá. Leila:Que primo? Rogério:O Fred lembra dele não? Leila:Ah,é ele não morava no Leblon junto com a mãe e a Camila? Rogério:Infelizmente a mãe dele faleceu de Tuberculose e a Camila morreu de Leucemia tem uns 3 anos. Leila:A Simone? Rogério:Sim,ela mesmo. Leila:Coitada,eu amava ela conversamos muito sobre tudo. Rogério:Ele vem de avião deve estar agora pegando o vôo pra cá. Corte para a Cena 06-(Aeroporto Santos Dumont/Saguão/Interno/Tarde)Trilha Sonora:(Gilberto Gil-Aquele Braço)

O Rio de Janeiro estava movimentados e tinha trânsito nas ruas e pessoas andando no centro da cidade e no aeroporto os aviões chegavam e partiam no aeroporto Santo Dumont e Fred estava sentado esperando o avião. Atenção,o voo 102 com destino a Manaus,última Chamada. Fred:Até agora nada do voo pra Salvador. (Fred:Vladimir Brichta) O celular dele começou a tocar e ele atende. Fred:Alô? Rogério:Primo,como está? Fred:Estou bem e ainda não chegou o voo pra Salvador. Rogério:Se preocupe não que deve chegar,e além disso como o aeroporto está em esquema especial por causa do Carnaval. Fred:Cadê Samuel que quando chegar ai vou dar uma abraço nele forte? Rogério:Ele está no quarto assistindo televisão e se preocupe não que ele sabe que você vem. Fred:Tudo bem,mas como vou chegar se o trânsito estive fechado na folia. Rogério:Vou te buscar no Aeroporto que tal? Fred:Pode ser,porque a cidade não tem um transporte público bom pra ir e vim. Rogério:Isso é verdade,mas soube que em 1997 vão apresentar um projeto pra fazer o metrô aqui. Fred:Espero que isso resolva o trânsito. Passageiros do voo 970 da TAM com destino a Salvador,embarquem no portão 3. Fred:Tenho que desligar agora que vou entrar no avião,tchau! Rogério:Tchau. Fred desligou o celular e pegou sua mala e começou a andar no saguão do aeroporto indo pro portão 3 e ele entrou no avião e o avião decolou do Rio de Janeiro. Corte para a /Intervalo/ Cena 07-(Maternidade/Interno/Tarde) As ruas de Salvador estavam movimentadas e na Maternidade Edinalva e Beto estavam na sala vendo o nascimento de Lincoln. Mariângela:Acho que vai sair agora. Médico:Agora vai com mais força. Mariângela faz mais força e a enfermeira começa a ver a cabeça do bebê. Enfermeira:Faz mais um pouco de força que estou vendo a cabeça dele. Edinalva:Vai filha está quase lá. Beto:Força,amor! Mariângela faz força e ela grita de dor e o bebê começa a chorar muito. Enfermeira:Nasceu! Beto e Edinalva ficam emocionados demais. Edinalva:Obrigada,Deus! Mariângela segurar o bebê que a enfermeira entrega. Beto:Ele é muito lindo e tem minha cara. Todos riram. Mariângela:Verdade,e já tenho o nome pra ele. Edinalva:Qual é? Mariângela:Lincoln. Edinalva:Que nenhum mal caia nele que os santos protegam ele. Beto e Mariângela se abraçam e se emocionam vendo o filho dele renascido. Edinalva:Filha,eu vou pra casa descansar um pouco que estou com as pernas doendo de andar indo pra cá. Mariângela:Pode ir minha mãe,que eu e Beto vamos cuidar do nosso Lincoln. Edinalva sai da sala onde estava Mariângela e Beto. Corte para a Cena 08-(Casa de Rogério/Sala/Interno/Tarde)Trilha Sonora:(Netinho-Milla)

As ruas da Pituba ainda estavam movimentadas e a praia estava cheia de banhistas tomando banho e ao lado na avenida estava cheias de pessoas curtindo o carnaval e o trio do Netinho estava passando na Barra cantando Milla e na casa de Rogério Iracy estava no quarto dela terminando de se arrumar pra sair e ela sai do banho toda já pronta e o telefone na sala toca e Samuel vai e atende. Samuel:Alô,quem é? Camélia:Alô,quero falar com Iracy,quem está no telefone? (Camélia:Arlete Salles) Samuel:E o Samuel. Camélia:Chame sua vó pra mim,diz que é a amiga do Alpha que está chamando ela. Samuel:Pera aí. Samuel(gritando):Vó! Iracy:Oi,Samuca. Samuel(gritando):Sua amiga do Alpha quer falar com você. Iracy ri Iracy(rindo):Ah,amiga do Alpha?deve ser a Camélia. Iracy sai do quarto e vai pra sala e pega o telefone. Iracy:Alô? Camélia:Tudo bem,Irá como vai? Iracy:Estou ótima e plena,como está o Felipe? Camélia:Ele está no colégio e ainda não chegou. Iracy:Tudo bem,e ai tem alguma novidade pra me contar daí do Alphaville. Camélia:Minha filha,tenho uma novidade que você acredita que o porteiro do condomínio ele me contou que estava no ônibus vindo pra Salvador e entrou um cara no ônibus que entrou pra fazer uma poesia e estava eu e Felipe sentado e então ele começou a recitar um poesia e então chegou uma hora que o porteiro que estava no ônibus quis sacanear o cara e fez isso. Flashback Inédito:(Ônibus/Interno/Noite) A avenida Paralela estava movimentada e tinha ônibus parando nos pontos e no ônibus estava o poeta recitando uma poesia e então o poeta olha pra Camélia e ela então se levanta. Poeta:Fui de Carro,voltei de avião você foi a mulher que quando passar me deixa louco de desmaiar. Todos riram e então o porteiro pega na mão dele Poeta:Qual é seu nome? Junior:Junior Poeta:Fui de trem e voltei de carro Junior interrompe ele. Poeta:Você é o otário que está segurando meu braço. Todos riram e o poeta ficou sério mas riu depois e todos aplaudiram ele e o poeta no ônibus. Junior:Obrigado. Fim do Flashback. Camélia:Gostou da história? Iracy rindo muito no telefone. Iracy:Acho que você devia lançar um livro,as histórias de Camélia que ia ser sucesso infelizmente vou ter que desligar.Preciso sair pra dar um passeio então tchau. Camélia:Tchau. Iracy desliga o telefone e continua rindo e ela pega sua bolsa e sai da casa rindo e Rogério chega na sala sem entender nada. Rogério:Porque ela estava rindo? Samuel:Ela estava conversando com um tal de Camélia Rogério começou a ri. Samuel:Por que está rindo? Rogério:Meu filho,as duas são amigas de infância e inclusive quando você era renascido você ficou com ela uma tarde quando fui pro tribunal resolve um caso com um cliente. Samuel:Eu não lembro dela,mas tudo bem! Samuel sai da sala e Rogério se senta na sala rindo e colocar um vhs pra assistir. Corte para a /Intervalo/ Cena 09-(Casa de Mariângela/Sala/Interno/Noite)Trilha Sonora:(Luiz Caldas-Tieta)

Anoiteceu em Salvador as ruas estavam movimentadas e os ônibus estavam cheios e os trens no subúrbio chegavam na Calçada cheios e em Mussurunga as ruas estavam movimentadas e a praça estava cheia de jovens comendo e bebendo em rodas de amigos e Edinalva estava em casa assistindo a novela. Edinalva:Já anoiteceu e nada de meu genro chega com ele. Beto entra em casa feliz. Edinalva:Que bom que chegou,estava já preocupada. Beto:Eu sai do hospital feliz por minha filha 3 ainda tirei uns fotos lá com sua filha e o nosso Lincoln,mandei pra empresa lá no Iguatemi pra relevar as fotos e deve vim em alguns dias. Edinalva:Estou ansiosa pra ver as fotos de minha filha com meu neto. Beto:Bom,eu vou pro banho que estou sujo da cabeça aos pés. Edinalva:Você veio como? Beto:De Ônibus,peguei o ônibus que ia pra cá e demorou quase 1h30 pra chegar aqui e peguei um engarrafamento na Bonocô e na Paralela. Edinalva:Fazer o que?Salvador teve esse problema de engarrafamento,mas ouvi dizer que estão fazendo um projeto de metrô pra cá pra ficar pronto em 2003. Beto começou a rir e muito. Beto(rindo):Eu aposto que deve roubar e só vai ficar pronto em 2014 ou até em 2090 se não roubarem o dinheiro. Edinalva:Espero que não demore tanto! Beto estava tomando banho. Corte para a Cena 10-(Mussurunga/Externo/Noite) As ruas de Mussurunga estavam movimentadas e Iracy desce do carro Iracy:Quanto foi que deu? Taxista:20 reais. Iracy pega duas notas de 10 e deu a ele. Iracy:Obrigada! Iracy começa a ver as ruas de Mussurunga e vê as ruas movimentadas e ela vai andando e vai pro Setor G. Corte para a Cena 11-(Casa de Mariângela/Sala/Interno/Noite) Mariângela estava na sala assistindo televisão e ela ouve a campainha toca. Beto:Deixe que eu atendo. Edinalva se levanta. Edinalva:Deixe que eu vou lá. Edinalva abre a porta e vê que é Iracy e ela abraça Edinalva que fica sem entender. Iracy:Oh,amiga que saudade! Edinalva e Iracy ficam frente a frente A tela congela e no fundo tem o Elevador Lacerda e passa um pincel. Corte para a /Encerramento/

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.