Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Amar Não É Pecado - Capitulo 16

 



Cena 01-(Casa de Rogério/Quarto de Samuel/Interno/Noite)


Samuel estava se arrumando e Lincoln entra no quarto dele.


Lincoln:Com licença.


Samuel:O que você está fazendo no meu quarto?


Lincoln:Vim te chamar a festa está muito boa.


Marília escuta pelo lado de fora da porta.


Samuel:Sabia que desde da primeira vez que te vi fiquei.


Lincoln:Encantado por mim?


Samuel:Como você sabe?


Lincoln:Eu sinto a mesma coisa que você.


Samuel:Mas,você sabe que somos professor e aluno não pode.


Lincoln:Quem diz que eu ligo o que vão dizer.


Lincoln se aproxima dele e Marília resolve olha da porta e Samuel também aproxima seu rosto.


Lincoln:Eu te amo.


Samuel:E eu também.


Os dois se aproximam e se beijam e Marília fica chocada e entra no quarto.


Marília:Com Licença.


Os dois se afastam e se olham sem entender nada.


Marília:Podem me explicar o que tá acontecendo entre vocês?


Samuel:Não é nada disso que você está pensando.


Marília:Meu irmão,por que?


Lincoln:Calma,não conte nada pra ninguém.


Marília:Calma,estou calma e preocupada!


Samuel:Tem alguém ai fora?


Marília:Não.


Marília fechou a porta.


Marília:Meu irmão,você nunca me contou que você gostava de meninos?


Samuel:Eu sempre gostei e descobri que era quando estava no colégio no primeiro dia e conheci ele.


Lincoln:No primeiro dia de aula também fiquei apaixonado por ele.


Samuel:Eu também.


Marília:Eu não tenho nada contra,mas Samuel nossa mãe não vai aprovar isso e fará um discurso hipócrita.


Samuel:Eu já sou adulto.


Marília:Vamos logo voltar pra festa,antes que sentem nossa falta.


Os três se levantaram.


Lincoln:Obrigado,Marília.


Marília:Olha,quando Lincoln termina a faculdade vamos contar pro meu pai sobre seu namoro.


Samuel:Tudo bem.


Os três saíram do quarto dele.


Corte para a


Cena 02-(Praça do Setor F/Externo/Noite)Trilha Sonora:(Aviões do Forró-Chupa Que É de Uva)





Em Mussurunga,a festa estava rolando solto e a Praça do Setor F estava cheia e Gisele,Eduardo,Nana e Felipe estavam na praça dançando.


Eduardo:Está muito cheio.


Nana:Não achava que hoje ia encher tanto.


Gisele:Hoje terá show da Calcinha Preta.


Nana:Estou ansiosa demais.


Eduardo:Quer dança um pouco comigo?


Nana:Claro.


E os dois começaram a dançar forró.


Felipe:Uhuuu!


Gisele:Chupa que é de Uva.


Felipe:Chupa,chupa,chupa que é de Uva.


Nana:Você ainda não perdeu o jeito,viu.


Eduardo:23 anos em coma,mas eu não ia perder nada.


Nana:Muito bem.


A música parou e começaram a falam no palco.


Boa noite pra todos.


Todos:Boa!


Gisele:Deve ser agora.


Atenção moradores de Mussurunga,com vocês a banda de forró mais amada do Brasil com vocês Calcinha Preta.


Todos aplaudiram.


Vamos lá,começa mais um show pra vocês.


E aí começaram a tocar e o povo começou a dançar.


Felipe e Gisele começaram a dançar.


Cantora:Ontem eu sonhei que estava em Moscou

Dançando pagode russo na boate Cossacou

Ontem eu sonhei que tava em Moscou

Dançando pagode russo na boate Cossacou


Parecia até um frevo, naquele cai e não cai

Parecia até um frevo, naquele vai e não vai

Parecia até um frevo, naquele cai e não cai

Parecia até um frevo, naquele vai e não vai


Entra cossaco, cossaco dança agora

Na dança do cossaco, não fica cossaco fora

Entra cossaco, cossaco dança agora

Na dança do cossaco, não fica cossaco fora

Hey!


Cantora:Calcinha Preta ao vivo em Mussurunga,comemorando o São João com vocês.


Corte para a


Cena 03-(Casa de Mirella/Sala/Interno/Noite)Trilha Sonora:(Mastruz com Leite-Saga de um Vaqueiro)





As ruas estavam movimentadas ainda e tinha festas nas casas e nas ruas com fogueiras e o povo comendo milho e maçã do amor e Mirella estava com Antônio,Lia e Celso na sala comemorando o São João.


Celso:Obrigado por nos ter convidado.


Mirella:Eu queria passar o São João com vocês,melhores amigos que eu tenho.


Antônio:Oh,que romântico.


Lia:Para de ser chato.


Celso:Tire seu mal humor de lado e fique feliz que está aqui.


Lia:É mesmo vamos dançar.


Lia e Mirella dançam.


Antônio:Ihh,e eu aqui?


Lia:Espere que daqui a pouco.


Celso:Me contem ai como foi o turno de noite?


Antônio:Foi uma grande porcaria.


Lia:Aconteceu que o Antônio foi contar a história do Zé do Picadinho no restaurante e foi assustadora.


Antônio:Tenho culpa que aquele homem foi no restaurante pedir emprego.


Celso ri.


Celso:Vocês são os melhores funcionários que o chefe pode ter.


Todos se abraçaram.


Celso:Vamos comer?


Todos:Vamos!


Todos foram pra mesa e comeram,mas Antônio ficou sentado sem comer.


Mirella:Vem comer não?


Antônio:Não,estou cheio já.


Celso:Esses tempos você está tão magro.


Lia:Também acho .


Antônio:Me deixem,viu tenho saúde de ferro.


Lia:Então,se ficar doente nem venha chorando pra ir no médico.


Todos riram.


Mirella:Ela sempre de mal humor.


Corte para a


Cena 04-(Casa de Sérgio/Quarto de Sérgio/Interno/Noite)Trilha Sonora:(Nana Caymmi-Solamente Una Vez)





A Avenida Paralela estava movimentada e o metrô estava passando e na casa de Sérgio ele estava no quarto saindo do banho só de cueca e o celular dele toca e ele atende.


Sérgio:Alô?


João:Amor,tudo bem?


Sérgio:Tudo,Feliz São João pra vocês.


João:Obrigado,a minha mãe quer falar com você.


João passou o celular pra Larissa.


Larissa:Alô?


Sérgio:Oi,Dona Larissa tudo bem?


Larissa:Tudo,meu filho me contou que vocês dois estão namorando.


Sérgio ri.


Sérgio:Ainda não nos declaramos,mas acho que sim.


Larissa:Pode vim aqui em casa pra jantar?


Sérgio:Posso sim,vou só falar com meu pai senão ele vai achar que fui sequestrado.


Larissa:Tudo bem,te esperamos aqui.


Sérgio:Tchau.


Larissa:Tchau e uma boa noite.


Sérgio desliga o celular e Sérgio pega uma roupa e começa a se arrumar e ele fica pronto e vai pra sala.


Flashback:(Casa de João/Quarto do João/Interno/Noite)


João:Preciso tomar um banho,você se incomoda se eu tirar minha roupa aqui?


Sérgio:Problema nenhum!


João começa a tirar roupa devagar sensualizando pra Sérgio que fica excitado.


Sérgio:Que corpo em!


João:Obrigado!


Sérgio abraça ele por trás.


João:O que você está fazendo?


Sérgio:Não me venha com mentiras,eu conheço você seu safado!


João:O que é que tem nada demais,estou só tirando minha roupa pra tomar banho.


Sérgio:É porque está tirando devagar parecendo que está tentando transar comigo?


João pega ele no rosto e se aproxima.


João:Como é que descobriu?


Sérgio:Eu sei,e você sabe que eu te amo desde de adolescente quando conheci você quando estávamos concluindo o ensino médio na escola,lembra?


João:Sim,eu lembro,mas posso fazer uma pergunta?


Sérgio:Pode?


João:Você já fez isso que vamos fazer?


Sérgio:Ainda não.


João:Eu posso pessoalmente te ensinar!


Os dois se beijaram e foram pro quarto do João e fecharam a porta e Sérgio deitou na cama dele.


Sérgio:Faz um striptease pra mim?


João:Faço tudo por você,meu amor!


João ficou sem camisa e só de cueca começou a dançar em frente a Sérgio que fica excitado e começa a tirar roupa ficando só de cueca e João continou dançando sensualizando ele e ele então tirou a cueca e João então caiu na cama e começaram a se beijar a tela escurece mostrando os dois transando na cama enquanto a chuva caía forte lá fora.


Fim do flashback.


Larissa sobe as escadas.


Larissa:Vou pro banheiro e já volto.


João fica sentado no sofá olhando pra televisão.


João:Minha cama e eu sentimos falta de você.


Corte para a


Cena 05-(Casa de Wilson/Sala/Interno/Noite)


Wilson estava na sala no notebook e Sérgio chega na sala e Luciana fica no quarto dela ouvindo isso tudo.


Wilson:Humm,meu filhão está arrumado,vai aonde?


Sérgio:Vou na casa do João jantar.


Wilson:Tudo bem,pode ir que não falo nada com sua mãe.


Sérgio:Ainda bem,não quero que vai lá fazer uma presepada na rua.


Wilson:Ela está dormindo.


Sérgio:Então,tchau pai.


Wilson:Tchau meu filho e boa sorte.


Sérgio sai e a câmera foca na Luciana na porta do quarto ouvindo tudo.


Luciana:Eles quem pensam que vou aceitar essa putaria calada?Vou lá tirar meu filho daquela família imoral e destruidora dos bons costumes e tirar essa idéia de gostar de homens eu não criei ele pra ser uma criatura horrível.


Corte para a




Cena 06-(Casa de Rogério/Jardim/Externo/Noite)Trilha Sonora:(Cangaia de Jegue-Ai Se Eu te Pego)





Todos estavam dançando forró e Marília chama Fred.


Fred:Oi,Marília.


Marília:Pode ir conversar comigo e com meu irmão?


Rogério:Vão lá sem problema nenhum.


Leila desconfia.


Os dois foram pra beira da piscina.


Leila:O que será que estão escondendo de mim?


E Lincoln,Samuel,Marília e Fred estavam conversando na beira da piscina.


Fred:Qual é o problema?


Marília:Meu irmão resolveu me mostrar que ele era.


Fred:Ele também é?


Samuel:Sim,sou gay e me assumo agora mesmo.


Leila estava escondida ouvindo tudo e fica chocada.


Leila:O que esse filho da mãe falou agora?


Lincoln:E eu estou apaixonando por ele.


Fred:Até agora não vi o problema.


Marília:O problema não é a relação que eu apoiou mas os dois são professor e aluno.


Fred:Ai,pesou mesmo.


Leila sai correndo e entrar em casa.


Iracy:O que aconteceu com ela?


Rogério:Deve estar vontade de cagar.


Iracy:Eu falei pra ela que o amendoim dá indigestão,mas ela não ouve.


Corte para a


Cena 07-(Casa de Rogério/Quarto de Leila/Interno/Noite)


Leila entra e trancar a porta.


Leila:Eu não acredito que meu filho se tornou gay.


Leila começa a chorar e muito.


Leila(chorando):Não acredito que eu ouvi ele dizer que era gay!


Leila quebra um vaso na parede gritando de raiva


Leila:Se ele pensa que vai ficar com a herança toda ele está totalmente enganado que eu vou impedir que esse dinheiro caía na mão de gente errada e suja.


Corte para a

/Intervalo/


Cena 08-(Casa de Sérgio/Sala/Interno/Manhã)Trilha Sonora:(Ivete Sangalo-Dançando)





As ruas de Salvador estavam movimentadas e amanheceu e o movimento estava tranquilo nas ruas.


2 meses depois...


Amanheceu em Salvador a praia estava vazia e tinhas garis limpando a praia e na casa de Sérgio eles estavam tomando café.


Luciana:Como foi sua noite de sono?


Wilson:Tudo de boa.


Luciana:Me diz uma coisa,onde está o nosso filho?


Wilson:Humm,a mãe agora resolveu aceitar do jeito que é.


Luciana:Eu vou dar uma volta por shopping e queria perguntar se ele queira alguma coisa de lá.


Wilson:Ele foi pra faculdade.


Luciana:Tudo bem,eu vou ir trabalhar.


Wilson se levanta.


Wilson:E eu vou comprar um jornal lá na venda e já volto.


Wilson sai.


Luciana:Meu marido pensa que eu vou aceitar essa aberração que chamo de filho namorando com um tal de João,vou lá na casa dele humilhar a vagabunda da mãe dele pra separamos esse dois.


Luciana se arruma na casa e sai de casa.


Corte para a


Cena 09-(Casa de Gisele/Sala/Interno/Manhã)Trilha Sonora:(Dois Amores-Meu Amor Voltou)





Em Paripe,as ruas estavam vazias e na Avenida Suburbana o movimento é grande e tem ônibus cheios passando pela avenida e as padarias estavam abrindo e a maré tinha pescadores e marisqueiras pegando frutos do mar e na casa de Gisele Nana estava na sala arrumando a mesa do café e Eduardo vem pra sala.


Nana:Bom dia,Eduardo.


Eduardo:Bom dia,humm está fazendo o café?


Nana:Estou sim,nossa filha já acordou?


Eduardo:Ainda não,ela faz faculdade?


Nana:Sim,ele faz e as aulas começam às 08h.


Gisele vem pra sala.


Gisele(bocejando):Bom dia,mãe.


Nana:Bom dia,filha.


Gisele foi abraçar Eduardo.


Gisele:Bom dia.


Eduardo:Bom dia,minha filha.


Nana:O café está pronto.


Eles foram pra mesa e tomaram o café.


Gisele:Mãe,me diz uma coisa?


Nana:Oi,filha.


Gisele:Quando vocês se conheceram?


Eduardo:Ah,minha filha foi a muito tempo.


Nana:Verdade,me lembro que nos encontramos em uma festa de réveillon lá em 1992.


Eduardo:Eu estava assistindo os fogos com minha família e acabei me perdendo de meus pais e sua mãe estava sendo assediada e se beijamos muito e até chegamos a fazer a primeira vez no mar.


Gisele ri.


Gisele:Que loucura!


Nana:Nem me diga,depois daquele dia foi declarações de amor o tempo todo e 4 anos depois nos casamos lá na igreja perto do Elevador.


Eduardo:Minha tia era rica e consegui lá.


Gisele:Que história linda.


Gisele se levanta e pega a mochila.


Gisele:Tchau,pra vocês.


Eduardo:Tchau,minha filha.


Gisele saiu e os dois se levantaram.


Nana:Eu senti muita falta de você.


Eduardo:Eu também,nesses 23 anos aposto que seu amor por mim ficou no passado.


Eduardo ia pro quarto e Nana puxa ele.


Nana:Você pode ter mudado nesses anos,mas meu amor continua o mesmo.


Os dois se beijaram e tiraram a roupa e trancaram a porta da sala e continuaram se beijando muito no sofá.


Corte para a


Cena 10-(Casa de Rogério/Quarto de Samuel/Interno/Manhã)


Samuel sai do banho só de cueca e coloca suas roupas aos poucos.


Samuel:Hoje mais um dia de aula pra dar.


Samuel pega o notebook dele e coloca na mochila e sai do quarto.


Corte para a


Cena 11-(Casa de Rogério/Sala/Interno/Manhã)


Samuel desce as escadas e todos estavam tomando café.


Samuel:Bom dia,meu pai.


Rogério:Bom dia,meu filho vai tomar café?


Leila:É,coma alguma coisa pra não chegar cansado.


Marília:Deve estar atrasado pra aula?


Samuel:Tenho que chega na faculdade cedo tem reunião com os professores sobre a formatura dos meninos da minha sala que será em Dezembro.


Leila:Que legal,você deve ser um ótimo professor pra eles.


Marília:Que legal!


Samuel:Tchau meu pai.


Rogério:Tchau.


Ele saiu da sala e fechou a porta.


Iracy:Meu neto está com pressa nessas últimas semanas.


Rogério:O último ano dele na faculdade.


Leila:Interessante saber disso.


Marília:Por que?


Leila:Ah,filha foi só curiosidade mesmo.


Marília ri.


Marília:Me engana que eu gosto.


Rogério:Olha,é de manhã cedo então sem brigas.


Iracy:Verdade,minha pressão está alta e não quero morrer de infarto.


Leila:Calma,mãe não vamos ter nada.


Marília:Ah,pai se acredita que o filho da amiga de minha vó a Edinalva.


Leila:Pra que falar desses falevados na mesa?


Marília:Não fale assim deles.


Iracy:É,filha esse seu mal humor está me impressionando.


Marília:Minha vó não é mal humor,e falta de respeito mesmo.


Rogério:Filha,respeite sua mãe.


Marília:Como ela quer respeito se ela agora não respeitou nós.


Leila:Chega viu sua mimada metida a advogada dos pobres e bandidos.


Leila saiu da mesa furiosa.


Rogério:Viu que você fez?


Marília:Ah,vou dar uma volta na praia.


Marília se levantou e Rogério subiu pro quarto e Iracy se levantou e ligou a televisão.


Iracy:Parece que essa situação não vai melhorar tão cedo.


Corte para a


Cena 12-(Casa de João/Quarto de Larissa/Interno/Manhã)


Larissa estava arrumando o quarto dela e ela ouve uma gritaria lá fora.


Larissa:Quem gritaria é essa lá fora?


Corte para a


Cena 13-(Casa de João/Sacada do Quarto de Larissa/Externo/Manhã)


Luciana estava na frente da casa de João.


Luciana(gritando): Ó de casa!


Ninguém aparece para atendê-la.


Luciana (Grita) - Ei, se tiver um ser humano com ouvidos aí, venha me atender!


Larissa: O que foi, minha querida, por que essa gritaria na minha porta? Perdeu o que aqui!


Luciana: Aqui é a mãe de Sérgio, devolva meu filho sua vagabunda imoral. Sei que ele está aí.


Larissa fica perplexa e a tela congela e no fundo mostra o relógio de São Pedro e o pincel passa.


Corte para a



Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.