Type Here to Get Search Results !

Marcadores

TESOURO DO RETORNO - CAPÍTULO 13:

 



CAPÍTULO 014

CONTINUAÇÃO DA CENA FINAL DO CAPÍTULO ANTERIOR...

CENA 1- PENSÃO DE ISACC. MANHÃ. INTERIOR. RECEPÇÃO.

Todos estão nervosos. Renan treme ao segurar a arma apontada a Beijamin e Isacc. Beijamin e Isacc estão assustados ao ver toda aquela situação.

Beijamin (assustado)- Abaixa essa arma, Renan!

Renan (psicopata)- Que foi? Tá com medo?

Isacc- Renan? Pra quê fazer isso? Pra quê? Abaixa essa arma.

Renan- Eu nunca que vou permitir que vocês fiquem juntos. Nunca. Nunca vou ter um irmão boiola!

Beijamin- Para com isso, Renan! Para com esse preconceito! Olha o que ele fez com você. Te deixou uma pessoa desequilibrada!

Renan grita...

Renan (grita)- Eu não sou desequilibrado...

Beijamin- Se você quer provar que não é desequilibrado, abaixa essa arma. Abaixa ela!

Renan- Eu não vou abaixar. Vocês vão pagar caro por esse romance!

Beijamin- Ah, não vai abaixar. Não vai?

Renan- Não vou!

Beijamin parte para cima de Renan e tenta desarmá-lo dando uma cabeçada nele. Só que ele é mais esperto e Renan atira nele. Beijamin caí no chão. Isacc grita:

Isacc (assustado)- Nãããããããããããããããããããããããooooooooooooo!

Renan se assusta, guarda a arma e saí correndo dali.

Isacc- Aí, meu Deus, o que eu faço?

CLOSE EM ISACC...

CORTA:

CENA 2- CASA DE PETRUCHIO. MANHÃ. INTERIOR. SALA DE ESTAR.

Petruchio e Maria Luísa se encaram fixamente...

Petruchio- Tem certeza que você quer saber disso?

Maria Luísa- Claro!

Petruchio- Então, eu vou te contar!

Maria Luísa- Estou esperando!

A CAMPAINHA TOCA E PETRUCHIO RESPIRA ALIVIADO...

Maria Luísa vai abrir a porta e se depara com o delegado Henrique...

Henrique- Olá, primeira dama! Gostaria de fazer algumas perguntas?

Maria Luísa- Claro, por favor, entre!

Henrique entra e cumprimenta Petruchio com um aperto de mão.

Henrique- Bom, eu gostaria que me contassem um pouco, como foi a relação de vocês com a organizadora Maggie?

Maria Luísa- Pelo pouco que eu conheci dela, notei que ela era uma pessoa muito amável, muito gentil...

Petruchio- Eu também! Nunca tive problemas com ela.

Maria Luísa- Na verdade, você nunca gostou dela.

Petruchio engole em seco.

Henrique- Quer dizer, que o senhor nunca gostou dela?

Petruchio- Não... É que eu nunca me simpatizei tanto com ela!

Henrique- E por quê?

Petruchio engole em seco, novamente...

Petruchio- Por-porque meu santo não batia muito com o dela!

Henrique- Sei... E o que mais? Vocês conhecem os parentes dela?

Maria Luísa- Conhecemos uma tia, um ex-namorado e um primo que vivia junto com ela!

Henrique- Que estranho, um ex-namorado?

Petruchio- É bem estranho. Mas e o senhor, deseja uma água, um café ou um suco?

Henrique- Não, obrigado! Não preciso de nada.

Eles ficam em silêncio.

Henrique- Bom, era só isso mesmo que eu queria saber. Qualquer informação, eu aviso vocês!

Petruchio- Muito obrigado! Até logo...

Henrique- Até logo, senhor prefeito!

Maria Luísa abre a porta para Henrique, que saí. Maria Luísa, volta ao centro da sala, e diz:

Maria Luísa- Agora somos só eu e você!

CLOSE EM PETRUCHIO...

Petruchio- Amor, eu tô cansado! Esse dia foi exaustivo. Só quero esquecer tudo isso que aconteceu.

Ela tenta falar, mas ele lhe dá um beijo e sobe as escadas.

CLOSE EM MARIA LUÍSA, COM RAIVA...

CORTA:

CENA 3- PENSÃO DE ISACC. MANHÃ. INTERIOR.

Isacc, sem saber o que fazer, ao ver Beijamin ali no chão, chama uma ambulância. Ele pega o telefone e disca:

Isacc- Alô! Eu queria uma ambulância aqui na pensão do Isacc, imediatamente. Por favor, tratem de não demorar.

CLOSE EM BEIJAMIN, QUASE DESACORDADO...

CLOSE EM ISACC, ASSUTADO...

CENA 4- CASA DE CARMINHA. MANHÃ. INTERIOR.

Nicolle e Gina estão paradas na porta, enquanto Marcos, Márcia e Júnior surpresos olham para elas fixamente...

Nicolle (feliz)- Então, não vai nos chamar para entrar?

Júnior (surpreso)- São vocês mesmo, ou estão tendo uma visão, uma miragem?

Gina- Claro, que somos nós, seu bobo, idiota!

Júnior ri e abraça as duas, que choram. Marcos e todos estão surpresos ficam todos parados em seus lugares. Júnior beija Nicolle fortemente, e Gina corre para os braços de Carminha. Nicolle chora.

Carminha- Aí, que felicidade ter vocês aqui!

Nicolle (chorando)- Nós, é que estamos felizes...

Gina- Nós estávamos contando os minutos para chegar aqui!

Júnior- Aí, meu amor, como eu estava com uma saudade de você!

Nicolle- E eu mais ainda! Mas e aí, se comportou direitinho depois que eu saí?

Júnior- Claro...

Marcos- Saía para festas todos os dias...

Nicolle fica pasma...

Nicolle- É verdade?

Júnior- É mentira! Cala boca, Marcos! Não se mete aonde não deve!

Carminha- Bom, mas vamos deixar de brigas e vamos todo mundo no sentar?

Júnior- Vamos... Por que eu tô morrendo de fome!

Gina- Imagina a gente!

Nicolle- Dirigir 60 quilômetros não é fácil...

Eles se sentam na mesa, e começam a conversar sobre assuntos variados...

CORTA:

CENA 5- PENSÃO DE ISACC. MANHÃ. INTERIOR. RECEPÇÃO.

Beijamin está deitado no chão. Isacc está ao seu lado, com um pano acima do ferimento.

CORTA:

CENA 6- RUA. EXERIOR. DIA. MANHÃ.

A ambulância alerta na rua, com suas sirenes ligadas e as pessoas curiosas, ficam sem saber o que está acontecendo. Eles chegam à pensão.

CORTA:

CENA 7- PENSÃO DE ISACC. MANHÃ. INTERIOR. RECEPÇÃO.

Os paramédicos chegam e examinam Beijamin. Colocam todos os equipamentos e o colocam na maca:

Paramédico (Vítor)- Como ele se chama? Qual idade dele?

Isacc- Beijamin Andrade! 28 anos...

Paramédico (Vítor)- E o que você é dele? Algum parente?

Isacc- Sou um primo próximo da família e o único que restou à ele!

Paramédico (Vítor)- Então, você vem com a gente!

CORTA:

CENA 8- CASA DE RENAN. MANHÃ. INTERIOR. SALA DE ESTAR.

Renan entra pela porta, completamente desorientado. Ele pega a arma e a guarda na gaveta.

CORTA:

CENA 9- CASA DE RENAN. QUARTO DE RENAN. MANHÃ. INTERIOR.

Renan abre seus armários e pega suas roupas. Ele abre as suas gavetas, pega uma mala, acima do guarda-roupa, a abre e a joga na cama. Marilene entra no quarto do filho e vê a bagunça e se assusta...

Marilene- O que aconteceu meu filho?

Renan (assustado)- Eu não posso explicar agora, minha mãe! Mas, quando a poeira abaixar eu lhe explico!

Marilene- Mas, que poeira...?

Renan- Te amo!

Ele fecha a mala, saí e dá um beijo na mãe. Marilene fica assustada e se senta na cama...

CENA 10- AMBULÂNCIA. MANHÃ. INTERIOR.

Os paramédicos tentam reanimar Beijamin que está desacordado. Isacc, apreensivo está ao seu lado, lhe acariciando o rosto. O paramédico estranha.

Paramédico (Vítor)- Tem certeza, que você é primo dele?

Isacc- Claro que eu tenho!

Isacc lhe olha, duramente...

CLOSE NO ROSTO DE ISACC...

CLOSE EM BEIJAMIN...

CORTA:


CENA 11- CASA DE PETRUCHIO. MANHÃ. INTERIOR. ESCRITÓRIO.

Petruchio anda de um lado para o outro dentro do escritório. Alguém entra. É Maria Luísa. Maria Luísa diz:

Maria Luísa- Tem 3 pessoas na sala que querem falar com você.

Petruchio- Quem?

Maria Luísa- Pepita, Jonas e Kaíque. E eles parecem nervosos!

CLOSE EM PETRUCHIO...

CORTA:

CENA 12- CASA DE PETRUCHIO. SALA DE ESTAR. MANHÃ. INTERIOR.

Petruchio entra na sala, e Pepita, Jonas e Kaíque se levantam do sofá.

Petruchio- Se vocês ficarem vindo aqui, não vai dar. A minha mulher vai acabar desconfiando!

Pepita- Nós temos uma coisa para lhe mostrar.

Petruchio- O quê?

Kaíque- A Maggie deixou essa carta para você!

CLOSE EM PETRUCHIO...

Jonas- E parece ser algo muito importante!

Eles tiram a carta da bolsa de Pepita e lhe entrega.

Pepita- Leia!

CLOSE EM PETRUCHIO, ASSUSTADO...

CORTA:

CENA 13- CASA DE MARIA DE LURDES. MANHÃ. INTERIOR. QUARTO DE MARIA DE LURDES.

Maria de Lurdes escuta “VAI MALANDRA”. Com top less, o seu pai Henrique entra e a vê, dançando.

Henrique (bravo)- Mas, que pouca vergonha é essa?

CLOSE EM HENRIQUE, ESTRESSADO...

CLOSE EM MARIA DE LURDES...

CENA 14- IMAGENS AÉREAS DO CÉU DA CIDADE...

CORTA:

CENA 15- PENSÃO DE ISACC. MANHÃ. INTERIOR. QUARTO DE BEIJAMIN.

Renan entra no quarto de Beijamin, quase derrubando a porta. Assim, ele vê uma carta jogada no chão. Ele a pega, a abre e a lê, se surpreendendo...

CLOSE EM RENAN, SURPRESO...

CENA 16- AMBULÂNCIA. MANHÃ. INTERIOR.  

Os paramédicos fazem os procedimentos necessários, até que Beijamin tem uma parada cardíaca. Os aparelhos começam a apitar e os paramédicos se desesperam, tentando reanimar Beijamin. Isacc se desespera.

Isacc (desesperado)- Beijamin, meu amor?

CLOSE NO PARAMÉDICO, SURPRESO...

CLOSE EM ISACC, DESESPERADO, JÁ CHORANDO...

CLOSE EM BEIJAMIN, DESACORDADO...

Congela com respingos de chuva no rosto de Beijamin...

CORTA:





Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.