Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Vinganças - Capítulo 30 (Últimas semanas)

 


Vinganças - Capítulo 30




Cena 1 Delegacia/ Sala/ Dia 

Maria e Matheus estão sentados.

Matheus (estranhando) - Não entendi a sua proposta. 

Maria (se levanta) - Eu quero que você me ajude contra o Thiago. Eu sei que vocês dois fizeram um trato para me matar...

Matheus - E o seu irmão também!

Maria - Claro que eu sei. E foi justamente ele que me ajudou em tudo... ele deu um verdadeiro bote em vocês dois.

Matheus - Aquele desgraçado...

Maria - Mas eu sei que você não queria me matar... o Mário me disse e por isso eu quero te ajudar, mas antes você também tem que me ajudar.

Matheus - Eu te ajudaria unindo forças com você contra o Thiago... certo?

Maria - Certo. Eu sei que relação de vocês é puro ódio... contém alguma pedra nessa relação de vocês. 

Matheus - Você está certa. O Thiago e eu somos tipo gato e rato... 

Maria - Por isso eu decidi pedir a sua ajuda... você me ajuda e eu te tiro daqui... e ainda faço melhor: parte de sua pena é reduzida...

Matheus - Está bem... eu aceito.

Corta para/

Cena 2 Delegacia/ Dia 

Fátima (entrando na sala) - Jorge, aqueles dois jornalistas publicaram a lista com os nomes das pessoas que estavam naquela delegacia. 

Policial - Sim, sim... e ainda fizeram uma correlação dos horários de cada um e ainda falaram de um determinado grupo de pessoas.

Fátima - Eu fico surpresa quando vejo que esses jornalistas poderiam trabalhar como investigadores...

Policial - Mas também prejudicam as investigações. 

Fátima - Sim... os nomes deles estão de acordo com a nossa lógica, não irei falar o sobrenome de cada pra não enrolar, foram então: Joana, Fagner, Jota e Munique... 

Policial - Desses, reparei que só a Munique ainda não foi morta... aliás, não teve tentativa de  morte, né?! O Fagner pode ser morto a qualquer momento. 

Fátima - Já que temos isso em mente, podemos conversar com o Fagner e a Munique, veremos com eles tudo que sabem.

Policial - E é aí que está a chave de todo mistério. 

Corta para/

Cena 3 Prisão/ Dia 

Matheus (se levanta da cadeira) - Antes de você ir, quero que saiba que o Thiago não é um santo não. 

Maria - Eu imagino... mas o que de tão grave que você sabe sobre ele?

Matheus - Ele sempre teve muitas amantes... mas a mais especial era a empregada dele que trabalhava na casa dele.

Maria (surpresa) - E a Ariela nem desconfiava?

Matheus - De jeito nenhum. Ele sempre a chamou de idiota e burra.

Maria - Ele é um verdadeiro monstro! 

Matheus - Quando eu descobri tudo, filmei eles dois transando... usei isso contra ele. 

Maria - E o que aconteceu?

Matheus - Ele se sentiu acoado... matou a amante e pôs a culpa em mim... 

Maria - Como assim?

Matheus - Eu peguei na arma do crime... minhas digitais ficaram nela... se eu denunciar ele, ele joga isso no ventilador e pode destruir a minha vida.

Maria - Mas agora você está comigo... vamos destruir ele... 

Matheus - Quando você me tirar daqui, eu te darei as provas.

Maria - Ótimo... assim eu poderei me vingar dele...

Corta para/

Cena 4 Casa de Urso/ Dia 

Pedro se aproxima de Liz.

Liz - Oi meu filho... tá tudo bem com você?

Pedro - Eu... eu... (se abraça com ela) eu não aguento mais...

Liz - O que aconteceu?

Pedro - Eu chorei a noite toda... o Urso...

Liz - O que o Urso te fez?

Pedro - Ele me traiu... me traiu!

Liz (surpresa) - Não é possível! Ele te  ama... 

Pedro - Eu vi com meus próprios olhos... foi com a Gina... com ela!

Liz - Mas quando e onde?

Pedro - Ontem... eu vi eles dois nus na cama dele... (tempo) eu vou me embora daqui...

Liz - Não! Por favor... deve ter algo de errado nessa história...

Pedro - Eu sei que eu errei em ter mentido pra ele... mas... eu tinha medo dele... medo dele matar meu irmão... mas o Urso fez demais agora... além de ter matado o Jota, me traiu...

Corta para/

Cena 5 Rua/ Dia 

Mário entrava em seu carro, Thiago também entra.

Mário  (surpreso) - Thiago? O que você...

Thiago - Olá amiguinho... você esqueceu de mim... né?! 

Mário - Saía do meu carro agora!

Thiago - Tá com medo? (Ri) Você deve estar com medo de mim mesmo, já que me traiu!

Mário - Nunca confie nos outros... e principalmente em mim.

Thiago  (ri) - Sabe o que eu posso fazer agora? Te matar!

Mário - Vamos lá então... me mate mas cuidado... eu posso voltar do quinto dos infernos e te atormentar... além disso, minha irmã tá aí... menos hora mais hora ela te pega... eu dei o primeiro passo, agora você e todos que fizeram mal a ela vão se ferrar. 

Thiago - Eu vou acabar com você... pode apostar! 

Mário - Veremos. Agora saía do meu carro, seu imundo!

Corta para/

Cena 6 Casa de Urso/ Jardim/ Dia 

Pedro olhava para as flores do jardim e chorava, segurava uma malinha na mão. 

Pedro - Eu queria tanto poder te amar, Urso... mas você dificulta as coisas... 

Pedro caminha até a parte onde o muro é mais baixo, ele consegue subir e pula o muro.

Corta para/

Anoitece.

Cena 7 Prisão/ Saída/ Noite 

Matheus sai da cadeia. Ele sai pulando. Nanda a espera.

Matheus - Meu amor... você veio!

Nanda - Jamais eu te abandonaria!

Os dois se beijam. 

Matheus - Eu tenho tanta coisa pra te falar!

Nanda - Primeiro me diz como a Maria te ajudou assim do nada?

Matheus - Ela quer que eu a ajude contra o Thiago... 

Nanda - E o que você vai fazer?

Matheus - Vou ajudar sim. Eu quero ver aquele assassino na cadeia!

Nanda - E os seus dinheiros no estrangeiro?

Matheus - Irei devolver tudo, já que é um acordo...

Nanda - Você vai sair perdendo!

Matheus - Eu tenho mais dinheiro no exterior... não só na Europa! Eu ainda sou muito rico!

Os dois se beijam.

Nanda - Agora sim! Iremos para algum país e sumir desse lixo de país. 

Corta para/

Cena 8 Casa de Urso/ Noite 

Urso adentra a casa rapidamente e com um papel na mão. 

Urso (procurando) - Pedro? Pedro? Cadê você?!

Liz - Que gritaria é essa?

Urso - Eu tenho a prova de que não matei o Jota!

Liz - Como?

Urso - A polícia e um jornal publicaram a lista de nomes de pessoas que foram assassinatas por alguém... e que ainda falta matar mais alguém... aqui ó (mostra o papel)

Liz - Eu sabia que você não tinha matado aquele homem!

Urso - E o Pedro? Onde ele está?

Liz - Não sei! Deve estar no quarto dele.

Eles vão até o lugar, ninguém está no quarto. Eles procuram o jovem por toda a casa e não o encontram. 

Urso - Cadê o meu amor?

Liz - Ele deve ter ido embora.

Urso (estranhando) - O quê? Mas pra onde? E por quê?

Liz - Você ainda pergunta? Ele viu você e a Gina juntos... 

Urso (chocado) - O quê?

Corta para/

Cena 9 Casa de Heleno/ Noite 

Heleno abre a porta, Fran e Jonas estão ali.

Heleno (estranhando) - Olá... o que desejam? Você? O que essa mulher está fazendo aqui?

Fran - Não quero nada...

Jonas - Precisamos te alertar...

Heleno (estranhando) - Alertar? Sobre o quê?

Fran - Sobre o Mário...

Jonas - Ele é um golpista... 

Fran - Ele já está te dando um golpe.

Heleno (surpreso) - Um golpe? O meu Mário está me dando um golpe?

A imagem congela em Heleno.



Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.