Type Here to Get Search Results !

Marcadores

PRAZER, SATISFAÇÃO - CAPÍTULO 17

 



Cena 1. Ap de Stela. Sala. Dia.

Adelaide na porta diante de Stela.

Stela: (caindo a ficha) Então não era mesmo um trote...

Adelaide: Que trote? Tá falando do quê? (Entrando) Ó, tá muito parada, já vou entrando... 

Ela entra atropelando Stela e fica maravilhada com a decoração do apartamento. Stela fecha a porta.

Adelaide: Nossa minha irmã... Você tá luxando hein... Quê isso! Casão do cara/... Do caramba!

Stela: É... Vamos guardando suas coisas logo?

Adelaide: E onde é o meu quarto?

Stela: Você vai dormir na sala!

Adelaide: Ai para de brincar!

Stela em silêncio com cara de deboche.

Adelaide: Você tá brincando não tá?

Stela: Ah claro que tô! Ó, cê vai dormir no quarto de hóspedes! Fica logo ali do lado do banheiro!

Adelaide: (animada) Oba!

Stela: Fiz questão de tirar tudo que é de quebrar. Eu sei bem como você é desastrada!

Adelaide: Não precisa ofender!

Cena 2. Ap de Stela. Qto de hóspedes. Dia.

Quarto organizado, uma cama, armário e cheio de medalhas, livros, fotos, etc. Adelaide entra encantada com a decoração, Stela vem em seguida, atrás.

Adelaide: (olhando em volta) Eu sabia que você tava rica, mas isso aqui... 

Stela: Ai não exagera por favor! Só sou bem de vida, nada mais.

Adelaide: Hum. Quanto tempo a gente não se via mesmo?

Stela: Sei lá...

Adelaide: Ah lembrei! Dois anos e meio... Você ainda era só uma professorinha de português...

Ela olha um diploma de Stela pregado na parede.

Adelaide: Agora é uma diretora renomada de colégio de elite... Se deu bem hein mana!

Stela: Obrigada! Mas não precisava ter diminuido a classe dos professores. Desnecessário!

Adelaide: Desculpa fofa! (T) Será que eu posso tomar um banho? Sabe... o chuveiro do hotel era muito gelado e o tempo tá frio... Aí eu queria tomar um quentinho...

Stela: Pode sim. Vou pegar a toalha!

Adelaide sorri.

Cena 3. Ap de Stela. Banheiro. Dia.

Adelaide tira a roupa e vai entrar no box, se sentindo a tal...

Cena 4. Ap de Stela. Área de Serviço. Dia.

Stela anda até o quadro de energia.

Stela: Se ela tá achando que vai usar e abusar de mim... Eu vou dar um troquinho!

Ela abre o quadro e mexe em uns botões, sempre rindo...

Cena 5. Ap de Stela. Banheiro. Dia.

Adelaide tomando seu banho quente, se deliciando...

Adelaide: Que delíciaaaaa de água meu Deus!

De repente ela vai sentindo a água ficar fria.

Adelaide: Ah não que porra é essa? (Frustrada) Será que eu não tenho sorte com chuveiro?

Ela desliga rápidamente e se enrola na toalha.

Cena 6. Casa de Stela. Qto de Hóspedes. Dia.

Stela e Adelaide, de toalha.

Stela: (se segurando pra não rir) A água ficou gelada do nada?

Adelaide: Ficou! E não tem graça nenhuma não, viu?

Stela: (segurando ainda mais) Olha, se quiser esquentar uma água e tomar banho de caneca.../

Adelaide: De jeito nenhum! Chega de banho por hoje! Eu vou tentar dormir, descansar...

Stela: Como vocé quiser!

Stela sai e fecha a porta. Adelaide bufa e vai abrir a mala.

Cena 7. Ap de Stela. Corredor. Dia.

Stela na porta do quarto chorando de rir.

Stela: (se recompondo) Pelo menos dormindo ela não incomoda ninguém! Ai ai!

Cena 8. Bordel Lovely's. Sala. Dia.

Kátia frente ao homem, sem saber o que dizer. Neste momento Kelly chega no cômodo.

Kelly: Quem é, Kátia?

Kátia: É ele...

Homem: Quero notícias do Raul! Cadê ele hein?

Kelly: Vocês não tão sabendo não é?

Homem: Sabendo do quê?

Kelly: O Raul morreu! Tá morto! Enterrado a 7 palmos debaixo da terra!

Homem: (chocado) Como assim ele tá morto? Morreu de quê? Como?

Kelly: Acidente!

O homem fica ainda mais chocado.

Kelly: Ele caiu por aí de moto, só vieram aqui avisar! Sei nem onde enterraram. Pra mim pouco importa também...

Homem: Mas ele me devia muito dinheiro! E aí como é que fica?

Kelly ri na cara dele.

Kelly: Querido não sei, não quero saber e tenho raiva de quem sabe! 

Homem: E eu vou ficar no prejuízo é?

Kelly: (debochada) Eu não tenho nada a ver com isso! Nada! Agora você pode vazar daqui por gentileza? Ou eu vou ter que pegar minha vassoura?

Homem: Pra levantar vôo, sua bruxa?

Kelly: Pra bater na sua cara, infeliz! Rua, vai embora, anda!

O homem sai frustrado.

Homem: (saindo) Vai ter volta, vai ter volta!

Kelly: Vai pra porra praga!

Kelly bate a porta bem forte. Kátia fica maravilhada com a atitude de Kelly.

Kátia: Quê isso... Botou pra correr! Humilhou demais!

Kelly: Ah, rotina!

Kelly: E que história é essa de falar que o Raul tá morto?

Kelly: Foi a primeira coisa que me veio à cabeça pra espantar esse estrupício daqui! E pra gente, ele não morreu?

Kátia: (concordando) Morreu...

Kelly: Então tá certo! Nunca mais batem aqui procurando esse urubu, que deve tá bem longe daqui!

Kátia: Tomara!

Cena 9. Hospital. Sala de Rodrigo. Dia.

Rodrigo em sua cadeira anotando alguns papéis. Amanda está arrumando o consultório ao fundo. Vanessa abre a porta e entra com um pacote em mãos, espalhafatosa como sempre.

Vanessa: Rodriguinhooo.

Rodrigo: Vanessa?

Vanessa: (abrindo o pacote) Olha só o que ficou pronto! Ficou um luxo esses convites ó!

Amanda olha pros dois com tristeza.

Vanessa: Hoje você entrega pra todos que você convidou. Aqui tem da Jú, Talita, Viviane... 

Rodrigo olha os convites nenhum pouco interessado.

Vanessa: (para Amanda) Tem pra você também queridinha!

Vanessa pega o convite e entrega a Amanda.

Vanessa: Quero ver você lá hein!

Amanda: (sem graça) P-pode deixar...

Vanessa volta para Rodrigo. Amanda torna a olhar para os dois, engolindo seco.

Cena 10. Bordel. Quarto de Kátia. Dia.

Kátia e Kelly no quarto. Kelly guardando suas coisas na bolsa.

Kelly: Eu tô indo, mas volto à noite!

Kátia: Vou ficar com saudades! (Rindo)

Kelly: Não fica minha diva! Jajá que tô de volta!

As duas se abraçam e quando vão dar o beijo de despedida se atrapalham e acabam dando um selinho.

Kelly: (constrangida/rindo) Opa!

Kátia: (tímida) Tchau!

Kelly: Tchau...

Kelly sai do quarto. Kátia vai pra janela e a vê entrando no carro e dando partida. Ela dá um sorrisinho. 

Kátia: Ai ai essa Kelly...

Close.

Cena 11. Colégio Progredir. Ginásio. Corredor de vestiários. Dia.

Thiago e Gabriel no corredor dos vestiários do ginásio, há só os dois ali.

Thiago: Nossa ninguém vem pra esse lado da escola...

Gabriel: Só quando tem educação física. O que não é nosso caso hoje...

Os dois ficam um tempo em silêncio, depois se olham. Thiago chega mais perto de Gabriel.

Thiago: Eu preciso te dizer uma coisa.

Gabriel: Eu também!

Num rompante eles se beijam calorosamente. Close nas bocas se envolvendo.

Gabriel: Vem comigo!

Gabriel puxa Thiago pra dentro do vestiário.

Cena 12. Colégio Progredir. Vestiário. Dia.

Os dois entram se agarrando, muita química e tesão rolando. Thiago vai até a porta e vira a chave. Corta p/: Eles tiram TODA a roupa e os sapatos e vão para uma cabine com chuveiro.

Gabriel: (cochicha no ouvido de Thiago) Gostoso!

Thiago: (cochicha de volta) Você que é!

O chuveiro é ligado e eles voltam pro melhor beijo de suas vidas... De repente alguém tenta abrir a porta. Foco na maçaneta. Suspense total. Os dois se olham com medo e paralisados.

Cena 13. Rua do Hospital. Dia.

Luciano observa a movimentação do hospital pelo outro lado da rua. Na sua expressão maliciosa, corta:

Cena 14. Hospital. Toilet. Dia.

Juliana lavando seu rosto na pia. Logo depois ela se enxuga e fica olhando pro seu reflexo no espelho. CAM foca em seu rosto com suspense...

Abertura:

Cena 15. Colégio Progredir. Vestiário. Dia

Instrumental ação:

Thiago desliga o chuveiro enquanto Gabriel vai vestindo a cueca. Os dois desesperados.

Gabriel: E agora cara? 

Thiago: Deve ser alguma tia da limpeza! Vamos nos vestir rápido e sair pela janelinha.

Neste momento a porta é aberta. Os dois ficam sem reação. Ouvimos a voz em off:

Danilo: (off) Que porra é essa?

A imagem mostra que foi Danilo quem abriu a porta.

Gabriel: Pelo amor de Deus Danilo! Não conta nada pra ninguém!

Danilo: Eu não sei se eu vou conseguir me segurar! 

Danilo vai saindo, mas Gabriel vai impedir.

Gabriel: Volta aqui!

Ele segura Danilo, enquanto Thiago corre e tranca a porta.

Danilo: Quê isso? Cês vão me estuprar?

Gabriel: Cala a boca! Você não vai contar nada do que você viu aqui!

Thiago: Por favor Danilo! Você não vai ganhar nada contando isso! Vai ganhar fama de fofoqueiro, só!

Danilo: Na verdade, eu vou ganhar sim... (t) 50 pau na minha mão agora e eu não conto nada, vamo!

Gabriel: Quê? Você tá me zoando? A gente não era amigo? Porquê você tá fazendo isso, me chantageando? O quê que eu te fiz?

Thiago: Calma!

Gabriel: (chora/nervoso) Você quer acabar com a minha vida, é isso? Será que você é uma pessoa tão ruim assim?

Close em Danilo.

Danilo: Tá, tá... Não precisa pagar nada... Pelo menos hoje! 

Danilo destranca a porta e sai. Thiago vai abraçar Gabriel que chora.

Thiago: Fica calmo meu lindo! Não vai dar em nada, relaxa!

Gabriel: Tô com medo!

Thiago: Eu tô aqui!

Gabriel beija os lábios de Thiago, triste.

Cena 16. Colégio. Corredor de salas. Dia.

Danilo passa por Anne e Felipe, nervoso. Felipe indaga:

Felipe: Que foi Danilo?

Danilo: Nada!

Ele entra na sala e os dois se olham sem entender nada.

Felipe: O que será que aconteceu?

Anne: Não sei! Mas ele tá nervoso! (T) E cadê o Thiago hein?

Cena 17. Ginásio. Saída. Dia.

Gabriel (choroso) e Thiago saem do banheiro e vão andando até o pátio. Os dois apreensivos.

Cena 18. Sala de Aula. Dia.

Os alunos todos assentados. Uma prefessora entra. Foco em Danilo observando Gabriel, com olhar de julgamento... Tensão.

Cena 19. Bar de esquina. Dia.

Luciano numa mesa sozinho tomando um copo de cerveja. Ele tira uma foto do bolso e fica olhando pra ela...

Luciano: Minhas filhas... Como vocês devem estar agora hein?

A foto mostra Kelly e Anne novinhas.

Luciano: Daqui a pouco eu vejo vocês... Vão ter que desculpar o papai aqui! (Risos)

Ele olha no relógio mais uma vez, ansioso...

Cena 20. Bordel Lovely's. Salão. Palco. Dia.

Uma das garotas está se apresentando no pole dance... Taís, Lara e as outras meninas assistem.

Menina: Vocês podem chamar a Kátia, pra ver se ela aprova essa dança?

Taís: Deixa que eu chamo!

Taís sobe e o show continua...

Cena 21. Bordel Lovely's. Quarto. Dia.

Kátia deitada na cama. Ela pega no criado mudo o colar que Kelly a deu e o olha, com brilho nos olhos. Neste momento Taís abre a porta.

Taís: Katita, as meninas tão chamando pra você ver a nova coreografia...

De tão vidrada no colar, Kátia nem escuta Taís.

Taís: Kátia???

Kátia: Ah, oi Taís, nem vi que você tava aí...

Taís: Que colar bonitinho é esse?

Kátia: A Kelly me deu... É nosso colar da amizade...

Taís dá um sorriso sarcástico...

Tais: (pensativa) A Kelly que te deu... Hum...

Close em Kátia hipnotizada e Taís tentando desvendar algo da sua cabeça.

Algumas horas depois...

Cena 22. Colégio Progredir. Sala de aula. Dia.

O sinal toca. Os alunos se levantam de mochila nas costas. Anne e Thiago vão juntos pra fora. Felipe vai falar com Gabriel e Thiago.

Felipe: Eu preciso falar com vocês agora. Uma coisa que eu decidi.

Gabriel: (desanimado) Não sei se eu tenho cabeça...

Danilo olha com desprezo pra Gabriel.

Felipe: Aconteceu alguma coisa?

Gabriel: Não. Fala aí!

Felipe: Vamos pra outro lugar!

Cena 23. Rua do colégio. Dia.

Anne e Thiago saem pela catraca e vão andando.

Thiago: (apreensivo) Preciso te contar uma coisa!

Anne: O quê?

Thiago: Eu te conto no caminho vem!

Cena 24. Pracinha afastada. Dia.

Felipe, Gabriel e Danilo sentados numa mesinha ali.

Felipe: Eu quero acabar com a aposta!

Danilo: Porquê?

Felipe: Eu tô gostando de verdade da Anne e eu pretendo pedir ela em namoro! Chega dessa aposta idiota, que não vai levar a gente a lugar nenhum!

Danilo: Que frouxo! (risos) Vocês dois são duas decepções viu... Mas é isso... Cada um com seu cada qual...

Felipe: E pra não dizer que eu sou caloteiro...

Felipe tira do bolso duas notas de 100 reais. Entrega uma pra Danilo e quando vai entregar para Gabriel...

Gabriel: (recusando) Eu não quero! 

Felipe: Porquê não?

Gabriel: Nada! Olha gente, eu não tô bem, preciso embora, tchau procês!

Ele vai embora e Felipe fica sem entender.

Felipe: Você sabe o que houve com ele?

Danilo: Ele.../ Nada, deixa!

Felipe: O quê?

Danilo: Ééééé, eu também tenho que ir! Falou!

Ele também se vai. Felipe com cara de: "eu hein".

Cena 25. Takes do anoitecer. Noite.

Takes aéreos e planos de BH. Plano geral no hospital de Juliana. 

Cena 26. Hospital. Corredor. Noite.

Juliana sai de uma sala, já trocada. Seu cel. toca. É Stela.

Juliana: (cel) Oi Stela?

Stela: (cel) Ooi. Tudo bem?

Juliana: (cel) Agora que você ligou, ficou! (Risos)

Stela: (cel) A gente vai se ver hoje? (T) A mala da minha irmã chegou acredita? Justo no momento que eu queria te trazer aqui!

Juliana: (cel)  Ai que merda hein... E ela tá aonde?

Stela: (cel) Tá dormindo... Mas e aí, onde a gente se vê?

Juliana: (cel) No motel de sempre que tal? Daqui umas duas horas...

Stela: (cel) Pode ser!

Cena 27. Ap de Stela. Sala. Noite.

Stela sentada no sofá termina de falar e desliga o cel. A câm caminha até o corredor, mostrando Adelaide atrás de uma porta entreaberta...

Adelaide: Com quem será que a Stela vai se encontrar hein?...

Ela escuta um barulho e corre pra cama fingindo que está dormindo.

Cena 28. Bar da esquina. Noite. 

Luciano olha no relógio de pulso e em seguida saca o celular, pondo no ouvido.

Luciano: Alô pai? Tá na hora! Fica na espreita.

Luciano desliga e sai do bar...

Cena 29. Saída do hospital. Rua. Noite.

A porta automática se abre e Juliana sai. Ao dar alguns passos e olhar pra frente... Ela dá de cara com Luciano em sua frente, foco em sua expressão assustada.

Juliana: (impressionada) Quê isso? 

Luciano: Eu voltei meu amor! Eu tô de volta! Eu tenho tanta coisa pra te explicar!

Juliana: Eu não tô acreditando no que eu tô vendo! É uma miragem, uma visão do inferno? 

Luciano: Me deixa falar!

Juliana: Ah você quer falar? Você me abandonou com duas filhas pra criar e agora volta cinco anos depois querendo falar comigo? Sinto muito, mas o que você merece é isso!

Ela dá uma bofetada na face dele. 

Luciano: Você tem que me escutar porra!

Juliana: Sai da minha frente!

Juliana sai correndo e vai atravessar a rua.

Cena 30. Carro Popular. Noite.

Foco em alguém virando a chave do carro e em seguida pisando no acelerador...

Cena 31. Hospital. Frente. Rua. Noite.

Em câmera lenta: Juliana põe o pé na rua e vai atravessar correndo.

Luciano: Juliana, esperaaaaaaaaaa!

O carro vai com tudo pra cima de Juliana.

Luciano: Julianaaaaaaaaa!

Juliana se vira pro lado e só vê as luzes do farol...

Foco em Juliana / A imagem congela com o fundo esfumaçado.

(Encerramento: What's is name? - Rihanna)



Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.