Type Here to Get Search Results !

Marcadores

REBELDE PARA SEMPRE - Capítulo 33 (últimos capítulos)

  



Web novela de: EZEL LEMOS

NO CAPÍTULO ANTERIOR:

Karla foge de Jair e sai no táxi com a irmã;

Nagela e Leonor discutem e revelam segredos do passado;

O táxi que Karla e Kaline vai é parado pela polícia e Jair consegue levar as duas;

Jair fecha as portas e Janelas com cadeados para Karla não sair;

Thales se preocupa por Karla não chegar com a irmã;

Dário não entende a avó ficar rica de um dia para o outro;

Natany aparece no meio da discussão de Nagela e Leonor, a idosa tenta fugir e ao tentar impedí-la, Natany é jogada na parede caindo ferida;

Moana se preocupa ao saber que a irmã está ferida;

Karla percebe que Jair saiu e tenta uma forma de sair da casa;

Leonor chega apressada na mansão dela e diz a Dário que vão viajar, mas o neto se recusa;

Moana encontra Nagela no hospital;

Thales vai na casa de Jair mas ele ameaça chamar a polícia;

 

VEJA AGORA O CAPÍTULO DE HOJE:


CENA 1


(INT: Hospital, recepção, Nagela e Moana estão diante do médico)

 

Moana: Eu quero doar.

 

Médico: Precisa fazer alguns exames antes.

 

Moana: Tá bom, pode ser.

 

Médico: Me acompanhe, por favor.

 

Nagela: Vai meu amor.

 

(Nagela abraça Moana e ela sai com o médico)

 

CENA 2


(INT: Hotel, quarto, Salete e os filhos João, Yasmin e Cao jantam na pequena mesa e Thales entram chateado)

 

Salete: Então Thales, ela está lá?

 

Thales: Eu não sei. Aquele homem não me deixou entrar.

 

Salete: Aquele homem é uma praga humana!

 

Thales: Não sei o que fazer mãe.

 

Salete: Temos que encontrá-la! Amanhã vocês tem um show.

 

CENA 3


(INT: Rua da fábrica Cambraia, Jair observa o lugar)

 

Jair: Trabalhei tantos anos nesse lugar. Para ser chutado como cão sarnento. Mas se o doutor Cambraia pensa que vai ficar assim, ele tá muito enganado!

 




CENA 4


(INT: Mansão de Leonor, Dário, Leonor e Ruy jantam na mesa)

 

Leonor: Meu bem, eu não quero ir sem você. Vamos com a vó, vamos?

 

Dário: Não, eu não quero viajar para tão longe.

 

Leonor: Ai meu Deus!

 

Ruy: Se ele não quer ir, deixa ele, dona Leonor.

 

CENA 5


(INT: Hospital, Nagela observa Natany sedada em seu leito)

 

Nagela: Oh filha, nós não somos tão próximas. Mas saiba que eu te amo, assim como amo a Moana. E como amaria seu irmão que foi embora ainda bebê.

 

(Salete entra no quarto)

 

Salete: Nagela, eu vim te dar meu apoio. Você sempre foi tão boa comigo.

 

Nagela: (emocionada) Você acertou meu nome.

 

Salete: Sim, eu fiquei treinando várias vezes.

 

Nagela: (emocionada) Eu fui injusta com você, não foi?

 

Salete: Esquece, deixa o passado pra lá.

 

Nagela: Nem me fala em passado. …Você tá bem?

 

 Salete: Sim, estou trabalhando no hotel como camareira num período, e como faxineira em outro. ...Mas como ela tá?

 

Nagela: O médico não sabe se a transfusão vai ajudar. Amanhã ele disse que poderia dar um diagnóstico mais preciso.

 

CENA 6


Dia seguinte…

 

(INT: Casa do pai de Karla, sala, Karla e Kaline estão desesperadas por estarem presas)

 

Karla: Eu não sei o que fazer! Passei a noite toda tentando abrir algum lugar! Mas não consegui.

 

Kaline: Eu não aguento mais ficar presa.

 

Karla: Eu também não! É horrível.

 

Kaline: Temos que ter alguma ideia para chamar atenção de alguém.

 

Karla: (pensativa) Ah já sei! Vou queimar alguma coisa para os vizinhos vêem chamar a polícia.

 

Kaline: Mas isso pode ser perigoso.

 

Karla: Eu sei. Mas não temos opção.

 

(Karla vai até a cozinha acompanhada da irmã e pega vários panos de cozinha e joga na pia, ela toca com fogo com isqueiro e começa alastrar uma fumaça)

 

Karla: Agora vamos nos proteger dessa fumaça no banheiro.

 

CENA 7


(INT: Hospital, leito de Natany, Moana fala com ela que já está acordada e com atadura na cabeça)

 

Moana: Maninha, que bom que você acordou.

 

Natany: (rouca) Moana, o que você faz aqui?

 

Moana: Oh maninha, eu tô com você. A mamãe foi em casa.

 

Natany: (rouca) O que aconteceu? Eu só lembro que estava segurando a Leonor.

 

Moana: Você não pode falar muito.

 

(Enfermeira chega)

 

Enfermeira: Eu vou dar um sedativo a ela. Ela não pode se esforçar, tá se recuperando.

 

(Natany sai do quarto da irmã e encontra Dimmy e Ricky no corredor do hospital)

 

Ricky: Como ela está?

 

Moana: Tá melhor.

 

Dimmy: Que bom, ela vai ficar bem. E você se prepara que temos show hoje.

 

Moana: Gente, eu não sei se vou conseguir fazer show hoje.

 

(Dimmy e Ricky se olham assustados)

 

CENA 8


(INT: Hotel, quadra, Thales e Yasmin observam os irmãos Cao e João jogar bola com outras crianças)

 

Yasmin: Thalizinho, você tá triste?

 

Thales: Sim, minha maninha.

 

Yasmin: É a Karla, não é?

 

Thales: Sim. Tô com medo de acontecer alguma coisa com ela. Ela está grávida.

 



 

CENA 9


(INT: Casa do pai de Karla, Karla e Kaline estão no quarto com roupas na cara por causa da fumaça, ambas se assustam)

 

Karla: A fumaça tá maior do que planejado.

 

(Kaline olha pela janela e é possível ver através do vidro, o caminhão dos bombeiros, ela fica feliz)

 

Kaline: Karla, os bombeiros estão aqui.

 

Karla: (surpresa) Sério?

 

Kaline: Sim.

 

(As duas correm para a sala e começam a gritar)

 

Karla/Kaline: Ah!!! Socorro!!!

 

(Segundos depois os bombeiros arrombam a porta e entram, deixando-as felizes)

 

Bombeiro: O que aconteceu? Vocês duas estão bem?

 

Karla: Estamos sim. Nosso pai estava nos mantendo refém.

 

Bombeiro: Você irá para delegacia prestar queixa.

 

Karla: Vou sim!

 

CENA 10


(INT: Mansão de Leonor, Ruy está tomando banho de cueca na piscina e Dário chega)

 

Dário: Você viu a vó?

 

Ruy: Não. Porque?

 

Dário: Decidi ir com ela para o exterior.

 

Ruy: Sério?

 

Dário: Sim. Eu não tenho ninguém além dela, como família, então é melhor eu ir.

 

Ruy: Na verdade você tem né. Tem sua mãe.

 

Dário: Como é? Minha mãe morreu que eu saiba.

 

Ruy: Sua mãe é a Nagela Bustamante, ex atriz global.

 

Dário: (surpreso) O quê? Aquela mulher é minha mãe?

 

CENA 11


(EXT: Fachada do hospital, Nagela vai chegando na fachada do hospital, quando é abordada por Leonor)

 

Nagela: (assustada) Você, sua maldita! O que quer?

 

Leonor: Como está minha neta? Fala!

 

Nagela: Não vou dizer, você não merece saber.

 

(Nagela vai tirando celular da bolsa)

 

Nagela: Eu vou ligar para a polícia agora mesmo!

 

(Leonor bate com a mão no celular da atriz, o aparelho cai no chão)

 

Leonor: Eu vou embora, mas você não se livrar da mamãe aqui, nunca!

 

CENA 12


(INT: Fábrica Cambraia, Nicandro recebe Dimmy na recepção da fábrica)

 

Nicandro: Dimmy, filho!

 

Dimmy: Papai! Quanto tempo, né?

 

Nicandro: Sim. Seja bem vindo a sua futura empresa.

 

Dimmy: Pai! Sabe que não quero nada disso.

 

Nicandro: Não me decepciona, filho.

 

(Jair chega na recepção da fábrica apontando arma para Nicandro e pai e filho, recepcionista, se assustam)

 

Jair: Doutor Cambraia! Vim acertar as contas!

 

(Close em Nicandro assustado)


Fim do Capítulo





Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.