Type Here to Get Search Results !

Marcadores

VENTO NORTE: Capítulo 14


Cena 01/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Dia.

(cena sem som)

Regina entra em casa e sob a porta fica reflexiva e pensativa. As crianças que estavam observando tudo sob a janela se dirigem até a mãe e a abraçam. Close nos três abraçados.

Cena 02/ Residência Trajano Ferraço/ Cozinha/ Dia.

Regina entra na cozinha um pouco desnorteada, pega um bule e coloca sob a mesa. Ela se dirige até o armário e pega o pó de café, xícaras e etc. e também coloca sob a mesa. Logo em seguida abre a dispensa e pega pão e leite. Regina após colocar as coisas na mesa, fica em transe, reflexiva e deprimida. Close nela.

Cena 03/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Dia.

Close em Regina pondo a mesa. 

Regina: (com a voz um pouco exaltada) Crianças! Venham tomar café! 

As crianças chegam e se dirigem à seus respectivos lugares. 

Regina: Não querem que eu lhes acompanhe até a escola hoje? 

Carlos: Não é necessário mamãe!

Melissa: Sim, a senhora não precisa se incomodar. 

Regina: (frustrada) Está certo... Bom... terminem o café e aguardem até o momento de irem para a escola, irei visitar a vovó. 

Carlos: A senhora não que eu lhe acompanhe? 

Melissa: Se ele for eu também quero ir!

Regina: Não é necessário! 

Regina se levanta e dá um beijo em Melissa e Carlos. Ela se dirige até o corredor. Close em Carlos e Melissa. 

Melissa: Ela me parece abatida... 

Carlos: (se dirige até Melissa e a abraça) Nós precisamos ficar ao lado dela, vai ser muito difícil o que nós vamos enfrentar nesse tempo em que o papai estiver ausente... 

Melissa gesticula com a cabeça simulando um sim. Close nos dois.

Cena 04/ Residência Fontes/ Sala de estar/ Dia.

Eleonora está sentada sob o sofá lendo um livro. A porta está entreaberta quando Regina entra. 

Regina: Vovó? 

Eleonora: Ah filha, entre. 

Regina: Ah vó... Preciso tanto de um colo de vó... 

Eleonora pega Regina pelas mãos e as duas se sentam sob o sofá.

Eleonora: Celso já partiu filha? 

Regina: Já partiu sim vovó... Estou tão aflita... (pausa profunda) Penso em Carlos e Melissa, e se algo acontecer com Celso? O que será de nós, o que será de nossa família... 

Eleonora: Só Deus para saber os destinos que ele designou a cada um de nós minha filha... Tenha fé meu amor, tenha fé! Mas venha filha, venha beber um chá comigo. 

Regina: Eu não sei... Ainda tenho muitas coisas a fazer... Hoje preciso tomar posse do mercado, limpar a casa, preparar o almoço...

Eleonora: Venha filha... Ainda não são nem sete horas! 

Regina: Está certo, eu aceito um chá...

Regina e Eleonora se dirigem até a cozinha.

Cena 05/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Dia.

Carlos está na sala impaciente enquanto aguarda Melissa: 

Carlos: (com a voz exaltada p/ Melissa) Vamos logo Melissa, desse jeito chegaremos atrasados! 

Cena 06/ Residência Trajano Ferraço/ Quarto de Melissa/ Dia.

Melissa está se aprontando sob o espelho, passando um pouco de pó de arroz. 

Melissa: (com a voz exaltada p/ Carlos) Espere, estou quase acabando! 

Segundos depois ela finaliza a maquiagem e ajeita o cabelo e se dirige até o corredor. 

Cena 07/ Residência Trajano Ferraço/ Corredor/ Dia.

Melissa anda um pouco apressada. Ela pega uma maçã que está sob a tigela acima da mesinha lateral e se dirige até a sala.

Cena 08/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Dia.

Carlos está impaciente na sala quando Melissa chega. 

Carlos: Podemos ir? 

Melissa: Podemos sim, seu imbecil! Nem pude finalizar meu penteado...

Carlos: (revira os olhos) Garotas... 

Melissa e Carlos pegam suas mochilas que estão sob o gancho ao lado da porta e se dirigem até a saída.

Cena 09/ Rua da Residência Trajano Ferraço/ Dia.

Close em Melissa e Carlos saindo de casa e indo em direção à rua.  Eles encontram Vicente. 

Vicente: Olá pessoal! 

Carlos: Olá Vicente! 

Melissa: Olá!

Vicente: O pai de vocês foi enviado hoje para a Itália não foi? Ouvi no rádio que os soldados brasileiros partiriam hoje... 

Carlos: (com a cabeça baixa) Foi sim... 

Vicente: Eu sinto muito... Deve ser muito difícil carregar esse peso que vocês estão carregando... 

Carlos: É sim... 

Melissa: Não vamos mais falar sobre esse assunto, eu tenho vontade de chorar toda vez que lembro que papai está em um país desconhecido, jogado à derivado... 

Carlos: (se dirige até Melissa e a abraça) Calma... 

Vicente: Bom mudando de assunto, vocês sabiam que vai entrar uma nova professora na escola?

A voz de Vicente fica desfocada enquanto eles conversam. Close nos três caminhando.

Cena 10/ Rua do aeroporto/ Dia.

Close em vários automóveis do exército chegando, incluindo o carro onde Celso está. Close nos soldados descendo dos automóveis com as vozes desfocadas. Há soldados como também há homens normais. Close em Celso observando. Os soldados ficam em ordem. Celso fica sem saber para onde ir até que leva uma prensa do general Raimundo (55). 

General Raimundo: Em fila! Vamos, vamos! 

Celso: Sim senhor! 

Celso entra em uma fila. Close na fila.

Abertura: 


Vinheta de intervalo:


Cena 11/ Residência Fontes/ Sala de jantar/ Dia.

Regina e Eleonora estão bebendo chá sentadas à mesa. 

Eleonora: Quer mais um pouco de chá filha? 

Regina: Aceito sim vovó! E a senhora, como está? Me aparece abatida... 

Eleonora: Não dormi nada essa noite, tive um pesadelo horrível seguido de insônia e um mal estar... 

Regina: Vovó, a senhora deveria ir ao médico... A senhora está muito pálida... 

Eleonora: Não é nada filha... É apenas o coração de uma velha que tem suas limitações, seus problemas... Mas não se preocupe meu amor! 

Close em Regina preocupada. 

Cena 12/ Escola/ Sala de aula/ Dia.

Melissa entra na sala quando Liliana se dirige até ela e a abraça. 

Liliana: Ah amiga... É hoje que o seu pai foi enviado para a Itália, não foi? 

Melissa: Foi... Eu estou desolada... 

Liliana: Mas olha, não vamos pensar em coisas tristes! Mais tarde eu e as meninas vamos fazer uma festa do pijama em sua homenagem na casa da Talita, o que você acha? 

Melissa: Eu não sei...

Liliana: Melissa você precisa se distrair um pouco, vai te fazer bem! 

Melissa: Está certo, eu estarei presente... 

Liliana: Vai ser muito divertido! 

Liliana pega Melissa pela mão e as duas se sentam sob a mesa. Suas vozes ficam desfocadas. Close nas meninas conversando enquanto Melissa está com o rosto um pouco fechado.

Cena 13/ Residência Fontes/ Sala de jantar/ Dia.

Regina e Eleonora continuam a beber chá quando Regina olha a hora em seu relógio de pulso. 

Regina: Eu preciso ir vovó, se não ficará muito tarde... (se levanta e se abaixa perante a avó) Sua benção vó...

Eleonora: Vá filha e que Deus te abençoe. 

Regina se dirige até a sala. Close em Eleonora.

Cena 14/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Dia.

Regina entra em casa e se dirige até o corredor um pouco apressada. 

Cena 15/ Residência Trajano Ferraço/ Suíte principal/ Dia.

Regina entra em seus aposentos e se dirige até o armário. Ela procura algumas peças, close nela. Ela pega um sobretudo básico e muito charmoso e se dirige até o espelho onde coloca a peça em frente à seu corpo enquanto se observa reflexiva sob o espelho.

Cena 16/ Rua/ Dia.

Close em Regina caminhando pela rua enquanto veste um sobretudo negro e sofisticado, com uma bolsa vintage branca junto à uma sonoplastia de fundo.

Música: Maria, Maria - Elis Regina (a música dura até o fim da cena 19)


Cena 17/ Mercado Rodrigo Trajano/ Saguão principal/ Dia.

Regina entra no mercado enquanto todos os funcionários a observam. Enquanto ela caminha de uma forma bem elegante, Regina dá bom dia aos funcionários. 

Regina: Bom dia, bom dia! 

Osório (31): Dia! 

Carolina (22):  Bom dia dona Regina! 

Vânia (28): Bom dia senhora! 

Heitor (35): Bom dia!

Jorge (27): Bom dia!

Regina caminha até o corredor do mercado. Enquanto ela anda, Osório forma uma pequena e silenciosa roda com Heitor e Jorge. O volume da música diminui para que se possa ouvir a conversa dos homens. 

Osório: Era só o que faltava, essa mulher sendo nossa patroa, dando ordens, tratando de assuntos importantes como se fosse um homem... 

Heitor: No meu tempo, mulher só tinha utilidade dentro de casa... Isso é coisa dos governantes, daqui a pouco vão dizer que elas são iguais aos homens... Um absurdo... Vão dar direito à votos, a opiniões públicas, a cargos importantes na política, o mundo está perdido... 

Jorge: Essa dona aí não tem dois filhos? Deveria estar em casa cuidando dessas crianças, não dando ordens para marmanjos, como se fosse superior... 

Osório: Pois é... Um absurdo!

Close nos três homens inconformados.

Cena 18/ Mercado Rodrigo Trajano/ Corredor/ Dia.

Close em Regina se dirigindo de uma forma bem elegante até o escritório do estabelecimento.

Cena 19/ Mercado Rodrigo Trajano/ Escritório / Dia.

Regina entra na sala e se dirige até a cadeira principal, onde se senta. Close nela confiante e determinada. 

Cena 20/ Dentro do avião/ Dia.

(cena sem som)

Plano geral do avião, os soldados estão sentados sob seus assentos. A câmera vagueia até chegar ao lugar onde Celso está sentado. Close em Celso angustiado. 

A imagem fica em preto e branco, como se fosse um filme dos anos 40. Gancho em Celso desnorteado dentro do avião.  

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.