Type Here to Get Search Results !

Marcadores

VENTO NORTE: Capítulo 30



Cena 01/ Cabana/ Sala de estar/ Dia. 

(cont. da cena anterior) 

Close em Melissa sentindo as contrações do parto. 

Melissa: (geme de dor) Aaaaaaah, aaaah, não, não... Eu preciso... Ai... Eu preciso chamar alguém... 

Ela se dirige até a mesinha lateral ao lado do sofá, onde está localizado o telefone. Ela disca o número no aparelho da época. Close nela aguardando aflita. 

(corta p/ residência de Roberto)

Cena 02/ Residência Muniz/ Sala de estar/ Dia. 

(cena sem fala)

Close na sala vazia, não há ninguém em casa. O telefone começa a tocar, sem ninguém atender. 

(corta p/ cabana)

Cena 03/ Cabana/ Sala de estar/ Dia. 

(cont. da cena 01)

Close em Melissa aflita enquanto aguarda alguém na outra linha atender. 

Melissa: (geme) Ah... Atenda Roberto, atenda... Vou tentar ligar para o escritório, não deve ter ninguém em casa... Ah... 

Ela disca novamente no telefone. 

Melissa: (tel) Alô? Boa tarde, eu gostaria de falar com Roberto Muniz, por gentileza?

(Corta p/ escritório de Roberto)

Cena 04/ Escritório/ Recepção/ Dia.

Close na secretária Norma, uma moça de aproximadamente 25 anos, conservando com Melissa sob o telefone. 

Norma: (tel) Ele está em reunião no momento, gostaria de deixar algum recado? 

Cena 05/ Cabana/ Sala de estar.

(cont. da cena 03)

Melissa conversa com Norma que está do outro lado da linha. 

Melissa: (tel) Não. não... (geme) Ah... 

Ela desliga o telefone. 

Melissa: (aflita) Ah... Minha mãe, minha mãe... (geme) Ah....

Ela disca novamente no telefone. 

(corta p/ residência Trajano Ferraço)

Cena 06/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Dia. 

Close na sala vazia. O telefone começa a tocar, Carlos se dirige até a mesinha lateral ao lado do sofá, onde o telefone fica localizado e o atende. 

Carlos: (tel) Alô?

(corta p/ cabana) 

Cena 07/ Cabana/ Sala de estar/ Dia. 

Close em Melissa transtornada sob o telefone, hesitando em falar com o irmão enquanto sente as dores do parto silenciosamente. 

Melissa: (tel) Carlos? (geme) Ah... Carlos...

(corta p/ residência Trajano Ferraço)

Cena 08/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Dia. 

Carlos: (tel) Melissa? O que aconteceu? 

(corta p/ cabana) 

Cena 09/ Cabana/ Sala de estar/ Dia. 

Melissa: (tel) A bolsa... A bolsa estourou, (geme) ai, ai...  Cadê a mamãe, eu preciso da mamãe... (geme) Ah... Eu tentei, eu tentei falar com o Roberto, mas ele estava em uma reunião, eu preciso de ajuda... (geme) Ah... 

(corta p/ residência Trajano Ferraço) 

Cena 10/ Residência Trajano Ferraço/ Sala de estar/ Dia. 

Close em Carlos ao telefone. Ele hesita em responder. 

Carlos: (tel) Eu... Eu estou indo para aí, antes passarei no consultório do doutor Camargo, afinal, precisaremos de um médico...

Ele desliga o telefone e se dirige até a porta, saindo transtornado de casa. 

Abertura: 


Vinheta de intervalo: 


Cena 11/ Rua da residência Trajano Ferraço/ Dia. 

(cena sem fala)

Close em Carlos se dirigindo apressado até seu automóvel. Ele entra no carro e logo em seguida dá a partida. Close no carro se locomovendo em uma velocidade relativamente alta. 

Cena 12/ Cabana/ Sala de estar/ Dia. 

Close em Melissa apreensiva enquanto guarda o telefone. Ela se dirige até o sofá, onde se senta. 

Melissa: (geme) Ah, ah... Uh, uh... (ela respira profundamente)

Close nela transtornada enquanto sente as contrações. 

Cena 13/ Mercado Trajano Ferraço/ Escritório/ Dia. 

Regina está sentada sob sua mesa enquanto três funcionários do estabelecimento estão de pé em frente à ela. 

Regina: Como vocês sabem, a minha rede de comércios não anda tão bem das pernas e será necessário cortar alguns gastos, algumas filiadas já foram fechadas, isso se deve à crise financeira que o Brasil vem enfrentando nos últimos meses e devido à essas circunstâncias, eu não posso manter tantos funcionários... 

Gilberto (25): A senhora irá nos demitir?

Vânia (40): Senhora... Trabalho aqui há cinco, nunca causei problemas internos... Eu não compreendo... 

Sérgio (28): Senhora, por favor... 

Regina: Eu sinto muito, mas não há o que eu possa fazer... Os outros funcionários estão aqui desde os tempos de meu marido... Eu não posso demiti-los... Seria antiético, seria uma falta de consideração... Me perdoem, eu também não queria ter que chegar aos extremos, mas não há outra solução... Eu estou com dívidas no banco... Estou cogitando... (pausa profunda) Até em vender minha casa, pois é uma propriedade espaçosa e que eu não posso manter... Eu lamento profundamente essa situação... 

Close nos funcionários desolados, logo depois foco em Regina apreensiva e reflexiva. 

Cena 14/ Residência Flores Viana/ Sala de estar/ Dia. 

Close em Rosália e Vicente sentados no sofá. Ele está com alguns relatórios no colo. 

Vicente: Aqui estão todos os dados de suas últimas transições bancárias e também de suas últimas retiradas no banco

Rosália: Está certo, fico grata pela sua eficiência...

Vicente: Disponha... 

Rosália e Vicente trocam olhares, ele se aproxima lentamente até ela, ela fica apreensiva. Rosália e Vicente se beijam de uma maneira de tirar o fôlego junto à uma sonoplastia de fundo. 

Música: Palavras ao vento - Cássia Eller 


Cena 15/ Hotel/ Quarto/ Dia. 

(cena sem fala)

Close em Afonso observando uma fotografia de Daniel, ele derrama uma lágrima seca e logo em seguida se deita sob a cama agarrado ao travesseiro. Close nele depressivo. 

Cena 16/ Residência Flores Viana/ Sala de estar/ Dia. 

(cena sem fala)

Close em Rosália e Vicente aos beijos, sentados no sofá. Após o beijo terminar, os dois se olham perplexos, Rosália se dirige apressada em direção ao corredor. Foco em Vicente surpreso e ao mesmo tempo transtornado e contente. Ele sorri. 

Cena 17/ Residência Flores Viana/ Corredor/ Dia. 

(cena sem fala)

Close em Rosália aparecendo apressada e desnorteada. Ela fica perplexa com o ocorrido. Ela desliza lentamente sob a parede ao lado da porta do corredor que leva até a sala. Close nela sem reação. Ela sorri sob o chão. Foco nela com um sorriso cínico e chocado. 

Cena 18/ Cabana/ Sala de estar/ Dia. 

Close em Melissa sentada no sofá. 

Melissa: (geme) Ah, meu Deus, por favor... Ah, ah, ah... (ela respira profundamente) 

Carlos entra na cabana apressado. Ele e a irmã trocam olhares apreensivos. 

Melissa: (aflita) Onde está o médico? 

Carlos: Ele, ele... Ele não pode comparecer, já estava realizando um outro parto... 

Melissa: (desesperada) Ah meu Deus... 

Carlos: Calma, calma... 

Ele se dirige até a irmã e a pega no colo. 

Melissa: (ela começa a gemer no colo de Carlos) Ah, ah... 

Carlos dirige Melissa até o corredor da cabana. 

Cena 19/ Mercado Trajano Ferraço/ Escritório/ Dia. 

Close em Regina fazendo algumas anotações sob sua mesa. Ela começa a ficar apreensiva e preocupada. Ocorre uma rajada de vento que a faz ficar tensa. Close nela inquieta. 

Cena 20/ Cabana/ Quarto/ Dia. 

Close em Melissa deitada sob a cama agonizando e gemendo. Carlos aparece com uma bacia de água junto à lenços secos. Ele se dirige até ela e a ajeita para o parto.

Carlos: (com a voz exaltada) Vamos, vamos, força Melissa, força! 

Melissa: (grita) Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah, aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah, aaaaaaaaaaaaaaaah!

Carlos: (com a voz exaltada) Com mais força, empurre, empurre 

Melissa: (grita) Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah, aaaaaaaaaaaaaaaaaaah, aaaaaaaaaaaaaaaaaaah!

Carlos: (com a voz exaltada) Mais uma vez! Seu filho está quase nascendo, de novo! 

Melissa: (grita) Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah, aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah, aaaaaaaaaaaaaaaaaah! 

A criança nasce e começa a se ouvir o choro. 

Carlos: (segurando o bebê nos braços emocionado) É um menino... Um menino... 

Melissa: (sem forças) Um menino? Um menino... (emocionada) Eu quero ver meu filho, coloca ele sob meu corpo, eu quero vê-lo... 

Carlos limpa o bebê e o cobre. Ele se dirige com o bebê até Melissa. 

Melissa: (segura o filho emocionada) Meu filho, meu filho... 

Carlos: (emocionado) Como ele vai se chamar? 

Melissa: (emocionada) Celso, ele se chamará Celso. 

Carlos e Melissa trocam olhares de afeto e cumplicidade. Eles dão as mãos, close nos dois.

A imagem fica em preto e branco, como se fosse um filme dos anos 40. Gancho na reconciliação de Carlos e Melissa, com ela segurando o bebê em seus braços. 

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.