Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Porto da Solidão - Capítulo 36 (Última Semana)

 



Letícia vem entrando e estranha a porta aberta e entra gritando por seu marido.


Letícia: ( Preocupada/ grita) Ué a porta aberta e ainda a essa hora? Timóteo meu amor, tô entrando, você demorou a chegar vim saber como está!?


A câmera mostra ela no corredor perto da porta  aberta só a metade e avista a mesa bagunçada e lentamente ela abre o restante e vê no chao Timóteo caído e todo ensanguentado.

Ela apavorada com o que vê coloca a mão na boca e começa a chorar.


Letícia: ( chorando)

Meu Deus Timóteo!


Começou a tocar trilha instrumental triste.



A trilha instrumental continuou tocando até o início da cena 06.


Cena 1: (Visão aérea/ externo)


A câmera mostra o dia nascendo em Porto da Solidão e a câmera mostrando a paisagem do campo, a ondulação da água, e é possível ouvir o canto dos pássaros e o som dos pássaros.


Corte para a

Cena 2: ( Rua principal/ externo/ manhã)

A câmera mostra a movimentação da rua com pessoas transitando no local e foca na casa de Vinícius.


Corte para a

Cena 3: ( Casa de Vinícius/ quarto/ manhã)


A câmera mostra Júlio deitado e o telefone tocando, com sono levanta e segue até a escrivaninha e fica pasmo com a notícia que recebe.


Júlio: ( bocejando) Alô, oi mãe...


Letícia: ( nervosa/ no telefone) Filho, não tenho uma notícia boa pra te falar.


Júlio: ( sério) Não me diga que vamos mudar daqui!?


Letícia: ( nervosa) Filho, assassinaram seu pai na madrugada de hoje.


A câmera mostra Júlio com o telefone na mão e pasmo.


A tela escurece.


Corta para a 


Cena 4: ( Visão aérea/ externo/ manhã)

A câmera mostra o centro da cidade pouco movimentada e algumas pessoas andando com sacolas de pães nas mãos.


Corte para a


Cena 5: ( Rua da Solidão/ externo/ manhã)

A câmera foca na fachada do prédio da Gazeta Solidão e uns homens descendo a rua.


Corte para a


Cena 6: ( Gazeta Solidão/ int/ manhã)


A câmera mostra Lobato preocupado e Fagner percebe e questiona do que se trata.


Lobato: (Preocupado/ em pé) Nossa, lamentável.


Fagner: ( Tranquilo) Aconteceu alguma coisa? O Sr. parece preocupado.


Lobato: ( Nervoso/ Senta) Temos que rapidamente lançar essa notícia ao povo, na madrugada de hoje o prefeito Timóteo foi assassinado.


A câmera mostra Lobato Escrevendo e Fagner boquiaberto com a notícia.


A tela escurece.


Corta para a


Cena 7: (Rua principal/ externo/ manhã)

A câmera mostra algumas mulheres na calçada e a câmera foca na fachada da delegacia.


Corte para a


Cena 8: ( Delegacia/ int/ manhã)


A câmera mostra Iuri olhando algumas imagens tiradas do local e o Delegado Felipe preocupado.


Iuri: ( Preocupado) Esse assassino já provou que não está de brincadeira temos que fazer uma armadilha pra pegar esse maldito.


Delegado Felipe: ( Sentado/ sério) Receio que devemos investigar mais algumas coisas, teremos que ir a fundo. Hoje vamos ao jornal Gazeta e  por lá pode ser que consigamos algo.


A câmera sai lentamente mostrando Iuri e Delegado Felipe pensativos.


Corte para a

Cena 9: ( Visão aérea/ externo/ manhã)


A câmera sobrevoa a cidade mostrando a movimentação das pessoas e foca na fachada da casa de Marcos.


Corte para a

Cena 10: ( Casa de Marcos/ sala/ int/ manhã)


Marcos está sentado vendo o jornal e vê a notícia da morte de Timóteo.


Marcos: ( pasmo) Oh! Filha vem cá ver isso.


Ana Paula: ( Chegando na sala) O que foi,painho?


Marcos: ( Nervoso) Estão dizendo que o prefeito Timóteo foi assassinado na madrugada de hoje.


Ana Paula: ( Boquiaberta) Meu Deus, esse lugar tá virando um circo dos horrores, esse maldito já vai fazendo três vítimas.


Marcos: ( Preocupado) Parece que você tem que liberar os funcionários das docas do serviço de hoje, vai que eles queiram ir pro enterro.


Ana Paula: ( Respira) Sim, vou ligar lá pro Oscar e pedir pra ele fazer isso.


A câmera mostra Ana Paula pegando o telefone e Marcos sentado vendo o jornal.


A tela escurece.


Corta para a


Cena 11: ( Visão aérea/ externo/ manhã)


A câmera mostra os raios do sol batendo na água do rio e prossegue até a cidade mostrando a paisagem, e em seguida foca na fachada do prédio da Gazeta.


Corte para a


Cena 12: ( Gazeta Solidão/ int/ manhã)


A câmera mostra o Delegado Felipe e o Detetive Iuri entrando na sala de Lobato pois o mesmo está  esperando.


Lobato: ( Sério) Bom dia, em que posso ajudá-los?


D. Felipe: ( Em pé/ sério) Bom, esse é o lugar que talvez possa ajudar nas investigações.


Lobato: ( Sentado) Podem perguntar, se eu puder ajudar será um prazer.


D. Felipe: (Sentando) O senhor pode informar ou sabe de alguma coisa que aconteceu aqui, algo grande que pode ter abalado a cidade ou algo do tipo?


Lobato: ( Pensativo/ levanta) No momento não tô bem lembrado.


A câmera mostra os três em silêncio e sai lentamente mostrando o plano geral da sala.





Cena 13: ( Visão Aérea/ externo/ manhã)


A câmera mostra as ruas movimentadas e carros e motos transitando e foca no prédio da Gazeta.


Corte para a

Cena 14: ( Gazeta Solidão/ int/ Manhã)


A câmera mostra o Delegado, o detetive e o Jornalista conversando e o mesmo se lembra de algo.


Lobato: ( pensativo) Bom delegado me lembrei de algo, em 2003 tivemos aqui na cidade uma manifestação, o prefeito quis privatizar as docas, e privatizando muitos funcionários perderiam o emprego e Marcos não satisfeito organizou uma manifestação em frente a prefeitura.


D. Felipe:( Surpreso) Bom isso pode ser um forte indício, mas tem como provar?


Lobato: ( levanta/ segue até os arquivos) Tenho sim, esse era o jornal da época, aqui estão as informações mais detalhadas se o senhor achar que é necessário pode levar.


D. Felipe: ( levanta) Claro, foi de grande ajuda...


A câmera mostra os três em pé e a câmera sai lentamente.


A tela escurece 


Começou a tocar Roberto Carlos - Eu Quero Apenas.


A música continuou tocando até o início da cena 18.

Corta para a 


Cena 15: ( Visão aérea/  Externo)


A câmera mostra um calendário na tela e os dias avançando e foca em alguns meses depois.)


Corte para a

Cena 16: ( Rua principal/ externo/ tarde)


A câmera mostra o movimento pequeno na rua e em seguida foca na fachada da casa de Mercedes.


Corte para a

Cena 17: (Casa de Mercedes/ externo/ tarde)


A câmera mostra Luana e Heloísa na calçada se despedindo de Meire e Mercedes que irão viajar.


Luana: ( Sorridente) Olha quero que se divirtam muito lá no Rio vi.


Heloísa: ( Sorrindo/ abraçando) Vamos sentir saudades de vocês.


Meire: ( Abraçando) Nós também, e não esqueçam de nos contar as novidades.


Mercedes: ( Sorrindo) Amo vocês minha lindas, agora vamos Meire se não a gente perde o vôo.


A câmera mostra Mercedes e Meire entrando no carro e elas acenando para as amigas.


A tela escurece


Corta para a 


Cena 18: ( Casa de Lincoln/ tarde/ Sala)


A câmera mostra Lincoln e Camilo e Claudia sentados no sofá e Arthur chega bêbado expulsando o filho de casa.


Cláudia: ( sentada/ tranquila) Pois é… tomara que esse casal fique juntos no final.


Arthur: ( bêbado/ entrando/ gritando) A partir de hoje quero esse viado aí fora da minha casa, não aguento mais olhar pra cara dele.


Cláudia: ( Levanta/ assustada) O que é isso homi, ficou maluco?


Lincoln: ( levanta/ sério/ gritando) É não mainha, acontece que painho nunca superou que eu deixasse a marinha e ter me assumido gay e proclamado meu amor por Vinícius, e ele se sente envergonhado.


Arthur: ( Avançando no pescoço/ gritando) Me respeita, moleque, tenho nojo de você, odeio você.


Cláudia: ( gritando/ desesperada) Para com isso Arthur, vai matar seu filho…


Lincoln: ( Sem fôlego/ sussurra) So-cor-ro


Arthur: ( Tremendo de raiva/ surta/ cai duro no chão) Seu..mal….


Cláudia: ( Desesperada) Meu Deus, Arthur fala comigo.


Lincoln: ( Ofegante/ senta/ tomando fôlego) Acho que ele tá morto mainha, teve um ataque.


A câmera mostra Camilo chorando perto do pai, e Claudia chorando em cima do corpo do esposo.


            Uma semana Depois...


Corte para a


Cena 19: ( Casa de Camila/ Cozinha/ manhã)


A câmera mostra Patrícia e Camila sentadas à mesa tomando café e conversando.


Patrícia: ( Feliz/ sentada) Finalmente está chegando a minha formatura.


Camila: ( Sorrindo) Eu tô muito feliz, seu pai estaria mais ainda em vê a filha seguindo carreira igual a dele.


Patrícia: ( Tranquila) Eu fico mais feliz que tenha se curado dessa depressão maldita.


Camila: ( Sorri) Eu decidi que depois que você se formar quero fazer uma viagem só nós duas, cansei de ficar pensando só em tristeza.


A câmera mostra as duas sentadas e sorrindo e sai lentamente mostrando o plano geral da cozinha.


A tela escurece.


Corta para a


Cena 20: ( Visão aérea/ externo/ manhã)


A câmera sobrevoa a cidade mostrando o movimento do trânsito e foca na fachada da casa de Luana.


Corte para a

Cena 21: (Casa de Luana/ quarto/ manhã)


A câmera mostra Luana seguindo no corredor que dá acesso ao quarto da prima, e ao abrir vê ela arrumando as malas.


Luana: (Tranquila) Então deu certo seu ateliê?


Heloísa: ( Sorri) Deu sim, e viajarei hoje a noite, tô muito feliz porque meu sonho está se tornando realidade.


Luana: (Sorri) Eu fico muito feliz, e também amanhã estarei viajando com o Padre Paulo, vamos pra Jornada Mundial da Juventude.


Heloísa: ( Sorri) Fico muito feliz que você tenha tomado essa decisão, vai te fazer bem.


A câmera mostra as duas sorrindo e se abraçando e sai lentamente.


A tela escurece.


Corta para a 


Cena 22: ( Rua da Solidão/ externo/ noite)


A câmera mostra a rua com algumas pessoas sentadas na calçada e foca em Kelly entrando no carro com Jônatas.


Jônatas: ( Preocupado) Ainda bem que a mainha aceitou ver onde meu pai frequenta todos esses anos.


Kelly: ( Seria) Nem sei porque fiz isso, eu sei que lá no fundo seu pai me ama e não faria essa desfeita comigo.


A câmera mostra o carro saindo.


Corta para a 


Cena 23: (Visão aérea/ externo/ noite)


A câmera mostra as pessoas nas calçadas, crianças brincando no parque e a câmera mostrando a fachada do cabaré distante da cidade.


Corte para a

Cena 24: ( Cabaré/ / noite)

A câmera mostra Kelly entrando no cabaré e todas ficam olhando a mesma subindo a escada com o filho, e fica nervosa em frente a porta.


Jonatas: ( Calmo) Mainha abre, assim você se convence se ele realmente te ama.


Kelly: ( nervosa) Tô muito nervosa, mas vamos lá…


Kelly: ( abrindo a porta/ grita) Fernando!?


Fernando: ( Surpreso/ grita) Kelly?


A câmera mostra Fernando deitado com uma mulher e Kelly na porta  com olhar de decepção.


A tela congela e Fica azulada.








Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.