Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Solar do Amor - Capítulo 10

 




A câmera mostra o sol nascendo na capital de Belo Horizonte. 


Cena 1: Chácara/ sala/ Manhã - Int.


Rogério e Maria Eugênia estão tomando café na mesa.


Maria Eugênia: Temos que ir embora hoje.


Rogério: Calma, só mais um pouco.


Maria Eugênia: Não posso esperar, tenho que voltar para o vilarejo. Minha filha deve está preocupada. Não posso deixar minha filha sem saber notícias.


Rogério: Vamos embora então.



Cena 2: Sítio/jardim/ Manhã - Int.


João Lucas e Miguel tomam café no jardim, com o sol brilhando ao fundo.


Miguel: Não te vi ontem à noite, onde você estava?


João Lucas: Fui dar uma volta para espairecer.


Miguel: Isso é muito bom mesmo.


João Lucas: Como estão as coisas no hospital?


Miguel: Estou precisando de sol.


João Lucas: Já ouviu aquela frase: "Amigo, o que machuca não é o amor, são as pessoas. O amor é apenas um sentimento."


Miguel: O que você está tentando me dizer com essa frase, amigo?


João Lucas: Parece que essa moça é muito boa, ela não merece sofrer.


Miguel: Está tudo sob controle agora, vou embora amanhã e procurar uma casa perto do vilarejo.



Cena 4: Praça/Manhã - ext.


O prefeito vai em cima de um caminhão com um microfone falando sobre os crimes e os desaparecimentos.


João Batista: Cidadãos do vilarejo Solar.


Várias pessoas cercam o local.


Pessoas: Sai daí, seu ladrão!


João Batista: Peço desculpas pelo ocorrido nos últimos anos na cidade.


Damião e Alonso estão entre as pessoas.


Damião: Esse prefeito é igual aos outros que passaram pelo vilarejo.


Alonso: Concordo com você.



Cena 5: Mansão dos Ramos/ Cozinha/Manhã - Int.


Sol vai entrando na cozinha com cara de preocupação.


Sol: Madrinha, minha mãe chegou?


Dona Eulália: Ainda não, mas o senhor Rafael falou que eles estão vindo.


Sol: Tá bom. Mais tarde conversamos. Vou para a Santa Casa.


Dona Eulália: Mas antes, leva essa maçã.


Dona Eulália entrega a maçã e Sol pega 


Sol: Obrigada, madrinha.



Cena 6: Estábulo/Manhã - ext.


Frida e Ramiro estão se beijando.


Frida: A desgraça do meu pai ainda não chegou.


Ramiro: Viu? Ele está enrolado com aquela mulher, como te falei.


Frida: Temos que nos livrar dele o mais rápido possível.


Ramiro: Calma, tudo está preparado.



Cena 7: Estrada/ Manhã - Int.


Rogério e Maria Eugênia vão no veículo em alta velocidade.


Ambos vão mal humorados.



Cena 8: Estábulo/Manhã - ext.


Em uma parte do local, Frida e Ramiro estão seminus fazendo amor. 


Nesse momento, Tião vai passando e os flagra de longe.


Tião: Não acredito, é a filha do patrão!


Close em Tião surpreso.



Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.