Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Oh, My God 🤯🎉 - Capítulo 1️⃣5️⃣ (COMA?)

   

Web novela criada e escrita por:
Ricky Nascimento✍️

Capítulo 1️⃣5️⃣: “COMA”

 

⬅️ No capítulo anterior…

Ana ameaça Sheila com uma faca e faz ela confessar que ordenou a David que drogasse ela. Perla surta no hospital, por achar que todos estão contra ela. Daniel tenta conhecer Ivan. Elvira e Juçara discutem. Um dos caras que sequestra Nívia surta e ameaça matar a todos, jogando o carro numa ribanceira, ela acaba se jogando do carro, antes deles caírem no penhasco. Nico fica horrorizado.

➡️ Fique agora com o capítulo de hoje…

 

Cena 1/Rio de Janeiro/Flamengo/Estrada Neves/🌇/ext.

 

Mostra-se luzes piscando, várias viaturas, ambulâncias e o corpo de bombeiros. Mostra Nico ao lado do corpo de Nívia não se sabe se ainda esta viva, esta desacordada e muito machucada. Ele chora copiosamente. Os enfermeiros coloca ela em uma maca e leva para a ambulância. Nico vai até seu carro e acompanhar. Ao lado, mostra-se o penhasco e câmera desce por aquele local rochoso e mostra um carro, pegando fogo e sendo apagado pelo corpo de bombeiros.

 

Bombeiro (Walkie Talkies) – Vítimas de acidente na Rj- 29 sentido Glória. Todos mortos: 3 homens e uma mulher bem ferida.

 

A imprensa chega para cobrir o grave acidente.

 

Cena 2/Mansão Toucci/Cozinha/🌇/int.

 

Rosa está na cozinha, junto com Catarina, elas ouvem o rádio e escuta músicas antigas. O rádio está baixinho. Começa a sair a notícia, Catarina aumenta o volume.

 

Rosa (🙄🤨) – Já vão interromperam os clássicos para falar sobre tragédia. Eu hein.

 

Ela passa um pano na bancada. Começam a falar no rádio: “Acidente na rodovia Melo Benício sentido Glória, aqui no Flamengo...”

 

Rosa (🙄) – Não quero saber mais de tragédia, tenho mais o que fazer.

 

Rádio 📻: Conversarmos com uma testemunha que é chofer da mulher que se acidentou. Ela é indicada como Nívia Andrade Toucci...

 

Catarina (😳🤨) – Rosa!! Vem aqui urgente...

 

Rosa vem rapidamente da dispensa com um objeto na mão.

 

Rosa (🙄😤) –   para parar de gritar, você não está em sua casa não...

 

Catarina (🤫🙄) – Xiu! Escuta mulher...

 

Rádio 📻: o chofer Nicomedes Lima (Rosa fica chocada corre e aumenta o rádio 📻) revela para a nossa equipe, que a mulher do grande empresário João Carlos Toucci, foi sequestrada após numa tentativa de assassinato. Ele afirma que vinheram para matá-los. O estado de saúde de Nívia Toucci é desconhecido. Mais notícias...

 

Rosa (arranca o avental e segue até a sala agoniada, Catarina vai atrás) – Só pode ser coisa daquele demônio!

 

Ela sai diretamente para fora, digitando no celular e pondo no ouvido.👂 Ela segue para distante de Catarina que fica desconfiada, e ela se distância para o outro lado. Ela pega o celular, e liga para alguém.📞

 

Catarina (😏😌) – Oi, sou eu... Aconteceu algo com a mulher do “alvo”. Ela se acidentou, acha que é bom para nossos planos?

 

Ela ouve atentamente instruções pelo telefone. 📞

 

 

Cena 3/Botafogo/Hospital Frederick Mikail/🌇/int.

 

Ivan, Isa, Daniel, Luiz e Marcelo estão ali esperando. André vem no corredor com ajuda de muletas. Daniel percebe e vai até o amigo ajudá-lo, todos os olhos vão para André, que é auxiliado por Daniel e Marcelo. Ele fica em pé.

 

Daniel (🤔) – Senta amigo, vai ficar em pé, assim...

 

André (escora-se na parede) – Não amigo, estou de boas... Cansei de ficar naquela cama e quero ficar em pé...

 

Daniel (🤔) – Ok, então.

 

Ivan (vai até a ele, ) – Você  está bem, como está seu pé? Ai, estou me sentindo tão culpado...😖

 

André (Ele põe a mão no ombro de Ivan, carinhosamente 😌) – Relaxa, não foi culpa sua...

 

Todos olham para eles desconfiado, só Daniel e Isa olham para eles sorridente. 😁

 

André fica envergonhado, tira a mão do ombro de Ivan e fica em sua posição inicial. Abre – se as portas da frente, e vários enfermeiros carregam uma moca com Nívia em cima, todos prestam atenção na mulher, que está muito machucada. André percebe, por um sinal na orelha da mulher (um sinal inconfundível, que Nívia tem desde nascença) ele arregala os olhos. Ele se equilibra nas muletas.

 

André (😳😰) – Mãe? Aquela é minha mãe! O que aconteceu com ela. Mãe!

 

Todos ficam sem entender, André tenta correr com as muletas se desequilibra e cai. Os amigos correm e vai ajuda-lo mais Ivan já está levantando.

 

André (😭😞) – Aquela é minha mãe... O que aconteceu?

 

Nico aparece com o telefone na orelha, fala com alguém.

 

Nico (vendo André, 😳📞) – Rosa, acalme-se, estou aqui com André... sim, sim, depois de te explico, tenho que desligar...

 

Nico vai até André, que fica emocionado.😭

 

André (😰😭) – Aquela era minha mãe, o que aconteceu com ela? Ela estava toda ensanguentada. 

 

Nico (😞😢) – Vou te contar. Senta.

 

A imagem desvanece.

 

Cena 3 B – Sala de cirurgia.

 

Os médicos faz uma operação rápida em Nívia que está desacordada. Os sinais vitais de Nívia acaba, e a máquina apita, um som de morte. O médico manda todos se afastarem e prepara o desfibrilador, usa-a no peito de Nívia, mas não reage.

 

Cena 4/Niterói/🏢🌻/Cozinha/int.

 

Ana está na cozinha terminando de lavar a louça. Alan vem arrumado para trabalhar. Ana sente-se mal, Alan percebe.

 

Alan (🤨😳) – Ana... Você está bem?

 

Ana (😞😡)- Ai... Do nada senti um arrepio e lembrei de minha mãe, quer dizer de Nívia.

 

Ele fica com um aperto no peito.

 

O som de morte ecoa pelo apartamento.

 

Piiiiiiiiiiiii!

 

✂️🎬

 

Retorna a cena 3B...

 

O médico tenta mais uma vez e os sinais vitais de Nívia aparece no monitor. O médico fica aliviado. Darinha aparece ao lado, ela ver a mãe. Ela fica emocionada. O espírito de Nívia sai do corpo e ela fica vendo os médicos operando – a. Ela arregala os olhos... 😳

 

Nívia (😳) – O que está acontecendo?

 

Sua voz ecoa na imensidão. E retorna para ela com alto e bom tom. Ninguém a escuta. Ela se desespera.

 

Uma voz ecoa no local, mas não é a dela. Uma voz de uma garota, voz suave e aveludada. Nívia vira-se em direção a voz. Mostra-se Darinha com sua boneca nos braços.

 

Darinha () – Oi... Mãe...

 

Toma um susto e lembra de momentos do passado e chora. Como os olhos arregalados.

 

💭Flashback On💭

 

A imaginação de Nívia vai até

1987. Muito antes de Ana nascer. Nívia está nova com seus 20 anos. Ela conversa com o pai, Elias, que está ali sorridente. Darinha está como agora, brinca perto da piscina com sua boneca favorita. O cão da família, pega a boneca das mãos de Darinha e corre com ela, Darinha vai atrás. O cão joga a boneca na água (Elias fazia isso com o cão para ele pegar, e o cão se jogava na piscina para pegar sua bolinha preferida. Sai e entregava para Elias.) Darinha vai em direção a beira da piscina, e ver sua boneca na beirada. Ela agacha-se para tentar pegar ela escorrega e cai dentro da piscina sem ninguém ver. Ela se desespera e bate a cabeça na lateral da piscina e sua cabeça sangra a desmaia. O cachorro late muito.

 

Elias (olhando para a piscina, 😳) – Por que o Rax late tanto. 🗣 Cale-se.

 

Nívia (olha de longe e ver, sangue dentro da água, ela sai correndo) – Dara! Darinha!

 

Ela chega na lateral da piscina e fica horrorizada ao ver a filha de bruços desacordada na piscina. Elais se joga na piscina e tira a menina, ele a deita no chão e tenta reanima-la com técnica de primeiros socorros. Ela não reage. Nívia fica ali catatônica, não diz nada, só chora. Elias faz reanimação torácica, mas sem sinais vitais. Ele ergue a cabeça da menina e abraça ela, chorando copiosamente.

 

Nívia (😳😭) – Pai... Por que ela não reage...

 

Elias olha para Nívia e corre para abraça-la, chorando arrasado. Nívia solta um grito de desespero estridente, ela chora desesperada. Mostra a piscina com sangue e a boneca flutuando.

 

💭 Flashback Off💭

 

Nívia (😭) – Minha filhinha... Eu só posso está sonhando.

 

Darinha () – Não, mamãe... Sou eu... Sentir muitas saudades de você... 😢😭

 

Nívia abraça a filha. E chora copiosamente.

 

Nívia (😭) – Todos esses anos sentir sua falta, minha filha. Todos os dias, vejo sua foto criança na minha carteira. Desse jeitinho que você está hoje. Você era tão linda... Uma pena você ter partido tão nova. Minha primogênita. Nunca vou te esquecer...

 

Darinha (😢) – Eu sempre estive contigo, sempre por perto. Você sentia as vezes, você falava nos momentos de choro que me queria perto e eu sempre estava perto, cheguei todos os dias a dormir com você. Tenho uma missão, antes de partir para eternidade. Proteger todos vocês do perigos, que estão por vir.

 

Nívia (😳😢) – Então eu morri? E como vão ficar meus filhos, sem mim?

 

Darinha () – Você não morreu mamãe, você apenas está num sono profundo. Olha...

 

Mostra os médicos operando o corpo físico de Nívia. Ela passei pelos lados. E percebe que nenhuma pessoa a ver.

 

Nívia (😳) – Como isso é possível? Como que eu estou aqui e ali ao mesmo tempo.

 

Darinha () – Aquela é a primeira parte da vida, aqui é a segunda parte da vida: o espírito.

 

Nívia (😳) – Você está falando diferente, nem parece uma criança, que morreu. Você não falava assim.

 

Darinha (😌) – Como te disse, vocês humanos não entendem os planos e tudo o que o Criador fez.  Acha que tudo acaba ali, na morte. Uns até sabem que existe outro lado, mas não creem de verdade no coração, então são céticos. Mãe, o mundo espiritual é assim, eu morri como uma criança mas, meu espírito encontrou sabedoria. Então sou renovada, o que eu aprendi em vida, não é um terço do que aprendi desse lado.

 

Aparece muitos espíritos do lado. Nívia se assusta, ao ver o pai, Elias vindo até ela. Ele esta novo, como ela lembrava quando criança.

 

Elias (😌☺) – Filhinha. Quanto falta tive de conversar com você... Só te via e você não me via. Era muito frustrante.

 

Eles se abraçam. Nívia chora.

 

Nívia (😭) – Ah, pai, quanta falta você me faz.

 

Elias () – Sem choro. Você ainda está viva e irá passar um tempinho com a gente.

 

Darinha () – Sim, mãe... Agora você vai ver como a gente ver.

 

Nívia fica um pouco assustada, engole em seco.

 

Cena 5/Niterói/🏢🌻/🌇/int.

 

Elvira chega com suas coisas e uns caras trazem seus móveis escada acima.

 

Elvira (😒) – Cuidado com a tevê, ela foi o olho da cara.

 

No apartamento de Juçara...

 

Juçara assiste tv e ri de um programa que passa. Ela escuta barulhos.

 

Juçara (😒) – Mas será possível que nem no fim da tarde, posso ficar em paz? Cleitim! 🗣

 

Juçara vai direto para o quarto e Cleitim está esparramado na cama, ele dormi.

 

Juçara (😒🗣) – Levanta dessa cama e vai dar ordem lá fora.

 

Cleitim (😒😴) – Que foi agora, Ju-ça-ra...

 

Juçara (😒🙄) – Num tá ouvindo? Parece que esta passando uma manada de mamute lá fora. Credo. Vá já resolver isso.

 

Cleitim (😒😴) – Passo, Ju-ça-ra. Tou cansado.

 

Juçara (🗣🙄) – Mas cansado de que, ora bolas? Você não faz nada Cleitim! Vamos...

 

Juçara percebe que Cleitim, dormiu de novo. Ela bufa e vai ela mesma resolver. Sai andando.

 

Juçara (🙄😒)- Nunca arrumo um homem que preste. Será que joguei pedra na cruz de Cristo. Cruz credo.

 

Juçara sai do quarto e ver homens passando com móveis e vê Elvira, ordenando ao lado.

 

Elvira (🗣) – Vamos meu povo, temos horas. Vamos, vamos, vamos.

 

Juçara (vai até ela, 😒) – Que furdunço é essa na minha porta?

 

Elvira (🙄) – Ai você de novo?

 

Juçara (😒🗣) – Sim, eu de novo, algum problema com minha pessoa!

 

Elvira (🗣🙄) – Primeiramente não grite, que tenho os tímpanos bem saudáveis e limpos. E segundo, todos...

 

Juçara (😒🤔) – Todos o que?

 

Elvira (🙄) – Todos os problemas com sua pessoa. Agora sai da frente, que tenho mais o que fazer...

 

Ela sai de perto. Juçara irada vai em direção a dois caras que trazem um sofá e tenta impedi-los.

 

Juçara (🗣😒) – Voltem! Aqui não tem lugar para quenga...

 

Os homens ficam parados.

 

Elvira (🗣😒) – Vamos, meus queridos, tenho ainda uma mobilha para arrumar, pararam por que?

 

Juçara (🗣😒) – Eu impedi.

 

Elvira (🗣😡) – E quem é você querida?

 

Juçara (🗣😒) – Sou Juçara, eu mando aqui.

 

Elvira (🙄) – Você manda na sua casa, na minha mando eu... (Aos homems) O que estão no esperando? Eu carregar esse sofá no lombo. Vamos andem! E se ela atrapalhar passa por cima.

 

Elvira sai andando deixando Juçara irada.

 

Juçara (😡) – Você me paga perua!

 

Juçara entra dentro de casa e senta no sofá irritada e aumenta a tv no máximo.

 

Cleitim (😡🗣) – Baixa essa merda que quero dormir!

 

Juçara (🗣😡)- Vai dormir na cadeia, inútil.

 

Cleitim vai até a porta do quarto, bate e tranca-a. Juçara pega um pote de biscoitos e fica comendo irritada. 😤

 

Cena 6/Faculdade Frederick Mikail/Pátio/🌇/int.

 

Lorrane está perto da sala da secretaria. Ela pega o telefone e liga para o conselho.

 

Lorrane (🗣📞) – Boa tarde, senhorita Mercedes, tudo bem. Sou Lorrane Toucci, e preciso fazer uma denuncia... É sobre a senhorita Olímpia Pimentel, sim... Não sei se ela te contou mais, tem uma garota aqui na faculdade que usa ou vende drogas, mas em vez de expulsá-la conforme o regulamento da faculdade, ela só deu um “descanso” de poucos dias a delinquente. Sim... Né, um absurdo. Vocês do conselho estudantil precisam resolver a situação. Onde já se viu, a diretora acobertar uma traficante de drogas. Isso. Venha urgente. Tchau senhorita Mercedes. Obg pela atenção.

 

Lorrane desliga, Renata fica bem incomodada.

 

Lorrane (😏) – Agora essa diretoriazinha de bosta, vai pagar.

 

Dias depois...


 

Cena 7/Niterói/🏢🌻/Recepção/🌇/int.

 

Rosa e Nico entram no edifício girassol. Noronha os atendem eles falam algo, inaudível. Noronha acompanha-os, eles sobem as escadas.

 

No apartamento de Ana...

 

Ana está sentada, organizando algumas coisas numa caderneta. Ela esta de óculos. Alan não está ali, pois foi trabalhar. A campainha toca. Ela vai atender. Ela arregala os olhos.

 

Ana (😳) – Rosinha? A quanto tempo...

 

Ana abraça Rosa forte. Rosa fica séria e triste.

 

Ana () – Senti sua falta, esta diferente... Como você está?

 

Rosa deixa escorrer uma lágrima.😥

 

Ana (😳😰) – O que aconteceu? Por que você está assim?

 

Rosa (😭) – Eu preciso falar, menina Ana. Você precisa ver sua mãe, ela não tá bem?

 

Ana (😳) – O que aconteceu com minha mãe? Rosinha?

 

Rosa chora com o rosto entre as mãos. Nico abraça a mulher. Rosa não consegue falar, chora copiosamente.

 

Nico (😢) – Calma Rosinha, você vai passar mal.

 

Ana (😢😳) – Nico, por favor, o que está acontecendo? O que houve com minha mãe?

 

Nico (engole em seco, 😢) – Dona Nívia sofreu um acidente e está em coma. Recebemos a notícia ontem.

 

Ana cambaleia, ela senta no sofá, tonta. 🤯 Ela ergue o olhar assustado e vazio.

 

A imagem de Ana congela em um papel que é picotado por um tesoura.

Fim.

 


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.