Type Here to Get Search Results !

Marcadores

O Troco - Capitulo 02

 


O Troco


CAPÍTULO 02


Produção: Ranable Webs


Criada e escrita por: EZEL LEMOS

Direção artística: WANDERSON ALBUQUERQUE 



PARTICIPAM DESTE CAPÍTULO

 BRUNA MARQUEZINE - LIS

CAIO PADUAN - RODOLFO 

SÉRGIO MALHEIROS - ANTHONY

CLAUDIA RAIA - ELVIRA

ALEXANDRE BORGES - CÍCERO

CACO CIOCLER - SAMIR

SOPHIA ABRAHÃO - KÁTIA

MAURÍCIO DESTRI - KAÍQUE

ANGELA FIGUEIREDO- BILONE 

ADRIANA LESSA - GRACINHA 




CENA 1- INT. MANHÃ, BANCO/ TERMINAL DE AUTOATENDIMENTO 

Rodolfo e Lis estão abraçados no chão, enquanto os assaltantes furtam os pertences das pessoas ao redor.


LIS - Rodolfo, me tira daqui!


RODOLFO - Calma, espera um pouco.


Os assaltantes ouvem a sirene dis veículo da polícia. Eles passam pegando pertences e levam a bolsa de Lis.


LIS (assustada) - Minha bolsa! 


RODOLFO - Deixa levarem.


LIS - Mas...


RODOLFO - Não importa.


Logo, os criminosos começam a sair.


CENA 2 - INT. MANSÃO DE LIS/ QUARTO

Elvira está tentando descobrir a senha do cofre. Ela digita a senha, enquanto Kátia a observa, aflita.


ELVIRA - Não consigo adivinhar a bexiga dessa senha! 


KÁTIA - Para com isso, mãe! Você não pode roubar as jóias da Lis, ela é sua sobrinha!


ELVIRA - Eu não vou roubar, filha! Eu vou pegar o que é meu por direito! Sua prima é tão rica que nem vai sentir falta.


Bilone entra no quarto e se surpreende ao vê Elvira digitando a senha no cofre.


BILONE - O que a senhora tá fazendo aí?


ELVIRA - Porque que você tinha que vim aqui justo nesse momento, sua metida?


BILONE - Ué, eu venho aqui na hora que eu quiser, esse é o quarto da minha menina, esqueceu?


KÁTIA - Vamos embora, mãe.


ELVIRA (chateada) - Minha menina! Como se ela fosse sua filha mesmo.


BILONE - Eu criei ela. Tenho ela como uma filha. Diferente da senhora que é tia e nem liga pra ela.


Elvira deixa o cofre e fica chateada.


ELVIRA (irritada) - Sua metida! Como ousa dizer que não gosto da cega, digo da Lis? 


BILONE - Eu conheço bem a senhora, desde quando era jovem tinha inveja da sua irmã.


Elvira se altera e tenta ir até Bilone.


ELVIRA (irritada) - Escuta aqui sua…


Kátia segura Elvira.


KÁTIA - Vamos sair daqui, mãe.


ELVIRA - Deixa eu colocar esse puxa saco...


KÁTIA - Para!


Kátia puxa Elvira e a leva embora do quarto.


CENA 3 - EXT. LANCHONETE FOOD TRUCK 

Lis está sentada tomando água em uma mesa pequena.


RODOLFO - Você se acalmou?


LIS - Estou. Eu nunca passei por isso.


RODOLFO - Levaram sua bolsa.


LIS - Eu já mandei mensagem para meu advogado cancelar os cartões.


RODOLFO - Você não quer comer nada? Um pastel, coxinha ou algo do tipo?


LIS - Não. Eu ainda tô em choque com o aconteceu. Você parece tranquilo.


RODOLFO - Eu já fui assaltado várias vezes. O importante é não reagir e esperar que fique tudo bem.


LIS - Eu não consigo ter essa paciência. Na verdade eu fico revoltada com isso.


RODOLFO - Você tem que esquecer esse momento que viveu. Não faz bem que fique lembrando do que aconteceu. 


LIS - Eu não consigo.


RODOLFO - Porque você não vem comigo à praia? Assim você relaxa um pouco e esquece tudo o que aconteceu.


Lis sorri e levanta da cadeira. Rodolfo também levanta.


LIS - Eu nunca fui à praia. 


RODOLFO - É mesmo?


LIS - Sim. Eu não enxergo, você sabe.


RODOLFO - Mas isso não quer dizer nada. Tem tanta gente aí que não tem perna, não tem brabo e vive uma vida normal. Você não pode se provar de viver por causa de uma deficiência.


LIS (sorrindo) - Você é psicólogo, coaching ou o quê? 


RODOLFO - Eu sou a pessoa que vai te fazer viver.


Lis sorri.


CENA 4 - EXT. PRAIA DO PECADO

Lis corre de mão dada com Rodolfo em direção a água.

Os dois chegam na água.

Lis e Rodolfo jogam água um no outro.



CENA 5 - INT. CASA DE GRACINHA E CÍCERO/ SALA

Anthony está sentado no sofá, estudando com alguns livros.

Gracinha chega na sala.


GRACINHA - Meu amor, vamos almoçar.


ANTHONY - Tô estudando, mãe. 


GRACINHA - Eu sei, mas faz tempo que está aí.


ANTHONY - Enquanto não começo trabalhar tenho que focar nos estudos. Você sabe que meu sonho é ser aprovado em um concurso.


Anthony levanta e organiza os livros.


GRACINHA - Eu sei, filho. Mas você tá horas nesse sofá. Vamos almoçar que é melhor. Quem sabe hoje seu pai traz uma notícia boa sobre a patroa dele.


ANTHONY - A Lis?


GRACINHA - Lis? Que liberdade é essa? Para nós é dona Lis.


ANTHONY (sorridente) - Eu vi ela ontem quando fui lá. 


GRACINHA - Foi?


ANTHONY (sorridente) - Sim. Ela é linda. 


GRACINHA - Xiii, vai se animando não que ela é rica e sabe como é esse povo.


Gracinha vai saindo.

Anthony olha sorridente.



CENA 6 - INT. TARDE, MANSÃO DE LIS/ COZINHA 

Cícero chega na cozinha e Bilone está na mesa almoçando.


CÍCERO - Cheguei numa hora boa.


Bilone levanta.


BILONE - Eu vou colocar o seu prato.


CÍCERO - Não precisa, minha amiga. Eu já almocei na rua.


Bilone senta outra vez.


BILONE - Você tava onde esse tempo todo?


CÍCERO - Eu fui levar o carro pra revisão, aí aproveitei fui almoçar.


BILONE - E a menina, ficou esse tempo com você?


CÍCERO - Não, ela saiu com um rapaz.


Kátia vem em direção a cozinha e para, surpresa.


BILONE (surpresa) - Rapaz? Que rapaz? 


CÍCERO - Eu não sei quem é o sujeito. É que teve um assalto…


Bilone olha surpresa.


CENA 7 - INT. MANSÃO DE LIS/ QUARTO DE ELVIRA 

Elvira está sentada, passando batom, em frente ao espelho.

Kátia chega até ela.


ELVIRA - Que foi?


KÁTIA - O Cícero chegou dizendo que a Lis saiu com um homem.


ELVIRA (surpresa) - Como é?


KÁTIA - Eu não ouvi direito, só entendi que ela saiu com um homem.


CENA 8 - EXT. PRAIA DO PECADO

Rodolfo e Lis estão deitados na areia.


LIS - Que loucura eu tô fazendo?


RODOLFO - A vida é feita de loucuras. E a gente precisa embarcar nelas para ser feliz.


LIS - Quem é você Rodolfo? Quero saber quem é essa pessoa olhou pra mim e viu uma pessoa.


RODOLFO - Eu sou Rodolfo, tenho 28 anos e moro em Portugal com meus pais.


Lis senta na área, Rodolfo também senta.


LIS - Você mora em Portugal?


RODOLFO - Sim, mas eu venho com frequência ao Brasil.


LIS - Sabe, ninguém nunca me notou. Ninguém nunca me chamou para sair para um lugar assim. O máximo que eu vou é no restaurante com minha amiga.


RODOLFO - Você é um ser humano. Uma mulher linda,que precisa viver.


Lis se emociona.


Rodolfo se aproxima de Lis, ambos ficam com rostos colados.


Rodolfo beija Lis.


Os dois se beijam por um tempo.


CENA 9 - INT. MANSÃO DE LIS/ COZINHA 

Bilone está lavando um prato na pia, enquanto Cícero a observa ali do lado.


Neste momento chega Elvira.


ELVIRA - É verdade que a Lis saiu com um homem?


BILONE - Como a senhora soube disso?


ELVIRA - Não importa como eu soube! Vamos, me falem!


CÍCERO - Eu não sei de nada, dona. Ela só me disse que ia com ele.


ELVIRA - Ela não chegou até agora, cês não tão preocupados?


BILONE - A menina é adulta, ela sabe muito bem o que faz.


ELVIRA - Ela é cega! Vocês acham que uma cega pode tá andando sozinha por aí?


BILONE - Ela não enxerga, mas isso não quer dizer que ela não tenha capacidade de sair e se divertir. 


CÍCERO - É, quem sabe ela arruma um namorado.


ELVIRA - Quem vai querer casar com uma cega, gente? Cês tão loucos?


BILONE - Escuta aqui, dona! Eu não vou admitir mais que trate a menina assim!


CÍCERO - Calma, Bilone!


BILONE - Calma, nada! Eu vou dizer a Lis quem é a tia dela de verdade!


Elvira olha com muita raiva.


ELVIRA - Faça isso e você saberá do que sou capaz!


Cícero olha assustado.


Bilone encara Elvira.


CENA 10 - INT. MANSÃO DE LIS/ QUARTO DE SAMIR

Samir está em sua cama olhando alguns papéis.


SAMIR - Não tem nenhuma escritura aqui! Não adiantou nada esse assalto. Que droga! 


Samir continua olhando os papéis.


SAMIR - Eu paguei tão caro para um assalto daquele porte. Acabou em nada! Eu vou ter que pensar em outro jeito para arrancar dinheiro da minha sobrinha.


CENA 11 - INT. MANSÃO DE LIS/ QUARYO DE KAÍQUE 

Kaique está sentado na cama falando com alguém pelo notebook, quando Kátia entra repentinamente.


KAIQUE - Mania de não bater!


KÁTIA - Você tava falando com quem? Uma ficante é?


KAIQUE - Não vou dizer!


KÁTIA - Tá bom, então.


KAIQUE - O que você veio fazer aqui?


KÁTIA - Mãe tá pirando lá na sala. Preocupada porque Lis saiu desde manhã e não voltou ainda.


KAIQUE - Fala sério, mana! Ela tá mais preocupada com o dinheiro dela.


CENA 12 - INT. MANSÃO DE LIS, SALA

Elvira está eufórica na sala, fazendo ligações. Cícero e Bilone estão ali observando.


ELVIRA - Vamos! Liguem também!


Neste momento, Lis chega na sala com Rodolfo, deixando Elvira pasma.


RODOLFO - Oi, boa tarde! 


LIS - Oi família, cheguei!


Kátia e Kaique chegam e ficam surpresos.


Elvira vai em direção a Lis e empurra Rodolfo.


ELVIRA - Minha sobrinha do coração, você tava onde? Nós estávamos preocupados. Fala o que aconteceu, você se perdeu na rua foi? Ou foi algum tarado que te sequestrou e não deixou você voltar pra casa? Ou foi…


LIS - Para tia! Não foi nada disso.


BILONE - Menina você tá cheia de areia?


KÁTIA - Você foi à praia, prima? 


ELVIRA - Peraí! Peraí! E esse homem, quem é? Não é seu namorado, é?


Todos ficam ansiosos pela resposta.


A cena termina com Lis pensativa.





Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.