Type Here to Get Search Results !

Marcadores

O Troco - Capítulo 26 | Últimos Capítulos

    




O TROCO 

CAPÍTULO 26


Produção: Ranable Webs


Criada e escrita por: EZEL LEMOS

Direção artística: WANDERSON ALBUQUERQUE 



PARTICIPAM DESTE CAPÍTULO

BRUNA MARQUEZINE - MAYA/ LIS

CAIO PADUAN - RODOLFO 

SÉRGIO MALHEIROS - ANTHONY

CLAUDIA RAIA - ELVIRA

ALEXANDRE BORGES - CÍCERO

FERNANDO PAVÃO - WALTER

SOPHIA ABRAHÃO - KÁTIA

MAURÍCIO DESTRI - KAÍQUE 

ADRIANA LESSA - GRACINHA

SILVIA PFEIFFER - CASSANDRA DHEMERSSON

JUAN ALBA - HERMES DHEMERSSON

JULIANA PAIVA - DAFNE DHEMERSSON 

ANA BEATRIZ NOGUEIRA - NEIVA

THAIS MELCHIOR - PÂMELA 

CACO CIOCLER - SAMIR





CENA 1 - INT. CONSTRUTORA DHEMERSON / SALA DE REUNIÕES / MANHà

Cassandra, Rodolfo, Dafne, Darlisson, Samir, Maya e outros sócios estão sentados na mesa de reunião. Cassandra está mal humorada, enquanto Samir observa Maya e desconfia o tempo todo. 


MAYA - Bem, vamos continuar nossa reunião. E estamos precisando decidir o futuro da empresa. Para tanto, vamos eleger um novo diretor-presidente para ocupar o cargo principal da construtora. Alguém aqui se habilita à condição de candidato?

SAMIR (acena a mão) - Eu!

CASSANDRA - Vai Rodolfo! 

RODOLFO (acena a mão) - Eu também me candidato!

DARLISSON (acena a mão) - Eu também! 

MAYA - Ok. Temos três candidatos e o que me parece mais qualificado para tamanha função é o Darlisson Dhemerson, que inclusive é da família e pode sim colaborar para o crescimento da empresa. 


Cassandra, Rodolfo e Samir não reagem bem à preferência de Maya. 


SAMIR - Mas então você já escolheu o diretor.

RODOLFO - Sim. E isso não é justo.

MAYA - Não! Sou sócia majoritária, mas serei democrática e teremos sim a votação e o mais votado com certeza ficará no cargo. 


Maya levanta e entrega uma ficha a cada sócio para que vote em um dia candidatos. Os sócios anotam o nome do candidato preferido e devolve para Maya. 


MAYA - Pronto, já realizamos a votação e vamos apurar os votos. 


Maya começa a tirar os votos da urna e a contabilizar.


MAYA - Um voto para Rodolfo, um voto para Samir, mais um voto para Rodolfo, um voto para Darlisson… 


Maya senta na cadeira, Rodolfo e Samir olham insatisfeitos.


MAYA - Então, o vencedor foi Darlisson Dhemerson. Parabéns Darlisson, esperamos que possa desempenhar um bom trabalho para o grupo e que possamos colher bons frutos na sua gestão. 


CENA 2 - INT. CASA DA OFICINA 

Kaique se afasta de Walter e deixa ele assustado. Mas Walter não desiste e tenta explicar o porquê tomou tão atitude. 


WALTER - Nós estávamos ficando antes de você sofrer o acidente.

KAIQUE - Eu não ficaria com homem.

WALTER - Fica sim. Como é você foi esquecer de nós?

KAIQUE - Você tá inventando isso! Olha pra você, é bem mais velho que eu! 

WALTER - Não acredito que você tá falando isso!

KAIQUE - É melhor ir embora. Eu tenho que ir no salão deixar una coisa para minha irmã, pois ela irá se casar mais tarde.

WALTER - Eu vou para o casamento dela. Podemos nos encontrar lá.

KAIQUE - É melhor você ir. 


Walter olha triste para Kaique e vai embora. Kaique fica pensativo e coloca a mão lentamente na boca. 


CENA 3 - INT. CASA DE GRACINHA / QUARTO 

Anthony se preocupa ao não encontrar o seu terno no guarda-roupa. Ele olha por todas as partes do móvel, tira as roupas dos cabides e espalha e ainda assim não encontra. 


ANTHONY - Onde foi parar meu terno? Será que eu tô tão mal da cabeça para ter colocado em outro lugar e não lembrar? Não. Eu lembro perfeitamente de ter colocado aqui. Será que alguém pegou? Mas quem? A mamãe não seria capaz disso! 


CENA 4 - INT. CONSTRUTORA DHEMERSON / DIRETORIA 

Maya conversa com Darlisson, ela teme que a família dele consiga reaver as ações que comprou da empresa.


MAYA - Eu tô muito feliz por ter conseguido um dos meus objetivos. Mas eu também tô muito assustada. O que a gente fez foi muito arriscado. E se a Cassandra acionar a justiça, a venda das ações pode ser invalidada. 

DARLISSON - Fica calma, Maya! Eu conheço a Cassandra, ela não é boba e sabe que se recorrer, terá muitas despesas. Ela vai temer perder e ficar sem nada.

MAYA - Mas ela é muito esperta! Desde que cheguei para morar no condomínio que ela sempre me tratou diferente. É como se ela desconfiasse que eu iria fazer algum mal à família dela.

DARLISSON - E na prática ela não tava errada, não é? 

MAYA - Sim, sim. Mas não tinha como ela saber disso.

DARLISSON - Talvez você não conseguia esconder sua raiva e ela acaba percebendo seu olhar vingativo. 

MAYA - Pode ser. Mas mesmo assim, eu acho ela muito esperta. 

DARLISSON - Mas dessa vez ela não será. E qualquer coisa eu estou aqui para te ajudar. 

MAYA - Muito obrigada, Darlisson. 

DARLISSON - Não precisa agradecer. 

MAYA - Agora vamos lá, precisamos ver os balanços da empresa nos últimos meses, nossos clientes e também planejar o rumo disso aqui. 

DARLISSON - Temos muito trabalho pela frente, sócia! 


CENA 5 - INT. SALÃO DE BELEZA 

Kátia se prepara para o casamento, ela está um penteado super elegante e veste um vestido (de noiva) branco deslumbrante com a ajuda das profissionais e da mãe, Elvira, que se emociona.


ELVIRA - Minha filha, você tá linda!

KÁTIA (feliz,emocionada) - Mamãe, parece um sonho! 

MULHER - Não chora, não chora se não a maquiagem não vai ficar bem.

ELVIRA - Mas não é à prova d'água? 

MULHER - É sim, mas mesmo assim não é legal chorar porque vai ter que limpar e pode borrar a base.

ELVIRA - Filha, você vai ser muito feliz com o Anthony. 

KÁTIA - Não vejo a hora de entrar naquela igreja. Ver ele no altar e dizer sim pra ele. 


CENA 6 - INT. MANSÃO DE CASSANDRA/ SALA

Cassandra chega em casa e se desespera junto a família. Ambos estão indignados com o que supostamente Hermes fez. Dafne está decepcionada com a atitude Maya.


CASSANDRA - Estamos na ruína! 

RODOLFO - O papai enlouqueceu! 

DAFNE - Pelo menos ele nos deixou um bom dinheiro! 

CASSANDRA - Que bom dinheiro? Aquela mixaria? Aquilo não dá nem para pagar as despesas da casa.

DAFNE - É melhor que nada! 

CASSANDRA - Eu preferia que ele tivesse nos deixado com as ações da empresa. Elas sim, davam bom lucros. 

RODOLFO - O Darlisson tá metido nessa farsa.


Rodolfo e Dafne sentam-se no sofá da casa. Ela está completamente revoltada.


DAFNE - A Maya, eu não esperava isso dela.

CASSANDRA - A sua amiguinha nos traiu! Foi isso que ela fez! Você deveria escolher melhor suas amizades! 

RODOLFO - Calma, mãe! 

CASSANDRA - Calma nada Rodolfo! Aquela mulher tem algo a resolver com nossa família. Desde o primeiro momento que a vi que eu sei das suas más intenções. 

RODOLFO - Eu acho que você está enganada. A única inocente nessa história é ela. O papai que a procurou para vender as ações. 

DAFNE - Engraçado Rodolfo, você pensar assim. 

CASSANDRA - Eu não entendo como pode falar isso, meu filho! 


CENA 7 - INT. CASA DE GRACINHA/ SALA

Gracinha e Cícero estão vestidos para o casamento. Anthony não consegue encontrar o terno e Gracinha demonstra estar aflita, sem saber o que fazer. 


ANTHONY - Não encontrei meu terno. 

GRACINHA - Ah, filho, procura direito! Se você não encontrar, vai ter que adiar o casamento.

ANTHONY - Ah, isso não, mãe. 

GRACINHA - Se não encontra, vai fazer o quê? É o único terno seu que realmente presta para usar nessa ocasião. 

ANTHONY - Eu me caso hoje, nem que seja com um terno mais antigo. 

GRACINHA - Você deveria aguar o casamento. 


Cícero percebe que Gracinha está forçando a barra para Anthony desistir de casar e imagina que a esposa pode ter envolvimento no sumiço da roupa. 


CÍCERO - Como é que uma roupa some assim da nossa casa?


Anthony sai do local e Cícero encara Gracinha e mostra sua desconfiança.


CÍCERO - Mulher, se você fez alguma coisa com a roupa do Anthony, trate de devolver. 

GRACINHA (chateada) - Você tá me acusando de dar fim a roupa do nosso filho? Você acha que eu seria capaz disso? 


Cícero encara Gracinha e se aproxima dela.


CÍCERO - Quer a verdade mesmo? Eu acho que sim, você é capaz disso e muito mais. 

GRACINHA (chateada) - Você tá sendo muito injusto comigo. Eu só quero o bem do nosso filho. O Anthony merece ser feliz. 

CÍCERO - Para com isso, mulher. 


Anthony chega na sala, vestido com um terno antigo, ele está triste e chateado por não conseguir a roupa ideal para o casamento. 


GRACINHA - Eu vou lá procurar essa roupa. 


Gracinha sai da sala, deixando Cícero cada vez mais convidado de sua participação no sumiço do terno. 


CENA 8 - EXT. SALÃO DE BELEZA 

Kátia sai do salão acompanhada de Elvira, ambas vão em direção ao carro que está estacionado próximo do local. 


KÁTIA - Vamos lá. Eu tô muito nervosa..

ELVIRA - Filha, está chegando a hora. 

KÁTIA - Eu não vejo a hora de entrar na igreja... Ah, não imaginei que eu casaria tão rápido.

ELVIRA - Sabe que eu também não achava que você iria casar tão cedo.


CENA 9 - INT. CASA SE GRACINHA/ QUARTO 

Gracinha se comove e finge que encontrou o terno de Anthony. Ela chega na sala com a roupa na mão. Anthony ver e fica incrédulo com o fato da mãe ter encontrado. 


ANTHONY - Mãe! Você encontrou?

GRACINHA - Está aqui, Anthony! 

ANTHONY - Como você encontrou? Onde estava? Eu procurei por todas as partes. 


Cícero encara Gracinha e espera uma resposta plausível dela. 


GRACINHA - Eu tinha levado para o meu armário. Desculpa, filho, eu que havia esquecido, que tinha colocado lá. 

CÍCERO (desconfiado) - Esquecido, sei! 


Anthonny fica feliz e vai saindo para o quarto. Cícero olha mal humorado para a esposa. 


GRACINHA - Eu esqueci! 

CÍCERO - Eu entendi tudo! Você não quer que o nosso filho se case com a Kátia!


CENA 10 - EXT. IGREJA 

Kaique encontra Walter na igreja e os dois caminham aos arredores do local, enquanto não acontece o casamento 


KAIQUE - Eu não sei porque, mas sinto que devo ficar próximo a você.

WALTER - Você não lembra, mas nosso amor é muito forte. 

KAIQUE - Estranho que eu não me vejo com outro homem. Apesar de gostar de você, eu não me sinto atraído por você. 

WALTER - Você me deixa triste falando assim. 


Os dois continuam caminhando e se distanciam cada vez mais da igreja. 


KAIQUE - Sério, não é eu que quero. Simplesmente não sinto atração sexual por você. Talvez quando eu lembrar de tudo eu possa voltar a ter essa atração.

WALTER - Eu espero que sim. Eu te amo, não quero te perder. 

KAIQUE - Apesar de não ter atração, eu tenho me sentido bem em falar com você neste momento. 

WALTER - Eu acho que você logo vai recuperar a memória. 


Os dois param em frente a uma lanchonete e se olham, rola um clima e Walter tenta se aproximar, mas Kaique recua. 


KAIQUE - Eu acho melhor não. 

WALTER - Tudo bem. 

KAIQUE - Vamos comer algo? 

WALTER - Sim. 


CENA 11 - EXT. IGREJA / FACHADA 

Kátia chega de carro na igreja e desce com Elvira desce do veículo, mas Bilonechega aflita até elas.


KÁTIA - Bilone, que bom que você veio. 

BILONE - Quem não veio ainda foi o noivo. 

ELVIRA (surpresa) - Como é?.

KÁTIA (assustada) - Ah, meu pai, o Anthony desistiu! 

ELVIRA - Não! Não! Ele não fez isso, filha! 

KÁTIA - E qual a explicação para ele não estar aqui? É claro que ele desistiu, mãe! 

BILONE - Pode ter acontecido alguma coisa. 

ELVIRA - Sim. 

KÁTIA (nervosa) - Vamos voltar, mãe! 

ELVIRA - Não, meu amor. Vamos esperar o Anthony.


Kátia segura a barra do vestido e corre para o carro. Neste momento Cícero chega no veículo com Anthony e Gracinha e ambos saem desse. Elvira se dirige chateada até Anthony. 


ELVIRA - Anthony, o que aconteceu para você chegar atrasado? Nunca ouviu falar que a noiva é que chega atrasado? 

ANTHONY - Eu tive um imprevisto! 


Katia observa a discussão de dentro do carro.


ELVIRA - Mas que imprevisto foi esse? Hoje é o dia mais importante da sua vida! 

KÁTIA (gritando) - Esquece, mãe! Anthony, entra logo na igreja para a gente casar. 

CÍCERO - É melhor, vamos filho! Vá lá com sua mãe que eu levo a noiva. 


CENA 12 - INT. MANSÃO DE CASSANDRA/ SALA

Samir e Rodolfo estão tomando bebida na sala da mansão. 


SAMIR - Acha mesmo que é impossível a Lis ter feito uma cirurgia e recuperado a visão?  

RODOLFO - Está mulher é totalmente diferente. A Maya tem uma coisa que a Lis não tinha. O rosto dela também não é igual, tem muitas diferenças.

SAMIR - Você nunca ouviu falar em harmonização facial? 

RODOLFO - Sei lá. Mesmo assim, acho que a Maya não é a Lis. Se a sua sobrinha tivesse sobrevivido teria me denunciado.

SAMIR - Pode até ser. Mas eu não vou me conformar enquanto não descobrir quem é essa Maya Camilo e o que ela quer. 

RODOLFO - E você vai fazer o quê? 

SAMIR - Vou fazer uma longa viagem. Preciso voltar a minha terra natal para descobrir se realmente a Lis sobreviveu. 

RODOLFO - Boa ideia. 


CENA 13 - INT. IGREJA 

Todos se preparam para o casamento, os convidados ficam de pé. Anthony está no altar esperando Kátia, Gracinha se aproxima dele. 


GRACINHA - Ainda dá tempo de desistir. 

ANTHONY - Eu não vou desistir, mãe. 

GRACINHA - Você que sabe 


A Marcha nupcial toca e Kátia vai entrando na igreja acompanhada por Cícero. Os olhos de Kátia brilham de alegria, enquanto Anthony se emociona no altar. Elvira está emocionada no altar, ela limpa as lágrimas. Kátia continua andando e após alguns segundos, chega até o altar. Cícero entrega Kátia para Anthony. 


CÍCERO - Filho, cuida bem dessa menina. Ela merece muito ser feliz. 

ANTHONY - Obrigado, pai! 


Cícero vai para o altar e Kátia e Anthony se preparam em frente ao padre no altar. 


PADRE - Estamos aqui para realizar a união de Anthony Leandro Silveira e Kátia Alves Montana. 


CENA 14 - INT. LANCHONETE 

Kaique está sentado em uma mesa da lanchonete com Walter. 


KAIQUE - Será que o casamento já começou? 

WALTER - Talvez seja melhor nos irmos. 

KAIQUE - Sim, minha mãe não vai me perdoar se eu perder o casamento da minha irmã. 

WALTER - Então vamos.


Os dois levantam, mas de repente Kaique coloca a mão na cabeça e senta. Ele tem flashes lembrando de seu romance com Walter. Ele sorri e Walter não entende o que tá acontecendo.


KAIQUE - Eu lembrei! 

WALTER - O quê? Do quê lembrou? 

KAIQUE - De nós.


Kaique lembra de seu encontro com Lis e de tudo que aconteceu no Rio de Janeiro.


KAIQUE - Eu lembrei de tudo! Da Lis! 


Walter se assusta com a possibilidade de Kaique ter se lembrado de Lis.


KAIQUE - Você me enganou! Você sabia de tudo! Porque não me falou? 

WALTER - Me desculpa! Eu não podia falar! 

KAIQUE - Eu tenho que falar para o Anthony antes que ele case. Não quero que a Kátia sofra.


Kaique sai correndo e Walter vai atrás.


WALTER - Espera Kaíque! 


CENA 15 - INT. MANSÃO DE MAYA / SALA 

Rodolfo está com Maya na sala de sua casa. Ele está chateado pelo que aconteceu com a sua família e vai tirar satisfação com a vizinha. 


MAYA - O que você quer? 

RODOLFO - Eu vim saber o que você quer da minha família? Porque está fazendo isso com a gente? 

MAYA - Eu não fiz nada! Eu sou uma mulher de negócios e o seu pai me vendeu as ações legalmente. 

RODOLFO - Eu sei que você não tá fazendo isso atoa.


Rodolfo se aproxima de Maya e a encara.


RODOLFO - Fala a verdade! Diz o que está por trás do seu interesse na minha família.


Maya encara Rodolfo, que se surpreende com a reação da jovem.


MAYA - Você quer saber mesmo?

RODOLFO - Fala, o que você esconde? 

MAYA - Eu sou completamente apaixonada por você!


Rodolfo fica surpreso com a revelação de Maya. 


RODOLFO - Do que você tá falando? 

MAYA - Eu quero você! Quero me casar com você! Esse é o preço para eu devolver as ações da sua empresa. 


Rodolfo encara Maya surpreso com a atitude dela. 


A cena termina com Maya feliz olhando para Rodolfo. 





Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.