Type Here to Get Search Results !

Marcadores

PRAZER, SATISFAÇÃO - CAPÍTULO 9

 


Cena 1. Praça da Liberdade. Perto do coreto. Noite.

Juliana e Stela se levantam do chão e se limpam.

Stela: Nossa que susto...

Juliana: É... Coincidência te encontrar aqui...

Stela: Não acho que foi. Não acredito em coincidências...

Juliana: Ah... (tensa) Você caminha sempre por aqui?

Stela: É um lugar que me traz paz... Eu gosto de me exercitar nessa praça!

Juliana: Ah claro... Eu também gosto muito daqui.

As duas ficam uns segundos em silêncio. Juliana desvia o olhar algumas vezes. Stela decide quebrar o gelo:

Stela: Você... Gostaria de ir num bar comigo?  

Juliana: Agora?

Stela: É. Se você tiver tempo claro!

Juliana olha as horas no relógio. 

Juliana: Vamos sim!

Stela: Nossa, pensei que você fosse dizer não! 

Juliana passa a mão nos cabelos e sorri de canto, tímida. Closes alternados.

Corta rápido:

Cena 2. Bar de Drinks. Noite.

Stela e Juliana sentadas numa mesa mais afastada, conversando...

Juliana: Eu preciso de mais tempo pra mim, entende? Eu já criei minhas filhas, não tenho mais marido... Agora eu preciso cuidar de mim, pensar mais em mim!

Stela: (sorri) Você tá certíssima! Agora é a sua hora de se cuidar! (T) E você criou muito bem sua filha, viu? Ela é forte, não leva desaforo pra casa, defende sua própria honra...

Juliana: Você tá falando da Anne? Mas ela é uma garota tímida, não que não seja dona de si, mas essa sua descrição não tá batendo com a dela. Me explica isso direito.

Stela: Ai meu Deus, eu não sei se eu devia contar...

Juliana: Mas tem que contar! É a minha filha, eu tenho direito de saber! Conta vai!

Neste momento os drinks chegam, elas pegam seus respectivos copos. Stela começa a falar fora de áudio.

Cena 3. Bordel Lovely's. Quarto 2. Noite.

Raul diante de Taís:

Raul: Taís... A Kelly nunca contou da vida dela pra você?

Taís: Claro!

Raul: (curioso) O quê?

Taís: Claro que não! Ela só é a dona daqui/

Raul: (interrompe-a) Uma das donas! Não esquece de mim!

Taís: A Kátia também!

Raul vira os olhos.

Taís: Que seja, a maior parte é dela! Mas como eu ia dizendo, eu não preciso saber da vida dela, e é até bom, porquê no nosso meio é melhor não dar confiança pra ninguém!

Raul: Cê não sabe de nada!

Taís: Quê que cê quer com ela hein? 

Raul: Não é da tua conta!

Ele sai e bate a porta.

Taís: Eu hein... Grosso!

Ela vai à penteadeira se maquiar.

Cena 4. Bordel Lovely's. Bar. Salão. Noite.

Salão vazio. Foco num barman fazendo alguns drinks no bar. Música animada. Kelly ajeita a decoração, Kátia vai até ela.

Kátia: Êta menina! Parece que hoje é o dia de maior movimento da história desse bordel. Sabe quantas reservas de convite?

Kelly: 120 Katita! Acabei de olhar, além daqueles que com certeza vão comprar na hora!

Kátia: Vamo faturar muito, por isso vamo trabalhar rsrsrs. Tenho que conferir o estoque de catuaba!

Ouve-se buzina de moto.

Kelly: Deve ser o homem da distribuidora.

Kátia: Deixa que eu recebo!

Kátia vai.

Câm foca em Raul na fresta de uma porta observando Kelly... Suspense.

Cena 5. Bar de drinks. Mesas. Noite.

Juliana e Stela: 

As duas dão risadas enquanto bebem.

Juliana: (se acabando de rir) Eu não acredito que a Anne fez isso hahahaha.

Stela: Deu uns tabefes naquelas... Naquelas piranhas mirins. 

As duas gargalham, em seguida se olham com atração...

Juliana: (quebra o clima) Acho melhor eu ir pra casa!

Stela: Deixa que eu te levo!

Juliana vai se levantar da cadeira e acaba caindo de tontura.

Stela: Juliana! (Vai socorrê-la)

Juliana: (voz de bêbada) Tá tudo bem (risos) Tudo bem!

Stela ajuda Juliana a se levantar e a se sentar na cadeira...

Cena 6. Belo Horizonte. Takes. Noite.

Takes da cidade. Plano geral no prédio de Thiago.

Cena 6. Apto de Thiago. Quarto de Tiago. Noite.

Thiago muito arrumado se olha no  espelho, depois borrifa um perfume. Ele abre o celular em um aplicativo de relacionamentos e vemos a foto de um homem com o nome JOSÉ. Thiago abre um sorriso.

Thiago: (pensamento) Primeira vez encontrando com um cara mais velho... 34 anos... Nunca pensei! E é um gato, tô bem hein...

E ele sai do quarto com um sorriso no rosto.

Cena 7. Casa de Thiago. Sala. Noite.

Carlos via TV na sala. Tiago aparece.

Carlos: Vai sair filho?

Thiago: Eu vou... Vou tomar um sorvete no shopping!

Carlos: Já te dei o dinheiro né?

Thiago: Sim, sim! Tchau!

Carlos volta a ver a TV, enquanto Thiago sai pela porta.

Cena 8. Casa de Juliana. Rua. Noite.

O carro de Stela para em frente a casa de Ju. Juliana desce.

Stela: Eu te ajudo a sair!

Juliana: (mais sóbria) Não precisa! Eu consigo sair sozinha! (T) Obrigada. Eu não tinha um momento assim, fazia séculos...

Stela: Se você quiser a gente pode repetir... Esse foi muito rápido! 

Música: Resto de Mim - Maria Bethânia.

Juliana: Realmente, eu vou querer sim! E vou cobrar.

Stela: Ah, vou adorar! (risos)

Juliana estende a mão.

Juliana: Amigas?

Stela: (desapontada) Amigas?!

Juliana já se retira.

Juliana: Tchau! 

Fecha a porta e vai pro portão caçar as chaves. Stela a espera. Quando acha, as duas acenam uma pra outra e Ju entra. Stela arranca.

Cena 9. Casa de Juliana. Quarto dela. Noite.

(MÚSICA CONTINUA) Juliana entra, tranca a porta, manda seus sapatos longe, se joga na cama e deitada, fica pensativa...

Juliana: Ah Stela... Você é realmente uma obra de arte!... Mas... Será que eu tô pronta pra começar um relacionamento e com uma mulher?

Close em Ju confusa...

Abertura:

Cena 10. Ap de Stela. Suíte. Noite.

Stela jogada em sua cama também pensativa. Música: Resto de Mim - Maria Bethânia (até o fim desta cena)

Flashback on: (cena 15 - cap. 8)

Juliana corre distraída pela praça da liberdade até tropeçar em Stela e as duas caíres no chão, se olhando...

Corta para:

Flashback on: (cena 1 - cap. 3)

Stela e Juliana se olham atraídas... Elas chegam bem perto uma da outra e se beijam calorosamente. Elas ainda se beijando, vão até a porta e viram a chave.

Juliana: (saindo do beijo) O que tá acontecendo comigo?

Stela: Se você tá gostando, é o que importa, o resto que se foda!

Juliana: É!

Elas voltam a se agarrar e entram numa cabine.

Flashback off.

Stela: (p/si) É você Ju... Você é a pessoa que eu sempre quis, a pessoa que vai me fazer feliz! Mas eu ainda preciso tirar seus medos, seus traumas e nós vamos ser felizes!

No close de Stela, corta:

Cena 11. Casa de Juliana. Quarto de Anne. Noite.

Anne estuda em sua mesa com o notebook aberto. Intantes e uma notificação chega nele.

Anne: Hum... Quem será?

Ele abre a notificação e vê uma mensagem de Felipe.

Música: Todo seu - Jorge e Mateus (até o fim da próxima cena)

Anne: O Felipe? Eu hein...

Felipe: Oi Anne, vamos nos ver agora?

Anne digita...

Anne: Agora eu não posso, nos vemos amanhã.

Anne: (p/si) Querendo me ver agora...  9 da noite! Menino esquisito... Até que é gatinho, mas não vou dar muito mole... Não posso facilitar! Tenho que focar nos meus estudos...

E ela retorna a escrever no caderno.

Cena 12. Casa de Felipe. Quarto. Noite.

Felipe deitado em sua cama mexendo no celular.

Felipe: Pra amanhã, eu tenho um plano incrível Anne... Você não vai resistir. Ninguém resistiria!

Close nele.

Cena 13. Rua deserta. Noite.

Rua escura, mal iluminada e nada movimentada. Ouvimos barulho de vento... Um táxi para em frente a uma casa com a fachada mal acabada.

Thiago paga o taxista, desce, estranhando o local, vai até o portão e bate palmas. Em instantes um homem de cerca de 35 anos (de bermuda tactel e regata), fumando um cigarro, abre.

Homem: Tú que é o Thiago é? (Soprando a fumaça na cara dele)

Thiago: (com medo/tremendo) Sou... Você é o José?

José: É! Entra aí!

Thiago engole seco e entra. Soundtrack suspense. O portão é fechado fortemente. A imagem fica preta.

Cena 14. Bordel Lovely's. Salão. Noite.

Tudo lindo e arrumado. As luzes coloridas já acesas e uma música animada compõem o ambiente. Kátia desce as escadas e vai ao encontro de Kelly. Ambas bem vestidas e maquiadas.

Kátia: Pode abrir o bordel que as meninas já tão descendo!

Kelly: Cê viu o Raul?

Kátia: Eu não, ainda bem! 

Kelly: Eu tenho até medo quando ele some... Quando tá perto, a gente pelo menos pode imaginar o que esse bosta tá aprontando!

Kátia: Bom, vamos parar de falar dele e vamos abrir, que é o que nos interessa!

As duas vão até o grande portão de madeira e abrem o recinto. 

Cena 15. Bordel Lovely's. Lado de fora. Gramado. Noite.

Raul atrás de uma árvore, fuma um cigarro, pensativo.

Raul: (p/si) Preciso de grana! Mas o que eu precisava mesmo era dos 51 porcento do bordel... Que está com a Kellyzinha!

Raul pensa mais um pouco e abre uma cara maliciosa.

Raul: (tramando) É isso! Eu vou chantagear a Kelly! E eu já tive uma idéia!

Ele traga e assopra a fumaça orgulhoso. Close nele.

Cena 16. Casa de José. Sala. Noite.

Muito suspense. Thiago, contido, entra na casa acompanhado de José. Ele olha pras paredes mal rebocadas e a má organização da casa e estranha. Thiago rapidamente saca seu celular, entra nas configurações e faz o toque do celular tocar. José para de andar e fica o obesrvando, mal encarado.

Thiago: (fingindo) Alô? (T) Oi pai! (T) Não, não posso ir agora. (T) Quê? Tá, tá!

Thiago "desliga".

Thiago: Desculpa cara, mas aconteceu um problema lá em casa, eu vou ter que ir! Desculpa!

José: Tá de sacanagem?

Thiago: Não, não!

José: Você vai transar comigo sim, não tem essa! 

Thiago fica pálido, engole seco e quando olha pra mesa vê um facão. Close nele. Tensão.

Cena 17. Bordel Lovely's. Salão. Noite.

Música ambiente: Troca de Calçada - Marília Mendonça.

Pessoas dançando e bebendo. Foco em Taís se apresentando no poledance, vários homens a admiram.

No bar:

Kelly e Kátia brindam alegres com champanhe.

De repente ouvimos um barulho de porta sendo chutada.

Kelly: (espantada) Quê isso?

Quando as duas olham pra entrada e vêem o segurança rendido por um homem e outros TRÊS entrando com seus fuzis e armas em punho. A música para. O bordel se apavora e algumas pessoas correm.

Kelly: Ai meu Deus isso é assalto?

Kátia: (apavorada) E agora Kelly?

De repente um tiro pro alto. As duas gritam.

Cena 18. Bordel Lovely's. Lado de fora. Gramado. Noite.

Raul no mesmo lugar, fumando, escuta tudo e se espanta.

Cena 19. Bordel Lovely's. Salão. Noite.

O terror é geral. Mais um tiro é lançado pro alto.

Homem 1: CALA A BOCA TODO MUNDO! (Atira pra cima mais uma vez)

O silêncio é instaurado.

Homem 1: (histérico) Eu só quero uma pessoa, e o nome dele é Raul! Aparece logo seu merda, eu sei que você tá aqui! Paga logo a porra do dinheiro que você me deve!

Kelly: (baixinho/ tremendo) O Raul?

Cena 20. Bordel Lovely's. Lado de fora. Gramado. Noite.

Raul, impactado, deixa o cigarro cair no chão.

Raul: São eles! Eles vão me matar!

Tensão geral.

Foco em Raul/ A imagem congela com o fundo esfumaçado.

(Encerramento: Me Gusta - Anitta)



Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.