Type Here to Get Search Results !

Marcadores

PRAZER, SATISFAÇÃO - CAPÍTULO 20

 



Cena 1. Ap de Stela. Quarto de Stela. Dia.

Adelaide paralisada em cima do banquinho. Stela indignada diante da irmã.

Stela: Você não vai me responder o que você tá xeretando aqui no meu quarto, ô infeliz?

Adelaide: (fingida) Ah Stela... Me perdoa! Me perdoa! Eu tava procurando uma foto da mamãe! Me deu uma saudade dela... Me desculpa minha irmã! Eu juro, eu juro que nunca mais mexo nas suas coisas!

Discretamente, Adelaide guarda o papel na pasta e a devolve pro lugar.

Adelaide: (descendo do banco) Tudo que eu menos queria era te ver estressada hoje! Eu fiz um almoço pra você!

Stela: (estranhando) Almoço? 

Adelaide: Sim... Frango com quiabo e purê de batata!

Stela: Nossa, era a comida da mamãe...

Adelaide: Acordei pensando nela! Agora vamos pra cozinha que eu te sirvo! E você não sabe qual é a sobremesa que eu preparei!

Stela: Se for pavê de biscoito com pêssego...

Adelaide: Como você adivinhou Stelinha? (T) Agora vem irmã, vem ver o banquete que eu preparei!

Adelaide encaminha Stela para fora do quarto...

Cena 2. Casa de Juliana. Quarto de Anne. Dia.

Anne tira sua mochila das costas e coloca na cadeira. Ela está leve e sorridente. A campainha toca.

Anne: Quem será?

Cena 3. Casa de Juliana. Jardim. Dia.

Anne abre o portão e dá de cara com Luciano.

Anne: Pai? Você?

Luciano: Oi filha! Eu tive alta do hospital! Vim te ver! Que saudade!

Ele abraça Anne, que o abraça de volta, mas desconfiada.

Luciano: Eu posso entrar? Sua mãe já chegou do hospital?

Anne: Ainda não! 

Luciano: E a Kelly?

Anne: Tá no trabalho.

Luciano: Bom, então eu vou esperar sua mãe chegar pra poder entrar! Não quero causar nenhum mal estar!

Anne: Não precisa, pode entrar agora!

Luciano: Faço questão de esperar aqui filha!

Cena 3. Casa de Gabriel. Sala. Dia.

Gabriel e a mãe entram em casa já dialogando.

Gabriel: Pô mãe, aquele é o Thiago, meu amigo da escola! Ele veio aqui nadar!

Maira: Então você matou aula meu filho?

Gabriel: Hoje não tinha nenhuma matéria importante!

Maira: Eu não falo nada! Só Jesus na causa!

Ela segue para o corredor. Gabriel fica por lá e respira fundo.

Cena 5. Rua. Frente da casa de Juliana. Dia.

Juliana estaciona o carro em frente a sua casa e quando desce se surpreende ao ver Luciano e Anne no portão.

Juliana: Tá fazendo o quê aqui Luciano?

Luciano: Vim ver minhas filhas! Eu tava esperando você chegar pra permitir a minha entrada.

Juliana: Então você pode ir dando meia volta!

Luciano: (se faz de coitado) Tudo bem!

Ele tira uma caixinha do bolso e entrega a Anne.

Luciano: Eu trouxe isso pra você!

Anne abre a caixinha e tira uma correntinha com o nome Anne.

Anne: Que linda pai...

Juliana assiste a cena virando os olhos.

Anne: Deixa ele entrar mãe!

Juliana: (irritada) Tá bom! Ele entra! Mas eu não vou participar desse encontro! Vou almoçar no quarto!

Juliana entra em casa brava. Luciano olha para Anne com cara de arrependimento.

Cena 6. Casa de Juliana. Qto de Juliana. Dia.

Juliana entra e tranca a porta.

Juliana: Que ódio! Que ódio! Ele tá mesmo tentando comprar a Anne!

Ela chute um puff.

Juliana: (Respira fundo) Calma Juliana! Respira!

Close.

Cena 7. Casa de Juliana. Sala de Jantar. Dia.

Luciano e Anne comem à mesa. Kelly entra em casa.

Kelly: Anne, mãe, cheguei!

Até que ela percebe o pai.

Kelly: Pai?

Luciano: Vim almoçar aqui! Junte-se a mim filha!

Kelly: Tá... Só vou guardar minha bolsa no quarto...

Cena 8. Casa de Juliana. Quarto de Juliana. Dia.

Juliana está deitada na cama, comendo em cima de uma bandeja. Batidas na porta.

Juliana: Entra!

Kelly abre a porta e vai até a mãe.

Kelly: O que ele tá fazendo aqui?

Juliana: Tá tentando comprar sua irmã minha filha!

Kelly: Eu vou ficar lá e ver qual é a dele!

Juliana: Eu não saio desse quarto! 

Kelly: Tudo bem!

Kelly vai sair do quarto e Juliana dá o recado:

Juliana: Tenta não cair em nenhuma tramóia do seu pai!

Kelly: Deixa que eu tô bem treinada. Só eu sei o que é passar uma adolescência sem um pai presente! Pode ter certeza que eu não vou cair em mais nada!

Juliana: Eu fico mais tranquila ouvindo você falar isso Kelly! (T) Vem dá um abraço na sua mãe, vem!

Kelly abraça a mãe.

Cena 9. Apto de Thiago. Sala. Dia.

Thiago entra em casa sorridente e avoado e já é abordado por Carlos.

Carlos: E aí filho? Como foi a aula?

Thiago paralisado no tempo, com um sorriso bobo.

Carlos: Ei Thiago?

Thiago: Ah pai desculpa! Foi ótima a aula. Perdão. É... Eu vou pro quarto.

Thiago vai em disparado ao seu quarto.

Carlos: Quê que deu nele? Ah... Deve ser alguma menininha...

Carlos ri.

Cena 10. Shopping. Rua. Dia.

Juarez (de óculos escuros) está escorado na moto observando a movimentação da rua. Suspense...

Cena 11. Apto de Stela. Sala de jantar. Dia.

Stela e Adelaide à mesa almoçando)

Stela: (terminando a refeição) Ai, a comida estava ótima Adelaide!

Adelaide: Que bom que gostou!

Stela limpa sua boca no guardanapo.

Stela: Vou precisar dar uma saída.

Cena 12. Ap de Stela. Qto de Stela. Dia.

Stela entra no quarto, tranca a porta e vai diretamente até o guarda roupa. Ela sobe no banquinho e abre a parte de cima.

Stela: Foto da mamãe? A Adelaide pensa que me engana. Ela quer é mexer, fuxicar nas minhas coisas!

Stela pega a pasta e guarda na bolsa.

Cena 13. Ap de Stela. Sala. Dia.

Stela atravessa o ambiente e segue até a porta de saída.

Adelaide: Tchau!

Stela abre a porta e sai. Adelaide fica a observá-la...

Adelaide: Acho que agora sim, eu posso pegar aqueles documentos!

Ela respira fundo e segue para o quarto.

Cena 14. Casa de Juliana. Sala de jantar. Dia.

Luciano, Kelly e Anne à mesa.

Luciano: E você Kelly? Eu sinto tanto por não ter visto você se tornar essa mulher tão linda... Você tinha 14 ou 15 anos...

Kelly: 15 pai!

Luciano: E hoje uma moça de 20... Tá trabalhando?

Kelly: Eu?...

Anne percebe o desconforto de Kelly.

Kelly: (cont.) Trabalho no shopping!

Luciano: Que legal! Eu realmente não vou me perdoar nunca... 

Kelly vira os olhos. Anne apenas observa.

Luciano: Bom! Acho que já deu a minha hora de ir! (Se levantando) Foi muito bom ver vocês!

Anne: Obrigada pelo colar!

Luciano: É só eu recuperar minha vida que virão muitos outros presentes. Você merece muito!

Kelly: Eu abro o portão pra você.

Cena 15. Apto de Stela. Qto de Stela. Noite. 

Adelaide abre a parte de cima do guarda roupa e não encontra a pasta.

Adelaide:(com raiva) Vagabunda ordinária!

Adelaide desce do banco com ódio nos olhos. Com raiva, ela arranca os lençóis da cama e joga os travesseiros pelo ar.

Adelaide: Eu tô ferrada! Ferrada!

Cena 16. Rua. Banco. Externa. Dia.

Stela atravessa a rua e entra em uma agência bancária.

Cena 17. Banco. Cofres. Dia.

Acompanhada de um funcionário, Stela chega ao local. O funcionário vai embora. Ela abre o cofre, tira a pasta da bolsa e coloca lá dentro. Em seguida, ela tranca.

Stela: Seja lá o que ela queira... Ela não vai achar!

Na postura conviccta de Stela, corta:

Abertura:

Cena 18. Casa de Juliana. Qto de Anne. Dia.

Kelly e Anne dialogam:

Kelly: E aí Anne? Como é que você tá com essa história toda?

Anne: (passa a mão pelos cabelos nervosa) Eu tô tentando manter a calma irmã. Tá difícil!

Kelly: Porquê ele tinha que voltar logo agora né? Você pode até não lembrar por ser muito pequena, mas ele nunca foi um bom pai! E agora tá nessa tentando te comprar com colarzinho!

Anne: Eu sei de tudo isso Kelly! Eu não sou burra! Eu tô só jogando o jogo dele! Quero ver até onde isso vai!

Kelly: Anne, você não acha melhor cortar logo relações com ele? É melhor e vai fazer a nossa mãe sofrer menos.

Anne: Ele não vai desistir tão fácil da gente. Melhor ir comendo pelas beiradas, só observando...

Kelly respira fundo. Closes alternados.

Cena 20. Casa de Juliana. Corredor. Dia.

Juliana em frente a porta do quarto de Anne, escutou toda a conversa. Ela sorri. Em seguida, ela saca o celular colocando-o no ouvido.

Juliana: (cel) Alô Stela? (T) Preciso te encontrar! (T) Hoje! A gente precisa conversar!

Juliana sorridente, close. 

Cena 21. Casa de Juliana. Qto de Anne. Dia.

Anne e Kelly:

Anne: Ah Kelly... Tô saindo com um menino lá da escola...

Kelly: (animada) Oi? Conta isso direito agora!

Kelly se senta na cama, Anne senta em seguida. 

Anne: O nome dele é Felipe, é bonitinho, educado...

Kelly: Hummm... Bonitinho, educado... Tem alguma foto?

Anne: Tenho!

Anne pega o celular e abre numa foto de Felipe.

Kelly: Anne... Ele é lindo! É o casal do ano! E a mamãe já sabe?

Anne: Ainda não contei... Tô esperando a coisa firmar...

Kelly: Tô torcendo muito por você, pela sua felicidade!

Anne: Obrigada! Ah... Já ia esquecendo de comentar. Eu e o Felipe, nós vamos ao cinema hoje à noite! E advinha? É no shopping onde você trabalha! Daí eu passava com ele na loja e te dava um oi.

Tensão em Kelly.

Kelly: NÃO!

Anne: Por que não?

Kelly: É... O cinema daquele shopping é horrível! Não dá! As poltronas todas furadas e além do mais, eu não vou estar lá nesse horário. Ganhei umas horinhas de folga.

Anne: Vou ver com ele então se rola em outro shopping...

Kelly: Faça isso!

Anne estranha... Kelly fica tensa...

Intervalo:

Cena 19. Belo Horizonte Takes do Anoitecer. Noite.

Takes aéreos da cidade à noite. Plano geral na fachada de uma mansão de condomínio em que toca música alta no interior.

Cena 20. Mansão de Marcelo Gloss. Área de lazer. Noite.

Muitos jovens por ali em volta da piscina se divertindo e dançando. Compõem o cenário várias garrafas de bebidas alcoólicas e fumaça de cigarro. Entram na festa Eduarda, Fernanda e Gabi, que logo cumprimentam Marcelo Gloss (19) da festa com 2 beijinhos no rosto. Eduarda logo tira um cigarro da bolsa e acende.

Gabi: Tomara que hoje apareça algum gatinho que faça eu me sentir bem comida!

Fernanda: Digo o mesmo.

Eduarda: Olha só, o Danilo chegou! (Soprando a fumaça)

Foco em Danilo terminando de cumprimentar algumas pessoas e indo até elas.

Danilo: E aí meninas?

As 3: Oi...

Danilo olha Gabi de cima a baixo, com malícia no olhar... Ela percebe e mexe nos cabelos.

Gabi: Amigas, eu vou ali pegar um drink!

Danilo: Eu vou também!

Fernanda e Eduarda balançam a cabeça enquanto fumam.

Cena 21. Mansão de Marcelo Gloss. Quiosque. Noite.

Um barman serve drinks atrás de um balcão. Gabi e Danilo chegam até o local.

Gabi: (Ao barman) Um de morango por favor! E capricha na vodka!

Danilo: Acho que eu vou querer o mesmo que você...

Gabi: É?

Danilo: É... Com todo respeito... Cê tá muito gata hoje Gabi!

Gabi: Brigada! Cê também não tá de se jogar fora!

Danilo: (ri) E o quê que cê acha da gente ir lá dentro, tomar esses drinks, só nós dois?

Gabi: Não quero deixar minhas amigas de vela!

Danilo: Elas nem vão perceber...

O barman termina de preparar os dois copos e entrega à Gabi e Danilo.

Danilo: (pegando o copo) Bora?

Gabi: Tá bom vai!

Danilo sorri e os dois vão juntos até o interior da casa.

Cena 22. Shopping Estação. Noite.

Anne e Felipe andam pelo Shopping.

Anne: A minha irmã disse que esse shopping não era a melhor opção...

Felipe: Como assim Anne? O cinema desse shopping é o melhor da cidade! Você vai ver!

Anne: Mas a minha irmã trabalha aqui! Ela sabe!

Felipe: Deve tá enganada!

Anne fica em dúvida... Os dois seguem pelo shopping.

Cena 23. Shopping Estação. Sala de Cinema. Dia.

Anne e Felipe entram na sala do cinema. Está tudo em perfeito estado. Anne estranha.

Felipe: Tá vendo alguma poltrona rasgada aqui?

Anne: É... Realmente, a Kelly se enganou...

Eles sobem a escada e vão para a última fileira de poltronas.

Cena 24. Motel. Suíte Master. Noite.

Música: Resto de Mim - Maria Bethânia

Na melhor suíte do motel, Juliana e Stela estão na cama, vestidas com hobbys de seda enquanto petiscam um prato de frutos do mar.

Stela: Então quer dizer que o seu ex marido está de volta?

Juliana: Está! 

Stela: Só pra ficar claro, vocês não tem mais chances né?

Juliana: (ri) Nem em sonho! Acho que dele eu só quero distância mesmo! As vezes eu até acho que foi bom dele ter sumido... Bom pelo menos pra mim! 

Stela: Hum...

Stela pega nas mãos de Juliana.

Juliana: E você Stela?

Stela: O que tem eu?

Juliana: Tem algum projeto de vida em mente?

Stela: Tenho! Eu quero investigar a morte da minha filha!

Juliana: Filha? Você teve uma filha?

Stela: Tive! Há 22 anos... Mas ela morreu subitamente no hospital! Eu não sei porquê... Mas eu sinto que tem alguma ponta solta nessa história.

Juliana: E que ponta solta?

Stela: Eu tive um sonho há algumas noites... Normalmente eu sou sensitiva sabe?

Juliana: Sei...

Stela: E nesse sonho eu não lembro direito, mas eu voltava nesse dia do parto... Alguma coisa me dizia pra eu ir atrás desse assunto!

Juliana: Eu te dou todo apoio! E Stela... O pai dessa menina... Quem era?

Stela: Ah... Um qualquer que eu conheci numa balada... Eu não gosto de falar desse momento!

Juliana: E em que hospital ela nasceu? Eu trabalhei em alguns, quem sabe eu posso ajudar nisso...

Stela: Ela nasceu no hospital Universitário de Ciências Médicas...

Juliana: Eu conheço algumas pessoas que trabalham lá! Acho que eu posso fazer alguma coisa...

Stela: Meu Deus... Então você vai poder mesmo me ajudar?

Juliana: Vou. Mas com uma condição!

Stela: Qual?

Juliana: Namora comigo?

Stela imediatamente abre um sorriso, desacreditada. Closes.

Cena 25. Bordel Lovely's. Salão. Noite.

Música ambiente: Atenção - Pedro Sampaio ft. Luísa Sonza. 

Movimentação de garotas e clientes.

Cena 26. Bordel Lovely's. Quarto. Noite.

Kelly e Kátia entram no quarto e se sentam na cama.

Kelly: Amanhã podemos ir ao shopping. Abriu uma loja ma-ra-vi-lho-sa! Umas roupas super sexys!

Kátia: Vamos sim! Eu tô precisando!

Kelly: Ai Kátia... E por falar em shopping...

Kátia: O que tem?

Kelly: A Anne... Ela disse que ia no shopping que eu disse que trabalhava... Mas aí eu inventei uma história, disse que o cinema era ruim... Tomara que ela não tenha ido meu Deus!

Kátia: Você não acha melhor contar toda a verdade pra sua irmã? Você disse que tem intimidade suficiente pra contar! Ou não?

Kelly: Eu tenho mas... Eu tenho vergonha! Eu já sustentei essa mentira por tanto tempo... 

Kátia: Vergonha Kelly? 

Kelly: Mais vergonha de ter mentido, do que da minha situação...

Kátia: Tira logo esse peso das suas costas! É a sua irmã! Você pelo menos tem uma! Não é uma abandonada feito eu!

Kelly: Não fala assim!

Kátia: Mas é a verdade! Quem me dera ter uma irmã...

Kelly respira fundo.

Kelly: Ai tá! Eu decidi! Eu vou contar tudo pra Anne! Vou tirar esse peso das minhas costas... (t) Quem sabe um dia eu até conto pra minha mãe...

Kátia sorri pra Kelly e segura sua mão.

Cena 27. Bordel Lovely's. Gramado/Entrada. Noite

Um carro para no gramado do bordel e de lá nada menos que Luciano e Renato descem.

Luciano: E esse lugar aí é bom mermo pai?

Renato: Se um lugar que sai esse monte de gostosa não for bom... 

A câm foca em Lara e outra menina saindo do bordel.

Luciano: Então bora entrar e divertir um pouco! 

Renato: Assim que se fala nego velho!

Luciano e Renato colocam seuss braços em seus ombros e seguem rumo à entrada do bordel. Eles pagam o segurança simultaneamente e entram.

Cena 28. Motel. Suíte Master. Noite.

Música: Resto de mim - Maria Bethânia (até o fim desta cena)

Stela impactada com a proposta de Juliana.

Stela: (sorrindo) Eu ouvi direito? Namorar?

Juliana: Uhum...

Stela: Você quer saber mesmo a resposta?

Juliana balança a cabeça, mordendo os lábios. Stela a surpreende com um beijo de tirar o fôlego.

Stela: Tá respondido?

Juliana: Aham!

Juliana imediatamente rouba um beijo de Stela e as duas caem na cama...

Cena 29. Shopping. Corredor. Noite.

Anne e Felipe caminham pelo shopping. Anne está pensativa e avoada

Felipe: Você gostou do filme? Pra mim a melhor parte foi aquela do tsunami...

Anne mal o escuta

Felipe: (percebendo o estado de Anne) Anne, você não tá bem... Me diz o que aconteceu!

Anne: (pensativa) Eu preciso tirar a última prova! (Muda o tom) Felipe não sai daqui! Eu já volto!

Ela sai correndo. Felipe não entende nada.

Felipe: Ei Anne espera! Onde ela foi?

Close.

Cena 30. Shopping. Loja de Roupas. Dia.

Anne entra na loja. Uma vendedora vai até ela.

Vendedora: Boa noite, o que você tá precisando?

Anne: Na verdade eu queria falar com uma vendedora dessa loja. A Kelly! Ela tá por aqui?

Vendedora: Acho que você confundiu de loja! Nenhuma Kelly trabalha aqui!

Anne: Tem certeza moça? Kelly Dumont, trabalha aqui na parte da manhã, da tarde...

Vendedora: Não moça! Nessa loja não trabalha nenhuma Kelly!

Anne: (desapontada) Ah... Desculpa, obrigada!

Anne se vira de costas, com uma "interrogação na cabeça". 

Cena 31. Bordel Lovely's. Quarto. Noite.

Kátia se arruma no espelho do guarda roupa. Kelly mexe no celular.

Kátia: Kelly, você não quer dar um folguinha do bordel hoje não? Tá tendo uma festona num condomínio e me chamaram!

Kelly: Aposto que só tem pirralho!

Kátia: Tem umas pessoas da nossa idade! Ai vamos? A gente nunca saiu pra se divertir juntas!

Kelly: Ai tá! Vamos! Essa roupa tá boa pra mim?

Kátia: Perfeita! Só falta um batonzinho!

Kátia pega um batom na penteadeira e entrega a Kelly.

Kátia: Esse vai te deixar diva!

Kelly: É... Parece bonito!

Cena 32. Bordel Lovely's. Salão. Bar. Noite.

Luciano e Renato estão bebendo cerveja no balcão do bar.

Cena 33. Bordel Lovely's. Escadas. Noite.

Kelly e Kátia descem as escadas plenas. Taís passa por elas.

Taís: (Elogiando) Tão lindas hein! Vão saír?

Kátia: Vamos! Temos direito né? (Rindo)

Câm lenta: Kelly desce as escadas, seus cabelos voam. Corte descontínuo para Luciano e Renato brindando com copos de cerveja... E quando Kelly vai pisar no último degrau para chegar ao salão;

Foco em Kelly/ A imagem congela com o fundo embaçado

(Encerramento com a música: Troca de calçada - Marília Mendonça)



Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.