Type Here to Get Search Results !

Marcadores

REBELDE PARA SEMPRE - Capítulo 30 (últimas semanas)

  


Web novela de: EZEL LEMOS

CAPÍTULO 30 (ÚLTIMAS SEMANAS)


NO CAPÍTULO ANTERIOR:

Jair não quer que Karla saiba do estado da mãe;

Raildo ajuda Nagela e ela se livra dos sequestradores;

Moana chega em casa com Dário e trata mal os amigos;

Nagela fraga Salete em seu quarto, quebrando alguns objetos e a confronta;

Natany volta para casa;

Salete revela tudo para Nagela;

Moana propõe a Karla e Thales, tirar Ricky e Dimmy da banda;

Eugênio e Suzana concordam em se divorciar;

Karla sabe o que aconteceu com sua mãe;

Nagela vai atrás de Ruy e descobre que ele viajou;

 

VEJA AGORA O CAPÍTULO DE HOJE:

 

CENA 1


(INT: Hospital, Maura está na cama com oxigênio e Karla entra no quarto emocionada)

 

Karla: (chorando) Mãe, mãezinha. O que aconteceu?

 

Maura: (emocionada, voz cansada) Filha…  Cuida da Kaline.

 

(Maura fecha os olhos)

 

Karla: (chorando desesperada) Não mãe! Mãe, não!

 

(Enfermeira entra rápido no quarto e examina Maura)

 

Enfermeira: Por favor, vá embora! Não pode ficar! Saia!

 

(Karla sai do quarto chorando)

 

CENA 2


(INT: Casa de Moana e família, Nagela chega em casa, sobe a escada e Salate vê-la da sala e vai atrás, Nagela chega em seu quarto e Salete chega)

 

Salete: Então, a senhora viu ele?

 

Nagela: Não.

 

(Nagela senta na cama e tira as sandálias de salto alto)

 

Salete: (preocupada) Ai meu pai! Me ajuda provar que estou falando a verdade.

 

Nagela: É bom você pedir ajuda mesmo. Porque eu não quero mais, que você more aqui.

 

Salete: (surpresa, chateada) Oh dona jadela, a senhora não vai acreditar em mim?

 

Nagela: (irritada) Para de errar meu nome, Salete! Para com o senhora também!

 

(Salete fica triste e preocupada)

 

Nagela: (chateada) Eu não posso ter na minha casa, uma pessoa que é capaz de me trair.

 

Salete: Mas dona, eu não…

 

Nagela: (séria) Chega Salete! Tá decidido, o Thales fica, mas você não é bem-vinda aqui.   ...Você podia ter me falado, logo que tudo aconteceu. Eu mandaria você até para outro país se possível. Mas você ficaria protegida.

 

Salete: (triste) Me perdoe, eu vou fazer minha mala.

 

(Salete vai embora do quarto e Nagela fica séria)

 

CENA 3


(INT: Casa de Moana e família, Salete arruma suas coisas em seu quarto e Thales chega)

 

Thales: Mãe, o que tá acontecendo? Porque tá colocando suas coisas na mala? João me falou que vocês vão embora.

 

Salete: Meu filho, eu não queria vim pra cá, eu não gosto dessa vida de ricaço. Aqui eu não tô fazendo nada, eu fui praticamente proibida de trabalhar. Eu não gosto disso.

 

Thales: Então, é por isso?

 

Salete: Não, é que eu fui sequestrada…

 

Thales: (assustado) Sequestrada?

 

Salete: Sim, mas calma! Foi um sequestro tranquilo até. ...O ruim é que eu fui obrigada a espionar a dona, sei lá o nome. E me mandaram fazer umas coisas chatas, tipo, mandaram uma caixa cheia de tarântulas para eu colocar na cama dela.

 

Thales: (surpreso) Mãe, isso é um absurdo.

 

Salete: Sim, mas eu tive que fazer, porque eles ameaçaram vocês, meus filhos, eu não podia deixar vocês em risco. ... Aí a dona Nadeja soube, e me expulsou daqui.

 

Thales: Eu vou falar com a Nagela.

 

Salete: Não, não precisa.

 

(Thales sai e vai em direção a escada, onde Nagela vai descendo)

 

Thales: (chateado, alterado) Nagela, soube que expulsou minha mãe daqui!

 

Nagela: (séria) Sim, ela me traiu. Eu não vou deixar na minha casa, alguém que não me inspira confiança.

 

Thales: Você não pode fazer isso, Nagela!

 

Nagela: (séria) Posso sim Thales, me desculpe, mas essa é minha casa.

 

Thales: Pois se é assim, eu também vou embora!

 

Nagela: Você não precisa ir.

 

Thales: Vou sim, se minha família não é bem vinda aqui, eu também não sou!

 

(Moana desce a escada)

 

Moana: (séria) Eu ouvi tudo! Mamãe, não pode fazer isso!

 

Nagela: Não se meta Moa!

 

Moana: Eu me meto sim! Eu estou do lado da família do Thales!

 

(Close em Thales e Moana sérios, Close em Nagela surpresa)

 






CENA 4


(INT: Pensão de Leonor, Leonor está na mesa cortando verduras, mas para um pouco, pois tá falando no celular)

 

Leonor: (chateada) Não acredito Natany! Isso não estava nos meus planos! ... Pensando bem talvez esteja na hora de dar o golpe final. Eu quero ver ela arruinada!

 

(Leonor desliga ligação e fica feliz)

 

Leonor: Nagela Bustamante, sua ruína está próxima!

 

(Close em Leonor sorridente)

 

CENA 5


(EXT: Fachada do hospital, Karla abraça a irmã Kaline e Jair as abraça)

 

Jair: Karla, agora eu sou responsável por você.

 

Karla: (chorosa, chateada) Mas você não vai querer que eu more na sua casa, não é mesmo? Pois você mesmo, me expulsou de lá.

 

Jair: Você vai sim, morar comigo lá.

 

Karla: Eu não quero.

 

Jair: Você não tem opção, sou seu único responsável.

 

Kaline: Karlinha, eu quero ficar com você.

 

Karla: Sim, meu anjo. Vamos ficar juntas e unidas nesse momento.

 

Jair: O corpo dela será cremado, então não terá velório. Você vá pegar suas coisas na pensão Karla.

 

(Kaline abraça Karla e fala no ouvido dela)

 

Kaline: Foge!

 

CENA 6


(INT: Pensão de Leonor, Karla está com sua mala se despedindo das pessoas da pensão, ela abraça Leonor, Dário e vários hóspedes do local)

 

Karla: Vocês foram muito bons comigo. Sempre serei grata!

 

Leonor: Karla, eu vou sentir muito a sua falta.

 

Karla: Eu também dona Leonor, a senhora foi como uma mãe para mim. Obrigada por tudo.

 

(Leonor e Karla se abraçam outra vez)

 

Leonor: Quando você quiser, pode vir me visitar. Acho que seu pai não a proibirá, não é?

 

Karla: Tomara que não. Agora eu vou indo gente. Tchau.

 

Hóspedes: Tchau Karlinha!

 

CENA 7


(INT: Casa de Moana e família, Jardim. Thales coloca as malas de sua família no carro de Moana, Salete e os demais filhos estão próximos. Moana vai saindo de dentro da casa e Nagela vem atrás chateada)

 

Nagela: Não acredito Moana, você não pode sair de casa por causa disso.

 

Moana: Eu vou, mãe! A Salete jamais iria prejudicar você. Eu não sou tão próxima dela, mas eu vejo as atitudes dela.

 

Nagela: (chateada) Se você for, eu não vou mais ser empresária da banda! Falo sério!

 

Moana: Nós não precisamos de você! Podemos encontrar outra pessoa que nos ajude.

 

(Todos entram no carro que vai saindo, Nagela fica triste olhando. O carro vai saindo da mansão e Moana, no volante, ver Karla com a mala)

 

Moana: Gente, é a Karla alí.

 

Thales: Karla? (ver pelo retrovisor) Sim, é ela!

 

(Thales baixa vidro do carro e Karla chega até eles)

 

Karla: (preocupada) Meu pai quer que eu vá morar com ele. Preciso fugir! Vocês podem me ajudar?

 

CENA 8


(INT: Recepção do hotel, Thales, Karla, Moana, Salete e filhos estão com as malas, ambos próximos à recepção)

 

Moana: Depois que vocês subirem eu vou procurar outro hotel. Não quero ficar nesse.

 

Salete: Fica aqui menina, a banda toda está aqui. Você fica com eles.

 

Moana: Vou pagar a hospedagem de vocês.

 

(Moana vai em direção a recepcionista e torce a cara ao ver Dimmy, que vem vindo em direção a Thales e família)

 

Dimmy: (surpreso) O que aconteceu? O que todos vocês fazem aqui?

 

Thales: Nagela expulsou minha mãe e eu resolvi sair da mansão. A Moana também resolveu me apoiar e saiu de casa.

 

Karla: E eu estou fugindo do meu pai, ele quer que eu volte para casa.

 

Dimmy: (surpresa) Nossa! Quantos acontecimentos!

 

(Ricky chega no local e Moana vem voltando chateada da recepção)

 

Ricky: O que houve?

 

Salete: É uma longa história, meu filho.

 

Moana: (chateada, triste) Gente, meus cartões foram cancelados. Só pode ter sido minha mãe.

 

Salete: E agora, meu pai?

 

Cao: Agora ferrou!

 

Dimmy: Calma pessoal! Eu posso pagar a hospedagem de vocês.

 

Karla: Mas Dimmy, somos muitos.

 

Moana: Eu não preciso, obrigado.

 

Dimmy: Dar para eu pagar pra todos. Tranquilo. E Moana, você precisa sim! ...Ou vai voltar para os braços da mamãezinha, como viveu esse tempo todo.

 

Moana: Tá bom, então eu aceito.

 

Dimmy: O importante é estarmos unidos. Karla, eu vou arrumar um disfarce para você.

 

CENA 9


Os dias passam...

 

(INT: Casa dos pais de Karla, Jair está sentado no sofá, várias cervejas próxima a ele)

 

Jair: Onde ela pode ter se metido? Faz duas que a procuro. ...Na pensão não está, na mansão daquela atriz também não.

 

(A câmera vai até Kaline que está o observando, da escada da casa)

 

Kaline: Pelo menos ele não me trata tão mal, como faz com a Karlinha. Eu tô com muita saudade dela. ...E da minha mãe também, eu não vou esquecer nunca da minha mãe.

 

CENA 10


(INT: Delegacia, sala dos funcionários, Leonor fala com Raildo)

 

Raildo: Desiste! Eu não vou mais mentir para a Nagela. Muito menos fazer mal a ela.

 

Leonor: Então tá disposto a revelar tudo, pra ela? ...Que esse tempo todo ficou com ela porque eu li paguei?

 

Raildo: Você sabe que não foi só pelo dinheiro, a Nagela é uma mulher linda. Qualquer homem se apaixonaria.

 

Leonor: Você sabe que eu posso te fazer perder esse cargo?

 

Raildo: Vai, mexe seus pauzinhos! Pensa, que porque é amiga do prefeito pode tudo?

 

Leonor: (brava) Se pensa que me conhece, tá enganado! Você não sabe com quem tá lidando! Não sabe!

 

(Leonor sai da sala com raiva e a câmera foca em Raildo preocupado)

 


CENA 11


(INT: Casa de Moana e família, Nagela toma champanhe sentada em uma poltrona no quarto)

 

Nagela: Saudades da minha Moa. ...Eu só queria o bem dela. Não sou como minha mãe que fez da minha infância um inferno. ...Por causa dela tive que abandonar o Eugênio, meu grande amor.

 

(A câmera mostra Natany escutando do outro lado da porta)

 

Natany: Agora não entendo mais nada. A vovó acusa ela, e ela também a acusa. Não sei quem pode está falando a verdade.

 

CENA 12


(INT: Hotel, quarto. Thales e Karla conversam, ela ajeita sua peruca loira na frente do espelho e ele afina guitarra… No fundo mostra os irmãos de Thales: Cao, Yasmin e João brincando)

 

Karla: Pronto. Assim já posso sair na rua.

 

Thales: Você vai mesmo, buscar sua irmã?

 

Karla: Sim. Não posso deixar ela lá com meu pai. O Dimmy autorizou. Eu espero um dia recompensá-lo.

 

Thales: Verdade, o Dimmy foi muito parceiro. Olha esse quarto com várias repartições, deve custar uma fortuna.

 

Karla: E sua mãe é outra pessoa maravilhosa. Ela não quer depender de ninguém e vai todo dia trabalhar. Eu também queria ir, mas sou de menor.

 

(Moana entra abraçada com Dimmy e Ricky, todos sorridentes)

 

Moana: Amores, preparados para o nosso showzaço?

 

Thales: Claro Moana.

 

Karla: (rindo) Estou me sentindo um pouco cansada, mas estou.

 

Ricky: Foi muito bom conseguir esse show aqui mesmo, no restaurante do hotel.

 

Dimmy: Vai ser maravilhoso.

 

Thales: (feliz) E nossa nova integrante aqui, é Pérola!

 

Dimmy: (rindo) Eu quero ver como vamos explicar aos fãs, depois.

 

Moana: A gente diz que Moana tinha viajado para a Flórida. Imagina! Os fãs vão amar.

 

(Salete entra assustada no quarto, vestida de camareira)

 

Salete: Meninos, a polícia está no hotel, procurando uma jovem, deve ser você Karla!

 

(Todos do grupo ficam assustados se olhando)



Fim do Capítulo





Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.