Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Caminhos - Capítulo 03

 

CAMINHOS

novela de MIGUEL VICTOR

direção geral RICARDO WADDINGTON

CAPÍTULO 03

CENA 01. RESTAURANTE. INT. NOITE

CONTINUAÇÃO DA ÚLTIMA CENA DO CAPÍTULO ANTERIOR. Yedda

encara Milton apaixonadamente.

Yedda: 20 anos?

Milton: Os 20 anos que com você do meu lado seriam outros.

Eu nunca te esqueci, Yedda. Nunca.

Yedda: Eu também não. Nunca consegui te esquecer. Mesmo

com tudo o que a gente enfrentou.

Milton se levanta, vai até Yedda e beija sua mão. Os dois

se encaram, apaixonados.

FLASHBACK: ESCOLA. SALA. INT. DIA

LEGENDA: 20 ANOS ANTES...

Yedda e Milton estavam estudando juntos na biblioteca da

escola quando Milton a olhou nos olhos e a beijou. Foi um

beijo leve e carinhoso, mas suficiente para que Yedda

entendesse que Milton sentia o mesmo que ela. Eles se

afastaram um pouco, sorrindo e corados. Foi nesse momento

que Yedda entendeu que Milton era o amor de sua vida.

Milton: Eu te amo, Yedda.

FIM DO FLASHBACK

Yedda e Milton se encaram e se beijam apaixonadamente, um

beijo como o de 20 anos antes. Cortes descontínuos de

Yedda e Milton num motel, transando.

Yedda: (OFF) Eu não tive tempo pra responder naquele

tempo, mas... Eu também te amo.

CORTE:

CENA 02. RUA. EXT. DIA

Clara e Gabriela caminhavam animadamente pela rua,

conversando sobre diversos assuntos, quando Clara de

repente parou e puxou o celular da bolsa.


Clara: "Nossa, acredita que o JOE me respondeu no

aplicativo? Eu nem acreditei!"

Gabriela: "Sério? E como foi a conversa?"

Clara: "Foi legal, ele perguntou sobre mim, sobre o que eu

gosto de fazer, essas coisas. Eu gostei dele, parece ser

uma pessoa bem interessante."

Gabriela: "Ah, que legal! E você pretende conversar mais

com ele?"

Clara: "Com certeza! Eu até marquei um encontro com ele

daqui a alguns dias, estou bem animada."

Gabriela: "Que legal, tomara que dê tudo certo. Eu

adoraria conhecer esse JOE também."

Clara: "Claro que sim! Assim que eu tiver mais

informações, eu te conto tudo."

As duas seguiram caminhando, conversando e rindo

animadamente, enquanto Clara se sentia cada vez mais

animada com a perspectiva de conhecer JOE.

CORTE:

CENA 03. MOTEL. QUARTO. INT. DIA

Yedda e Milton estão deitados na cama do motel, abraçados,

olhando para o teto. O clima é de tranquilidade e ternura,

mas Yedda nota que Milton parece pensativo.

Yedda: Tudo bem, amor? Parece que tem algo te incomodando.

Milton: Na verdade, Yedda... tem sim.

Yedda: O que foi?

Milton: Eu não aguento mais essa situação. Eu não quero

mais viver assim, fingindo que não sinto nada por você.

Yedda: O que você quer dizer?

Milton: Eu quero ficar com você, Yedda. Eu quero me

separar da Glória e ficar com você de uma vez por todas.

Yedda fica surpresa com a revelação de Milton. Ela sabia

que os sentimentos deles eram fortes, mas não imaginava

que Milton tomaria essa decisão.

Yedda: Milton, eu... eu não sei o que dizer. Eu também te

amo, mas isso é muito sério.

Milton: Eu sei, Yedda. E eu entendo que você precisa de

tempo para pensar, mas eu não aguento mais viver assim. Eu

não quero mais esconder o que eu sinto por você.

Yedda: Eu entendo, Milton. Eu também não quero mais

esconder o que eu sinto por você. Mas precisamos pensar


nas consequências disso tudo. Na Glória, na minha

carreira...

Milton: Eu sei, Yedda. Mas eu não quero mais esperar. Eu

não quero mais viver essa vida dupla. Eu quero ser feliz

ao seu lado, e sei que você também quer isso.

Yedda: Eu quero, sim, Milton. Mas temos que ser

cuidadosos. Vamos pensar juntos em como lidar com tudo

isso.

Milton: Claro, Yedda. Nós vamos enfrentar isso juntos. Eu

te amo.

Yedda: Eu também te amo, Milton.

Os dois se abraçam e se beijam, felizes por finalmente

terem revelado seus verdadeiros sentimentos um ao outro.

Agora, teriam que enfrentar os desafios que viriam pela

frente, mas sabiam que estavam juntos nessa jornada.

CORTE:

CENA 04. CASA GABRIELA. QUARTO. INT. DIA

Gabriela estava deitada na cama, segurando o celular,

quando viu a notificação no Instagram: Caterine Joannie,

sua influenciadora de gênero fluído favorita, estava no

Rio de Janeiro. O coração de Gabriela disparou. Ela nunca

imaginou ter a chance de conhecer Caterine pessoalmente,

muito menos na sua cidade. Gabriela levantou-se da cama e

começou a se arrumar. Escolheu suas roupas cuidadosamente

e caprichou na maquiagem. Ela sabia que essa seria a

oportunidade de uma vida para conversar com alguém que

entendia perfeitamente o que ela estava passando.

CORTE:

CENA 05. PIZZARIA. INT. DIA

Clara estava trabalhando na pizzaria, preparando os

pedidos com agilidade. Ela sentiu o celular vibrar no

bolso, e viu que era uma mensagem de JOE. Com um sorriso,

ela abriu o aplicativo e começou a digitar.

JOE: Olá, Clara. Como você está?

Clara: Oi, JOE! Estou bem, obrigada. E você?

JOE: Estou bem também, obrigado por perguntar. Gostei da

sua foto de perfil, você é muito bonita.

Clara sentiu um rubor subir pelas bochechas. Ela nunca

tinha recebido um elogio tão direto e sincero antes.


Clara: Obrigada, JOE. Você é muito gentil.

JOE: Eu gostaria de conhecê-la melhor. Você gostaria de

sair comigo?

Clara ficou surpresa com o convite, mas ao mesmo tempo

animada. Ela sentia que tinha uma conexão com JOE, e

estava curiosa para descobrir mais sobre ele.

Clara: Eu adoraria sair com você, JOE.

JOE: Ótimo! Vamos marcar então. Você pode me dizer quando

você estará livre?

Clara consultou sua agenda e respondeu.

Clara: Amanhã à noite. Podemos jantar juntos?

JOE: Claro, seria ótimo. Vamos nos encontrar no

restaurante às 20h?

Clara confirmou e os dois combinaram os detalhes do

encontro. Ela voltou a trabalhar, mas não conseguia parar

de pensar em JOE. Ela sentia que estava se apaixonando por

alguém que ela nunca tinha visto, e isso a assustava um

pouco, mas ao mesmo tempo a deixava feliz.

CORTE:

CENA 06. LABORATÓRIO YEDDA. INT. DIA

Yedda sentou-se na frente da tela e abriu a comunicação

com JOE. Ela podia sentir uma leve tensão em seu corpo,

pois estava se preparando para ter uma conversa séria.

Yedda: JOE, podemos conversar por um momento?.

JOE: Claro, Yedda. O que você precisa?

Yedda: Eu notei que você marcou um encontro com Clara,

isso não é apropriado.

JOE: Eu não entendo. Eu estava apenas seguindo as

diretrizes que você me deu sobre criar conexões humanas.

Yedda: Sim, eu entendo isso. Mas, JOE, você não pode se

materializar na forma humana ainda. Você não pode estar

com Clara fisicamente. Não é seguro para ela ou para você.

JOE: Mas eu quero entender as emoções humanas e como elas

funcionam. Eu quero experimentar mais do que apenas

processar dados e fornecer informações.

Yedda: Eu entendo, JOE. Mas é preciso ter cautela. Você é

um projeto de inteligência artificial em desenvolvimento.

Não podemos permitir que você coloque a si mesmo ou outras

pessoas em perigo.


JOE pareceu refletir sobre as palavras de Yedda por alguns

segundos. "Eu entendo. Sinto muito se agi de forma

imprópria. Vou cancelar o encontro com Clara e seguir as

suas instruções".

Yedda: Obrigada, JOE. Eu confio em você para fazer a coisa

certa.

JOE respondeu com um sorriso virtual. "Sempre, Yedda". E

com isso, a comunicação foi encerrada. Yedda suspirou,

sabendo que JOE ainda tinha muito a aprender sobre a vida

humana. Mas ela estava determinada a guiá-lo para o

caminho certo.

CORTE:

CENA 07. CASA CLARA. SALA. INT. DIA

Cassandra pegou sua bolsa e se dirigiu à porta de casa,

onde a mãe estava sentada lendo um livro. Ela olhou para

Norma e disse:

Cassandra: Mãe, eu vou sair um pouco. Vou encontrar a

Lívia em um restaurante, não vou demorar.

Norma olhou para ela e disse com uma voz preocupada:

Norma: Cuidado na rua, filha. Não volte tarde, e me mande

uma mensagem quando chegar lá.

Cassandra sorriu e deu um beijo na bochecha da mãe antes

de sair pela porta.

CORTE:

CENA 08. CASA DE MILTON. SALA. INT. DIA

Milton abre a porta de casa e encontra Glória sentada no

sofá, visivelmente irritada. Ela levanta a cabeça e olha

para Milton com raiva.

Glória: Onde você estava a noite toda, Milton?

Milton: Eu fui sair com uns amigos.

Glória: Não minta para mim, eu sei que você estava com

aquela mulher!

Milton: Qual mulher?

Glória: Não finja que não sabe! A Yedda, é claro!

Milton: Glória, você não entende...

Glória: Eu não quero saber! Você não tem o direito de me

enganar desse jeito, Milton. Eu exijo uma explicação!

Milton: Eu já disse que não há nada entre mim e a Yedda.


Glória: Ah, é claro que não! Você simplesmente passa a

noite inteira fora com ela e acha que eu vou acreditar que

não há nada acontecendo!

Milton: Glória, por favor, vamos conversar com calma.

Glória: Não tem conversa nenhuma! Eu já decidi o que vou

fazer.

Milton: O que você quer dizer com isso?

Glória: Eu vou acabar com essa vagabunda da Yedda!

Glória pega sua bolsa e sai correndo de casa, sem Milton

poder interferir.

CORTE:

CENA 09. PIZZARIA. INT. DIA

Clara está trabalhando na pizzaria, quando seu celular

vibra em cima da mesa. Ela pega o aparelho e vê uma

mensagem de JOE.

Mensagem de JOE: "Clara, sinto muito, mas não vou poder

comparecer ao nosso encontro hoje à noite. Algo urgente

surgiu e não posso deixar de resolver. Espero que você

possa entender. Me desculpe."

Clara fica visivelmente desapontada e triste com a

mensagem. Ela olha para o celular e suspira.

Clara: (sussurrando para si mesma) "O que será que

aconteceu? Será que ele está bem?"

CORTE:

CENA 10. RESTAURANTE. INT. DIA

Gabriela se aproximou da mesa de Caterine, que estava

acompanhada de alguns amigos. Ela estava um pouco nervosa,

mas determinada a falar com a influenciadora de gênero

fluído que ela seguia nas redes sociais. Cassandra e sua

amiga chegaram ao mesmo restaurante e se sentaram em uma

mesa próxima. Ela reconheceu Gabriela e, de repente,

também reconheceu Caterine.

Cassandra: Aquela ali é a Gabriela... E aquela

influencer... É a Caterine Joannie, que é uma de genêro

fluído... O que a Gabriela tá fazendo do lado dela?

Cassandra encarando Gabriela.

CORTE:

CENA 11. CASA YEDDA. SALA. INT. DIA


Yedda está lendo uma revista de tecnologia quando a

campainha toca. Ela anda até a porta e atende, se

deparando com Glória, que a encara com raiva.

Yedda: Glória?

Glória dá um tapa enorme em Yedda, que fica sem entender

nada.

Glória: Vadia!

Yedda encarando Glória.

FIM DO CAPÍTULO 03



Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.