Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Entrelaçados - Capítulo 19



CAPÍTULO  19


Criada e Escrita por ANDIE ARAÚJO 


Diretor de Núcleo DENNIS CARVALHO 


CENA 01.SALA DE ESTAR/ CASA DE ROSA. INT. DIA.

Rosa e Janaína em conversa adiantada.

ROSA: Eu preciso saber mais sobre essa Jasmin. Essa vaca não sabe com quem tá se metendo…

JANAÍNA: Você falando assim me dá medo.

ROSA: Essa vaca se meteu com a pessoa errada, Jana.

Marinho chega. Elas param de falar sobre o assunto.

MARINHO: E aí, meninas! Hoje o dia foi nada bom, não conseguimos a quantidade de peixes necessárias. Vou tomar uma ducha!

Marinho deixa chave do carro e a carteira ali numa mesinha e vai para o quarto.

Rosa se levanta, verifica se Marinho foi mesmo para o quarto. Rosa vasculha a carteira e encontra um cartão de visitas da Floricultura.

ROSA: De hoje, essa Jasmin não me escapa.

JANAÍNA: Ai, ai. O que vai aprontar?

Rosa enigmática. Janaína curiosa.

ROSA: Eu vou procurar essa Jasmin. Ela que se prepare!

Rosa guarda o cartão de visitas em sua bolsa.

Corta para:


CENA 02. IGREJA. INT. DIA.

Continuação da cena 09, capítulo anterior. Leandro furioso. As pessoas observam a cena.

LEANDRO aos gritos: Sai daqui, Vagabunda!

Leonardo se aproxima do filho.

LEONARDO: Isso daqui não é show! Estamos aqui pela sua mãe. Respeita!

LEANDRO: Respeito? Quem é você pra dalar em respeito trazendo a amante para a missa em memória da esposa falecida.

Padre Alberico e Teresa se aproximam para tentar acalmar os ânimos.

PADRE ALBERICO: Aqui é um lugar sagrado. Respeitem o templo de Deus!

LEONARDO: Desculpa, Padre.

LEANDRO (P/ NANDA): Some daqui, vagabunda!

Padre Alberico se surpreende, faz o sinal da cruz.

PADRE ALBERICO repreende: Por favor, rapaz. Meça suas palavras na casa do senhor.

Leandro e Nanda se olham. Ele a encara, fuzila com o olhar.

Corta para:


CENA 03. SALA DE ESTAR/APART. DE MAURO. INT. DIA.

Mauro vindo da cozinha com uma bandeja com xícaras. Ele serve Judite.

MAURO: Eu queria pedir perdão pelo transtorno causado.

JUDITE: Fica tranquilo, amigos são para isso. Na alegria, na tristeza, para todas as horas. No que precisar, estou aqui.

Mauro se aproxima e segura as mãos da moça. Ele frágil, começa a chorar.

MAURO aos prantos: Eu não mereço ter você e o Lucca na minha vida. Eu vou estragar a vida de vocês assim como estou acabando com a minha. Não é justo!

JUDITE: Não existe o justo, injusto. O importante agora é se cuidar. E se você fosse no AA, Alcoólicos Anônimos?

MAURO: AA? Eu não sou alcoólatra. Eu consigo me controlar, Judite!

JUDITE: Não adianta só ter a força de vontade, Mauro. É preciso de mais, de ajuda. Você precisa da ajuda certa!

MAURO: A minha força de vontade já é minha ajuda. Tenho você, tenho o Lucca.

JUDITE: Não vou insistir. Agora tenho que ir, tenho uma missa em memória da filha da Teresa. Já estou atrasada até! Fica bem!

MAURO: Obrigado, obrigado mesmo, por tudo que faz por mim, por Lucca.

Mauro a abraça.

Corta para:


CENA 04. IGREJA. INT. DIA.

Continuação da cena 02. Leandro intimida Nanda. Os convidados ali observando a cena. Nanda vai saindo de cabeça baixa. Leonardo pensa em seguí-la. Miro o segura.

MIRO: Melhor evitar o pior, Léo. Fica aqui. Eu dou suporte para a Nanda.

LEONARDO: Cuida dela pra mim…

Teresa observa a cena com um ar de satisfação. Ela abraça Leandro.

Corta para:


CENA 05. FACHADA DA IGREJA. EXT. DIA.

Nanda sai fragilizada. Ela não se aguenta e desaba no choro. 

NANDA aos prantos: O que eu fiz? O que eu fiz pra merecer isso?... Eu só quero ser feliz com o homem que eu amo!

Miro se aproxima e abraça.

MIRO: Você não tem condições de ficar aqui sozinha… Vou levar você pra casa!

Eles vão caminhando abraçados saindo para longe dali.

Corta para:




CENA 06. IGREJA. INT. DIA.

Tempo depois. Padre Alberico no altar. A CAM passa pelas pessoas ali. Leonardo, Lia, Miro, Leandro, Teresa, Stella, Judite, Seixas, Dora, entre outros (figurantes).

PADRE ALBERICO: Em Nome do Pai, Do filho e do Espírito Santo. Amém!

As pessoas ali seguem o fím da reza em uníssono. Muitos se dispersam pela Igreja.

TERESA: Apesar da cena ridícula patrocinada por aquele crápula tudo saiu bem.

STELLA: Foi de mal gosto ele ter trago aquela moça.

TERESA: Péssimo gosto, isso sim!

Teresa e Stella vão saindo da paróquia.

Corta para outro ponto, um abraço de Lia em Leonardo. Leonardo não dá muita atenção ao abraço e fica secando Dora, que veste um tubinho preto que marca bem as suas belas curvas. Ela vai até Seixas e segura a mão do marido, mas dá uma piscadela discreta para Leonardo, que sorri safado. Seixas e Dora vão cumprimentar Leonardo.

SEIXAS: Leonardo, meu piloto favorito!

Seixas dá um abraço amigo em Léo.

LEONARDO: Doutor Seixas, muito agradecido pela sua presença.

SEIXAS: Por nada. Minha esposa Dora!

Dora se aproxima.

DORA: Olá!

LEONARDO: Eu gostaria de pedir desculpas pelo acontecido ántes da missa, meu filho continua revoltado com a morte da mãe, ela se foi jovem.

DORA: Filho? Tem filho? Muito jovem para ter um filho já adulto.

LEONARDO: É.

SEIXAS: Ah… Estamos sentindo sua falta na companhia. (Risos)

LEONARDO: Quero que sintam mais um pouco. Curtir mais as minhas férias. (Risos)

Dora deixa um cartão cair discretamente aos pés de Leonardo. A cena continua em off, eles conversando animadamente.

Corta para:


CENA 07. QUARTO DE MOTEL. INT. DIA.

Ritmo quente. Sensual. Leonardo joga Dora na cama e a beija. Ritmo frenético.

DORA ofegante: Adoro essa adrenalina.

Léo com sua pegada vai delirando a mulher com seus beijos pelo corpo dela. Ela solta uns gemidos.

Tempo. Os dois largados na cama depois do ato.

Corta para:


CENA 08. SALA DE ESTAR/CASA DE SOLANGE. INT. DIA.

Solange largada no sofá com uma cervejinha em mãos.

SOLANGE (cel): A anta portuguesa tá nas minhas mãos! Tá comendo nó miudinho. (Risos)

STELLA: Ótimo, mas não fica muito de lenga-lenga. Tem que agir! Segunda parte do plano tem que começar!

SOLANGE: É pra já!

Solange sorri maliciosamente. 

Corta para:


CENA 09. FLORICULTURA. INT. DIA.

Jasmin e Baixinho organizando as prateleiras. Um homem vem por trás de Jasmin e fecha a visão da moça.

JASMIN sorridente: Miguel…

Ela se vira e o abraça.

MIGUEL vibrante: Gostou da surpresa, meu amor?

JASMIN indiferente: Amei demais…

Som de notificação de celular, Jasmin confere se é o dela. Sorri, alegre, animada.

MIGUEL curioso: Quem é?

Ele questiona enquanto pega o celular. Tensão.

Corta para:


CENA 10. FRENTE MOTEL. EXT. DIA.

Leandro e Dani andando de moto. Eles animados. Até que Leandro sente algo com o pneu e decidem parar. Estacionam frente do motel.

LEANDRO esbraveja: Inferno!

Leandro dá um chute revoltado. 

Corta para o carro de Léo saindo do local, a janela está aberta. Dani reconhece.

DANI: Ali não é seu pai?

Leandro passa a observar bem na hora em que Dora rouba um beijo de Leonardo.

LEANDRO reconhece: É a mulher do chefe dele!

Leandro estarrecido.

A cena congela, um esfumaçado azul, como se fosse uma neblina.

FIM DO CAPÍTULO



Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.