Type Here to Get Search Results !

Marcadores

PRAZER, SATISFAÇÃO - CAPÍTULO 32 (ANTEPENÚLTIMO CAPÍTULO)

 



PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:
Antônio Fagundes como Fernando Mathias
Anderson Di Rizzi como Tadeu
Cris Nicolotti como Sueli

Cena 1. Casa de Juliana. Sala. Dia.

Continuação imediata: Juliana confusa com o que acabara de ouvir de Tadeu.

Instrumental: Detresse.

Juliana: Como assim filha perdida, rica? Quê isso gente? É uma pegadinha? Eu não tô entendendo nada! Talita me explica!

Talita: Tadeu, fala pra ela!

Tadeu: Acho melhor você se sentar Juliana!

Juliana se senta num sofá e Tadeu e Talita noutro.

Tadeu: Então Juliana... Como se chamavam seus pais?

Juliana: Carmem e Roberto! Eles faleceram num acidente de carro há 15 anos...

Tadeu: Eu sinto muito te dizer isso, mas... Eles não eram seus pais verdadeiros!

Tensão. Juliana reage chocada:

Juliana: (em negação) Como não? Isso que você tá me falando é um absurdo! Não, não! Eu sou parecidíssima com a minha mãe, Carmem! Que brincadeira é essa Talita!

Tadeu: Não tem brincadeira nenhuma Juliana! Eu vou te contar toda a verdade sobre a sua origem!

Juliana, muito assustada, fica a escutar.

Talita: Jú, eu preciso voltar pro plantão... Qualquer coisa me liga tá? (Toca o ombro de Tadeu) Tchau...

Tadeu: Tchau!

Talita segue para a saída. Juliana muito mexida com a situação.

Juliana: Continue por favor!

Tadeu: Eu sou um detetive contratado pelo seu verdadeiro pai, para te procurar! O Fernando! Dono da Química Blue!

Juliana: Conheço essa empresa...

Tadeu: Você é filha dele com a ex empregada da casa, a dona Geralda!

A cada revelação, Juliana fica mais chocada.

Tadeu: A Dona Geralda deu você pra Carmem e pro Roberto... Eles não podiam ter filhos... 

Juliana: Por isso eu não tive irmãos...

Tadeu: O seu Fernando tinha uma mulher muito ciumenta na época, e a Geralda não queria escândalos... Então ela contactou os seus pais adotivos e te doou!

Juliana: Então eu fui doada... O meu pai biológico sabia disso?

Tadeu: Não, ele não sabia! Só veio a descobrir ano passado... Eu estou 6 meses à sua procura!

Juliana põe as mãos na cabeça...

Juliana: Então minha vida foi uma mentira... Eu sou adotada! (T) Mas como você tem certeza que sou eu? Pode ser outra pessoa!

Tadeu: Não, não! A sua mãe biólogica confessou tudo antes de falecer... Ela não sabia por onde andavam o Roberto e a Carmem e por isso o seu pai Fernando me contratou! E por sorte eu encontrei você! A única herdeira dos Mathias!

Juliana: Eu tô chocada! Não sei o que fazer!

Tadeu: O seu pai tá muito doente! Ele quer muito te ver antes de... Você sabe!

Os olhos de Juliana enchem de lágrimas...

Juliana: (chorosa) Ele tá pra morrer?

Tadeu: Tudo indica...

Juliana: Então me leva até ele agora!

Nesse momento Anne entra na sala, de pijama e bocejando.

Anne: Mãe, bom dia! (Percebe Tadeu) Quem é esse moço?

Tadeu: Você tem uma filha?

Juliana: (enxuga as lágrimas) Tenho sim! Essa é minha caçula Anne e ainda tenho a outra mais velha, a Kelly!

Tadeu: O Fernando ainda vai descobrir que tem duas netas! É muita felicidade! 

Anne não entende nada.

Tadeu: Juliana, você quer ir comigo pra casa do Fernando agora?

Juliana: Ele é daqui de Belo Horizonte?

Tadeu: Sim, sim! Mora numa mansão no bairro Belvedere!

Juliana:(p/ Anne) Filha, vai se arrumar logo! Você vai num lugar comigo!

Anne: (estranhando) Tudo bem...

Anne segue pro seu quarto. Juliana volta a atenção para Tadeu:

Juliana: Tem alguma foto do meu pai aí?

Tadeu: Tem melhor! Tem um vídeo que ele gravou pra você... Pra quando te encontrasse!

Tadeu tira seu celular do bolso, abre na galeria e dá play no vídeo. Close no celular de Tadeu:

Vídeo: Fernando (78 anos) numa poltrona, bem debilitado.

Fernando: Minha filha... Descobri que você se chama Juliana, tem 40 anos... Filha adotiva do Roberto e da Carmem... Eu queria muito encontrar você minha menina... Eu soube há tão pouco tempo que você existia... Mas tô muito feliz! Eu que pensei que eu fosse sozinho... Tenho uma filha! Não sei se tenho netos, talvez bisnetos... Quando você ver esse vídeo, volta pra casa! Eu estarei te esperando aqui ansiosamente! (Ele tosse) Volte!

O vídeo termina. Juliana já está em prantos...

Juliana: (chorando) Então ele é o meu pai! O meu verdadeiro pai!

Tadeu: E pra te provar que é mesmo verdade... Pesquisa na internet o dono da Quimica Blue... Vai aparecer ele!

Juliana: Vamos correndo pra casa dele por favor! (Grita) Anne! Anda logo!

Anne sai do quarto, já arrumada. Ela estranha a mãe chorando.

Anne: Mãe? Tá tudo bem?

Juliana: (enxuga o pranto) Tudo sim filha! É só emoção...

Anne: O quê que tá havendo?

Tadeu: Você vai conhecer uma pessoa muito especial garota!

Juliana se levanta e pega sua bolsa.

Juliana: Ô Tadeu, antes eu queria buscar a minha filha mais velha! Assim vamos nós três!

Tadeu: Tudo bem! Você vai no meu carro ou prefere ir no seu?

Juliana: Faz o seguinte: você vai na frente e eu te sigo!

Tadeu: Pode ser!

Anne: (p/ Juliana) Mãe você pode me explicar? Eu tô ficando assustada!

Juliana: Você vai descobrir meu amor! Agora vem!

Juliana, Anne e Tadeu seguem até a porta.

Cena 2. Bordel Lovely's. Escritório. Dia.

Kelly coloca alguns papéis numa pasta, enquanto conversa com Kátia.

Kátia: Amiga, então quer dizer que você tem uma irmã? E da minha idade...

Kelly: É Katita... Nunca eu poderia imaginar uma coisa dessas mulher... A Stela e o meu pai já tiveram um caso... Acredita que a própria irmã da Stela vendeu essa criança recém nascida?

Kátia: Meu Deus...

Kelly: E desde então a Stela procura por essa filha que hoje tem 21 anos...

Kátia: Você tem uma foto da Stela?

Kelly: Tenho sim, do instagram!

Kelly pega o celular na bolsa, desbloqueia, abre na página do instagram de Stela e entrega para Kátia, que olha...

Kátia: Bonitona ela hein...

Kelly: Pois é...

Kátia: Eu podia tanto ser.../

A frase de Kátia é interrompida pelo toque do celular de Kelly.

Kátia: (entregando o celular) Ih Kelly, sua mãe tá ligando!

Kelly pega e atende:

Kelly: (cel) Oi mãe! (T) Me buscar? Tá bom, tudo bem! (T) Mas por quê?

Juliana: (off) Eu te digo quando chegar!

Kelly: (cel) Tá bom!

Kelly desliga.

Kátia: Kelly... Você descobre pra mim qual o dia do aniversário dessa filha da Stela?

Kelly: Por quê? 

Kátia: Curiosidade só... Essa história me interessou...

Kelly: Tá bem! Eu descubro sim... (t) Agora minha mãe me ligou... Disse que tá vindo me buscar! Eu não entendi muito bem pra quê!

Kátia: Só vai Kellynha! E me conta tudo! Me mantenha informada!

Kelly: Pode deixar amiga!

Cena 3. Favela. Barraco de Luciano. Dia.

Luciano e Renato entram no barraco e se assustam ao se deparar com Adelaide dormindo no sofá.

Luciano: Adelaide, o que você ta fazendo aqui?

Adelaide: Luciano, seu Renato... Deu ruim pra mim!

Renato: O quê que houve?

Adelaide: A Stela me seguiu ontem até o apart! Ela grudou o ouvido na porta e escutou a confissão de todos os meus crimes!

Luciano: Como é que cê dá um mole desses porra?

Adelaide: A cúlpa não foi minha! Só sei que agora eu tô foragida! A Stela colocou vários homens dela atrás de mim! 

Luciano: E ela não envolveu a polícia?

Adelaide: Ela me ofereceu 200 mil reais pra eu achar a filha dela!

Renato: E você?

Adelaide: Eu realmente não sei o nome das pessoas pra quem eu vendi a menina!

Luciano: Que você inventasse uma garota! Menina pra isso tem de sobra!

Adelaide: Mas e o exame de DNA?

Luciano: A gente falsificava! Isso não seria problema pra nós!

Adelaide: Não valeria a pena correr tantos riscos por 200 mil! Se a Stela quintuplicasse esse valor... Quem sabe? Mas agora o problema é que eu sou foragida da Stela e daqui a pouco da polícia! Eu só tenho esse barraco pra me esconder! 

Luciano: Cê pode ficar aqui até a gente arranjar outro lugar pra você!

Renato: Tomara que ninguém tenha te seguido também né?

Adelaide: Não... Me seguir não seguiram! Eu tomei todo cuidado pra chegar aqui no morro!

Luciano: Assim a gente espera...

Tensão no ar... Adelaide apreensiva.

Cena 4. Ap de Stela. Sala. Dia.

Stela, apreensiva, na bancada da cozinha tomando uma xícara de café... Seu celular está ao seu lado. Ela mexe nele vez ou outra.

Stela: Nenhuma notícia da Adelaide... 

Close nela inquieta...

Cena 5. Bordel Lovely's. Frente. Gramado. Dia.

O carro de Juliana para no gramado e buzina. Kelly sai do bordel acompanhada de Kátia:

Kátia: Tchau Kelly!

Kelly: Tchau amiga!

Kelly entra no carro e Juliana dá partida... Kátia fica por ali, olhando pro tempo, pensativa.

Kátia: (decidida) Pois eu vou num lugar e vai ser agora! 

Kátia vai até o seu carro, entra nele, rsspira fundo e arranca...

Cena 6. Mansão Mathias. Frente. Dia.

O carro de Tadeu chega primeiro e logo atrás vem o de Juliana. O enorme portão da garagem se abre e os dois carros entram.

Cena 7. Mansão Mathias. Sala. Dia.

Uma sala imensa, luxuosa com paredes em vidro, mostrando o jardim em volta. Uma enfermeira acaba de entregar um comprimido para Fernando, que está numa cadeira de rodas. Tadeu entra na sala sorridente, a enfermeira sai.

Instrumental Emoção:

Tadeu: Seu Fernando?

Fernando: Tadeu, meu detetive particular! No que devo a honra da sua visita?

Tadeu: (feliz) A honra é toda minha em poder dizer que o meu trabalho pro senhor foi concluído!

Fernando: O que você quer dizer com isso meu nobre?

Tadeu: (emocionado) Eu achei! Eu achei a sua filha Juliana!

Os olhos de Fernando marejam de emoção.

Fernando: (desacreditado) Você o quê?...

Tadeu: Achei a sua filha! (Se vira para a porta) Entra Juliana!

Juliana, Kelly e Anne entram na mansão emocionadas... Fernando olha para Juliana...

Fernando: Minha filha?

Juliana: (chorando) Sou eu pai! A filha que você procurava!

Em câmera lenta: Juliana vai até ele e lhe abraça com muito afeto... Fernando chora emocionado... Kelly, Anne e Tadeu assistem a tudo muito emocionados... Foco em Juliana e Fernando...

Abertura:

Cena 8. Orfanato. Rua. Frente. Dia.

Kátia atravessa a rua e para em frente a um portão. Ela respira fundo e aperta o interfone...

Voz: (off) Quem é?

Kátia: É a Kátia!

O portão se abre e Kátia entra.

Cena 9. Orfanato. Pátio. Dia.

Vemos várias crianças brincando no parquinho, pulando corda, em rodinha. Kátia caminha por lá acompanhada da Zeladora Sueli, até que se sentam num banquinho.

Kátia: A senhora pode me falar dona Sueli? Como foi que eu cheguei aqui nesse orfanato?

Sueli: Vai ser duro pra você ouvir... Mas você tem esse direito! (T) Kátia, uma mulher que dizia ser sua mãe entregou você aqui... Você era uma bebê recém nascida... Devia ter entre 2 ou 3 dias... 

Kátia: E como era essa mulher?

Sueli: Ela tinha um sotaque... Sei lá... Italiano ou francês... Eu não sei diferenciar!

Kátia: Foi a senhora que abriu o portão pra ela?

Sueli: Foi, foi sim! Eu vi todo o processo! Trabalho aqui há mais de 30 anos... Era pra eu ter me esquecido do seu caso... Mas como você foi criada aqui e eu me afeiçoei a você... Eu nunca iria deixar de me lembrar!

Kátia sorri para Sueli.

Kátia: É só isso que a senhora sabe, Dona Sueli?

Sueli: É só isso que eu sei sim meu amor... (se lembra) Ah... Tem mais uma coisa sim!

Kátia fica curiosa:

Kátia: O quê?

Sueli: Eu lembro de ter ouvido uma coisa do tipo: "Não vou conseguir levar a menina lá pra fora, então vou deixar aqui..."

Kátia: Será que eu posso ter sido... Roubada?

Sueli: É bem provável...

Tensão em Kátia... Close nela.

Cena 10. Mansão Mathias. Sala. Dia.

Fernando rodeado por Juliana, Kelly e Anne.

Fernando: Minha filha e minhas netas... É uma felicidade que eu nem consigo medir... Eu que pensava que era sozinho no mundo receber um presente desses... Eu nunca vou perdoar a Geralda...

Juliana: Geralda é a minha mãe verdadeira não é?

Fernando: É... Ela não me disse que estava grávida de você... Eu só fui descobrir há seis meses, quando ela estava a beira da morte...

Juliana: É tão inacreditável que de uma hora pra outra minha vida não é mais a mesma... Eu sou outra pessoa!

Anne: E eu a Kelly que de ontem pra hoje ganhamos uma irmã e um avô!

Fernando: (curioso) Irmã? (P/ Juliana) Você tá... (aponta para a barriga dela) 

Juliana: (ri) Ah não! Isso aí já é uma longa história... Eu vou ter muito tempo pra contar pro senhor...

Fernando: Talvez nem tanto minha filha... Eu tô doente...

Juliana: (confiante) O senhor vai se curar! Eu trabalho em hospital, sou enfermeira! Já vi casos como o seu, ou até piores se resolverem...

Fernando: É quem sabe... 

Kelly: Gente eu tô emocionada! (T) Vô... Eu posso te dar um abraço?

Fernando: Mas é claro minha neta linda! Venha cá por favor!

Kelly vai até o avô e o abraça... Anne olha e Fernando o chama:

Fernando: Vem também Anne!

Anne vai até ele e o abraça juntamente a Kelly... Juliana observa emocionada. Em instantes Kelly e Anne soltam Fernando.

Juliana: É... Acho que a gente precisa dar outro passo! Eu quero ter a certeza mesmo de que eu sou filha do senhor! Vamos fazer o exame de DNA?

Fernando: Vamos sim claro! Meu amigo tem um laboratório aqui ao lado! Eu chamo ele agora e colhemos as amostras! (T) Mas creio que nem vai precisar... Você é realmente a cara da Geralda, sua mãe... E parece também um pouco comigo!

Juliana: Tem alguma foto dela?

Fernando: Creio que em algum álbum...

O celular de Kelly toca.

Kelly: Gente, eu só vou atender meu celular. Já volto!

Kelly vai para um canto da sala e atende o celular.

Kelly: (cel) Alô Kátia?

(Alternar com Kátia no pátio do orfanato:)

Kátia: (cel) Kelly, desculpa te incomodar, mas eu precisava saber qual o data de nascimento da filha da namorada da sua mãe! Eu tô pensando em mil coisas aqui...

Kelly: (cel) Eu vou perguntar pra minha mãe aqui. Um momento!

Kelly vai até a mãe, que conversa fora de áudio com Fernando e Anne.

Kelly: Mãe, qual a data de nascimento da filha da Stela?

Juliana: Por quê Kelly?

Kelly: Só me diz por favor!

Juliana: Ai eu não tô lembrando... Acho que 2 de março de 2001...

Close em Kelly que engole seco. Como se a ficha de algo tivesse caído. Kelly volta o celular ao ouvido:

Kelly: (cel) Kátia... A data de nascimento da filha da Stela é 2 de março de 2001!

 Cena 11. Orfanato. Pátio. Dia.

Close tenso em Kátia... Que fica sem reação.

Kátia: (cel) 2 de março de 2001?

Kátia desliga o telefone e fica em estado de choque.

Cena 12. Mansão Mathias. Sala. Dia.

Kelly tira o celular do ouvido.

Kelly: Que estranho... Desligou!

Cena 13. Barraco de Luciano. Dia.

Renato num canto ao celular.

Renato: (cel) Obrigado por me informar! (T) Tchau!

Ele vai falar com Luciano e Adelaide:

Renato: Minha gente... O Fernando achou a Juliana e eles estão agora lá na mansão!

Adelaide: Esse Fernando é o pai da Juliana?

Luciano: O próprio...

Renato: Se você fosse um pouco mais esperto, mais ágil... Tava lá participando desse momento! Onde foi que eu errei na sua criação?!

Luciano: Exatamente. Você não me criou! E também não é hora de culpabilizar ninguém!

Adelaide: É hora da gente colocar aquele nosso plano em prática!

Renato: Assim que o Fernando mexer no testamento, a gente age!

Os três se olham com malícia...

Cena 14. Flat de Rodrigo. Qto. Dia.

Rodrigo no meio de Vanessa e Amanda. Eles estão nús na cama.

Rodrigo: E aí minhas mulheres?

Vanessa: Só penso no nosso casamento! 

Amanda: Ou seria trisamento?

Rodrigo: Bom, eu já consultei o cartório e realmente não há possibilidade de casarmos os três!

Vanessa: Gente... Maldito monopólio monogâmico! Quem foi que inventou que só duas pessoas podem se casar? 

Amanda: Eu não me importo de não casar! Só de ficar assim com dois gostosos... Já me sacia...

Rodrigo: A gente pode casar de mentirinha. Que tal? Não precisa ser oficial!

Vanessa: É... O que importa mesmo é a festa!

Rodrigo faz uma cara de safado...

Rodrigo: Então vamos voltar pra onde a gente tava, que hoje meu amigão aqui tá que tá!

Então Vanessa e Amanda pulam em cima de Rodrigo e puxam o edredom para cobrí-los...

Cena 15. Mansão de Gabriel. Piscina. Dia.

Gabriel e Thiago saem da piscina e vão se enxugar nas toalhas.

Gabriel: Vamo tomar uma ducha quente!

Thiago: Aqui em baixo mesmo?

Gabriel: Sim ué... 

Thiago: Tá bom!

Música: Geleira do Tempo - ANAVITÓRIA ft. Jorge e Mateus.

Os dois se abraçam e seguem até uma portinha que dá acesso a uma sauna e uma ducha. A câmera caminha para o lado e vemos Maíra, atrás de uma árvore olhando a cena...

Maíra: (estranhando) O Gabriel abraçando aquele menino?... Estranho!

Cena 16. Mansão de Gabriel. Ducha da Sauna. Dia.

(Música continua) Gabriel e Thiago fecham a porta. 

Thiago: Lembra que nosso primeiro beijo foi debaixo de um chuveiro?

Gabriel: E se não fosse o Danilo pra estragar tudo... Teria sido tão melhor!

Thiago: Nada pode ser perfeito!

Gabriel: Mas esse momento vai ser!

Gabriel pega Thiago e o encosta na parede, já beijando-o. O chuveiro é ligado e o beijo dos dois fica cada vez mais quente... Foco no chão: As sungas dos dois caem... Close agora nas bocas dos dois se envolvendo...

Cena 17. Belo Horizonte. Stock Shots. Noite.

(Música continua) Takes da cidade ao anoitecer. Último take na Mansão de Fernando. (Música termina)

Cena 18. Mansão Mathias. Sala. Noite.

Juliana, Kelly e Anne terminam de abraçar Fernando.

Fernando: Hoje é o dia mais feliz da minha vida!

Juliana: Do meu também! Pai!

Fernando sorri.

Juliana: Agora a gente vai embora, mas amanhã a gente tá de volta!

Fernando: Eu quero que vocês venham morar aqui amanhã! Venham aproveitar cada minuto comigo! Minhas flores!

Fernando sente uma fisgada no peito de repente.

Fernando: Ai!

Juliana: (Assustada) Pai?

Kelly e Anne: Vô?

Fernando: (respira fundo) Calma minhas flores! É normal! (Ri) Eu sinto isso desde que eu entrei pra essa maldita velhice!

A enfermeira entra correndo.

Enfermeira: Tá tudo bem seu Fernando?

Fernando: Melhor impossível! Agora vocês podem ir! Vocês resolvam tudo hoje e venham amanhã!

Juliana: Claro meu pai!

Kelly e Anne sorriem para ele.

Cena 19. Belo Horizonte. Avenida. Noite.

Foco no carro de Juliana percorrendo a avenida movimentada...

Cena 20. Casa de Juliana. Sala. Noite.

Juliana, Kelly e Anne entram em casa, sorridentes e com boa energia.

Juliana: (deixando a bolsa no sofá) Meninas... Que dia!

Kelly: Não é mãe?

Anne: Eu tô até agora sem acreditar! Eu tenho um avô! E ele é super legal, super atencioso...

Nesse momento a campainha toca. Juliana olha pela janela e vê Kátia.

Juliana: Ué Kelly... É a sua amiga lá daquele lugar...

Kelly: A Kátia?

Juliana: Uhum!

Kelly abre a porta e sai.

Cena 21. Casa de Juliana. Jardim. Noite.

Kelly abre o portão para Kátia.

Kelly: Kátia? Aconteceu alguma coisa?

Kátia: Kelly... Me leva na casa da Stela! (Conviccta) Existe a possibilidade de eu ser filha dela!

Cena 22. Ap de Stela. Sala. Noite.

Stela atendendo ao interfone:

Stela: (interfone) A Juliana? Pode mandar subir! 

Ela põe no gancho e fica pensativa... CORTA P/: A campainha toca. Stela abre a porta e vê Juliana, Kelly, Anne e Kátia.

Stela: (alegre) Juliana! Você trouxe as meninas, que bom! (Se referindo a Kátia) E ela quem é?

Juliana: Stela... Você pode contar pra ela a história da sua filha?

CORTA PARA: Todas sentadas no sofá, ouvindo Stela contar:

Stela: A minha irmã, Adelaide vendeu a minha filha recém nascida!

Kátia: E pra quem ela vendeu?

Stela: Pra um casal de franceses! É... Vendeu por mil dólares!

Kátia: Você disse... Casal de franceses?

Stela: Exatamente!

Foco em Kátia pensativa...

Flashback on: (cena 9 deste capítulo)

Sueli: Kátia, uma mulher que dizia ser sua mãe entregou você aqui... Você era uma bebê recém nascida... Devia ter entre 2 ou 3 dias... 

Kátia: E como era essa mulher?

Sueli: Ela tinha um sotaque... Sei lá... Italiano ou francês... Eu não sei diferenciar!

Flashback off.

Kátia: (com os olhos marejados) Stela... A história que você tá me contando... Bate totalmente com a que a mulher do orfanato me contou!

Stela: (surpresa) O quê?

Kátia: (chorando emocionada) Stela, eu... (pausa dramática) Eu posso ser a filha que você está procurando!

Stela se levanta, tremendo, segura o rosto de Kátia e olha nos olhos dela.

Stela: Será você...?

Kátia: Eu aceito fazer o exame de DNA! Amanhã ou o quanto antes!

Caem lágrimas dos olhos de Stela, que sorri de emoção e felicidade ao mesmo tempo. Juliana, Kelly e Anne assistem a cena, com expectativa...

Foco em Stela e Kátia/ A imagem congela com o fundo embaçado.

(Encerramento: Resto de Mim - Maria Bethânia)



Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.