Type Here to Get Search Results !

Marcadores

REBELDE PARA SEMPRE - Capítulo 18

 


Web novela de: EZEL LEMOS



NO CAPÍTULO ANTERIOR:

Nagela conversa com os cinco jovens sobre a banda;

Thales e Karla se beijam;

Natany tenta apagar o vídeo das redes sociais;

Orlando apoia Moana e aceita investir na banda;

Ricky revela aos pais que vai fazer parte de uma banda;

Suzana briga com Ricky e ele revela que trancou a faculdade;

Nicandro não gosta do rumo que Dimmy escolheu;

Ruy se incomoda com o sucesso de Moana e ela desconfia;

Thales comemora com a família seu novo projeto;

Maura toma um choque elétrico e desmaia;

 

VEJA AGORA O CAPÍTULO DE HOJE:

 

CENA 1


(INT: Noite, Casa de Maura, ela está caída no chão próxima a parede, Kaline chega em casa)

 

Kaline: Mãe! Mãe! Cadê a senhora?

 

(Kaline chega na cozinha e ver a mãe no chão desacordada)

 

Kaline: (grita preocupada) Mãe! Mãe! Mãe, por favor!

 

(Kaline mexe nos braços de Maura e ela começa acordar)

 

Maura: Filha, o que foi? O que aconteceu?

 

Kaline: Eu não sei, eu cheguei a senhora estava aí desmaiada.

 

(Maura levanta com dificuldade e Kaline ajuda)

 

Maura: Acho que eu passei mal, eu ia passar as roupas.

 

Kaline: Fiquei preocupada mãe.

 

Maura: Eu tô bem, meu amor.

 

Kaline: Que bom que a senhora tá bem.

 

CENA 2


(EXT: Noite, Calçadão, Ricky vai andando desanimado quando seu celular toca no bolso. Ele tira o aparelho do bolso e atende.)

 

Ricky: Oi… Dimmy! Não eu não tou fazendo nada… Pode ser sim… ok, vou só checar sua mensagem e chego já aí.

 

(Ricky vai andando, ele vê um táxi vindo e acena. O táxi para e ele entra no veículo que sai)

 

CENA 3


(INT: Noite, Apartamento de Ruy, Ruy está de pé com Moana)

 

Ruy: Meu benzinho, eu me preocupo com você. Eu sei que você jamais se adaptaria a pobreza. É por isso que eu falei isso.

 

Moana: Sei. Mas você não se preocupa. Meu avô tem pessoas de confiança na empresa. Minha mãe tem os investimentos dela. Não se preocupa com isso, que eu estou bem financeiramente.

 

CENA 4


(INT: Noite, Casa de Ricky e família. Suzana e Eugênio jantam de mau humor)

 

Eugênio: Você não devia ter batido no nosso filho.

 

Suzana: Ah agora você vai me culpar. Você sempre o protegeu demais, sempre deixou ele fazer o que queria.

 

Eugênio: Eu só não quis ser um pai possessivo como você é.

 

(Eugênio sai da mesa)

 

Suzana: (falando alto) Agora eu sou possessiva, né Eugênio? Você esqueceu que sempre me cobrou a educação das crianças.

 

CENA 5


(INT/ Restaurante do hotel, Dimmy está em uma mesa e Ricky o chega procurando. Dimmy acena para o amigo que vai até a sua mesa)

 

Ricky: E aí Dimmy, de boa, cara?

 

Dimmy: Tudo beleza. Senta aí.

 

Ricky: Eu vim porque tava precisando falar com alguém. Briguei com meus pais outra vez.

 

Dimmy: Pô cara, situação complicada.

 

Ricky: Eles não entendem que eu não gosto de administração. Eles não podem escolher minha profissão por mim.

 

Dimmy: É verdade, você tem razão. Vamos pedir algo.

 

Ricky: Eu quero uma cerveja.

 

Dimmy: Cerveja?

 

Ricky: Sim.

 

Dimmy: Tá, eu vou pedir um drinque que tem aqui, é maravilhoso.

 

(Dimmy acena para o garçom que vem até a mesa)

 

Dimmy: Por favor, trás uma cerveja para o meu amigo e o drinque especial da casa para eu.

 

Garçom: Sim senhor. Só um minuto.

 

(A cena acelera, garçom vem deixar bebidas na mesa deles, eles bebem e o garçom vem deixar várias vezes. Dimmy fala com Ricky, pega sua cerveja mas ele pega de volta)

 

(Ricky está bêbado)

 

Ricky: (falando com dificuldade) Ninguém me entende. Eu não quero mais depender dos meus pais.

 

Dimmy: Você já tá bêbado mano, por isso eu não queria que você bebesse tanto. Você ainda misturou várias bebidas.

 

Ricky: Eu vou embora, não quero te dar mais trabalho.

 

(Ricky vai levantando e tomba, quase caindo. Dimmy corre e agarra ele)

 

Dimmy:Ricky você tá bêbado, e  agora o que faço com você?

 

 

 



CENA 6


(Pôr do sol. INT/ Hotel, quarto. Ricky acorda no sofá da sala, esfrega os olhos e coloca a mão na cabeça. Ele olha para a cama e vê Dimmy, deitado na cama, dormindo de cueca)

 

Ricky: Que dor de cabeça horrível.

 

(Dimmy na cama se mexe e abre os olhos, em seguida senta na cama)

 

Dimmy: Você já acordou?

 

Ricky: Acho que sim, estou com uma dor de cabeça horrível.

 

Dimmy: Você exagerou na bebida ontem.

 

Ricky: Não devia ter deixado eu beber tanto.

 

Dimmy: Eu bem que tentei. Você tava bem mal ontem. Quase não me deixou te trazer pro quarto, tive que pedir ajuda ao garçom.

 

Ricky: Desculpa, te dar trabalho.

 

Dimmy: Tudo bem. (ele olha o celular) Tem mensagem da Moana aqui… Tem reunião da banda.

 

CENA 7


(EXT/ Feira com várias bancadas de frutas e verduras. Suzana está pensativa enquanto os clientes passam, Eugênio observa e vai até ela)

 

Eugênio: Suzi, muda essa cara, os clientes estão até com medo de encostar aqui.

 

Suzana: Eu tô preocupada com o Ricardo.

 

Eugênio: Fica tranquila, o Ricky já é de maior, ele sabe se virá sozinho.

 

Suzana: Ele nunca saiu de casa assim.

 

Eugênio: A culpa foi toda sua. Você não tinha nada que tentar controlar nosso filho.

 

Suzana: (chateada) Por isso que nosso filho sempre fez o que quis. Você sempre deixou ele à vontade demais.

 

CENA 8


(INT/ Casa de Nagela, Escritório, Nagela e Thales, Karla, Moana, Dimmy e Ricky estão sentados)

 

Nagela: Estamos aqui para falar de negócios pessoas.

 

Manu: Fala mãezinha.

 

Thales: Quero saber também as novidades.

 

Nagela: Eu estou aqui, com os contratos de vocês.

 

Ricky: Contratos?

 

Nagela: Sim, precisamos oficializar nossa parceria.

 

(Nagela levanta e entrega a cada um dos jovens os contratos e volta para sua cadeira giratória na mesa)

 

Ricky: Nós precisamos assinar agora?

 

Nagela: Não, vocês terão um tempo para ler. É muito importante que leiam e quem não concordar com algo, me fale o mais rápido possível.

 

Dimmy: Será que isso vai dá certo mesmo?

 

Moana: Claro que sim Dimmy, nos próximos dias já começaremos as aulas de canto.

 

Karla: Como eu sou menor de idade, minha mãe terá que assinar.

 

Nagela: Sim, Karla. Você fala com ela, é um sonho seu, então, acho que não terá problemas.

 

Thales: Sua mãe sempre apoiou você, Karla, então ela deve assinar.

 

Karla: Sim.

 

Nagela: Eu tenho, uma notícia boa para vocês.

 

Moana: (rindo) Gente, ela não falou pra mim, acreditam?

 

Dimmy: (sério) Sim, tem que falar ao mesmo tempo para todos.

 

Nagela: Então, vocês vão participar de um programa de televisão.

 

(Todos ficam surpresos)

 

Karla: Sério?

 

Moana: Mamãe, amei!

 

Ricky: (feliz) Gostei!

 

Nagela: Vocês vão contar suas histórias, nesse programa. Tem um quadro em que os participantes contam sua história e fazem provas para ganhar um bom valor.

 

Thales: Qual o programa?

 

Nagela: Não vou falar ainda. Só peço que vocês pensem bem no que vão falar. Se possível escrevam. É um programinha daqueles que tem muita emoção, então, vocês terão que emocionar o público.

 

(Karla fica pensativa)

 

Moana: Não gostei, eu não sei fazer drama, mãe.

 

Nagela: Filha, o programa tem projeção nacional. Vai ser muito bom para vocês. Vão se apresentar e falar da banda que estão formando. Isso tudo graças àquele vídeo de vocês cantando na internet.

 

Karla: Eu não sei se quero contar minha história, para o Brasil todo.

 

(Todos ficam surpresos)

 

Nagela: Porque, Karla?

 

Karla: (séria) Tem coisas, que eu não quero que saibam, sobre mim. Eu não posso participar desse programa.

 

 




CENA 9


(INT/ Casa de Nagela, Escritório, Nagela e Thales, Karla, Moana, Dimmy e Ricky estão sentados)

 

Nagela: Você tem que participar, Karla. Você faz parte da banda. Não precisa falar tudo, fala algumas coisas só, algo que emocione o público, a apresentadora.

 

Thales: É Karla, você não pode deixar de participar.

 

Karla: (confusa) Sei não.

 

Nagela: Se você não for, a banda não vai.

 

Moana: (surpresa) O quê?

 

Thales: Karla, por favor! Você não fazer isso com a gente.

 

Moana: É Karla, eu não gosto disso, mas eu te imploro, por favor, participa vai.

 

Karla: Tá bom, tudo bem.

 

(Todos comemoram)

 

CENA 10


(INT; Apartamento de Ruy, ele prepara café da manhã, coloca presunto e queijo no pão e coloca na sanduicheira, seu telefone toca na mesa, ele vai lá e atende)

 

Ruy: Oi... é você?... Eu não consigo impedir dessa vez. São vários, não é só ela.

 

CENA 11


(INT: Casa de Moana e família. Nagela está sentada na piscina de óculos escuros, pensativa… Orlando vem e chega até ela)

 

Orlando: Deu certo filha, a participação no programa?

 

Nagela: Sim papai.

 

Orlando: E porque você está aí, pensativa?

 

(Nagela tira o óculos)

 

Nagela: Não lembra que dia é hoje?

 

Orlando: (pensativo) Hum entendi, ele estaria fazendo aniversário hoje. É verdade.

 

CENA 12


(INT: Casa de Salete e família. Um incêndio começa se alastrar na casa toda e vários vizinhos corre para vê)



Fim do Capítulo

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.