Type Here to Get Search Results !

Marcadores

REBELDE PARA SEMPRE - Capítulo 07


 Web novela de: EZEL LEMOS


CAPÍTULO 7

NO CAPÍTULO ANTERIOR:

Moana reconhece Ricky e arma um escândalo na frente do shopping;

Thales e Dimmy se conhecem;

Moana debocha do pedido de casamento de Ruy;

Karla e Kaline se encontram mas são flagradas pelo pai;

VEJA AGORA O CAPÍTULO DE HOJE:


CENA 1

(INT: Casa de Dimmy, Dimmy, Heloísa e Nicandro discutem no escritório)


Dimmy: (surpreso) Pai! Você não foi capaz disso?


Heloísa: Calma Dimmy.


Nicandro: Não filho, sua mãe se equivocou. Ela achou que.


Dimmy: Para!


Flashback: 


(Casa de Dimmy, escritório, ele entra com muleta e flagra Nicandro dar dinheiro a sua namorada)


Nicandro: (dando barra de notas) Está aqui.


Dimmy: (entrando no escritório) O que está acontecendo aqui? Que dinheiro é esse pai?


Fim do flashback.


Dimmy: Eu entendi tudo, você pagou a Mabel para ser minha namorada, não tem vergonha pai? Como pôde!


(Heloísa se desespera e Nicandro se mantém firme)


Heloísa: (Olhando para Dimmy) Meu amor eu sinto muito. (Olha para Nicandro) Nic você passou dos limites dessa vez.


Dimmy: Eu vou embora daqui, não vou ficar num lugar onde não me aceitam. 


(Dimmy sai devagar com a muleta, Heloísa olha chateada para Nicandro)


Heloísa: (com raiva) Tá vendo o que você fez! Espera Dimmy.


CENA 2

(EXT: Escola, Karla e Kaline foram flagradas por Jair)


Karla: Eu tenho o direito de ver minha irmã.


Kaline: Eu gosto da Karlinha pai, eu quero que ela more com a gente e não fique viajando.


Jair: Só que a Karlinha filha resolveu nós abandonar, é! ela preferiu viver como uma qualquer.


Karla: (se desespera) Mentira Kaline! Isso não é verdade.


Jair: Vamos Kaline.


Kaline: Eu quero ficar com a Karlinha.


(Jair pega Kaline e a leva chorando para o carro)


Jair: Você tá querendo ser Rebelde como sua irmã, menina. Vamos lá.


Kaline: Eu quero minha irmã. Karlinhaaa!


(Karla chora vendo a irmã ir embora, dar tchau e manda beijo para a pequena)



CENA 3

(INT: Casa de Moana e família, Nagela está em frente ao espelho checando as rugas na face)


Nagela: (dedo na testa) Tem uma aqui, não peraí, não é não. (mão no queixo) Aqui é, ou não? Ah meu pai! Eu tou cheia de rugas. Preciso de um preenchimento urgente.


(Orlando entra no quarto da filha e a ver olhando os lábios)


Nagela: Papai!


Orlando: Deixa eu adivinhar! Pensando em preenchimento?


Nagela: Papai como adivinhou?


Orlando: O que você quer que eu pense de uma pessoa viciada em plástica?


Nagela: Papai! Eu não sou viciada, só faço de vez em quanto.


CENA 4

(INT: Cada da mãe de Karla, Maura continua amarrada na cadeira, Jair entra com Kaline)


Kaline: Mamãe, porque você tá aí?


Jair: Ela tava brincando com o papai e acabou ficando aí. Porque na nossa brincadeira, ela era uma menina muito desobediente.


(Maura olha chateada. Jair desamarra Maura e ela abraça a filha)


Maura: Ô meu amor. Tá tudo bem tá.


CENA 5

(INT: Casa de Dimmy e família, Dimmy tira as roupas do closet e Heloísa entra)


Heloísa: Filho, não precisa você ir embora.


Dimmy: Precisa mãe! o pai nunca vai mudar, ele quer que os outros mudem. 


(Dimmy coloca suas roupas na mala)


Heloísa: Dimmy fica até você se recuperar pelo menos filho.


CENA 6

(INT: Pensão de Leonor, 3 hóspedes jogam dominó enquanto Karla entra chorando)


Hóspede homem: O que foi Lara?


Hóspede mulher: É Karla o nome dela. Karla o que aconteceu?


Karla: Nada não, não se preocupem.


Hóspede mulher 2: Fala mulher quem sabe podemos ajudar você.


Karla: É meu pai, ele não me deixa ver minha minha irmã, minha mãe deve tá sofrendo horrores na mão dele.


Hóspede mulher: Ah eu sinto muito, isso acontece muito infelizmente, são homens possessivos. 


(Dário chega e ver Karla limpando os olhos)


Dário: O que foi Karlinha?


Karla: Nada Dário.


Dário: Pode me falar o que aconteceu, se eu puder ajudar.

  

CENA 7

(Imagem da comunidade paraisópolis à noite)


INT: (Casa de Thales e sua mãe Salete, Thales está de pé com um livro e seus 3 irmãos sentados na cama)


Thales: Agora é sua vez Cao.


(Thales solta um livro e pega outro)


Cao: Eu não quero fazer lição. Canta pra gente Thales. É melhor.


Thales: Nada de música agora, vamos continuar a lição. 


(João pega o celular)


Thales: Solta esse celular João.


CENA 8

(INT: Casa de Dimmy e família. Dimmy está no quarto deitado com fone de ouvido e Heloísa entra)


Heloísa: Filho, vamos pro jantar?


Dimmy: Eu quero jantar aqui, não tô com vontade de ver a cara do pai.


Heloísa: Dimmy, eu sei que o que seu pai fez foi muito grave mas tente perdoá-lo, ele é seu pai.


Dimmy: Mãe, eu aceitei ficar aqui enquanto me recupero tá, mas eu vou embora mesmo eu não tô brincando. Manda trazer meu jantar por favor, se não eu vou jantar na cozinha. 


Heloísa: Tudo bem meu amor, eu mando virem deixar seu jantar aqui.


CENA 9

(Dia seguinte)


(INT: Faculdade, Ricky caminha pensativo e chega na recepção)


Ricky: Oi bom dia! Eu gostaria de falar com a coordenadora Álida.


Recepcionista mulher: Claro, deixa eu só avisar.


(Pega telefone, disca e coloca no ouvido)


Recepcionista mulher: Dona Álida, tem um aluno querendo falar com a senhora… Ok…(desliga e coloca na mesa) Pode entrar.


(Ricky entra na sala onde está a coordenadora)


Coordenadora: Olá você é aluno da turma 3 de administração, estou certa?


Ricky: Sim, eu vim fechar a matrícula do curso.


Coordenadora: (surpresa) Fechar matrícula? Porquê? Algo que possamos ajudar?


Ricky: Não, é que eu não estão me identificando com a área.


Coordenadora: Nossa, e qual área você se identifica?


Ricky: Pra falar a verdade eu não sei ainda.


Coordenadora: Bem se é uma decisão definitiva você pode preencher um documento confirmando. Como é de nome mesmo?


CENA 10

(INT: Restaurante, Moana está esperando alguém, em uma mesa)


Moana: Não é possível! O Ruy não vai vim, que demora. Eu vou no toalete.


(Moana se levanta e vai no toalete, ela esquece a bolsa na mesa)

-

(Karla e Thales entram no mesmo restaurante, Thales puxa cadeira para Karla e ambos sentam na mesa que Moana estava sem ver a bolsa dela)


Karla: Então, você não conhece ninguém que cante bem como você ou que goste de cantar? Algum amigo?


Thales: Pra falar a verdade não. 


Karla: Vamos pedir alguma coisa?


(Moana volta do toalete e se chateia ao encontrar os dois na sua mesa)


Moana: O que vocês fazem aqui? Essa mesa é minha, vocês sabiam?


Karla: Ah, essa mesa é sua? Você é dona do restaurante?




CENA 11

(INT: Casa de Dimmy e família, Dimmy está no sofá da sala com fone de ouvido quando Mabel chega o deixando surpreso)


Mabel: Dimmy meu amor.


Dimmy: (tira fone do ouvido e levanta do sofá) Meu amor?  


Mabel: Dimmy eu preciso explicar a você…


Dimmy: Você não tem nada o que me explicar, eu já esqueci que um dia te amei, eu te amei mesmo. Apesar de eu sempre ter tido atração por homem como todos sabem e fingem que não vêem, eu gostei de você de verdade. Mabel, eu jamais iria imaginar que você estivesse comigo a mando do meu pai.


(Mabel se emociona e começa chorar)


Mabel: Me perdoa por favor.


Dimmy: Você me fez viver momentos incríveis, nunca pensei ser tão feliz com mulher. Mas infelizmente esses momentos eu não vou guardar como uma lembrança boa porque foram uma farsa.


(Heloísa desce a escada e ver Mabel)


Heloísa: O que você faz aqui sua vagabunda?


CENA 12

(INT: Casa da família de Moana. Orlando está pensativo na mesa e Nagela chega, dar lhe um beijo e senta)


Orlando: Nagela, isso são horas de acordar?


Nagela: Papai, acha que minha pele não sofre se eu dormir menos.


Orlando: Sabe filha tava pensando aqui, onde será que anda sua mãe?


(Nagela levanta rápido da cadeira assustada falando alto)


Nagela: Não pai! Não pai! Eu não quero ver aquela mulher, não quero!

Fim do Capítulo.


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.