Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Rebelde Para Sempre - Capítulo 11


Web novela de: EZEL LEMOS


CAPÍTULO 11

NO CAPÍTULO ANTERIOR:


Karla,Thales, Dimmy e Ricky são flagrados pelos sequestradores de Moana;

Moana consegue fazer contato com a polícia;

Suzana se preocupa com o sumiço de Ricky;

Heloísa também se preocupa com Dimmy;

Karla, Thales, Dimmy e Ricky estão amarrados próximos a Moana, ela reconhece Karla da briga no restaurante;

Um dos sequestradores fala com alguém misterioso ao telefone, que ordena a morte de todos os jovens, exceto Moana;

Salete tem um pressentimento;

No galpão houve-se o barulho da sirene da polícia e os cinco jovens começam a gritar por socorro;

 

 VEJA AGORA O CAPÍTULO DE HOJE:

 

CENA 1

(EXT:
A câmera foca em um galpão cercado de mata. INT: Os 5 jovens [Karla, Thales,
Dimmy, Ricky, Moana] estão com as mãos amarradas para trás e começam a gritar.
Moana, encapuzada grita também)

 

Ricky/Thales/Karla/Dimmy/Moana:
(juntos
gritam) Socorro! Socorro! Socorro!

 

Ao
mesmo tempo:

 

Homem: (irritado, com arma na mão,
aponta) Calem a boca seus idiotas! Vocês querem levar um tiro?

 

(Todos
ouvem a sirene da polícia e ficam atentos, Homem 2 corre para porta do galpão)

 

Homem 2: (chegando na porta do galpão
apressado) Vamos! É melhor irmos embora!

 

Homem: (olha pro comparsa em dúvida)
Deveríamos levar a loirinha não?

 

Homem 2: Não dá tempo! Vamos se não
seremos presos.

 

Homem: Chefe não vai gostar nada.

 

(Os
dois sequestradores fecham a porta e saem correndo do galpão. Eles entram no
carro deles, que sai em alta velocidade, a câmera mostra o carro na estrada, se
distanciando do local)

 

(Chega
várias viaturas com sirene ligada no galpão, vários policiais cercam o local
armados. Devagar e desconfiado o Delegado Raildo abre o galpão apontando a
arma, ele e outros policiais vêem os 5 jovens amarrados - Dimmy, Ricky, Thales
e Karla comemoram ao verem os policiais)

 

Dimmy: (respira aliviado) Ah, é a
polícia!

 

Delegado Raildo: Cadê a Moana?

 

Moana: (encapuzada) Raildo, é você?

 

Karla: Ela está com o capuz.

 

Dimmy: Vamos policial, desamarra a
gente.

 

Delegado Raildo: Sou o Delegado Raildo!

 

(Raildo
tira capuz de Moana enquanto dois policiais desamarram os outros jovens)

 

Moana: (já sem capuz) Raildo, que
bom que você veio me ajudar.

 

(Raildo
desamarra Moana - Todos estão desamarrados)

 

Delegado Raildo: Vocês todos precisam ir até a
delegacia prestar depoimento do ocorrido.

 

Karla: Nós vimos ela sendo
sequestrada e seguimos o carro...

 

Moana: (surpresa ao ver Karla)
Peraí! Você não é aquela implicante do restaurante?

 

Ricky: Então quer dizer que a
sequestrada era você? A cantora linda do Tik Tok.

 

Moana: (olhando para Ricky) Até você?
O entregador! Era o que me faltava, estou cercada por gentalha.

 

Thales: Ei, você deveria nos
agradecer, nós viemos te ajudar. Seguimos o carro dos sequestradores.

 

Dimmy: É verdade, nós passamos maior
perrengue com a Karla dirigindo, tudo por sua causa.

 

Karla: (surpresa) Gente, eu não
dirijo mal.

 

(Thales,
Ricky e Dimmy olham para Karla em dúvida)



Moana: (surpresa) Então, quer dizer
que vocês vieram me ajudar?

 

CENA 2

(INT: Delegacia/recepção, Nagela está ansiosa por notícia da filha, Orlando lhe faz

companhia)

 

Nagela: Pai, cadê a Moa que não
chega?

 

Orlando: Calma Nagela, eles devem tá
chegando a qualquer momento.

 

Nagela: Eu não suporto esperar.

 

(Suzana
e Eugênia chega na delegacia e são recebidos pelo escrivão)

 

Suzana: Cadê o delegado? Nós
queríamos registrar uma ocorrência.

 

Escrivão: O Delegado não está.

 

Suzana: Como assim não está? Aqui não
é o trabalho dele? Onde ele foi?

 

Eugênio: É, nós precisamos prestar uma
ocorrência de desaparecimento.

 

Suzana: Que incompetência meu pai!

 

(Nagela
ouve Suzana e Eugênio, e incomodada vai até eles)

 

Nagela: Ei queridinha, saiba que meu
delegado foi pra uma operação muito especial tá.

 

Suzana: Seu delegado? Não é delegado
daqui do bairro?

 

(Inspetor
chega na recepção)

 

Inspetor: Vamos parar com essa
confusão, que aqui não é lugar pra isso. A senhora quer prestar queixa comigo?
Posso fazer isso na ausência do delegado.

 

Suzana: (mal humorada) Eu vou esperar
o delegado.

 

(Eugênio
puxa Suzana para um lugar)

 

Eugênio: Porque não fazemos logo essa
ocorrência?

 

Nagela: (olhando para Eugênio,
pensativa) Estranho! Eu conheço ele de algum lugar.

 

CENA
3

(EXT:
estrada de barro, carro em alta velocidade. Karla está entre Thales e Moana no
banco de trás, Dimmy no volante ao lado de Ricky)

 

Moana: Obrigada gente, de coração,
por vocês terem tentado me ajudar. Apesar de que eu que liguei para meu
padastro.

 

Karla: Só sendo marido da sua mãe
mesmo, pra nos deixar ir em outro carro, sem ser no veículo da polícia.

 

Moana: É namorado na verdade. Meu
futuro pai.

 

Karla: Ah tá!... Você é cantora?
Ricky disse algo que você canta no Tik Tok.

 

Moana: Bem, eu queria ser uma grande
cantora, mas não consegui fazer sucesso com minhas músicas. Coitado do meu vô,
gastou muito dinheiro investindo na minha carreira, mas cantar não é meu forte,
como diz minha maninha.

 

Ricky: Magina, você canta muito bem.
Canta aí pra nós vai!

 

Karla: É, canta aí.

 

Moana: Não gente, eu não quero
cantar mais.

 

Ricky: Porquê?

 

Karla: Sim, você não pode desistir
do seu sonho.

 

Moana: Tá bom gente eu canto.
(Respira e começa cantar)

Yeah, breakfast at Tiffany's
and bottles of bubbles

Girls with tattoos who like
getting in trouble

Lashes and diamonds, ATM
machines

Buy myself all of my favorite
things

 

Karla: (interrompendo) Para, você só
canta inglês?

 

Moana: (chateada) Você me
interrompeu! Eu cantava nos meus shows sempre em inglês, mas eu gosto de cantar
músicas brasileiras em casa.

 

Thales: Canta uma música em
português.

 

Karla: Sim, vai.

 

Moana: Tá bom gente, atendendo a
milhares de pedidos…

 

(Karla
e Thales riem)

 

Moana: Tá bom, vou cantar uma música
da Iza.

 

Moana
cantando:

 


(Karla
e Thales se olham impressionados enquanto Moana canta)

 

Moana: Então!?

 

Karla: Você canta muito bem, Moana.

 

Thales: É verdade, você tem um
vozeirão. Você não pode deixar de cantar.

 

(No
banco da frente do carro)

 

Dimmy: Ricky eu queria te pedir
desculpas, afinal eu te convidei para almoçar e acabamos assim.(rir)

 

Ricky: Sabe que eu tenho que te
agradecer, eu tava numa solidão, triste, perdido, sem rumo. E esse sequestro
movimentou minha vida. (rir)

 

Dimmy:  (rindo) Você tá louco, o sequestro foi
horrível.

 

Thales: (do banco de trás) Pessoal
vamos todos cantar:

 

Dimmy: Ah eu não sei cantar.

 

Karla: Vamos todos cantar para
animar a Moana, não tem isso de não saber!

 

Todos começa cantar:

Pa-pa-pa-pa-ra-pa-pa-pa

Uh-oh-uh-oh-oh-oh

Uh-oh-uh-oh-oh-oh

 

Ah, se eu acordasse todo dia
com o seu bom dia

De tanto café na cama
faltariam xícaras

Me atrasaria, só pra ficar de
preguiça

Se toda arte se inspirasse em
seus traços

Então qualquer esboço viraria
um quadro Monalisa

 

Com você tudo fica tão leve

Que até te levo na garupa da
bicicleta

O preto e branco tem cor

A vida tem mais humor

E pouco a pouco o vazio se
completa

 

O errado se acerta

O quebrado conserta

E assim tudo muda mesmo sem
mudar

A paz se multiplicou

Que bom que você chegou pra
somar

 

Ouvi dizer que existe paraíso
na terra

E coisas que eu nunca entendi

Coisas que eu nunca entendi

 

Só ouvi dizer que quando
arrepia já era

 

CENA
4

(INT:
Nicandro entra em casa com maleta, Heloísa desce as escadas se encontrando com
ele, ambos se beijam)

 

Nicandro: Tudo bem, meu amor?

 

Heloísa: Eu estou um pouco preocupada,
com o Dimmy, ele saiu antes do meio-dia e não voltou até agora. Até o telefone
está desligado.

 

Nicandro: Ele deve está com alguma
mulher por aí, para esquecer a Mabel.

 

Heloísa: Ah Nic, você sabe que nosso
filho não é disso. Mabel foi a única namorada dele e você que armou para eles
ficarem juntos.

 

Nicandro: (sério) Nosso filho é adulto,
não precisamos se preocupar para onde ele vai.

 

CENA
5

(INT:
Casa da família de Moana, Natany está no quarto de Moana vestindo algumas
roupas)

 

Natany: Nossa, esse vestido ficou
ótimo em mim.

 

(Ruy
entra e se surpreende)

 

Ruy: Natany! Achei que era a
Moana. O que você faz com esse vestido da Moa?

 

Natany: Estava olhando as roupas dela
que dão em mim.

 

(Natany
começa tirar o vestido)

 

Ruy: Eu vir saber alguma notícia
dela, cadê ela? Não está aqui?

 

Natany: (tranquila) Ela foi
sequestrada.

 

(Ruy
se assusta)

 

Ruy: Sequestrada? E você fala
isso assim Natany?

 

(Veste
outro vestido de Moana)

 

Natany: E quer que eu fale como?

 

Ruy: (assustado) Você é muito
fria.

 

Natany: Eu, fria? Só sou realista. Já
estou vendo as roupas dela que vão ficar pra mim, porque certamente ela vai
morrer no cativeiro. (começa rir)

 




 

CENA
6

(EXT/INT:
Dimmy para o carro em frente a delegacia e todos descem e entram juntos, Nagela
abraça e beija Moana)

 

Nagela: Filha! Eu tive tanto medo meu
amor.

 

(Suzana
e Eugênio se surpreendem ao ver Ricky)

 

Eugênio: Ricky!

 

Suzana: (grita) Ricky! O que você faz
aqui? seu inconsequente!

 

Eugênio: Calma meu amor.

 

Suzana: Calma o quê Eugênio! Fala
Ricky! O que aconteceu?

 

Ricky: Então mãe, é que eu e uns
amigos vimos uma moça ser sequestrada e fomos ajudar, só que acabou que fomos
presos no cativeiro com ela.

 

Suzana: Seu idiota! Você é louco?

 

Eugênio: Calma Suzi!

 

Suzana: Calma, nada! Eugênio.

 

(Karla,
Thales e Dimmy estão próximo)

 

Karla: Nossa essa mulher é muito
ignorante.

 

Thales: O Ricky deve sofrer com ela.

 

Dimmy: (olhando para Ricky) É
verdade!

 

CENA
7

(INT:
Casa da família de Moana, Ruy fica estressado com Natany)

 

Ruy: Você tá louca Natany?

 

Natany: O que você acha que acontece
com quem é sequestrado?

 

(Celular
de Ruy toca e ele atende olhando feio para Narany)

 

Ruy: (falando ao celular) Alô…
Moana! Que bom meu amor… Tá bom, tá certo, eu vou ficar te esperando. (Guarda
celular)

 

Natany: O que foi?

 

Ruy: Moana já foi liberada, tá na
delegacia, logo chega. Eu vou esperar ela na sala. (Ruy sai sério do quarto)

 

Natany: Que pena! Que pena!

 

CENA
8

(INT:
Delegacia, Moana apresenta os novos amigos para a mãe)

 

Moana: Então gente, essa é minha
mãezinha.

 

Nagela: Tenho muito prazer em
conhecer todos, acredito que vocês já me conhecem, Nagela Bustamante, a grande
atriz global.

 

Thales: Eu já vi você em uma novela.

 

NagelaOlha aí, não disse. Mas eu
quero agradecer a vocês por terem ajudado minha filhinha. Obrigada de verdade,
tá meus amores.

 

(Suzana
se aproxima deles)

 

Suzana: Eu também vi a senhora na
Globo, mas faz muito tempo.

 

(Nagela
fica com raiva, querendo ir até ela e Moana a segura)

 

(Delegado
Raildo chega até eles)

 

Delegado Raildo: (sério) Desculpem
interromper, mas preciso pegar o depoimento de cada um de vocês. Os
sequestradores conseguiram fugir, então temos que dar continuidade na
investigação.

 

(Nagela
vai até Raildo e o beija, ele a repreende)

 

Nagela: Meu amor, eu te amo.

 

Delegado Raildo: (sério) Nagela, agora não, estou trabalhando.

 

(Os
5 jovens riem)

 

CENA
9

(EXT:
os 2 sequestradores chegam de carro em casa isolada, eles saem do carro, um
deles tira celular do bolso e liga)

 

Homem 2: (sério) Chefe, deu tudo
errado.

 



CENA 10

(EXT:
Delegacia, sala do delegado, Raildo está sentado com Karla e Nagela sentadas à
sua frente)

 

Delegado Raildo: Pronto, obrigado pelo seu
depoimento. Identificar os sequestradores será fácil com o retrato falado.

 

Karla: Eu já posso ir?

 

Delegado Raildo: Na verdade Karla Gonçalves,
eu peguei seu depoimento, mas para liberar você eu teria que chamar um
responsável legal, em vista que você tem 17 anos.

 

Karla: (se desespera) Não, meus pais
não! Por favor!

 

CENA
11

(INT:
Casa da família de Thales, Salete chega em casa com sacolas de compras na mão e
coloca na mesa)

 

Salete: Thales! Thales!

 

Cao: Thales não está.

 

Salete: Como não está? Essa hora ele
já tem chegado, todo dia.

 

CENA
12

(Em
um quarto um pouco escuro alguém joga com muita força, um vaso de planta na
parede, câmera foca no vaso quebrado no chão)

Fim do Capítulo


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.