Type Here to Get Search Results !

Marcadores

ALTOS & BAIXOS - CAPÍTULO 7

  



Cena 1/ prostíbulo / suíte / banheiro/ dia

Vanessa se olhando triste, em frente ao espelho.

Vanessa: (chorando) E aquele garoto meu Deus... Com um pai daqueles... Vai crescer tão machista! Que vida é essa? Que vida é essa? (T) Assim que der, eu vou pedir um emprego pra Ana Luiza...

Vanessa chora profundamente, liga a torneira e lava seu rosto...

Cena 2/ Lanchonete / mesas/ dia

Lisa e Talita no maior papo:

Talita: Acabamos de nos conhecer e já somos grandes amigas de infância!

Lisa: A gente se deu bem... Fazia tempo que eu não arrumava uma amizade assim, recíproca.

Talita: Eu também! (Ri)

Lisa: Eu queria perguntar, você que mora por aqui, sabe de algum apartamento pra alugar?

Talita: Apartamento... Claro! O apartamento ao lado do meu tá pra alugar. Eu conheço a proprietária, posso conversar com ela!

Lisa: Nossa. E é aqui perto?

Talita: É sim! E o aluguel é barato!

Lisa: Você poderia olhar isso pra mim? Seria uma mão na roda pra mim e pra minha filha!

Talita: Claro!

Lisa: Vou te passar o meu número.

Cena 3/ casa de Carla e Vanessa/ cozinha/ dia

Carla lavando algumas louças, Sarah por lá.

Sarah: Vó, você não faz nem idéia de onde a minha mãe foi? 

Carla: Foi caminhar Sarah! Não sei onde. Deve ter sido na praça aqui perto!

Sarah: A gente tinha combinado de ir na casa da tia Ana.

Carla: E essa ansiedade toda? É pra ver seu primo?

Sarah sorri envergonhada. Neste momento Lisa entra na cozinha.

Lisa: Gente cheguei.

Carla: Até que enfim!

Sarah: Já tava preocupada!

Lisa: Eu saí um pouco pra caminhar. Calma!

Sarah: E aonde foi que tá toda feliz?

Lisa: Eu encontrei uma amiga...

Sarah: E eu conheço?

Lisa: Não, não conhece!

Sarah: Hum... A gente não ia na casa da tia Ana?

Lisa: É verdade! Tava quase me esquecendo!

Sarah: Vou pedir um táxi.

Lisa: Calma! Eu ainda vou arrumar meu cabelo!

Sarah: Por favor não demora mãe!

Lisa segue para o quarto.

Cena 4/ casa de Carla e Vanessa/ quarto de Lisa/ dia

Lisa penteia os cabelos em frente ao espelho, pensativa e sorridente...

Lisa: (avoada) Talita...

Cena 5/ casa de Ana e Lourenço / frente / dia

O táxi chega na porta da casa de Ana e Lourenço. Carla, Lisa e Sarah descem do carro. Carla aperta o interfone.

Ana Luiza: (off) Quem é?

Carla: Sou eu Ana!

O portão se abre. 

Lisa: (sorrindo) Vai ser uma surpresa!

Carla concorda com a cabeça. As três entram.

Cena 6/ casa de Ana Luiza e Lourenço/ sala/ dia

Ana Luiza termina de abraçar Lisa, felicíssima. 

Ana Luiza: Lisa, nem tô acreditando que você voltou! Eu cheguei a pensar que você nunca mais fosse voltar!

Lisa: Bate na madeira Ana! É claro que um dia eu ia voltar... Nem eu contava que fosse demorar tanto...

Ana Luiza olha Sarah, orgulhosa.

Ana Luiza: Gente e a Sarah? Tá tão linda minha sobrinha... Cresceu tanto!

Sarah sorri agradecida.

Lisa: É, tá linda mesmo! Sou suspeita. (Risos)

Sarah: E tia Ana... Cadê o Fellipe?

Ana Luiza: O Fellipe? Tá dormindo lá em cima. Foi numa festa ontem e ó (faz gesto de bebida). Ai Sarah, faz um favor pra mim? Vai lá e acorda ele?

Sarah: Claro!

Sarah corre até as escadas. Ana Luiza, Lisa e Carla se sentam no sofá.

Ana Luiza: Mas me conta do Bang!

Lisa: Ai... Continua o mesmo!

Elas vão papeando fora de áudio.

Cena 7/ casa de Ana e Lourenço/ 2° andar/ corredor/ dia

Sarah, discretamente ansiosa, anda pelo corredor até parar em frente à porta do quarto de Fellipe, que está entreaberta.

Sarah: Deve ser aqui!

Ela sorri e entra no quarto bem devagar.

Cena 8/ casa de Ana e Lourenço/ quarto de Fellipe/ dia

Fellipe dormindo profundamente... Sarah se aproxima dele delicadamente para acordá-lo.

Sarah: Fellipe?

Fellipe se mexe e acorda aos poucos, se espreguiçando. Ele esfrega os olhos e ao abri-los vê Sarah. Ele se surpreende.

Fellipe: (surpreso) Pera aí? Sarah? É você?

Sarah: (sorrindo) Uhum!

Fellipe: (eufórico) Eu não acreditoooo! Você voltou!

Fellipe abraça a prima e os dois caem na cama, rindo.

ABERTURA:


Vinheta de intervalo:


Cena 9/ casa de Ana e Lourenço/ quarto de Fellipe/ dia

Fellipe e Sarah de pé no quarto. 

Fellipe: Você não sabe o que eu ainda guardo...

Sarah: O quê?

Fellipe abre a gaveta de sua escrivaninha, tira uma caixa, abre a caixa e tira de lá um papel dobrado. Ele abre o papel e entrega-o para Sarah.

Fellipe: Olha!

Sarah: Hum... Deixa eu ver!

Sarah lê e logo se lembra:

Sarah: Ai é a carta que eu te entreguei quando eu fui embora... Eu disse pra você ler ela só quando eu já estivesse longe.

Fellipe: E foi o que eu fiz!

Sarah: (chocada) Cara... Eu não sabia que você tinha guardado ela por todo esse tempo...

Fellipe: É... Lembranças de pessoas marcantes nunca devem ser esquecidas... Não acha?

Sarah: Claro!

Os dois se encaram, como se estivessem seduzindo um ao outro... Somos surpreendidos pela voz de Ana Luiza se aproximando do quarto.

Ana Luiza: (off) Gente, tem um café maravilhoso esperando por vocês!

Ana abre a porta do quarto.

Ana Luiza: Acordou ele pra mim né Sarah? Desçam gente, venham tomar o café. (Rindo) Na verdade já era pro almoço estar sendo servido né... Mas o Fellipe adora dormir umas horinhas a mais...

Fellipe: Podem ir na frente! Eu vou tirar esse pijama.

Sarah: Tá bom!

Ana Luiza: Vem Sarah!

As duas saem juntas do quarto e fecham a porta. Fellipe tira sua blusa e vai em direção ao armário, pensativo...

Fellipe: A Sarah de volta... As coisas começaram a ficar boas por aqui... (risos)

Ele abre a porta do guarda roupa e procura uma camisa.

Cena 10/ apto de Talita/ sala/ dia

Talita entra em casa e estranha o silêncio.

Talita: (chama) Danilo?

Não há resposta.

Talita: Deve ter ido pro bar tomar outra... Mas pelo menos ele não tá em casa e eu fico um pouquinho livre...

Ela tira seu sutiã por baixo da blusa e o joga no sofá.

Talita: (p/si) E essa Lisa que eu conheci hoje hein... Que mulher adimirável... 

Talita vai seguindo para a cozinha.

Talita: Vai ser um prazer e tanto ajudá-la...

Cena 11/ boteco da esquina/ balcão/ dia.

Danilo no balcão do bar, tomando uma dose de cachaça.

Danilo: (bêbado) Desce mais uma aí. Uma não, duas!

Dono do bar: Olha, não me leva a mal não, mas o senhor já secou a garrafa! (Mostra a garrafa vazia) 

Danilo: (bêbado) E daí? Cuida da sua vida, babaca! Tu tá aqui pra me servir! Eu mando e você enche o copo! Morô?

Dono do bar: Não tá mais aqui quem falou.

O Dono pega outra garrafa e torna a encher mais um copinho de pinga.

Danilo: Isso aê!

Danilo vira o copinho e balança a cabeça.

Danilo: Ê coisa boa!

De repente, ele se desequilibra e cai do banco em que estava sentado.

Dono do bar: (preocupado) Eu sabia que isso não ia prestar!

Os clientes do bar se juntam em volta de Danilo caído no chão, delirando.

Cena 12/ prostibulo / salão/ dia

Movimentação normal. Foco numa menina se apresentando no poledance. Vanessa de saída, Raul vai falar com ela.

Vanessa: Tá na minha hora. Tô indo Raul.

Raul: Você tá faturando bem, hein putinha! Tô gostando de ver... Sempre acreditei no seu potencial!

Vanessa: (olha com nojo pra ele) Dá licença. Tô indo!

Ela segue até a saída. Raul fica por lá.

Cena 13/ casa de Carla e Vanessa/ sala/ dia

Vanessa entra em casa e percebe que não há ninguém.

Vanessa: Ué não tem ninguém aqui? Será que foi todo mundo pra casa da Ana?

Cena 14/ apto de Giovanna / sala / dia

Giovanna caminha pelo cômodo falando ao celular:

Giovanna: (cel) Oi mãe! Como tá indo aí em Roma? (T) Ah tá frio? (T) Poxa... (t) Vocês voltam depois de amanhã? (T) Tá tudo bem! (T) Tá bom, um beijo! Tchau.

Giovanna desliga o celular e fica pensativa.

Giovanna: Vou ter que tirar qualquer prova de que teve uma festa aqui... Nem vai dar tempo de chamar o Fellipe pra dormirmos juntos... Aff!

Close em Giovanna frustrada. 

Cena 15/ apto de Talita / sala/ dia


Talita ao celular.

Talita: (cel) Ótimo, obrigada. Vou ligar pra Lisa, ela deixou o número dela comigo. Tenho certeza que ela vai gostar do preço do apartamento e vocês vão fechar negócio! (T) Tchau!

Talita desliga e em seguida liga de novo.

Cena 16/ casa de Ana e Lourenço/ sala de jantar/ dia

Ana Luiza, Lisa, Carla, Sarah e Fellipe tomam um farto café da manhã à mesa enquanto conversam.

Ana Luiza: Daqui a pouco o Lourenço tá aí! Cê sabe como é vida de advogado, né?

O celular de Lisa toca.

Lisa: Meu celular. Vou atender ali na sala!

Lisa se levanta e segue para a sala de estar.

Lisa: (cel) Alô?

(Alternar com Talita no apartamento dela:)

Talita: (cel) Oi Lisa, Talita aqui! Conversei com a proprietária do apartamento. Ela disse que faz um preço excelente. Você quer vir aqui agora olhar o imóvel?

Lisa sorri.

(CONGELA EM LISA SORRIDENTE)

Encerramento com a música: Quando você voltar




Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.