Type Here to Get Search Results !

Marcadores

O Nordestino - Capitulo 12 (Reprise) Últimos Capitulos

 

  
 

Capítulo 12

Cena 1 mansão de Alfredo/ dia

//instrumental tenso//

Eduarda ( nervosa) - eu quero as minhas joias!
Tereza  ( debochando) - ratinha de esgoto! Quer os seus lixinhos?

**Tereza pega as joias mais antigas de Eduarda e joga no chão **

Tereza - tá aí, no chão! Bom, meu quarto não é o seu ambiente, mas é concerteza melhor do que aquele moquifo seu! Sabe o que você é? Uma rapariga! Se fosse homem seria um gigolô, quando as mulheres passassem pela rodovia íam ter que passar correndo com pelo menos com uma velocidade de 100 km/h pois você é um encanto né? Deve fazer ciúme até com aquelas árvores de Ibirapuera.

**Eduarda vai na direção de Tereza. Eduarda segura Tereza**

Tereza - me solta! Ratazana!
Eduarda - eu vou fazee você esquecer o seu próprio nome, sua ordinária!
Tereza - você não levar um brinco se quer! Todas as joias foram compradas com o meu dinheiro! Você não vai levar nada!
Eduarda - desgraça! Cachorra!

**Tereza empurra Eduarda e Eduarda cai. Tereza pega uma faca e aponta para Eduarda.**

Tereza - vem! Vem me enfrentar e eu te dou uma facada nesse rosto de mamão podre!


Cena 2 hospital/ dia

Roberto e Aparecida conseguem o resultado, que sai câncer. E conseguem o tratamento para Aparecida.

Aparecida ( duvidosa) - doutora, o meu cabelo vai cair?
Médica  ( séria ) - provavelmente sim.
Aparecida - é melhor eu corta-lo ou deixá-lo cair sozinho?
Médica - se você não quiser sofrer mais, eu indico você corta.

**Aparecida começa a chorar no ombro de Roberto**

Cena 3 mansão de Alfredo/ dia

// instrumental tenso//

Tereza  ( nervosa) - você está ficando com o meu marido e ainda rouba ele. Desgraçada!
Eduarda  ( nervosa) - eu quero as minhas joias!
Tereza - nada aqui é seu, querida!
Eduarda - então a polícia vai adorar saber que você vende leite vencido!
Tereza - você não tem provas!
Eduarda - quem disse? Eu tenho imagens, gravações e documentos!
Tereza - eu posso te denunciar ! Você roubou um bebê do nordeste e vendeu!
Eduarda - eu vou adorar vê você podre! POBRE!

**Tereza caminha na direção de Eduarda com a faca na mão. Tereza tenta enfiar a faca em Eduarda, mas Eduarda se esquivam. Tereza deixa a faca cair e as duas começam a puxar o cabelo uma da outra e se tapearem.**


Cena 4 casa de Roberto/ dia

Bernado chega na casa de Roberto e se depara com José.
Bernado ( surpreso) - quem é você?
José  ( surpreso) - o irmão do Roberto...
Paula ( surpresa) - vocês são gêmeos!

Abertura

Cena 5 mansão de Alfredo/ dia

**Eduarda empurra Tereza, e pega as joias e sai correndo. Tereza corre atrás. Tereza empurra Eduarda da escada e Eduarda cai.**

Tereza  ( nervosa) - e agora, desgraçada?
Eduarda ( caída) - mesmo que você me mate, eu tenho essas gravações nas mãos de várias pessoas! E quem vai acreditar em você? Você, o Alfredo e o Daniel vão presos!

**Tereza pensa**

Tereza - Você venceu! Pode levar as joias.

**Eduarda se levanta e leva todas as joias**

Cena 6 casa de Roberto/ dia

Roberto chega e fica espantado com José e Bernado .

Roberto  ( surpreso) - vocês são gêmeos!
Maria ( chorando de alegria) - você deve ser o meu filho!
Bernado ( surpreso) - então eu sou filho de vocês?
João - sim!
Roberto - você é adotado, Bernado?
Bernado ( chorando) - sim, eu descobri isso ontem...
M

**Maria abraça Bernado, junto com todos **

Bernado - eu tenho uma família!
Roberto - vamos fazer um jantar com as duas famílias!


Cena 7 casa de Roberto/ noite

Todos conversam e comemoram.

Bernado  ( sério) - eu queria falar que, mesmo eu descobrindo que eu não sou filho de vocês, Claudia e Rodrigo, eu amarei vocês sempre! E eu vou aprender a amar vocês, meus pais de sangue e meus irmãos.

**todos batem palma e se abraçam **

Cena 8 mansão de Alfredo/ noite

Alfredo chega na mansão. Tereza pede:

Tereza  ( séria) - amor, assina aqui.
Alfredo - hum, hoje você tá boazinha.

**Alfredo assina o papel**

Alfredo - pra que serve isso?
Tereza - nada, é só umas compras.

Cena 9 salão/ dia

// instrumental triste//

**Aparecida começa a cortar o cabelo. Aparecida começa a chorar junto com seus irmãos e seus pais.**

"🎶🎶Tristeza, por favor vá embora
Minha alma que chora está vendo o meu fim
Fez do meu coração a sua moradia
Já é demais o meu penar
Quero voltar àquela vida de alegria
Quero de novo cantar
Laraiára, laiá laiá raiá la, laiá raiá raiá la
Quero de novo cantar
Vai tristeza
Tristeza, por favor vá embora
Minha alma que chora está vendo o meu fim
Fez do meu coração a sua moradia
Já é demais o meu penar
Quero voltar àquela vida de alegria
Quero de novo cantar
Laraiára, laiá laiá raiá la, laiá raiá raiá la
Quero de novo cantar
Laraiára, laiá laiá raiá la, laiá raiá raiá la
Quero de novo cantar
Madureira chorou
Madureira chorou de dor
Quando a voz do destino obedecendo ao divino
A sua estrela chamou
Madureira chorou
Madureira chorou de dor
Quando a voz do destino obedecendo ao divino
A sua estrela chamou🎶🎶"

**Aparecida pega na cabeça careca**

Aparecida  (chorando) - meu Deus, me ajude! Nossa Senhora Aparecida, me ajude!

A imagem foca em Aparecida e começa a rachar e despedaçar. 


 


Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.