Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Vinganças - Capítulo 08

 


Vinganças - Capítulo 8

Cena 1 Apartamento de Matheus/ Interior/ Noite 

Thiago e Matheus estão frente a frente. O amante de Júlia estava chocado, enquanto Matheus estava com um sorriso maligno.

Instrumental revelação 

Matheus - Você está em minhas mãos agora.

Thiago - A minha vida sexual particular é assunto meu e você está invadindo. 

Matheus - Vamos ver qual a opinião da Ariela e do pai dela. Isso sim é o que queremos ver. Já consigo imaginar toda a   situação: você levando uma surra, depois perdento todo o seu dinheiro e todo seu prestígio nessa cidade, nesse estado e neste país!

Thiago - Ninguém nunca acreditaria em você. 

Matheus (ri) - Não? Vamos pagar pra ver? Você só tem a perder e eu a ganhar.

Thiago - E o que você quer? Dinheiro? 

Matheus - Eu quero a presidência da empresa e mais quinhentos mil reais. Tá bom pra você?

Thiago - Mas eu não tenho esse dinheiro todo!

Matheus - Problema seu, ninguém te obrigou a trair a sua esposa.

Thiago - Eu te odeio!

Matheus - Odeia nada... aposto que você deve odiar a Júlia mais que eu, já que ela está comigo...

Thiago (surpreso) - O quê? Não... ela não seria tão idiota em se aliar a você. 

Matheus (ri) - O único idiota aqui é você. Acabou pra você. Eu quero que você renuncie para cargo de presidente da construtora e que me pague o dinheiro que eu quero.

Corta para/

Cena 2 Casa de Joana/ Interior/ Noite 

Jonas abre a porta e entra. Ele está todo sujo. Joana e Inês veem ele e se choca.

Joana - Meu filho! 

Inês - Jonas! O que aconteceu?

Jonas (sendo acudido por elas) - Eu fui assaltado... levaram tudo!

Inês - Vamos, venha tomar um banho, depois você come alguma coisa.

Joana - Oh, meu filho, vou ligar na polícia... 

Inês - Isso mesmo, mãe, vamos ligar na polícia. Precisamos recuperar seu carro, documentos e dinheiro.

Joana - Vou ligar agora lá, vamos colocar esses bandidos atrás das grades.

Jonas sai da sala, junto com Inês, Joana pega seu celular.

Corta para/

Cena 3 Praça/ Noite 

Trilha sonora: Só Você 

Maria e Leão se beijavam. Algumas crianças passam pela rua fazendo barulho, eles olham.

Leão - Não vejo o dia em que a gente estará com nossos filhos assim.

Maria - Eu quero muito ter vários filhos com você... 

Leão - Você já foi na igreja marcar a data?

Maria - Estou sem tempo, amor... mas prometo que logo logo eu irei lá. 

Leão - Eu te quero tanto... quero te chamar de esposa... a gente poderia já estar juntado mas você insiste em casar na igreja.

Maria - Eu quero fazer todos os sacramentos da igreja! Não quero ajuntar, quero me casar.

Leão - Tá, tá... 

Maria - Eu nunca vou desisti de você... 

Os dois se beijam intensamente. 

Corta para/

Cena 4 Apartamento de Matheus/ Interior/ Noite 

Thiago olhava pela janela, Matheus se aproxima. 

Matheus - Então? Vai desistir da presidência e ainda me pagar uma taxa?

Thiago (nervoso) - E eu tenho escolha? Eu odeio você. 

Matheus (sorrindo) - E eu amo a sua burrice.

Thiago sai do apartamento. Corta para ele entrando no carro. Já dentro do carro, ele bate as mãos no volante.

Thiago (nervoso) - Desgraçado! Eu vou acabar com eles dois... não sei como irei desfazer essa história e ainda virar o jogo... já sei!

O homem pega seu celular e faz  uma ligação. 

Thiago (ligação on) - Alô, Oto? Por favor, investigue a vida de uma pessoa que irei te mandar aqui pelo zap, ok? Mas seja rápido, quero que você invada todos os celulares, computadores dele, inclusive os da empresa... por favor... mas seja rápido!

Corta para/

O dia amanhece, é visto a capital fluminense ao som de Que País É Esse.

Corta para/

Cena 5 Barzinho/ Dia 

João está sentado comendo um pastel, Thiago se aproxima e senta em uma cadeira.

Thiago - Perdão pela demora e por remarcar a data do nosso encontro. 

João - Não tem problema... mas me diga, o que você quer?

Thiago - É muito simples... você me ajuda e eu te ajudo. 

João - Se for em forma de dinheiro, eu aceito com muito prazer e ajudo muito.

Thiago - Muito bem... eu quero que você coloque mercadoria já vencida naquela espelunca. 

João - E o que acontece depois?

Thiago - Você verá. Só quero que me diga quando colocar a mercadoria.

João - Está bem... te ligarei o mais breve possível. 

Thiago (se levantando da cadeira) - Escute aqui, se você continuar a comer essas gorduras aqui, logo logo estará lá na santa casa infartando.

Corta para/

Cena 6 Motel/ Interior/ Dia 

Mário bebe champanhe e muitas mulheres beijam o corpo dele. Eles estão dentro de uma banheira grande.

Mário - Como estou feliz, meninas.

Garota 1 - E como você é gostoso...

Garota 2 - É verdade, querida... mas será eu a primeira a ficar com brincar com o brinquedinho dele...

Garota 1 - Não! Será eu!

Mário - Se acalmem meninas, tem brinquedo pra todo mundo. Agora que minha vingança está completa, vamos para um novo golpinho... e já imagino quem será a próxima vítima...

Corta para/ 

Cena 7 Morro/ Rua/ Dia 

Leão estava em seu celular. Munique se aproxima, com todo cuidado para o jovem não perceber. Ela põe suas mãos sobre os olhos de Leão. Ele da uma sorriso de ponta a ponta.

Leão - Minha amada, meu amor... minha vida, minha luz...

Munique (ri) - Ai que tudo... não sabia que você gostava tanto de mim assim como diz.

Leão (se virando e assustando) - Nossa... perdão. Eu pensei que era...

Munique - A Maria, né? Mas não tem problema... eu quis fazer uma brincadeirinha. Bom, mas vim aqui saber de você, moço... como foi lá no morro do Urso?

Leão - Foi puxado, pensei que iriam me matar mas a Maria fez de tudo por mim.

Munique - Eles não fizeram mal pra você não, né?

Leão - Não. 

Munique (se aproximando dele) - Que bom, né? Mas... ontem mesmo eu estava pensando quando a gente estava junto... o morro era tão mais seguro e respeitado... ninguém mexia com você. 

Leão - Mas foi um mal entendido... um homem que nem é do meu morro que fez as filmagens... eu ainda pego ele!

Munique - Vamos esquecer desse episódio e vamos lembrar da gente... você gostava tanto quando eu beijava suas pernas e ía subindo... você chegava virar os olhos.

Leão - É verdade... eu amava...

Maria aparece no exato momento. 

Maria (se choca ao ver Munique e Leão muito próximos, se altera) - Eu posso saber o que vocês dois estão falando aqui?

Leão se assusta, Munique da um sorriso maligno. 

Cena 8 Casa de Ariela/ Interior/ Dia 

Thiago e Ariela almoçavam. 

Thiago - Ai amor, hoje eu quero muito fazer um programinha com você. 

Ariela - Que novidade, pessoal! (Ri)

Thiago - Estava pensando a gente ir ver um filminho no cinema e depois a gente transar, que tal? Mas é uma transa de verdade, não é aquilo daquele dia que você recebeu um telefonema e saiu correndo e nem se quer você me satisfez. 

Ariela - Oh meu amor, perdão... mas aquele dia eu tive que sair por necessidade mesmo, a notícia não espera.

Thiago - E o meu tesão também não espera.

Ariela - Tá bem, tá bem! Vamos fazer isso tudinho. 

Thiago - Ótimo! Vamos passar a noite todinha juntinhos. Umas nove da noite?

Ariela - Sim, umas nove mesmo. Já quero ir já jantada, comida de motel é tão ruim.

Thiago - Olha, pensando bem, vamos no cinema e depois transamos aqui em casa mesmo. Vou ligar em um motelzinho para poderem fazerem um clima pra nós essa noite.

Ariela - Ai você sempre quando quer ser romântico, consegue!

Thiago - Você sabe que eu te amo mais que tudo... (da um beijo nela) Amor, eu irei passar uma grande quantia de dinheiro da conta da empresa para a conta no exterior mas estou tão sem tempo pra ir no banco... 

Ariela - Você ainda não depositou aquele dinheiro na conta reserva da construtora? Papai se ficar sabendo... 

Thiago - Estou tão sem tempo, mas quero hoje ainda mesmo. Será se eu pagar uns cem reais pra Júlia, ela deposita?

Ariela - Deve sim, quem não gosta de um dinheirinho extra?

Thiago - Tomara! Vou ligar para o gerente do nosso banco, ela pode depositar tudo de noite, sem que ninguém veja ou saiba.

Ariela (gritando) - Júlia, vem cá. 

Júlia adentra o local. Júlia fica meio sem coragem para olhar para Thiago.

Ariela - Júlia, você pode ir no banco, de noite, fazer um deposito em dinheiro vivo?

Júlia (assustada) - Dinheiro vivo? Ah, dona Ariela, isso é muito perigoso.

Thiago - Não é não. O gerente do banco já estará em sua espera, é simples rápido, fácil e você ainda ganha uns cem reais, topa?

Júlia - Está bem...

Thiago - Ótimo! Mais tarde te passamos o dinheiro e o banco.

Corta para/

Cena 9 Rua/ Morro/ Dia 

Maria - Vamos, me digam! 

Leão - Oi amor...

Maria - Não me toque. 

Leão - Mas não fizemos nada...

Munique - É, Maria, relaxe.

Maria (nervosa) - Relaxe? Você fica se amostrando para o meu noivo.

Munique - Se o seu noivo realmente te ama, ele não ficaria comigo, né bebê?

Maria (se aproximando dela) - Escute aqui... (Leão entra entre as duas) sai daqui, Leão... agora!

Leão - Você está dando um show aqui, sabia? 

Munique (se afastando) - Ai que mulher barraqueira, Leão... vou indo embora...

Leão - Viu o que você fez? Seu ciúme extrapola tudo e todos.

Maria - Se eu me afastar de você, você vai correndo pra aquela desgraçada. Quer saber, perdi a vontade de te ver!

Maria sai caminhando pela rua. Leão vai atrás chamando por ela. Munique vê toda a situação. 

Corta para/ 

Escurece. A noite cai sobre o Rio de Janeiro. É visto Thiago e Ariela assistindo um filme.

Cena 10 Casa de Ariela/ Quarto do casal/ Noite 

Thiago e Ariela começam a se beijar, tiram suas roupas e começam a transar. A imagem escurece.

Thiago (se levantando da cama) - Vou pegar uma água, quer?

Ariela (deitada na cama) - Eu quero sim, meu valentão. 

Thiago entra na cozinha, ele põe um remédio na água, volta para o quarto e a da para sua esposa.

Thiago - Bebe tudo, daqui alguns minutos a gente volta a transar novamente, ok?

Ariela (bebendo a água) - Está bem.

Thiago - Eu não sou de ferro (ri).

Ariela - Deixa eu dormi uns cinco minutos...

Thiago (mexendo nela) - Dormiu? Dormiu! Agora vamos ser rápidos. (Pega o celular. Ligação On) Alô Júlia? Pegue o dinheiro e vamos se encontrar naquele local na estrada.

Corta para/

Cena 11 Estrada/ Noite 

Júlia está com carro parado em uma rodovia. O carro de Thiago se aproxima. Ele desce do carro e entra no carro da mulher.

Thiago - Cadê o dinheiro?

Júlia - Tá no porta malas.

Thiago - Oh minha deusa, por que você me abandonou e ficou do lado do Matheus? Eu pago quanto for mas eu quero você do meu lado!

Júlia (beija ele) - Mas eu estou do seu lado. Eu só fiz jogo de cena com aquele idiota do Matheus. Mas por falar em dinheiro, eu quero.

Thiago - Tá vendo esse dinheiro aí atrás? É todo nosso.

Júlia - Mas e a Ariela? E o Fagner? Eles não vão descobrir?

Thiago - Claro que não! Vamos fingir que você foi assaltada...

Júlia (rindo) - Como você é inteligente.

Thiago - Sim, sou mesmo.

Os dois começam a se beijar. Thiago pega uma arma de seu bolso e mira em Júlia. 

Instrumental maldades

Júlia (surpresa) - O que é isso?

Thiago (ri) - Uma arma, o que poderia ser?

Júlia - Eu sei que é uma arma mas por que está apontada pra mim?

Thiago - Porque você é a minha salvação, querida. 

Júlia - Mas eu não te trai...

Thiago ri e atira contra a mulher. O sangue escorre de sua cabeça. O homem pega o celular da mulher, sai do carro, pega as malas de dinheiro. Com uma luva, ele passa as digitais de Júlia em algumas notas e ainda um pouco de sangue. Ele empurra o carro e o deixa no meio da rodovia. Entra em seu carro e sai daquele lugar.

Corta para/

Cena 12 Apartamento de Matheus/ Interior/ Noite 

Matheus abre a porta, Thiago adentra o lugar, ele está com uma malinha em sua mão. 

Matheus - Foi rápido, hein? Disse que não teria o dinheiro mas sob pressão, qualquer rato vira gato.

Thiago (se sentando no sofá) - Taí o dinheiro. 

Matheus (abrindo a malinha e pegando em várias notas de cem reais) - Olha que lindo... eu amo isso...

Thiago pega a arma que matou Júlia e joga no chão, próximo a Matheus. Thiago também pega outra arma e aponta para Matheus.

Matheus (surpreso) - O que é isso? Que porra é essa? (Pega a arma caía ao chão e aponta para Thiago) se você atirar, eu também atiro!

Thiago - Vamos, cadê o valentão? 

Matheus - Seu desgraçado! Eu atiro em você primeiro!

Thiago - Vamos então, atira! Atira!

A imagem congela no rosto de Matheus.


Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.