Type Here to Get Search Results !

Marcadores

Solar do Amor - Capítulo 16

 


Solar do amor ❤️☀️

 

Capítulo 16

Produção RANABLE WEBS

Novela criada por: BRUNO DANIEL

Supervisão de texto: EZEL LEMOS

 

 


Cena 01: Casa dos empregados/Tarde

 

Está acontecendo o velório de Dona Eulália e Rogério e Sol estão cara a cara no local.

 

Sol: Eu não falei nenhuma mentira, seu Rogério.

 

Rogério: Dona Eulália era mais que uma empregada. Eu a considerava como gente da família.

 

Sol: Muitos patrões falam isso para se aproveitar dos seus empregados!

 

Close em Rogério chateado.

 

Maria Eugênia chega perto da filha.

 

Maria Eugênia: Pare com isso, filha!

 

Rogério: Você me ofendeu menina. Sua mãe sempre teve tudo que precisa trabalhando para mim.

 

Sol: Meu nome Sol, não sou uma menina faz tempo.

 

Rogério: Vejo que você não herdou a educação da sua mãe.

 

Sol: Eu acabei de perder uma pessoa muito querida!

 

Rogério deixa as guirlandas, olha para Maria Eugênia e vai embora do local.

 

 

Cena 02: Fazenda Ramos/Cozinha /Tarde

 

Yasmin está chateada com Tião.

 

Yasmin: Olha aqui Yião, eu não te dei liberdade para se meter na minha vida.

 

Tião: Eu não to me metendo em sua vida! Só queria saber o que você tanto esconde. Coisa boa não é.

 

Yasmin: Vai a merda!

 

Yasmin sai chateada.

 

 

Cena 03: Estrada de terra/Anoitecer

 

A ambulância do SAMU está parada na estrada, os paramédicos vão com uma maca, onde está uma pessoa.

 

Vai passando um carro na estrada e para, o motorista sai, é João Lucas e ele vai em direção aos paramédicos, que estão colocando a maca com Rafael, na ambulância.

 

João Lucas se aproxima.

 

Paramédica: Desculpa, o senhor não pode se aproximar!

 

João Lucas aproxima e observa a pessoa na maca e percebe que é Rafael.

 

João Lucas: É o Rafa! É o Rafa!

 

Paramédico: O senhor conhece a vítima?

 

João Lucas começa chorar apavorado.

 

João Lucas: (chorando) Sim, sim! É João Lucas, meu, meu...

 

Paramédica: O senhor pode nos acompanhar no carro até o hospital.

 

João Lucas: Eu vou, eu vou!

 

IMAGENS DO SOL NASCENDO

 

 

Cena 04: Cemitério/Nublado/Manhã

 

Maria Eugênia e Sol estão chorando próximo ao caixão. Algumas pessoas estão em volta.

 

Sol: Não pode ser! Como vou fazer sem minha madrinha?

 

Miguel está consolando Sol, abraçado nela.

 

Miguel: Não fica assim, Sol.

 

Maria Eugênia: Miguel, é melhor você levar Sol embora, ela não se alimenta desde ontem.

 

Miguel: Sol, você tem que comer. Não pode fazer isso... Vamos comigo?

 

Sol: Eu quero ficar aqui.

 

O caixão de dona Eulália é colocado na cova.

 

 

Cena 05: Hospital/Leito de UTI/Manhã

 

João Lucas observa Rafael através do vidro.

 

Rafael está sedado e com alguns aparelhos.

 

João Lucas: Fica bom, meu amor. Eu te amo e não quero te perder!

 

 

Cena 06: Delegacia/Fachada/Manhã

 

Hugo vai saindo da cadeia e Sofia está o esperando, ambos vão andando juntos.

 

Hugo: (mal humorado) Os Ramos e Maria Eugênia vão me pagar tudo o que eles fizeram comigo.

 

Sofia: Você viu que Zé Carlos vai vender o bar? Você pode comprar o bar dele e começar a colher informações para tentar armar uma armadilha para ele.

 

Hugo: É verdade, porque lá tem vários cachaceiros que enchem a cara de bebida e falam informações valiosas, e a maioria dos clientes é empregado dele.

 

Sofia: Se quiser, mano, te empresto dinheiro.

 

Hugo: Já é maninha!

 

 

Cena 07: Casa dos empregados/Manhã

 

Maria Eugênia está na sala da casa, chorosa, ela senta no sofá desanimada.

 

Rogério entra sério e ela o abraça.

 

Rogério: Eu sinto pelo que aconteceu.

 

Maria Eugênia: Rogério, pressiona o delegado para encontrar o assassino.

 

Rogério: Pode deixar, eu farei isso, meu amor.

 

Rogério beija Maria Eugênia, ambos se beijam compaixão.

 

Neste momento, Sol sai do interior da casa e flagra os dois, ficando pasmem.

 

Sol: Mãe!

 

Rogério e Maria Eugênia param imediatamente o beijo, ficando assustados.

 

Sol: (surpresa) O que tá acontecendo aqui?

 

Rogério e Maria Eugênia estão assustados.

 

 

Cena 08: Hospital/Recepção/Manhã

 

João Lucas está sentado no sofá, quando Frida chega.

 

Frida: Oi, como o Rafael está?

 

João Lucas: Ele está muito mal, na UTI.

 

Frida começa a chorar.

 

Frida: Meu irmãozinho... Deus não leve ele, por favor!

 

Frida: Eu quero ver ele.

 

João Lucas: Vamos comigo.

 

João Lucas e Frida entram nas repartições do hospital.

 

Ambos passam pelos corredores e chegam em uma nova ala... João Lucas, triste, aponta para o vidro, que mostra Rafael do outro lado.

 

Frida: Me deixa a sós com eu irmão.

 

João Lucas se afasta.

 

Frida olha com raiva para o leito do irmão.

 

Frida: Porque você na morreu, seu desgraçado! Ai que vontade de ir aí e acabar com você!

 

Close no olhar mal de Frida.

 

A imagem congela no olhar mal de Frida.

 

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.